xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 22/05/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

22 maio 2014

VÍDEO - FATOS em FOCO - Eleição da Câmara de Vereadores do Crato



Reportagem: ED ALENCAR e apoio de ROBERTO PIRES ( Ed Alencar )
Num patrocínio exclusivo de RVNET - O Melhor provedor de Internet do cariri

O Direito de Criticar e a Liberdade de Expressão - Por: Elder Consultor


Liberdade de expressão é o direito de todo e qualquer indivíduo de manifestar seu pensamento, opinião, atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sem censura, como assegurado pelo artigo 5º da Constituição Federal. É direito da personalidade, inalienável, irrenunciável, intransmissível e irrevogável, essencial para que se concretize o princípio da dignidade humana. É uma forma de proteger a sociedade de opressões. É elemento fundamental das sociedades democráticas, que têm na igualdade e na liberdade seus pilares. Contudo, não se pode valer da liberdade de expressão e ficar no anonimato. Muitas vezes, quando esse direito é usado de forma inconsequente, pode ocasionar desconforto e/ou revolta por parte daquele que venha a sentir ofendido. Atualmente vive-se a era do politicamente correto e do (falso) moralismo. Há uma preocupação em não discriminar a outrem, respeitar as diferenças, exigir uma efetivação da igualdade assegurada pela Constituição, mesmo que isso não seja algo que parta do real interesse do cidadão e sim para que ele esteja incluído nessa tendência. Embora ainda exista sim, preconceito e discriminação, estes se apresentam cada vez mais disfarçados. 

Devido à revolução tecnológica e a globalização, tudo fica muito evidente: É acesso fácil à informação, redes sociais onde se comenta de tudo, uma maior aproximação das pessoas. Isso acarreta grande impacto na vida dos indivíduos, até mesmo no que concerne às decisões judiciais, pois a população, apoiada pela mídia, exerce pressão em busca de respostas e resultados. Lançam mão da liberdade de expressão e reivindicam seus direitos, criticam políticos corruptos, dentre outras manifestações. 

Portanto, o direito de criticar é sagrado e amparado pela nossa Constituição brasileira sendo vedado o anonimato através de subterfúgios e recursos escusos que tornem difícil a identificação do autor da manifestação e entre esses, se encontram os pseudônimos, falsos perfis e outros utilizados por aqueles que querem atacar alguém sem assumirem suas posturas. Informar e criticar não somente é um direito, mas também um dever de todo cidadão que se ache ofendido e constrangido com as atitudes de outros e até mesmo de um poder público de qualquer esfera neste país. É preciso que se entenda que quando alguém tenta calar a voz da imprensa, do povo, o que ocorre é uma censura velada, criminosa e que não deve ser aceita por ninguém, tampouco pelo Poder Judiciário, guardião de todas as leis e aplicador delas. A liberdade e a individualidade são essenciais à vida humana. Não existe democracia sem liberdade.

Elder Consultor ( Colaborador do Blog do Crato )
ABR - Consultoria Jurídica Especializada
Advocacia & Contabilidade


BLOG DO CRATO - 200 mil acessos por mês e crescendo !




Faça como:










Entre em contato pelo E-mail: blogdocrato@hotmail.com

A SOLIDEZ DE QUEM JÁ ESTÁ NO MERCADO HÁ 9 ANOS

ABREM-SE AS CORTINAS – QUAL SERÁ A PRÓXIMA PEÇA? - Por: Augusto Monteiro Rodrigues



Quer dizer da Câmara de Crato? O que falar sobre ela? Nada. Apenas lamentar sobre o significado de inutilidade. Um bando de homens e uma mulher, com traços de exceção, reúnem-se semanalmente e lá não discutem, legislam sobre uma cidade que não existe. E os discursos vazios se sucedem e ao final da sessão a maioria diz amém. Um amém, “amentinha”, que nos custa caro nos aspectos moral e financeiro. As chefias se revezam ao sabor dos interesses e das contradições. E tudo retornará com os mesmos personagens. Apenas um teatro com peças diferentes que se sucedem e um mesmo diretor executivo. Tudo encenação, muda-se, apenas, o palco.

Por: Augusto Monteiro Rodrigues
Publicado no grupo "Filhos e Amigos do Crato" - Edição de hoje, 22 de Maio de 2014





CRATO - Previsão do tempo para esta quinta-feira, 22 de Maio de 2014




A previsão do tempo para hoje indica dia de sol com algumas núvens e não chove, mas tem ocorrido pequenos chuviscos, inclusive no início e no final da madrugada de hoje.

Outras informações:

Nascer do sol: 05h42 Pôr do sol: 17h27
Temperaturas: Max 33º e Min 22º
Ventos a ENE  a 16km/h
Umidade Relativa do Ar: 93% e mínima de 56%
Índice UV: Muito Alto 

Informações do INPE e GOES13


Ceará detém maior número de cisternas no semiárido


Somente no mês de abril, foram entregues 7.900 pequenos reservatórios para famílias da zona rural
  
O modelo de polietileno foi adotado para agilizar as entregas

Quixadá. O Ceará desponta como Estado com o maior número de cisternas instaladas no Brasil. Conforme a coordenadora do Programa Cisternas, a engenheira agrônoma Neyara Araújo Lage, já são quase 118 mil cisternas entregues a moradores de comunidades rurais nos últimos dois anos, quando o modelo de política de universalização da água foi implantado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) em parceria com o governo do Estado, através da Secretária Estadual do Desenvolvimento Agrário (SDA).

O convênio teve início em 2005, mas só começou a funcionar, na prática, no ano seguinte. De lá para cá, além de novas tecnologias sociais de acesso à água, o Programa Nacional de Apoio a Captação de Água da Chuva e Outras Tecnologias Sociais de Acesso à Água (Programa Cisternas) foi regulamentado e reconhecido pelo Governo Federal como tecnologia social, principalmente para quem convive no semiárido. A Lei, 12.873, foi aprovada no Congresso e publicada no Diário Oficial em outubro do ano passado.

Para a coordenadora do Programa Cisternas no Ceará, o reconhecimento fortaleceu ainda mais a posição do Estado no plano nacional. O MDS divulgou recentemente a entrega de 7.900 cisternas no Ceará, no mês de abril. Desde 2011, 142,9 mil unidades foram implantadas no Semiárido cearense para apoiar as famílias de baixa renda ao acesso à água mesmo em períodos de estiagem. Desse total 117.936 já estão sendo utilizadas por comunidades de todo o Estado. Outras 64.900 estão sendo entregues e mais 33.400 em execução. Esses números correspondem a uma média de 263 cisternas instaladas por dia. Na avaliação de Neyara Lage, o segredo do sucesso do programa está na articulação encabeçada pelo secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, e sua equipe, em conjunto com os demais participantes, principalmente as 21 organizações não governamentais cadastradas para dar assistência na instalação das cisternas.

Mas esse processo começa com a articulação das comunidades através da criação de Conselhos. Neles, participam representantes da SDA, Emater, dos sindicatos, sociedade civil organizada e da Igreja.

Os Conselhos de cada município decidem quais são as prioridades e quem deve ser beneficiado. A preferência, pela ordem, é pelas famílias com maior número de membros, com mulheres como líderes do lar e crianças. Os beneficiados participam do processo de instalação, tanto das cisternas de placa como de polietileno. Em média, da seleção à entrega, a demora é de uma semana. Tanto faz para um modelo como para o outro. A preferência maior é pela cisterna de placa, agrega valor social, o morador participa mais efetivamente da conquista, do planejamento à construção.

Entretanto, dada à necessidade emergencial, muitos também optam pelas cisternas de polietileno. O processo demora praticamente o mesmo período das de placa. Mas acreditando na máxima "quanto mais melhor", o Ceará firmou convênio em 2013 implementando 17 mil unidades do derivado plástico. "Mais 19.380 cisternas desse tipo foram adquiridas através do segundo convênio, com o Ministério da Integração Nacional (MIN) e Fundação Nacional da Saúde (Funasa). Estão em fase de implementação", acrescentou a coordenadora estadual.

Outra informação relevante ao destaque do Ceará no Programa de Cisternas diz respeito aos custos para os cofres do Estado, incluindo as outras tecnologias de universalização da água, como a cisterna de enxurrada, de calçadão, barreira trincheirada, barreira subterrânea, barraginha e tanque de pedra.

Hoje, o Ceará desembolsa apenas 0,5% dos custos. No início, em 2009, para cada cisterna implantada pelo governo federal, o Estado bancava uma. Dessa forma, é possível investir a economia na expansão de outros programas de assistência ao homem do campo, como sistemas de abastecimento de água para comunidades.

Fonte: DN


Livro do escritor Nijair Pinto é destaque no Jornal Diário do Nordeste


NE - O livro do Escritor e colaborador do Blog do Crato, Nijair Pinto é destaque no jornal Diário do Nordeste


Nijair Araújo Pinto: o exercício da crônica

Crochê de Palavras é um livro constituído por uma seleção de crônicas, criativas, inteligentes, com notas de humor
  
A leitura da obra nos aponta que tudo nos é passado por meio de uma linguagem simples, com assuntos familiares às pessoas comuns, como se quer de uma boa crônica. Principalmente por conta da linguagem, a obra faz lembrar o jeito nordestino de lidar com as situações cotidianas. E é com muita simplicidade que o autor vai narrando as mais divertidas histórias. Histórias simples, mas inteligentes; simples, por serem inteligentes. A maestria do autor com as palavras é outro ponto admirável, sua fineza literária o faz acessível a todos. Também a ironia está presente nos textos. A crítica a questões sociais é outra marca que o autor faz questão de registrar, e sua apreciação nos é passada com leveza e bom humor. A obra se divide em quatro partes, assim chamadas: Na caserna é assim..., Nos arredores do lar, No calcanhar dos outros e Na vida, antes e depois... Passemos a falar especificamente de cada uma das partes do livro, realçando as crônicas que, a meu ver, por um ou outro motivo, se destacaram.

Na caserna é assim

A palavra caserna significa quartel. Nesta primeira parte do livro, o cotidiano dos bombeiros nos é revelado. Não o cotidiano tenso, agitado, mas os acontecimentos pitorescos da vida militar. A crônica inicial trata da estranheza e complicação de certos nomes de gente. Os nomes dão ao cronista a possibilidade de ele nos presentear com sua fina criatividade. Ele, tentando ser engraçado, batizou um músico chamado Remi Oliveira de "De Oliveira". Na própria crônica nós temos a explicação para a alcunha: "Ré em notação musical é 'D'. Mi é 'E'. Portanto, você se chama DE Oliveira."

Uma outra crônica, chamada Coisa de recruta, trata de um assunto bastante comum: os apelidos. Esta narrativa nos dá a conhecer, de maneira bem humorada, um pouco dos militares mais característicos do quartel: "Os inimputáveis (esse é o tipo de militar que você olha para ele e pergunta 'como essa criatura conseguiu passar no exame psicotécnico?'); os gatunos (coisa rara em nosso país); os beberrões (detalhe à parte); os mulherengos (tipo raro, motivados pelo calor humano dos recrutamentos sociais e/ou vítimas dos excessos hormonais); os 'um-sete-um' (aqueles que sempre se dão bem diante de chefes que adoram bajulação)...". No final, temos um poema no qual se vê patente o amor e dedicação pelo trabalho de salvar vidas: "Salvar, eu salvei, sem nenhum temor... / Dei provas incontestes do ardor / que assaz movimenta assim minh'alma, / sendo luz duma dor que clama calma."

Presente cotidiano

O caso Lazarelli é uma narrativa sobre a difícil situação de um militar que é flagrado pela esposa namorando na internet. Apenas a "parte escrita" da traição foi descoberta. Depois de dez meses do ocorrido, em meio à forte pressão, o soldado assumiu o caso, ao que a mulher retrucou: (Texto I) 

A mulher só expulsa o soldado de casa quando este admite ter dado uma tevê de 14 polegadas para a amante. O tempo passou, os ânimos esfriaram e a mulher aceitou a volta do marido infiel. A desforra da esposa foi criar uma comunidade num site de relacionamento e exigir que o marido enviasse o link para a outra. O nome da comunidade: "Pensa que é bonito ser escovão?" Escovão é uma forma carinhosa e peculiar que os militares têm de tratar algumas mulheres. Inocentemente o soldado falou da tal criação da esposa para seus colegas de profissão. A divulgação do link foi tomada pelos colegas como uma missão a ser cumprida... O que mais chama atenção, todavia, é o comentário, marcado por um forte pessimismo em relação à vida e à felicidade, sobre o exercício de escrever crônicas tecido no início da narrativa: (Texto II)

A crônica Uma tarde no cinema traz alguma reflexão sobre o atual estilo de vida que as pessoas levam. A vida, diz a crônica, vivida em pacotes, tudo no mesmo saco e cabendo como padrão universal. O frequente tom humorístico se faz presente por ocasião da entrada de um brutamonte, cuja cabeça "inspirara um dos personagens do seriado Simpsons, por certo". É de notar a narração de uma cena grotesca. No cinema, próximo a três mocinhas, o narrador, bem sentado na poltrona, assim se insere: (Texto III)

Veja mais no link: 
http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/suplementos/ler/nijair-araujo-pinto-o-exercicio-da-cronica-1.1017046

Fonte: Diário do Nordeste


URCA conquista concessão de Rádio FM Universitária


Anunciada na noite de ontem mais uma grande conquista para a região do Cariri. A Universidade Regional do Cariri (URCA) acaba de conquistar a concessão da Rádio FM Universitária. A assinatura ocorreu ontem, por meio de ato do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo da Silva.

O Reitor em Exercício da URCA, Patrício Melo, destaca que esse é um momento de comemoração inédito, uma conquista resultante dos esforços do conjunto de professores e administração superior da URCA, que dedicaram tempo e esforço por esse objetivo. Ele ainda destaca o empenho do deputado federal José Nobre Guimarães, do PT-CE, e ao Governo do Estado, que dedicaram tempo e esforços para que a conquista se efetivasse. Conforme o projeto desenvolvido pela Universidade, a grade de programação do novo veículo de comunicação do Cariri será regional, com foco na educação, cultura, prestação de serviços e informação. “A rádio trará um novo patamar às conquistas da URCA. Muito temos a fazer pelo Cariri e Centro-Sul e muito vamos fazer”, disse o Reitor Patrício Melo.

A seleção pública pela conquista da rádio universitária aconteceu em março de 2013.  A concessão foi requisitada em 2011 e a proposta veio desde a gestão do então Reitor Plácido Cidade Nuvens. A outorga de serviço de radiodifusão sonora em Freqüência Modulada tem fins exclusivamente educativos. A URCA concorreu com várias instituições para conquista da concessão. A proposta passou por avaliação do Grupo de Trabalho de Radiodifusão Pública e Ancilares (GTPU). A Universidade foi a única habilitada na região, dentro desse processo de concorrência.

A rádio, conforme critérios de escolha, se propõe como um importante veículo de comunicação para o Cariri, com programação qualificada e que estará disponibilizada conforme as leis que regem a radiodifusão no Brasil. 

Mais informações:
Universidade Regional do Cariri  (URCA)


CRATO HOJE - A educação do Crato está em queda, ficando entre os 10 piores municípios do Ceará


Na avaliação da educação feita pelo Governo do Estado, existem 5 níveis: O desejável; O suficiente ; O intermediário; O alfabetização incompleta ; O não alfabetizado. Crato caiu do nível "desejável" para o "suficiente", ficando entre os dez piores municípios do Ceará. Isto prova cada vez mais a ineficiência da atual gestão até em manter os padrões já conquistados pela gestão anterior. Que pena! 



Quadra Bicentenário



Parque municipal nos anos 80 - Foto: Pachelly Jamacaru

Após a Praça da Sé em direção ao bairro Pimenta, encontra-se aquela que em outubro próximo completará 50 anos. Aquela que abrigou noites memoráveis no esporte amador: futsal, vôlei, basquete, handebol... na música: com os festivais da canção do Cariri. Na arte cênica: várias encenações teatrais ao ar livre. Eventos cívicos, políticos, religiosos dos mais diversificados. Quadra Bi-centenário. Ali assisti inúmeras partidas de futebol de salão, seja da seleção cratense, seja de equipes as mais variadas: Crato Tênis Clube, Ibis, Sampaio Pinto, Condomínio, Paia Verde, Pé de Jambo, GTR, Olaria, Novo Crato, Vila Alta, do meu Coemrcial... 

Uma data memorável para mim é o dia 5 de dezembro de 1987, quando o Comercial Futebol Club – por mim dirigido – sagra-se campeão cratense de futsal com um detalhe: nenhum cartão nem amarelo durante toda a competição, campeão no futsal e campeão disciplinar, o mesmo (O Comercial Futebol Club) tinha o slogan: “Modelo de Organização”, dado pelo meu amigo advogado, Dr. Ednaldo Costa. Lembro como recordação preciosa o show da caravana CBS: Abdias, Osvaldo Oliveira, Marinês, Trio Nordestino e outros astros da música nordestina. Quantas noites inesquecíveis, quantas madrugadas valiosas, quantos momentos de descontração e lazer no inesquecível bar do parque: Fernando, Aderbal... e as figuras populares de seu Nivaldo, Matias, Baleia. Quadra Bicentenário: um verdadeiro relicário de recordações.

Jorge Carvalho
Colaborador do Blog do Crato


Programação Rapadura Culturarte - Jorge Carvalho



RAPADURA CULTURARTE

250 anos de Instalação da Vila Real do Crato
21/06/1764 – 21/06/2014
Local: Praça 03 de Maio – Crato/CE
Data: 29/03/2014 – Hora: 08h
Primeiro Momento

RAPADURA CULTURARTE

250 anos de instalação da Vila Real do Crato
21/06/1764 – 21/06/2014
Local: Calçada do Banco do Brasil – Crato/CE
Data: 20/06/2014 – Hora: 15h
Segundo Momento

Versos ao Crato – Vol. 1, 2 e 3
- Poetas e Poetisas
- Poetas e Poetisas da Academia dos Cordelistas do Crato
CD Flor da Terra – “Um Ato de Amor ao Crato” – 1 e 2
Seresta aos 250 Anos
70 perguntas relacionadas à cidade – feitas de janeiro a junho, no programa Rapadura Culturarte, na Rádio Educadora, toda quarta feira, das 14h às 15h.
Leitura de Cordeis no Programa Rapadura Culturarte na Rádio Educadora na quarta-feira.
- 15/01/2014 –História do Crato (em versos) – O Aldeamento – Eloi Teles 1º Vol., lido por Maria Geane Dias da Franca Feitosa.
- 19/02/2014 –História do Crato (em versos) – A Criação do Município: Autor: Eloi Teles – 2º Vol. – Leitura: Lucas Dirceu.
- 19/03/2014 –História do Crato (em versos) – Arevolução de 1817– Eloi Teles – 3º Vol. – Leitura: Jorge Carvalho.
- 23/04/2014 – História do Crato – O Primeiro de Setembro – Eloi Teles - 4º vol. – Leitura: 
- 21/05/2014 – História do Crato – Crato – Cidade – Lei nº 628 de 17-10-1853 – Eloi Teles - 5º vol. – Leitura: 
- 18/06/2014 – História do Crato – O Fim do Século – Eloi Teles - 6º vol. – Leitura: 
Publicação em 3ª edição dos cordéis: História do Crato em Versos, 6 volumes. CCBNB.
Toda a programação acima dedicada a: JOSÉ MENDES DE SÁ RORIZ, cratense, herói da Segunda Guerra Mundial e assassinado pela ditadura militar brasileira.


Crato - Notícias Administrativas - 22 de Maio de 2014


Secretária de Cultura do Crato participa de encontro LATA na UFCA

A secretária de Cultura do Crato, Dane de Jade, esteve presente na Universidade Federal do Cariri  (UFCA)  para participar do encontro LATA(Laboratório de Troca de Afeto) no último dia 17. No encontro, realizado pelos cursos de Biblioteconomia, Design de Produto e Música, a comunidade acadêmica teve oportunidade de partilhar experiências junto da secretária. Na ocasião, Dane explanou o que tem sido feito na Secretaria Municipal de Cultura do Crato, falou sobre o Reisado do Mestre Aldenir e respondeu inúmeras perguntas feitas pelos estudantes. Ficou aberto o convite para que a comunidade acadêmica se integre nas políticas públicas culturais visando o crescimento de uma parceria entre a comunidade acadêmica e a Secretaria de Cultura do Crato.

Galeria da RFFSA recebe exposição "Papel e Arte"

A Prefeitura Municipal do Crato, através da Secretaria de Cultura, convida a população cratense a prestigiar mais uma exposição de um artista da terra. A exposição "Papel e Arte" de Carlos Eduardo Alencar Leite acontece até o dia 31 de maio na galeria da RFFSA. A abertura está marcada para 18h30min. Carlos Eduardo iniciou seu trabalho como artista aos 15 anos em João Pessoa - Paraíba. Voltando ao Cariri, teve trabalhos expostos no Colégio Estadual Wilson Gonçalves, em 2000, nos SESCs Crato e Juazeiro do Norte e na Universidade Regional do Cariri (URCA), jornais locais e também na revista Palavra. Sua nova proposta de exposição "Papel e Arte", é realizada pela Secretaria de Cultura do Crato, com telas de imagens e poesias pintadas.

Fonte: PMC


Sesc recebe Companhia paulistana no Crato





O Sesc recebe nos dias 23, 24 e 26 de maio, a Kiwi Companhia de Teatro com o projeto Morro como um país - 50 anos do golpe. Em turnê no Nordeste, a companhia paulistana fica em cartaz na Unidade Crato do Sesc.

Apoiado pelo edital Marcas da Memória da Comissão da Anistia do Governo Federal e pelo edital Funarte/Myriam Muniz 2013, o projeto dá continuidade a uma pesquisa desenvolvida nos últimos quinze anos, que retrata a reflexão política, social e estética, e investiga diferentes formas de opressão e exploração, em diferentes lugares.

O projeto traz nos dias 23 e 24/5, às 20h, a peça “Morro como um país - Cenas sobre a violência de Estado”. Com direção de Fernando Kinas e interpretação de Fernanda Azevedo, vencedora do Prêmio Shell de Melhor Atriz, a montagem, estreada em março de 2013, utiliza depoimentos de ex-presidiários políticos das ditaduras civil-militares da América Latina, músicas, imagens e documentos provenientes da pesquisa histórica sobre o período. No enredo, trechos do texto literário do autor grego Dimitris Dimitriadis, “Morro como um país”, que dá nome ao trabalho.

No dia 26, acontece a apresentação da intervenção cênica "Três Metros Quadrados", às 19h, na Unidade Crato do Sesc, além da exibição do filme/documentário "1964 Um Golpe Contra o Brasil" seguido de debate mediado do Elvis Pinheiro. Gratuito.

SERVIÇO
Projeto Morro como um país - 50 anos do golpe (Kiwi Companhia de Teatro)
Classificação indicativa: 14 anos


Aniversário de Jackson Bola Bantim


Este ano, por ocasião do seu 60.º aniversário, Jackson de Oliveira Bantim, mais conhecido por Bola Bantim, cineasta, fotógrafo e animador cultural da cidade de Crato, interior do Ceará, resolveu fazer diferente a comemoração da sua passagem de ano. Convidou amigos e familiares a uma confraternização ocorrida no auditório do Instituto Cultural do Cariri, onde, inclusive, mantém o Memorial da Imagem e do Som do Cariri, oferecendo aos presentes lautos comes e bebes típicos regionais sob o título de Café com o Bola.

Foram momentos agradáveis onde compareceram personalidades de diversos segmentos das artes, em solenidade animada por músicos também amigos do artista, dentre esses Tiago Bantim, Julius Patrício, Vicente da Forró Raiz, Ulisses Germano, Arquimedes Magalhães, Carlito Pinheiro e Geovani.

As atividades mereceram os registros de Júlio Ribeiro, fotógrafo, e de Catulo Teles, cinegrafista.



  


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31