26 fevereiro 2014

O QUE DISSERAM OS VEREADORES QUE FORAM CHAMADOS DE TRAIDORES PELO EX-PREFEITO SAMUEL ARARIPE - Por: Ed Alencar


PODERIA ASSIM DIZER O SAUDOSO WALDIK SORIANO “ EU NÃO SOU COVARDE NÃO”. 


Sem querer, os depoimentos colhidos  por nossa reportagem junto aos acusados de traição, dariam um “plágio” da musica do saudoso Waldik Soriano: “Eu não sou covarde não”, foi o que responderam os vereadores, quando na sexta feira passada (21/fev), esteve aqui no Crato, o ex-prefeito Samuel Araripe para depor no Ministério Público e na PROCAP, e disse para a imprensa que veio para falar, diferentemente dos vereadores que ficaram mudos, e realmente falou, citou  até nomes dos  vereadores que covardemente lhe traíram na desaprovação de suas contas, nomes de pessoas aliadas e do seu próprio partido.  

E o que disse o vereador  Henrique Leite: "Eu não quero falar não, mas vou esperar o momento certo para dar a resposta". O que disse Expedito Anselmo: "Fiz minha parte na campanha do candidato do Samuel, do começo ao fim, ele falou que eu vivia dentro da casa dele, negativo, eu só andava na casa dele quando ia tratar assunto da campanha, e não conversamos sobre esse assunto de votar nas contas dele de forma alguma, ele disse o seguinte, se vocês quiseram seguir o prefeito Ronaldo, pode ficarem a vontade, mas ele nunca me pediu voto e depois que fui eleito e assumi, não vi mais ele nem uma vez, eu não fui covarde”.  

Resposta do presidente da câmara  Luis Carlos também citado disse: "Eu quero dizer que veio o parecer do TCM aprovando as contas, no meio do decurso apareceu uma denúncia, que foi aberto espaço para o advogado dele fazer a defesa, o advogado entendeu que a sessão era nula e se restringiu a falar somente contra a nulidade, ele não entrou em defesa das cantas do Dr. Samuel, poderá haver uma segunda sessão em virtude de qualquer nulidade, se imaginando isso que é o que o advogado defende, e se havendo uma nova sessão, podemos  mudar nosso voto”. 

Sobre o vereador  Darcio Luiz, citado por Samuel como o principal traidor e pivô de tudo, não foi encontrado e também não fala com a imprensa. Quanto ao vereador Fernando Brasil, assim respondeu:  "Qual o vereador que tem o nome que eu tenho aqui no Crato, com uma família honesta, que vai fazer acordo pra votar nas contas dele? Eu não fiz acordo com ele,  ele  me pediu que eu lhe ajudasse, e eu disse que ia ajudar, conte comigo Samuel, como é que eu tenho coragem de votar num cara desse se eu nunca pedi um tostão a ele, sou um homem sério”.

EM SUMA:  COM A PALAVRA NOSSOS LEITORES.

Por: Ed Alencar - Repórter
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.