xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/04/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 abril 2014

A dor e o menestrel - Por: Emerson Monteiro


Lemos em algum lugar história triste de um palhaço que perdera a esposa e se achava na condição de comparecer, no mesmo dia, ao picadeiro de um circo e fazer rir a platéia que lotava o espetáculo onde tantas outras apresentações levara a efeito em condições satisfatórias.

No momento em que todos gargalhavam com desempenho magistral nunca antes presenciado pelo distinto público, dentro dele fervilhava a mais pungente amargura e desciam lavas amargas de dor, disfarçadas com maestria pela máscara que cobria o rosto banhado de lágrimas.

Enquanto alegria sem igual naquela hora contagiava os espectadores, no peito do homem ardia crise sem precedentes, propósito de quem conduz vida de quase nada pode exprimir da veraz realidade que impera no ser, por força de produzir emoções nos outros lá de fora.

A situação descrita, mudando o que merece mudar, caberia feita luva na circunstância que se verificou em Crato, quando, no Espaço Navegarte, assistíamos a uma apresentação musical.

Lá no palco, o cantor pernambucano Geraldo Azevedo, voz e violão, que oferecia a numerosa platéia bela música do seu repertório, boa parte de própria autoria. Aplausos efusivos animavam o clima ameno do lugar, evidenciado nos flashs constantes dos fotógrafos a registrar o acontecimento, entremeados de relâmpagos insistentes que clareavam o céu escuro à distância, cenário detrás do palco, para as bandas da Ponta da Serra.

Isso se manteve ao ritmo das letras e cordas afiadas do instrumento bem praticado, nas sombras chuvosas da noite caririense.

Duas ou três canções antes do término da cena, porém, nas falas com que ilustrava os intervalos das canções, o músico comunicou aos presentes que, na véspera daquela data, ocorrera a passagem de sua genitora desta vida para a outra, pondo-se, logo depois, a interpretar uma composição de autoria dela, refletindo na voz o sentimento que se pode imaginar de filho em situação semelhante.

Ao lembrar os detalhes disso, nos vemos, emocionado, a refletir quanto à condição dos artistas e sua proximidade com multidões desconhecidas, vínculos que se estabelecem no decorrer da existência coletiva. Enquanto dentro de si lhes sacodem no peito um coração quantas vezes macerado pelas guantes imprevistas do destino, repassam, igualmente, a imagem de quem habita condomínios eternos da mais pura felicidade.

Missão semelhante, a exemplo do palhaço de que falamos no início, uns dançam, riem, se divertem. Outros padecem, representam, dissimulam. De íntimo transtornado pelos ardores do sofrimento de perder a mãe querida, o músico prosseguiu com a função até o fim, debulhando versos e notas, na batida intensa do expressivo violão solitário, ausente das convenções deste mundo. Isso tudo em nome do amor ao sonho da arte, herói sobranceiro da magna inspiração, porquanto o show haverá sempre de manter o curso ininterrupto ao âmago dos corações em festa.        
Por: Emerson Monteiro


NOTÍCIAS DO BLOG - Nosso sistema de comentários só pode ser lido pelo Mozilla Firefox atualmente ?


Queridos amigos,


De uns dias para cá, o Facebook mexeu novamente nos seus códigos e atrapakhou todos os Blogs que utilizam o seu sistema de comentários. Estou sempre aprovando os comentários que os leitores me enviam, mas não os vejo aparecendo por aqui. Eu uso o Google Chrome como navegador. Por um acaso, hoje abri o Blog usando o Firefox, e pude ler todos os comentários. Então, fica a dica, se vocês não conseguirem visualizar os comentários pelo Chrome, usem o Firefox e provavelmente o Internet Explorer para isto ( pelo menos, até que este problema se resolva, o que depende do Facebook ).

Abraços a todos,

Dihelson Mendonça


Coisas da República: veja o nível dos pronunciamentos no Senado

O senador pernambucano Jarbas Vasconcelos (pense num "cabra-macho") discursa e  diz porque Governo de Dilma tem medo da CPI sobre a Petrobrás

Senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) – Não posso aceitar, Sr. Presidente, que o Partido dos Trabalhadores, a mim pessoalmente, passe a querer dar aulas, ensinar como se deve fazer política, como se deve fazer as coisas corretamente, e, sobretudo, no campo ético. Eu não posso aceitar que um Partido que está com a sua ex-cúpula, como José Dirceu, o ex-capitão do time de Lula – quando Lula era Presidente da República, Dirceu era capitão do time – agora recolhido no Presídio da  Papuda. O tesoureiro do Partido, que meteu a mão, comeu dinheiro, também está na Papuda. José Genoíno, que foi líder do Partido, está na Papuda.
 Um ex-Diretor da maior diretoria da Petrobras, o Sr. Paulo Roberto da Costa, foi quem fez o contrato da Refinaria Abreu e Lima em Pernambuco – eu era Governador do Estado à época.–, e a Petrobras ficou de entrar com 60% e a PDVSA (Companhia estatal do petróleo da Venezuela) entraria com 40%. Eu recepcionei naquela época o folclórico Coronel Hugo Chávez e recepcionei o Presidente Lula lá no Palácio das Princesas, em Recife. 
Foi como se fosse feito uma coisa em dois Municípios dos mais inexpressivos do Brasil – um diz que vamos abrir uma bodega, você entra com 60%, o outro bodegueiro entra com 40%. Depois, o que entrou com 40% diz que não vai pagar mais a bodega. E a bodega aceita; o bodegueiro aceita. Foi esse o contrato que foi feito num palácio. Esse documento tem minha assinatura como Governador do Estado de Pernambuco. Então, a CPI era, inclusive, para apurar isso, para saber por que foi que a PDVSA não pagou. E se não pagou, por que não pagou e qual foi a explicação que deu. E por que a PDVSA não honrou o compromisso? E fica por isso mesmo.
 Esse ladrão, esse camarada que está aqui acusado de receber dinheiro, uma Land Rover do Sr. Alberto Youssef, um doleiro… Esse mesmo doleiro, Presidente Renan Calheiros, agora – através da imprensa anteontem –, deu dinheiro, deu um voo especial para o Deputado André Vargas, do PT do Estado do Paraná, que é nada mais nada menos do que 1º Vice-Presidente da Câmara dos Deputados. Então, como é que um partido que tem a ex-cúpula dirigente do seu partido – o capitão do time de Lula –, que se encontra na Papuda, quer dar lições de moral para a gente aqui?
 Um Senador da República diz que todos os órgãos podem apurar a Petrobras, menos o Senado Federal. Quer dizer, nós estamos reduzidos a um papel ridículo; ridículo. Era muito melhor deixar de ser Senador da República, procurar outra coisa para fazer, porque, se a gente não pode… O Ministério Público pode – que ainda não entrou, é uma farsa dizer que o Ministério Público Federal está apurando isso; não está apurando. Então, a gente não poder apurar isso, Sr. Presidente... Eu me arrependo da hora em que nasci quando assinei esta CPI. Eu não deveria ter assinado. Mas, em política, tudo o que a gente tem que explicar, Presidente, tudo o que a gente tem que explicar, e não é V. Exª só não, eu, qualquer um aqui, tudo em política que se tem que explicar é complicado. A complicação já vem aí. Assim, se eu não tivesse assinado essa CPI, eu estava com a minha consciência tranquila, mas tinha que dar satisfação àqueles que confiaram em mim e aos meus amigos, porque aqui eu tenho a conduta que tenho e não assinei essa CPI.
 Essa CPI não vai dar em nada, Presidente; essa CPI vai ser uma farsa. Em um ano de Copa do Mundo, de eleição, a gente vai compactuar com uma coisa que não vai funcionar, não vai funcionar. Então, é muito melhor a gente ficar em cima do Ministério Público para que se junte ao Tribunal de Contas, junte-se à Polícia Federal, essa Polícia Federal que está cerceada, essa Polícia Federal que o PT e o Governo querem, os dois, que seja uma polícia de partido, uma polícia de governo, e não uma polícia de Estado, ela está completamente esvaziada. A Polícia Federal está esvaziada, sucateada, as pessoas estão deixando a Polícia Federal para ir para outras instituições porque o PT hoje quer que ela seja partidarizada. Quer que, quando for fazer uma investigação para pegar pela gola um corrupto, primeiro avise para que as pessoas de interesse da base partidária também sejam avisadas.
 Esse é o quadro, Sr. Presidente, permita-me dizer a V. Exª, e eu não posso aceitar que um partido que pedia CPI contra tudo e contra todos, um partido que votou contra Plano Real, que votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, um partido que ameaçava entrar com CPI contra tudo e contra todos venha hoje querer ensinar a gente aqui a não fazer CPI, fazer a gente de bobo, de tolo, de idiota. Isso, me permita, é mais do que uma manobra. 
E a gente sabe, quando um Presidente da República está com a cabeça ruim, o que faz: um deu um tiro no coração, o outro renunciou, e o outro manda fazer picuinha aqui dentro do Senado. Manda fazer picuinha aqui dentro do Senado e pessoas do Partido passam por um papel triste desses! Teve Senador da República que disse agora há pouco, faz quinze minutos, que a Petrobras caiu de preço, Senador Cristovam, por questão de mercado. Foi o mercado que deixou o combustível congelado? Foi o mercado que disse que Dilma não pode aumentar o combustível, o que está quebrando a Petrobras, porque é um ano eleitoral? Só pode aumentar o combustível depois da eleição! Aécio ou Eduardo, ganhando a eleição, vão ter dois problemas depois do 7 de outubro. Qual é esse problema? Dois reajustes que vão mexer no bolso do povo: o combustível e a energia elétrica.
 O setor elétrico está quebrado, completamente quebrado pela Presidente Dilma. Hoje sai, inclusive, uma injeção de R$8 a R$9 bilhões para atender o setor, porque foi ela que quebrou, para baixar a luz e tirar proveito eleitoral dessa coisa.  O que foi feito aqui ontem foi melar o jogo, uma melada de jogo total e completa. Entrou-se com uma comissão, depois de pegar assinatura da oposição e de pessoas da base, a gente pensava que estava tudo resolvido, que V. Exª ia receber isso, e recebeu, mas, infelizmente, tumultuaram a sessão.

PREVISÃO DO TEMPO - Os próximos três dias devem ser de chuvas na maioria das regiões do Estado


Bom dia, Crato!


Para este fim-de-semana a previsão é de chuvas por todo o Estado. A previsão para hoje indica Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Nascer do sol: 05h40 Pôr do sol:17h41
Temperaturas: Max 34º Min 22º
Ventos a NE  a 9km/h
Umidade Relativa do Ar Max e mínima: 79% 49%
Índice UV

Fontes: INPE e GOES 13

Chuvas com incidência de raios são registradas no CE


Os próximos três dias devem ser de chuvas na maioria das regiões do Estado. A Funceme prevê que até o próximo sábado as precipitações sejam registradas por causa da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCI), principal fenômeno atmosférico responsável pela configuração da quadra chuvosa no Ceará, instalada por sobre grande parte da região nordestina.

Conforme a previsão do órgão, até o próximo fim de semana, o fenômeno possibilitará a formação de um quadro de nebulosidade variável favorecendo, desta maneira, maiores possibilidades de ocorrência de chuvas. Embora seja provável que as precipitações atinjam todo o Estado, as regiões Sul e Centro-Norte do Ceará deverão receber maior volume de precipitações no período. Ambas as regiões já vinham sendo beneficiadas com chuvas intensas registradas nos meses de fevereiro e março. Naquela ocasião, principalmente no Cariri e parte do Sertão dos Inhamuns, as chuvas caíram em maior intensidade devido a formação do fenômeno conhecido como Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), cujo a ocorrência acontece, historicamente, no período da pré-estação. Este ano, no entanto, os Vórtices aconteceram dentro da quadra chuvosa, que acontece entre os meses de fevereiro e maio.

"Diferentemente dos anos anteriores, os Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis ocorreram dentro do período da quadra chuvosa. No entanto, não há previsão de que novos fenômenos como estes venham a acontecer até o final do mês e maio. Hoje, o principal fenômeno atmosférico em atividade no Estado é a Zona de Convergência Intertropical", informou a meteorologista Cláudia Rickes, da Funceme. Nas últimas horas foram registradas precipitações em 79 municípios cearenses. As maiores aconteceram em Acarau (54.1mm), Itapipoca (50.6mm) e Pindoretama (49mm). Neste período, a ocorrência de raios aumenta, especialmente na zona rural das cidades.

Destruição

Durante as chuvas que caíram no município de Itatira, um raio causou destruição a uma residência localizada no assentamento Caipira, na zona rural do município. No momento da queda do raio, duas pessoas se encontravam no interior do imóvel, Maria Teixeira Maia, de 40 anos, e a adolescente Rosilene Teixeira Maia, de 12 anos de idade.

A descarga elétrica acabou danificando aparelhos eletrodomésticos que estavam ligados nas tomadas, e ocasionando queimaduras de primeiro grau em ambas as mulheres. "Foi tudo muito rápido. Uma lâmina de fogo com uma velocidade imensa invadiu o medidor de energia e foi logo destruindo tudo, não ficou nada inteiro, só um rastro de destroços'', disse uma das moradoras do imóvel. Segundo dados do Centro de Controle de Sistema (CCS) da Coelce, responsável pelo monitoramento da incidência de raios no Ceará, foram quedas de 195.996 raios em todo o Estado, em 2013. As maiores incidências aconteceram na Zona Norte do Estado, principalmente nos municípios de Granja, Viçosa do Ceará, Santana do Acaraú e Senador Sá.

ROBERTO CRISPIM
Colaborador - Diário do Nordeste
Foto ilustrativa: Pachelly Jamacaru


CRATO - SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO FALA DOS TERRENOS DOADOS, QUE VOLTARAM PARA O MUNICÍPIO


Nossa reportagem conversou na manhã desta quarta-feira 02/abr, com o Secretário do Desenvolvimento e Turismo do Município Venâncio Saraiva, que em parte, discorda do que repassou os vereadores para imprensa, sobre retorno dos terrenos para o município. 

Disse Venâncio, que faltou comunicação entre os legisladores e a secretaria de desenvolvimento, pois nem todos os terrenos citados estavam devolvidos, somente duas empresas foram desqualificadas e tiveram seus terrenos resgatados para o município que são: Julião Transportes e a Disbelta. Reconhece o secretário, que dentro dos prazos, os edis, cumpriam seu dever de fiscalizador, porém, as demais empresas que vem trabalhando para  cumprir suas obrigações e o compromisso de aqui se estabelecerem, vem correndo contra o tempo, somente agora, estão concluindo seus tramites burocráticos, já de posse de seus alvarás de construção e escrituras, assim como projetos  arquitetônicos  sendo concluídos para construção, que muitas vezes não fica a gosto do empresário e tem que ser refeito e demanda tempo. 

O fato é que, o novo projeto aprovado pelo legislativo que dá o prazo de 90 dias para iniciar a construção e até dois anos para concluir, tem sido objeto de muita reclamação por parte das empresas, pelo tempo tão curto para cumprirem suas responsabilidades, uma vez que o mercado da construção civil está aquecido e não está fácil encontrar profissionais disponíveis, junto a isso, os empresários tem cobrado da prefeitura, a falta da infra estrutura nas áreas cedidas  alem de obstáculos que outros enfrentam com linhas de alta tensão que passam no local, que é outra burocracia para ser retirada por parte da Coelce.  

O secretário Venâncio disse à nossa reportagem, que  irá a câmara, para abrir uma discussão desses prazos juntos aos legisladores, e mostrar a necessidade de dar uma acomodação melhor aos empresários, sem pressão. Estudos já foram discutidos com a procuradoria do município, para  se possível, um consenso entre os vereadores, em alterar o prazo de 90 dias para apresentação dos projetos e 90 dias para inicio das obras, e 2 anos para concluir. Lembra o secretário, que esses prazos de 90 dias em vigor aqui no Crato, não existe em nenhum outro município no Estado do Ceará.

Ressalta Venâncio, a importância da sintonia entre o Legislativo e Executivo, para que não venha gerar incertezas para outros empresários que queiram investir no nosso município.

EM SUMA; SE OS EMPRESÁRIOS ESTÃO COM RAZÃO E NO SUFOCO PELA NOVA LEGISLAÇÃO QUE  SÓ EXISTE, VAMOS DIZER, ”SÓ NO CRATO”, QUEM TEM CULPA NO CARTÓRIO?  

O LEGISLATIVO QUE DEVE TER APROVADO A TOQUE  DE CAIXA, COMO SEMPRE, SEM UM PARECER MELHOR DE ALGUM VEREADOR DA BASE ALIADA, E DO PODER EXECUTIVO QUE MANDOU O  PROJETO “CALÇA CURTA” PARA OS EMPRESÁRIOS VESTIREM E ATRASADOS NAS CORREÇÕES QUE  JÁ DEVERIAM TER ACONTECIDO, E TAMBÉM EM DÉBITO COM A INFRAESTRUTURA. ACREDITO QUE HAVERÁ CONSENSO NA CÂMARA,  E SE NÃO,  A MAIORIA É DA BASE ALIADA, NÃO HAVERA  PROBLEMA PARA CORREÇÃO. O CERTO É QUE O POVO PRECISA DE EMPREGO.

Por: Ed Alencar - Repórter
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


Vítima de assalto em agência bancária deve receber R$ 10 mil de indenização


O Banco do Brasil S/A foi condenado a pagar R$ 10 mil para professora vítima de assalto dentro de agência bancária no Município do Crato, no Cariri cearene  A instituição financeira também deverá ressarcir a cliente em R$ 900,00. A decisão é da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará [TJCE].

Conforme os autos, em 6 de março de 2010, um dia de sábado, às 8h30, a professora foi à agência sacar R$ 900,00 em um dos terminais. Quando estava concluindo a operação, chegou um rapaz e ordenou que permanecesse em silêncio. Nesse instante, outro homem retirou o cartão dela que estava dentro da máquina e, de forma amedrontadora, exigiu que ela o acompanhasse até outro terminal. Alguns segundos depois, devolveu o cartão à vítima e os dois saíram da agência. Confusa, a professora não soube identificar qual deles ficou com o dinheiro, pois, no momento da abordagem, estava com muito medo. Quando eles saíram, ela procurou o único segurança que estava na agência e foi orientada a voltar na segunda-feira.

Quando retornou ao banco, ouviu de um funcionário que a agência havia detectado a presença de dois homens ao lado dela. A gerente prometeu que a instituição iria ressarcir o valor sacado, mas isso não ocorreu. Sentido-se prejudicada, ajuizou ação na Justiça requerendo indenização por danos morais e materiais. Devidamente citada, a instituição não apresentou contestação e teve o processo julgado à revelia pelo juiz Francisco José Mazza Siqueira, da 2ª Vara Cível do Crato. O magistrado determinou o ressarcimento do valor roubado (R$ 900,00) e condenou a instituição ao pagamento de R$ 10 mil de reparação moral.

Inconformado, o banco apelou [nº 0023670-60.2010.8.06.0071] no TJCE. Alegou negligência da cliente, que solicitou auxílio na utilização do terminal de autoatendimento. Disse que somente pode se responsabilizar pelos valores que efetivamente encontrem-se na posse da instituição financeira. Também defendeu a inexistência de dano moral, pois a professora não comprovou ter sofrido dano.
Ao julgar o caso na última segunda-feira [31], a 1ª Câmara Cível negou provimento ao recurso. Segundo o relator do processo, desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte, “em análise às provas colacionadas aos autos, tem-se que a instituição financeira recorrente não juntou um único documento apto a desconstituir as alegações trazidas pela recorrida na inicial, de que teria sido vítima de roubo dentro de uma de suas agências”.

Ainda de acordo com o relator, “considerando que a autora [professora] procurou a instituição bancária por diversas vezes sem que a mesma tenha efetivamente solucionado o impasse verificado, não se há de negar o desequilíbrio emocional causado e o transtorno criado na vida simples e regrada da recorrida”.

TJCE


Presidente Dilma Rousseff deverá vir no mês de maio a Juazeiro do Norte


A presidente Dilma Rousseff fez um agendamento prévio para vir a Juazeiro do Norte no dia 5 de maio com o objetivo de inaugurar as 713 casas do programa Minha Casa Minha Vida no município. A informação foi dada pelo prefeito Raimundo Macedo que encontra-se em Brasília pleiteando mais moradias populares e anunciou a pretensão de ver o fim das casas de taipa na zona rural. Ele disse que vários projetos com essa finalidade tramitam na capital do país e outro já com área em terraplanagem – na própria Betolandia – prevê a construção de mais 800 casas.

Mais um aponta a construção de 1.200 moradias populares em área próxima ao Sítio Touro, enquanto 220 estão previstas para o bairro Jardim Gonzaga e outras 4,5 mil sendo cada projeto de 1.500 casas. Raimundão observa que um levantamento da Caixa Econômica Federal pontua déficit habitacional em Juazeiro de 9 mil moradias e só existem cerca de 4 mil liberadas. Quando esteve no Departamento de Habitação obteve a garantia que não haverá dificuldades bastando para isso encaminhar a demanda.

Quanto à zona rural, o prefeito determinou ao Secretário da Cidade, Valdo Figueiredo, e ao engenheiro Mário Bem Filho a realização de um cadastro das famílias que moram em casas de taipas ou alugadas. A meta é obter um levantamento da quantidade para encaminhar projeto neste sentido, visando transformá-las em imóveis de alvenaria e garantir casas próprias para quem não as possui na zona rural de Juazeiro.  De acordo com Raimundão, uma boa oportunidade para essas famílias melhorarem a qualidade de vida.

PMJN


Entidades do Crato querem substituição de delegada



Crato. Pelo menos 20 entidades de classe e órgãos representativos da sociedade da cidade assinaram uma Nota de Repúdio, que deverá ser enviada ao governador Cid Gomes, até o fim desta semana, onde solicitam imediata substituição da delegada Fernanda Gomes de Matos e Souza, titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Crato (DDM). Contra ela pesam denúncias de prática de injúrias, difamações, calúnias, assédio moral contra funcionários, mau atendimento às vítimas de violência doméstica e faltas constantes ao trabalho.

O documento é fruto de uma reunião onde participaram os diversos órgãos, na tentativa de encontrarem uma solução para um problema que vem crescendo gradativamente, o aumento no número de queixas apresentadas por mulheres vítimas de violência doméstica contra a delegada, que também é alvo de um processo judicial por crime de assédio moral, impetrado pelos próprios funcionários da delegacia, que a acusam da prática constante de irregularidades no exercício da função.

Fernanda Gomes de Matos ocupa a titularidade da delegacia especializada desde que a unidade foi inaugurada em Crato, em 2002. No decorrer dos últimos 12 anos, conforme o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher em Crato, a delegada tem sido questionada pela quantidade de licenças que solicitou, ausência semanal no trabalho, realização de tarefas na própria residência e negativa de instauração de Boletins e Ocorrências (BO’s).

Negativa

Conforme o documento assinado pelas entidades, no último dia 13 a agricultora Luzinete Gomes, que reside na zona rural do município, procurou ser atendida na delegacia por ter sido vítima de agressões. A delegada Fernanda Gomes de Matos e Souza teria, no entanto, se negado a prestar atendimento à agricultora alegando estar em horário de almoço. Indignada, a mulher que aguardava o atendimento a cerca de 3 horas, chegou a ouvir da delegada que ela fosse “procurar o governador para fazer seu BO”, afirma o documento. 

Outro caso apresentado pelos manifestantes diz respeito à situação de Ângela do Nascimento, outra vítima da violência contra a mulher na cidade. Auxiliar de serviços, ela teria se dirigido à unidade policial em 14 de março, por volta das 16h30min, para pedir proteção da polícia, após ter sido ameaçada de morte pelo próprio companheiro.

De posse de outros boletins, quando outras ameaças haviam sido registradas, foi informada por funcionários da delegacia que o procedimento não poderia ser realizado devido a ausência da delegada. “O número de denúncias contra a delegada Fernanda Gomes de Matos cresceu muito nos últimos meses. Não se trata de perseguição aberta pelos órgãos representativos. O que nós estamos buscando, através desta nota de repúdio, é uma solução para um problema que vem se arrastando, já de algum tempo, e que tem ocasionado, inclusive, atraso em diversos procedimentos já instaurados”, explicou a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Francisca Alves da Silva. Conforme afirma, duas mulheres procuraram atendimento junto à DDM na semana passada e não obtiveram êxito devido a ausência da delegada, que solicitou nova licença alegando necessitar realizar tratamento de saúde. No sábado passado, ambas foram vítimas de tentativa de homicídio praticado por pessoas próximas. As duas mulheres estão internadas em estado grave em hospitais da região do Cariri.

“Houvesse a instauração do boletim de ocorrência neste dois últimos casos e, a partir daí, a realização do trabalho de investigação e proteção às vítimas, supõe-se que elas não teriam sofrido estas tentativas de morte”, observa Francisca Alves da Silva.

A reportagem conversou com duas inspetoras lotadas na DDM de Crato. Ambas, cujos nomes serão preservados, contaram que era normal que os procedimentos da delegacia fossem assinados pela delegada em sua própria residência. “Ela ligava pedindo que um dos funcionários levassem os documentos à casa dele para que pudessem ser assinados”, disse uma das inspetoras. Ela contou, ainda, que a delegada utilizava os funcionários da Delegacia para que estes realizassem tarefas pessoais dela, como o pagamento de contas em bancos, por exemplo. “Teve uma vez que eu precisei ir trocar o anel de uma das filhas dela. Também telefonava para que alguém fosse buscá-la em casa e, no final do expediente, quando vinha trabalhar, algum servidor sempre tinha que ir deixá-la”, afirmou.

Constrangimentos

O tratamento dispensado por Fernanda Gomes de Matos aos seus subordinados, conforme afirmam os funcionários da delegacia, impunha constrangimentos. “Ela costumava chamar os escrivães e inspetores de peão. Dizia que quem não era delegado na polícia era peão e que para se tornar um bom policial não deveríamos seguir a Lei”, comentou outra inspetora, afirmando, ainda, ter sido chamada de demônio, cobra e peão, dentre outros adjetivos, pela delegada. Em Crato, o número de casos de crimes praticados contra a mulher vem crescendo a cada ano. Segundo dados do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, somente no ano passado foram registrados 1.431 boletins de ocorrências que ainda estão paralisados por falta de investigações. Houve registro de 175 casos de lesão corporal, 208 maus-tratos e ameaças, 19 casos de estupro de vulnerável, entre outras denúncias apresentadas.

A maioria dos casos ainda demanda diligências por parte da polícia. Devido a nova licença solicitada pela delegada Fernanda Gomes de Matos, a DDM de Crato encontra-se sem titular, impedindo a continuação dos processos de investigação.

A reportagem tentou ouvir a delegada Fernanda Gomes de Matos. Várias ligações telefônicas foram realizadas para o número celular da titular da DDM, sendo que todas as ligações acabaram sendo direcionadas para a caixa de mensagem da mesma.

Roberto Crispim
Colaborador

Mais informações:
Delegacia de Defesada
Mulher em Crato
Rua Coronel Secundo, 216
Pimenta,Crato
Telefone (88)3102-1250
Diario do Nordeste – Regional


Abriu pra Juventude 2014



Taí, mais um projeto da gestão anterior, de Danielle Esmeraldo, aproveitado por esta gestão. Parabéns! Que mantenham também os outros projetos igualmente importantes, como por exemplo, o Festival da Canção, que misteriosamente, sumiu do calendário da cidade.

www.blogdocrato.com






Médica é presa por mandar cortar o pênis do noivo em MG


Uma médica foi condenada a seis anos de prisão por mandar cortar o pênis do então noivo após ele romper o relacionamento a apenas três dias da cerimônia. O caso aconteceu em 2002, em Juiz de Fora, Minas Gerais, mas a ela foi presa apenas na noite desta terça-feira (01), segundo informações do Estadão. 

Myriam Priscilla de Rezende Castro, de 34 anos, foi detida na cidade de Pirassununga, interior de São Paulo, no momento em que saía do condomínio de luxo onde mora com destino ao hospital em que atuava como clínica geral.  A condenação por lesão corporal gravíssima, que deve ser cumpida em regime fechado, foi proferida em 2009, mas a médica conseguiu seguir livre através de vários recursos até o ano passado, quando a decisão foi mantida em última instância e ela passou a ser considerada foragida. 

De família rica e influente na cidade, Myriam contou com a ajuda do pai para contratar dois homens para arrancar o órgão genital da vítima na frente de seu irmão, que desmaiou. Antes disso, ela havia incendiado a casa e o carro do rapaz, que sobreviveu ao ataque e atualmente vive de maneira anônima, de acordo a polícia. Ela deve cumprir pena em Juiz de Fora.

Yahoo Notícias
Na foto: Myriam Priscilla de Rezende Castro (Foto: Reprodução/ Twitter)





Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30