xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 15/07/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 julho 2013

Na moral de Pedro Bial


ESCRITO POR LEONILDO TROMBELA JÚNIOR | 15 JULHO 2013


O programa “Na Moral”, apresentado por Pedro Bial, levou ao ar um “debate” (bota aspas nisso) cujo tema foi a “legalização das drogas”, no último dia 4 de julho. Dentre os convidados para o “debate” estiveram o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso, o músico Marcelo D2 e a atriz Fernanda Montenegro.

Citar os convidados já bastaria para dizer do que se trata. Pois é. Foi mais um daqueles típicos “NÃO vale a pena ver de novo”, salvo o caso se alguém for assistir a atração global como se fosse um biomédico que colhe uma amostra fecal – neste caso, da canalhice midiática brasileira. Não que desta vez tenha havido uma apologia à legalização da maconha. Não. Desta vez foi uma apologia à legalização de absolutamente tudo. Isto é dizer que foi o maior exemplo recente do uso da técnica da porta na cara da televisão brasileira [1]. Coisa para Ivan Karamazov nenhum botar defeito.

Sob pretextos monetários e a conclusão (feita pelo próprio Bial) de que a guerra foi vencida pelos bandidos, ficou-se convencionado (pelo menos entre o apresentador e seus convidados) que é necessário estender o tapete vermelho para as FARC, Beiramar e cia. Ltda por se tratar de uma guerra impossível de vencer. Bem, eu não o vi “dar nome aos bois”, mas como será possível chamar os distintos guerrilheiros e traficantes de “bandidos” quando cocaína for mercadoria devidamente legalizada?

Que é uma guerra impossível de vencer é coisa sabida, mas daí tirar a conclusão de que se deve cessar a guerra e dar os louros da vitória à bandidagem… bom, isso é infame, para dizer o mínimo.

Se aceitarmos essa infame conclusão, deveremos então acatar a sugestão do primeiro infeliz que advogar o fim da medicina por ser uma guerra sem prognóstico vitorioso; não precisa ser um gênio para saber que as doenças jamais serão eliminadas deste mundo. E mais: cada vez que o sol nasce, maior é o gasto do combate às doenças. Deveríamos então cessar a medicina por conta de ser uma guerra cada vez mais cara e sem chance de vitória? Nessa lógica macabra (típica das organizações as quais o nosso ex-presidente apoia) sim.

É óbvio que nesse infame pacote não poderia deixar de vir embutida alguma absurdidade daquelas que passam despercebidas e são inculcadas no subconsciente do telespectador: a criminalização do açúcar. Imagine só você quantas desgraças e quantos assassínios foram causados pelo açúcar. Pense só quantos filhos roubaram todos os pertences da família para poder desfrutar de mais um milk-shake! Quantas vezes vimos José Luiz Datena e Marcelo Rezende se indignando com os canalhas que submeteram comunidades inteiras para desfrutar de um bolo de brigadeiro! Imagine você a formação de uma milícia como as FARC que se sustente por meio da venda de açúcar.

E antes que venha alguém mais engraçadinho que eu dizer: “ora, mas e as pessoas com diabetes e outras doenças agravadas pelo açúcar, o que você diz?”. Digo que até água em excesso mata.

____

[1] Explicando resumidamente, essa técnica consiste em pedir algo muito maior para conseguir algo menor, que no final das contas, era o que se pretendia desde o começo. Por exemplo: Quero 10 reais, portanto peço 100 reais; Quando a pessoa recusar a quantia maior (e fechar a porta na minha cara), eu peço então que ela faça uma pequena cessão de apenas 10 reais – uma quantia muito menor que a originalmente pedida. Pois bem, quando a luta era apenas pela legalização da maconha, conseguiu-se uma tolerância bem maior com os usuários (estou dizendo que foi assim, não estou fazendo juízo de valor). Agora que isso não basta mais, prega-se a legalização de todas as drogas para que se legalize pelo menos uma (ou algumas delas) e assim vai: de porta em porta na cara eles vão conseguindo o que querem. No livro Maquiavel Pedagogo – que eu não canso de citar – existem exemplos práticos da aplicação mal intencionada dessa técnica no meio educacional.



Leonildo Trombela Júnior é jornalista e tradutor.
Fonte: Mídia Sem Máscara

A rotina dos protestos: Planalto se prepara para mais manifestações


(site da revista VEJA)

Temor é que manifestantes voltem às ruas durante a visita do papa Francisco ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro
O Palácio do Planalto já se prepara para mais protestos. O temor é que manifestantes voltem às ruas durante a visita do papa Francisco ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, que começa dia 22 de julho, e nas comemorações do Dia da Independência, em 7 de setembro. No caso da visita do papa, a visibilidade internacional é chamariz para manifestantes, algo que ocorreu que ocorreu nas partidas da Copa das Confederações.

A avaliação do governo é que não há o que fazer especificamente para minimizar possíveis impactos de eventuais manifestações. Para o governo, esse cenário acaba sendo negativo, já que o Planalto torcia por um período de calmaria que permitisse estancar a queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff, apontada pelas últimas pesquisas de opinião.

Logo depois do início dos protestos em junho, pesquisa feita pelo Instituto Datafolha apontou uma queda de 27 pontos porcentuais na avaliação positiva do governo Dilma. Na primeira semana de junho, 57% achavam ótima ou boa a gestão da presidente. Em três semanas, esse indicador despencou para 30%.

Crato - Previsão do Tempo - Dia 15 de Julho de 2013


Para quem conseguiu dormir em Crato, desejamos um bom dia...


Isso, porque a noite de hoje foi o que podemos chamar de uma verdadeira TORTURA para quem reside nos bairros Vilalta, Alto do Seminário, Centro e vários outros. O mitivo: o altíssimo volume que vinha lá da expocrato e não deixou a cidade dormir. Precisamos protestar contra mais este DESCASO que se abate sobre o Crato. Previsão do tempo para hoje, dia 15 de Julho de 2013: Sol com algumas nuvens. Não chove.

Segundo os principais serviços de meteorologia do país, para hoje, teremos também:

Nascer do sol: 05h51 - Pôr do sol:17h36
Temperaturas: Max 30º e Min 20º
Ventos a SE a 16km/h
Umidade Relativa do Ar: 90% e min 46%
Índice UV: Extremo 

Fontes: INPE e GOES12





Poluição Sonora da Expocrato perturba a população


Esta mensagem foi escrita próximo às 2:00 da manhã de hoje ( 15/07 ). 

Impossível dormir no Crato com a poluição sonora vinda da Expocrato. Nunca em toda a história desta cidade tal volume chegou com essa intensidade aqui na Vilalta e outros bairros situados a vários Kilômetros do Parque de Exposição. No governo municipal anterior, a SEMAC - Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano ainda tinha algum controle sobre o volume de Poluição sonora desta festa de modo a garantir o bem-estar da população. Eu mesmo cheguei a telefonar várias vezes para o secretário Nivaldo Soares, que ia até o local e por diversas vezes e muita briga, conseguia abaixar o volume ( tudo documentado  em textos aqui no Blog do Crato nos anos anteriores ). 

Não é possível que um som que por lei só poderia atingir 80 decibéis no local, consiga atravessar a cidade inteira e chegar em um nível sonoro como está agora, suficiente para atravessar paredes grossas de concreto na Vilalta, no Alto do Seminário e em diversos outros locais. Agora, nem ao descanso os cratenses tem mais direito. Recebemos diversas reclamações de pessoas em vários bairros. É como se a nossa cidade estivesse entregue às baratas. 

Cadê a secretaria de Controle Urbano que não toma uma providência ? Cadê os órgãos fiscalizadores que não tomam uma providência ? É uma pena que o Crato é uma cidade desordenada, onde as leis são desrespeitadas e não há autoridades que se imponham a fim de manter  o repeito ao cidadão e à sua população. Já imaginávamos que isso iria acontecer, especialmente quando alguns querem retirar o parque do local atual, querendo irritar a população, para que estes votem contra a permanência do parque no local atual. Mas não irão conseguir. Estamos atentos e a expocrato é só é uma semana no ano. Enquanto isso, nós trabalharemos o ano inteiro contra tais manobras! 

O POVO DO CRATO É MAIS ! - E SERÁ OUVIDO. RECLAME !


Dihelson Mendonça



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30