15 dezembro 2014

Parabéns soldadinho-do-araripe nos 18 anos de resistência

Há exatos 18 anos o pássaro que viria a se tornar ícone do Cariri cearense, até então desconhecido da Ciência e da maioria das pessoas da Região, era avistado pela primeira vez por dois pesquisadores, Galileu Coelho, professor da Universidade Federal de Pernambuco, e por Weber Girão, então estudante de Biologia da Universidade Federal do Ceará. O acontecido se deu no município de Barbalha, precisamente na Gruta do Farias, e deixou os cientistas literalmente de cabelo em pé, arrepio que até hoje se repete quando relembram a sensação de visualizar, pela primeira vez, uma espécie que ainda não figurava nas páginas da história da Ciência. É o nascimento da Antilophia bokermanni, o carismático soldadinho-do-araripe.

Esse soldado logo mobilizou um esforço disciplinado por parte dos pesquisadores por conhecerem melhor sua biologia, seus hábitos e sua situação na natureza, o que anunciou uma grande batalha. O bravo combatente havia perdido forças na luta por ocupar a única área em todo o Planeta em que pode sobreviver. As florestas úmidas ao pé da Chapada-do-Araripe, onde faz seus ninhos sobre as águas que escorrem das nascentes, córregos e levadas, estavam sendo cada vez mais ocupadas pela espécie humana, única capaz de modificar drasticamente o ambiente em que vive em detrimento das demais nações de seres vivos que levantam a bandeira branca do equilíbrio ecológico. O forte soldado recebe então o posto nunca desejado de espécie Criticamente em Perigo de Extinção. Um golpe muito duro, o mais alto degrau antes de uma espécie ser considerada extinta.

A ONG Aquasis, através do Projeto Soldadinho-do-araripe, vem, há 10 anos, levantando a bandeira deste soldado na luta para a conscientização da população local pela proteção e reflorestamento da pequena faixa de mata em que ele faz seu quartel e pela utilização racional das águas das fontes que vêm sendo cada vez mais canalizadas indiscriminadamente, o que é um perigo para ambos os lados dessa batalha, para a natureza e para o ser humano. Nesse sentido de compreendermos que todos nós estamos, na verdade, do mesmo lado da trincheira, é que vimos a chegada de novos reforços nesse exército, seja financiando nossas missões (agradecimento a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Fundo Nacional do Meio Ambiente, Conservation Leadership Programme, Conservation International, Walt Disney Conservation Found, Bird Life International, Programa ECONS, American Bird Conservancy), seja apoiando nos momentos precisos (Observadores de Aves de Pernambuco, Universidade Federal do Pará, ICMBio, Universidade Federal de Pernambuco, Associação Cristã de Base, COGERH, Secretarias de Meio Ambiente de Crato e Barbalha).

Mas a luta não terminou! Cada vez mais vemos a necessidade do envolvimento de novas forças para barrar o avanço do desmatamento da Chapada-do-Araripe e para vencer a falta de cuidados com as fontes de água que pedem socorro através do canto desse passarinho. Hoje ele inteira 18 anos e nos convoca, com a força de um general, para nos unirmos em busca de levantar a bandeira da preservação, onde todos somos vitoriosos, embora a medalha do dever cumprido brilhe com mais intensidade no coração dos que encaram a luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.