07 fevereiro 2014

Feitiço vira contra o feiticeiro: cubana que abandonou “Mais Médicos” vai processar governo por danos morais


Foto: Eraldo Peres/AP
Ramona Rodríguez abandonou programa federal por considerar salário incompatível


A médica cubana Ramona Matos Rodríguez, que abandonou o programa Mais Médicos e foi para Brasília, processará o governo federal por danos morais, além de entrar com uma ação trabalhista. A ação trabalhista será ajuizada na Justiça do Trabalho de Marabá (PA). Um dos advogados do partido afirmou que aguardará segunda-feira, 10, quando se reunirá com membros do Ministério Público (MP), para decidir se entrará com uma ação individual ou se vai esperar a Promotoria entrar com um processo coletivo. A médica cubana afirmou que foi para a capital federal com o objetivo de chegar à Embaixada dos Estados Unidos, onde se candidataria a um programa para médicos desertores de Cuba. Ramona disse que foi ao local no sábado, 1, mas estava fechado, e retornou na segunda-feira, 3, quando fez uma entrevista e soube que o processo poderia demorar quatro meses.
(“O Estado de S.Paulo”, 07-02-2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.