13 setembro 2014

Arquivo Excluído, já que a justiça decidiu proibir a circulação da fonte da notícia, A REVISTA ISTOÉ.


Justiça do CE proíbe circulação da Revista IstoÉ que cita Cid Gomes
Revista associa Cid a denúncias de corrupção na Petrobras.

A juíza Maria Marleide Maciel Queiroz, da 3ª Vara da Família de Fortaleza, determinou que a revista IstoÉ desta semana seja retirada de circulação em todo país. A juíza deferiu no domingo (14) ação movida pelo governador do Ceará, Cid Gomes, citado na edição como um dos envolvidos no escândalo da Petrobras. O governador entrou com ação contra a revista por “calúnia, difamação e dano moral”.
O advogado Alexandre Fidalgo,  do escritório Espallargas Gonzalez Sampaio Fidalgo Advogados (EGSF), que representa a revista no caso, disse que estuda os autos do processo e deve recorrer da decisão. Segundo ele, a revista já está cumprindo a determinação judicial, ainda em caráter liminar. No site da revista IstoÉ, a matéria já foi retirada do ar.
O Tribunal de Justiça do Ceará, por meio da assessoria de comunicação, informou que a ação segue em segredo de Justiça.
Nota
O Governo do Ceará foi divulgou nota no site nesta segunda-feira (16) informando sobre a abertura do processo contra a revista. "Não tenho, nem nunca tive, qualquer envolvimento nem qualquer tratativa pessoal com o citado ex-diretor da Petrobras, muito menos qualquer conversa indecente ou corrupta. Todo o meu relacionamento com a Petrobras sempre foi institucional", diz a nota do governador que atribuiu a denuncia a "práticas imundas" eleitoreiras.

Do G1 CE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.