09 janeiro 2014

Vereador Bebeto denuncia trama para envolvê-lo em crime de extorsão


NOTA DO EDITOR: O Bebeto incomoda muito. Estão querendo tirá-lo mesmo do jogo ?


Corria boatos na cidade do Crato, que o vereador Roberto Anastácio ( Bebeto ), havia recebido do presidente da Câmara Municipal do Crato, a importância de 40 mil reais para ajudar na compra do seu novo carro, verba esta, vinda da sobra de fim de ano dos repasses da prefeitura para a câmara, que por Lei, deve ser devolvida para os cofres do município.

Em entrevista concedida em primeira mão à nossa reportagem, disse o vereador Bebeto que tão logo esses boatos chegaram ao seu conhecimento, caiu em campo para investigar as origens da calúnia que envolvia seu nome e descobriu através de um amigo, que partiu de uma reunião em um restaurante da cidade, onde se encontravam os vereadores: Marquinho do Povão, Pedro Alagoano, Nando Bezerra e Florisval Coriolano, ainda na presença de dois empresários que teve seus nomes preservados, e descobriu que a trama criada, envolvia a ida do presidente Luis Carlos a uma concessionária de veículos e repassado pessoalmente ao proprietário, 40 mil reais por conta da compra do carro de Bebeto, sendo que o vereador Bebeto, não comprou seu carro em concessionária, e sim, em mão particular permutando seu antigo carro e financiando o restante pelo Banco BRADESCO em prestações.

DENÚNCIA - Gestão do Ex-Presidente Florisval Coriolano teria sobra de mais de 100 mil reais que não foi devolvido ao Erário Municipal

O vereador Bebeto disse que o ex-presidente Florisval Sobreira Coriolano, juntamente com Pedro Alagoano na presença do presidente Luis Carlos, pressionaram o contador da câmara,  para saber quanto tinha restado dos repasses da prefeitura, para dividir entre eles, chegando o Florisval, a subir o tom de voz para o contador Sr. Bento, que mandou o Florisval baixar o tom, pois ele não tinha problema de audição, e que não havia sobra de verba, isso na presença do presidente Luis Carlos, que nada fez. Com estas recentes ações que envolvem o ex-presidente da câmara Florisval Coriolano, disse o vereador Bebeto que há suspeita de uma sobra na gestão passada de Florisval, estimada em mais de 100 mil reais, que não foi devolvido para o erário municipal, e que seria investigada na CPI da câmara que não aconteceu e que o Ministério Público investigue essas denúncias atuais, uma vez que o ex-presidente Florisval, tem influencia nos corredores políticos da administração do prefeito Ronaldo, e acesso livre até nas supostas negociações de compra de votos, citado em uma das reuniões. 

Para Bebeto, isso é perseguição política. Segundo ele, estão tentando denegrir sua imagem, "mas um vereador que nas pesquisas do Estado do Ceará tem aprovação de 76% entre os 100 melhores, é porque tem feito um trabalho honrando e merecedor da confiança do povo do Crato", e que "jamais se vendera, enquanto outros vereadores desta cidade estão entre os piores", conclui. "Irei mais uma vez apresentar queixas ao Ministério Público".

Por: Ed Alencar
Repórter/Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe
Foto: Dihelson Mendonça


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.