xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 28/12/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

28 dezembro 2013

Para você refletir - Por Maria Otilia


Estamos chegando no final do ano 2013. E sempre somos levados a planejar, prometer, sonhar com novos projetos de vida, etc. E que na maioria das vezes não conseguimos concretizar muitas coisas.Posto abaixo uma fabula que  traz uma grande mensagem para iniciarmos um ano novo que se aproxima. Faça uma boa leitura.

                 Fábula das três árvores
Havia, no alto da montanha, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.
A primeira, olhando as estrelas, disse:
- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros.
Para tal, até me disponho a ser cortada.
A segunda olhou para o riacho e suspirou:
- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas A terceira árvore olhou o vale e disse:
- Eu quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que, as pessoas ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.
Muitos anos se passaram, e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas muito ansiosas em serem transformadas naquilo com
que sonhavam.
Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos!
Que pena!
A primeira árvore acabou sendo transformada num cocho de animais, coberto de feno.
A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.
E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em altas vigas
e colocada de lado em um depósito.
E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes:
- Para que isso?
Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele cocho de animais.
E de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo!
A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, mas quando a tempestade quase afundou o pequeno barco, o homem se levantou e disse:
"PAZ"!
E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o rei dos céus e da terra.
Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela.
Logo, sentiu-se horrível e cruel.
Mas, logo no domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de seu filho Jesus Cristo ao olharem para ela.
As árvores haviam tido sonhos...
Mas as suas realizações foram mil vezes melhores e mais sábias do que haviam imaginado.
Temos os nossos sonhos e nossos planos que, por vezes, não coincidem com os planos que Deus tem para nós; e, quase sempre, somos surpreendidos com a sua generosidade e misericórdia.
É importante compreendermos que tudo vem de Deus, acreditarmos, termos fé, pois Ele sabe muito bem o que é melhor para cada um de nós., novas metas, novas conquistas.

Autor desconhecido.

Senhor Deus da juventude - Por: Emerson Monteiro

Sei que o espírito Supremo do Poder preenche todas as possibilidades que existem, contudo preciso Lhe pedir, e satisfazer o meu íntimo coração, pedir pelos jovens deste tempo de máquinas e anonimato. Sorrir com ânimo numa prece de lembrar os tantos jovens que chegam a este momento de sonhar com novas oportunidades à espécie humana, emissários do futuro já próximo ao seu comando. Avaliar em poucas palavras os desafios que eles enfrentam diante das mazelas deixadas por nós das outras gerações, herança de poeira e supérfluos, exemplos indesejáveis, desobediências.

Segredo aqui as apreensões de esses moços viverem o drama secular da pouca sinceridade dos líderes interesseiros que dirigem países e instituições financeiras responsáveis diretas pelos produtos internos brutos e cotações dos mercados econômicos, aqueles que resolvem o destino e agem apenas em conveniências imediatas. Esses moços que ora defrontam a praga das drogas, desafio em muito superior aos valores dessa época tão crítica. Que nasceram números, contados em estatísticas de consumidores e massa de manobra, peças descartáveis e instrumentos de poder.

Esses moços acondicionados às manadas em penitenciárias, vítimas da própria incúria e do pragmatismo das classes ingratas, materialistas, insanas. Soldados em fileiras prontos aos caprichos da sorte dos ditadores irresponsáveis.

Meu Senhor Deus da juventude, nesses tempos totalitários quanto custa imaginar mundos melhores, face às medidas tecnológicas que escurecem os horizontes. Rezo a Ti, Pai de Todos, que nos envolva no Teu manto de Luz e estabeleça na consciência dos poderosos a permissão dos dias claros aos nossos corações.

De Teus olhos que venham fagulhas de bênçãos a mitigar a sede do saber e das oportunidades ao talento desses jovens desejosos de realização pessoal e boas chances profissionais. Que Tua grandeza infinita deposite nos lares a força das experiências guardadas nos homens de boa vontade.

E que de cada filho que nasça brilhe ainda a esperança viva dos justos, que assim seja.


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30