xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/07/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 julho 2013

Ninho de cobras: O plebiscito proposto por Dilma divide até o PT


(jornal “O Estado de S.Paulo”


Deputado Devanir Ribeiro explicita a falta de consenso da bancada do PT, partido da presidente, com proposta de consulta popular que ela encampa. Embora a Executiva Nacional petista vá aprovar hoje um cronograma de mobilização, conclamando os militantes a se engajarem na campanha em defesa do plebiscito, a consulta popular não tem apoio unânime nem mesmo na bancada do PT na Câmara.
Em meio à polêmica, o coro do "Volta, Lula" agora é ensaiado por uma ala do partido que faz críticas contundentes à articulação política do governo Dilma. "Já está na hora de o Lula voltar", afirmou o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP). Autor da proposta de terceiro mandato para o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Devanir disse que os protestos nas ruas tiveram outra motivação. "Quem pediu plebiscito? O que falta no governo Dilma é gestão. As pessoas querem transporte de qualidade, saúde e educação. Dinheiro tem. É só investir."

Para Devanir, a presidente continuará enfrentando problemas na base aliada, e não só com o PMDB, enquanto não der autonomia aos ministros para fazer a articulação política. "A Ideli (Salvatti), coitada, é como um elefante numa loja de cristais", definiu o deputado, numa referência à ministra das Relações Institucionais, responsável por negociar com o Congresso.

Amigo de Lula há mais de 30 anos, Devanir afirmou que a reforma política é assunto para "outro departamento". A proposta enviada por Dilma ao Congresso prevê que a população seja consultada sobre cinco pontos: financiamento de campanha, sistema de votação, término dos suplentes no Senado, voto secreto no Parlamento e fim das coligações partidárias.

"Eu sou contra esse plebiscito, mas voto com o governo. Agora, querer jogar para o povo uma coisa que não conseguimos resolver há mais de dez anos não vai dar certo", insistiu Devanir. "Essa reforma é para salvar os partidos, não é de interesse da sociedade." Na sua avaliação, a convocação de Constituinte exclusiva para votar a reforma seria mais apropriada. A sugestão chegou a ser feita por Dilma, mas ela recuou diante de críticas de políticos e juristas.

Na tentativa de amenizar a crise, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse ontem que as discordâncias em relação ao plebiscito são "naturais". A bancada do PMDB na Câmara fechou questão contra a realização do plebiscito neste ano e, a portas fechadas, considerou a iniciativa "manobra".

"O PT também tem divergências, o PSB, o PDT... Isso faz parte", desconversou Carvalho. Mesmo assim, o ministro observou que será "uma decepção" se as mudanças não valerem para as eleições de 2014. "Se é verdade que queremos acabar com a corrupção, é importante que façamos uma reforma estrutural na política, que trabalhe primeiro o financiamento público de campanha."
O deputado José Genoino (PT-SP) encaminhou à bancada proposta de emenda constitucional prevendo que a população autorize parlamentares eleitos em 2014 a revisar os artigos da Constituição que tratam do sistema eleitoral e partidário. A reforma passaria, então, por uma Assembleia Revisora e seria submetida a um referendo popular.

Senado aprova projeto que destina royalties do petróleo para educação e saúde


BRASÍLIA, 3 Jul (Reuters) - O Senado aprovou na noite de terça-feira o projeto que destina recursos dos royalties da exploração do petróleo e da participação especial à saúde e à educação, em uma tentativa de responder a uma das principais demandas das manifestações populares das últimas semanas, que clamavam por melhorias nessas duas áreas.

A proposta, que se refere a recursos pagos pela exploração do petróleo em contratos firmados a partir de 3 de dezembro de 2012, voltará à Câmara dos Deputados, uma vez que foi alterada pelos senadores.

O texto original do governo previa que 100 por cento dos recursos fossem destinados à educação, mas deputados alteraram a proposta, na semana passada, para destinar 75 por cento desses recursos à educação e 25 por cento à saúde. Os senadores mantiveram essa alteração.

Os senadores, porém, aprovaram a mudança que destina ao setor 50 por cento do rendimento do Fundo Social, e não mais 50 por cento do total do fundo, como pretendia a Câmara, resgatando a intenção do Executivo. Dos 50 por cento dos rendimentos do fundo, os senadores decidiram que 75 por cento vão para a educação e 25 por cento, para a saúde.

Yahoo Notícias


CCJ do Senado aprova fim do voto secreto no Congresso Nacional


BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira o fim do voto secreto no Congresso Nacional. A medida consta de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS), que contou com voto favorável do relator, senador Sérgio Souza (PMDB-PR).

O texto segue agora para o plenário do Senado, onde terá dois turnos de votações. Se aprovada, a PEC seguirá para a Câmara dos Deputados. A aprovação na CCJ faz parte da agenda "propositiva" anunciada pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), após os protestos pelo país. Ontem, o Senado aprovou aprovou por unanimidade o projeto que estende os efeitos da Lei da Ficha Limpa aos servidores de cargos comissionados e de funções de confiança nos três Poderes.

Fonte: G1


URCA lança oficialmente o IV Simpósio Internacional Sobre o Padre Cícero, que acontecerá de 19 a 24 de maio de 2014


O evento será em Juazeiro do Norte, com a presença de pesquisadores nacionais e internacionais, instigando estudos a respeito do Padre Cícero de forma ampliada. 

A Universidade Regional do Cariri (URCA), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, lançou oficialmente o IV Simpósio Internacional sobre o Padre Cícero, que terá como tema principal “E... onde está ele?. O evento acontecerá de 19 a 24 de maio de 2014, em Juazeiro do Norte.

Segundo a Pró-Reitora de Extensão da URCA, professora Sandra Nancy Freire, o evento acontece em sintonia com os eventos precedentes, realizados nos anos de 1988, 1989 e 2004. De acordo com a comissão de elaboração do evento, formada por pesquisadores, a proposta do Simpósio é contribuir para as reflexões acerca desse personagem – e de tudo que à sua volta se aglutina – que, ao longo da história, vem sendo alvo de contínuas apropriações: sociais, políticas, econômicas, intelectuais, religiosas e culturais.  Conforme o grupo, o tema “E... onde está ele?” será o eixo norteador das discussões, dentro da necessidade de  pensar também em termos nacionais e globais , à luz da presença e das diversas interpretações do e sobre o Padre Cícero, e não apenas Juazeiro ou a Região do Cariri. Pretende-se ampliar os debates realizados pelos outros Simpósios. 

Em 2014 serão comemorados os 100 anos da morte da Beata Maria de Araújo, os 80 anos da morte do Padre Cícero, assim como o centenário da Sedição de 1914, da instalação da cidade de Juazeiro do Norte e da criação da Diocese de Crato. Conforme a comissão, esses são fatos de extremo significativo que não se restringiram apenas a Juazeiro do Norte, pois terminaram por constituir a localidade como polo de irradiação e de atração cultural, social e religiosa, além de desenvolvimento nos sertões nordestinos.

A comissão dos pesquisadores, que tem se reunido às terças-feiras na Universidade, é formada pela professora Sandra Nancy Freire (Pró-Reitora da Extensão) da URCA, instância responsável pela coordenação e andamento das atividades, junto à comissão; as pesquisadoras Renata Marinho Paz, Maria do Carmo Pagan Forti, Paula Jacinto Cordeiro, Fátima Pinho, e os professores José Carlos dos Santos e Ivan Queiroz. A comissão foi instituída por meio de portaria assinada pela Reitora da URCA, professora Otonite Cortez. Segundo a pesquisadora Maria do Carmo Pagan Forti, o tema tem o intuito de estimular, fazendo com que as pessoas sejam instigadas pelo tema, principalmente no âmbito da pesquisa. Para a Pró-reitora Nancy Freire, é um novo momento de reflexão. Já a professora Fátima Pinho destaca a importância de perceber com esse tema, que o Padre Cícero não é apenas do Juazeiro, hoje, mas perpassa temporalmente e espacialmente as fronteiras, em vários setores.

O evento constará de conferências, mesas redondas, grupos de trabalhos, lançamento de livros, apresentações artístico-culturais, oficinas e visitas guiadas. A URCA, através da comissão encarregada de organizar este IV Simpósio sobre o Padre Cícero – E... onde está ele? convida e saúda antecipadamente todos os participantes, no ensejo de que as reflexões e debates possam contribuir para a construção de um olhar ainda mais plural e denso sobre o Padre Cícero e a  realidade em que todos estamos inseridos. 

Mais informações sobre o evento no site da URCA: www.urca.br


Prefeito do Crato realiza reforma administrativa e cria novas secretarias


NE - Ao invés de enxugar a folha de pagamento e a máquina administrativa reduzindo a quantidade de pessoas penduradas na prefeitura, a administração do Crato cria novas secretarias e cargos.

As novas secretarias criadas foram as Secretaria Municipal de Esporte, Secretaria de Serviços Públicos, Secretaria da Cidade, além da Controladoria. Com novas nomenclaturas, receberam mudanças às secretarias de Trabalho e Desenvolvimento Social, e também a pasta de Obras Públicas.

Os novos secretários a assumirem os cargos são os seguintes:

Secretaria Municipal de Administração: Adriana Fernandes Batista Oliveira Freire; Secretaria de Obras Públicas, o engenheiro Alender Honório de Oliveira; Secretaria de Educação, com Meyre Sampaio Muniz de Camargo. Na Controladoria, assumiu Elmar Lopes Custódio; Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Carlos Antônio Sousa Maia; Secretaria Municipal de Segurança Pública, Cidadania e Trânsito, Antônio Afonso Siqueira Gonçalves; Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Francisco Xenofonte Morais - Antônio de Mano; Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Elisângela Rodrigues Leite Moura; Secretaria Municipal de Esporte, Robério Alves Nogueira; e Secretaria da Cidade, com José Muniz de Alencar.   

Veja Staff completo das secretarias do Governo Municipal do Crato:
Clique na imagem para ampliar:




Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30