10 janeiro 2014

13º Intereclesial debate, nesta 6ª feira, a realidade dos povos indígenas


(Fonte: site da CNBB)

Entre os 4 mil participantes do 13º  Intereclesial das CEBs em Juazeiro do Norte (CE),evento promovido pela Diocese de Crato,  marcam presença as lideranças indígenas do Brasil que pedem maior agilidade na defesa de seus territórios e a preservação de suas culturas. Então representadas as etnias Pataxó e Pataxó Hã-Hã-Hãe (Bahia), Xukuru-Kariri e Jeripancó (Alagoas), Potiguara (Paraíba), Xavante (Mato Grosso), Pankararú (Pernambuco), Kassupá e Wajoro (Rondônia), Xerente (Tocantins), Nukini e Nawa (Acre), Munduruku e Tembé (Pará), Tremembé e Pitaguari (Ceará).
 O tema do 13º  Intereclesial “Justiça e Profecia a serviço da Vida” e lema “CEBs romeiras do reino no campo e na cidade”, está inserido nas comemorações pelo centenário de criação da Diocese de Crato e vem contribuir para reflexões sobre as realidades vividas pelos povos indígenas. Durante a análise de conjuntura social e eclesial apresentada pelo padre Manfredo Oliveira, Raquel Rigotto e Roberto Malvezzi, apareceram como grandes desafios a demarcação, homologação e ocupação das terras indígenas.
     As orações iniciais desta 6ª feira foram feitas nas diversas línguas das comunidades indígenas brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.