31 julho 2014

Para você Refletir ! - Por Maria Otilia

Começa a Campanha Eleitoral mais importante para o nosso pais. E é neste momento que precisamos ficar de "olhos e ouvidos" bem abertos para a qualidade desta campanha.Infelizmente já estamos constatando algumas  campanhas intituladas " SUJAS". Como definir que algumas propagandas de alguns candidatos são de persuasão negativa, de falsas promessas, apenas  para ferir a imagem dos adversários políticos? Acredito que nem poderíamos definir como " adversários". Até porque muitos deles  mudam de partidos sem conhecer se quer a filosofia dos mesmos. Alguns candidatos  apenas migram para outras legendas pelo simples interesse de se dar bem.Por isso , particularmente, acredito não em  siglas partidárias,mas naquele Gestor que fez e faz a diferença como líder político.Daí a necessidade de avaliarmos o que está sendo veiculado.Vamos ficar alerta para  com  todos aqueles candidatos que por não terem a competência técnica e política para  elaborar sua plataforma de governo, passam a denegrir a imagem dos seus opositores.Apresentam fatos não comprovados, criticam programas e projetos sociais consolidados.Passam o período da sua campanha, mas preocupados com os problemas dos seus adversários e não com as suas propostas de governo para  a população. Este tipo de " candidato" merece nosso repúdio, nossa rejeição.
Agora é o momento de  apresentar o que foi feito de bom, o que precisa melhorar , o que não está funcionando.Construir propostas para dar continuidade as boas práticas de gestão e reavaliar outras não tão boas.
Vale ressaltar que mais preocupante do que "ficha suja" é o número absurdo de candidatos que se quer sabem o que é uma elaboração do desenho de uma agenda, da construção de políticas públicas, de um Projeto de Lei.Não saber definir o que é prioridade para gerar emprego- renda, qualidade de vida, direitos essenciais garantidos. E ás vezes querem iludir a população construindo os chamados " elefantes brancos" em que nada contribuem para a efetivação destes direitos.
Senhores candidatos, antes de  contratar seu marqueteiro, lembrem-se que quem tem  telhado de vidro não atira pedras em ninguém. Queremos uma campanha limpa, com propostas executáveis. Não adianta dizer que vai  " fazer o milagre dos pães e peixe ", porque  o que está sendo feito não funciona , porque foi idealizado e executado por outras pessoas.
 Leiam a fábula abaixo e façam uma boa reflexão.

                   A VIDRAÇA SUJA

Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranquilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:
Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Três dias depois, também durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e novamente a mulher comentou com o marido:
Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:
Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha a deu sabão? Porque eu não fiz nada.
O marido calmamente a respondeu:
Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça da janela!
E assim é. Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações. Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.
Lave sua vidraça!
Abra sua janela!
É amigos!! Que possamos abrir nossa janela e enxergar realmente o que está acontecendo de verdade. Quando for falar a alguém de seu defeito que possamos ser críticos construtivos, no sentido de ajudar esse alguém a crescer, mas acima de tudo devemos olhar primeiramente nossos erros, nosso redor, para que possa arrumar o que é nosso primeiro. Vamos lavar a vidraça?
Uma história simples com um ensinamento de grande significado. O descuido com a limpeza não era da vizinha. É fácil jogar a culpa no outro. O problema é sempre do outro. Na história, a mulher não imaginava que era a sua vidraça que estava suja. A dificuldade em ver o meu problema faz com que eu não consiga solucioná-lo.
Autor desconhecido
                        O primeiro passo para levantar é ter a percepção da queda.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.