xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/05/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 maio 2013

Buda, a luz da Ásia - Por:Emerson Monteiro

No século VI a.C., os pequenos reinados da Índia viviam em luta. Nesse período, na Ásia havia uma onda de mudanças nas ciências, artes e ideias. Por volta de 523 a.C., no reino de Kapilavastu, pequeno país da etnia dos Sákias, lá onde hoje existe o Nepal, nascia Sidarta Gautama, depois conhecido por Sakyamuni, o Sábio dos Sákias. Seus pais se chamavam Rei Suddhodana e Rainha Maya. Numa viagem com destino ao palácio de verão, no bosque Lumbini, às margens de um rio, a rainha sentiu as dores do parto e sobre folhas de lótus deu à luz o menino Sidarta. 

Conta a lenda que nesse instante o tempo se inundou de perfume, choveram pétalas de flores do céu e ouviram cânticos celestiais de louvor e beleza. Sete dias depois, a Rainha Maya morreu, deixando ao marido a educação do filho. Mais algum tempo e o soberano, agora casado com uma irmã de Maya, quis saber o que o Destino reservaria ao filho. Nas encostas do Himalaia, buscou um sábio, que disse que o príncipe ou tornar-se-ia poderoso monarca ou viria a ser um sublime religioso. Suddhodana se indignou diante da segunda possibilidade. Daí cuidou de cercar o filho das pompas da corte. 

Farei dele seu sucessor. Jamais permitiria conhecesse os males do mundo, doenças, velhice, pobreza; os desgostos e as contradições que viessem estimular seus sentimentos religiosos. Para onde seguia, emissários à frente disfarçavam todas as circunstâncias, evitando ao máximo que soubesse das fraquezas existentes nos lugares onde andasse. Na idade adulta, escolheu a esposa, Yasodhara, sua bela prima. Certa vez, contudo, a segurança deixou de cumprir o papel de isolá-lo da realidade e ele, driblando o zelo do pai, fugiu solitário num passeio noturno, a se deparar com as tristezas da Terra. O impacto causou no jovem extrema reação. Viu de perto o sofrimento em que a vida carnal resume o caminho para a morte. 

Também encontrou um monge mendigo que explicou a escolha de buscar a libertação interior e exterior. Sidarta era, então, pai de um menino, Rahula. Despediu-se da esposa, levou consigo um serviçal e à meia-noite, a cavalo, ele cruzou, os portões do palácio rumo ao desconhecido. Muito distante, trocou as roupas nobres com as do servo, devolveu-lhe a montaria, mandou-o regressar e seguiu mendigando pelas estradas e vilas. Largos anos transcorridos, Sidarta reveria os familiares quando se afirmara na trajetória de compreender a Verdade Plena. 

Primeiro quis conhecer os ensinos dos mestres. Juntou-se a cinco andarilhos e saiu a peregrinar. Realizou jejuns e sacrifícios, sob o costume dos povos orientais. Após três anos dessas práticas, se viu à beira da penúria, magro e debilitado. Nesse momento, concluiu que a resposta se acha no meio e não nos extremos, razão que o levou a abandonar a experiência mortificadora, espantando os companheiros de busca que viram nele alguém desprovido de resistência. 

Uma donzela, no entanto, o alimentou até restabelecer a saúde. Refeito, se sentou à sombra de um Ficus religiosus, árvore frondosa do bosque conhecido por Buda Gaya, lugar de iluminação, e resolveu meditar. Saíra de casa há seis anos. Aos 35 anos de idade, uma madrugada de lua cheia ao brilho da Estrela Matutina, Sidarta Gautama completou seu processo autorrevelador ao chegar à cessação absoluta do sofrimento pela concentração mental, o completo domínio do pensamento. 

Nessa hora percebeu que reunia em si as condições suficientes do que tanto almejara, porquanto nisto reside a descoberta verdadeira. Ainda tentado por dançarinas seminuas e por Mara, o rei dos demônios, Sidarta Gautama obteve o controle absoluto da Vontade, e galgou a Suprema Realização. 

Por: Emerson Monteiro

Jatobazeiro escolhido para o Pau da Bandeira de Santo Antônio


O corte está marcado para a próxima sexta-feira. Na manhã de ontem, domingo, 12 de maio, dia das mães, foi escolhido o pau da bandeira de Santo Antônio 2013. Sob a capitania de Rildo Teles, a comissão de escolha adentrou a mata do Sítio Flores às 09 horas.  Depois de uma caminhada por cerca de 30 minutos, a comissão chegou à área georreferenciada e a exuberante natureza recepcionou a todos com o som das águas do riacho que cruza a mata.
Dentre as cinco árvores angico e jatobá catalogadas nas visitas anteriores, um jatobazeiro foi escolhido para servir de mastro para a bandeira do padroeiro de Barbalha o glorioso Santo Antônio, praticamente reto, com cerca de 23 metros de cumprimento, 1,10 Mt de circunferência e com 40 centímetros de diâmetro, teve a aceitação de toda comissão de apoio ao capitão do pau da bandeira. Após a escolha da árvore a comissão unida e de mãos dadas agradeceu a Deus pela escolha do jatobazeiro, rezando um Pai Nosso.

JatobaseirobarbalhaDe acordo com capitão Rildo, o corte da árvore será na manhã da próxima sexta-feira dia 17, em seguida o jatobá será levado para a chamada “cama do pau” que ficará até a manhã do dia 02 de junho, quando acontecerá a abertura da festa de Santo Antônio de Barbalha, com previsão de chegar às 17 horas na Igreja do Rosário e no meu da multidão o mastro nos ombros dos carregadores passará pela Rua do Vidéo, tido hoje como o corredor da cultura popular da Terra dos Verdes Canaviais.

O hasteamento será defronte a Praça da Igreja Matriz do padroeiro de Barbalha, onde a bandeira de Santo Antônio ficará erguida e tremulando nas alturas e dos céus os barbalhenses e visitantes receberam as bênçãos do glorioso Santo Antônio.

Você barbalhense se prepare e venha com sua família, também convide seus familiares que estão distante, e você visitante do site diaridodocariri.com também é convidado especial para juntar seus amigos e familiares e juntos nos congratularmos e festivamente nos encontramos no pau da bandeira de Santo Antônio 2013, esperamos por vocês.

Fonte: diariodocariri.com (Silvaneto)


Enem abre inscrições nesta segunda-feira (13)



O exame será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro
Enem-2013As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam nesta segunda – feira (13), às 10h, e vão até o dia 27 de maio. Os interessados em fazer a prova devem se inscrever pela internet. O exame será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro em todos os estados e no Distrito Federal.
No ano passado, 5,8 milhões de estudantes se inscreveram. Desses, 4,3 milhões fizeram a prova. FOTO: Agência Brasil.
O Enem é voltado para aqueles que já concluíram ou vão concluir o ensino médio até o fim de 2013, mas pode ser feito também por quem quer apenas treinar para a prova. O resultado no exame é usado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior. Além disso, uma boa avaliação no Enem é também requisito para participação do estudante nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras e para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Para fazer a inscrição, o candidato deve ter em mãos os números do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e do documento de identidade. Será cobrada uma taxa de R$ 35 que deve ser paga até o dia 29 de maio. Estudantes que concluírem o ensino médio em escolas públicas no ano de 2013 e participantes com renda mensal per capita de até 1,5 salário mínimo estão isentos da taxa de inscrição. Aqueles que solicitarem a isenção deverão dispor dos documentos que comprovem a renda.
Orientações ao fazer as inscrições
Ao finalizar a inscrição, o participante deve verificar se ela foi concluída com sucesso e guardar o número e a senha. Com essas informações o candidato poderá acompanhar o processo de inscrição e, além disso, consultar e imprimir o cartão de confirmação. Caso esqueça ou perca a senha, o candidato poderá recuperá-la. Alterações nos dados cadastrais, na cidade de provas e na opção de língua estrangeira são permitidas apenas até o fim do período de inscrição.
O exame tem uma redação e quatro provas objetivas. Cada uma contém 45 questões de múltipla escolha. No primeiro dia, os inscritos farão provas de ciências humanas e da natureza, com duração de quatro horas e 30 minutos. No segundo dia, as provas aplicadas serão de linguagens e códigos, matemática e redação, com duração de cinco horas e 30 minutos.
Segundo o Ministério da Educação, o Enem 2013 será mais rigoroso que a edição de 2012. Ao anunciar as mudanças no edital, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, fez um pedido: “Apelo para aqueles que se inscreverem para que realmente façam o Enem. Os custos levam em conta os inscritos e temos tido uma diferença importante”.
Agência Brasil

Gomes de Matos defende paralisação de votações até atendimento no combate à seca




Raimundo-Gomes-de-Matos-Foto-George-Gianni-PSDB-300x200
Os prejuízos com a seca mobilizou de 1.400 prefeitos de cidades localizados na Região Nordeste do País, para cobrar mais atenção do Governo Federal no combate à estiagem. As medidas de urgência e qualificada são necessárias para diminuir o sofrimento do homem do campo, que hoje enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos. Em entrevista ao jornalista Luzenor de Oliveira, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Somzoom Grande Fortaleza e outras 16 emissoras afiliadas ao Sistema Ceará Agora de Comunicação e à Rede Somzoom que cobrem o Interior do Estado), o presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, o deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB) afirmou que: “Vamos parar as votações no Congresso Nacional até que o Governo atenda as reivindicações do Nordeste e tome providência no combate aos efeitos da estiagem”. 

Ainda durante entrevista, Gomes de Matos criticou a demora da Gestão Dilma em planejar medidas preventivas, e questionou também a desburocratização ágil para o envio de verba para as obras relacionadas à Copa das Confederações e para a Copa do Mundo, mas para atender as necessidades dos agricultores e dos animais – que estão sendo dizimados diariamente - há uma espera prolongada. 

“O governo diz que foram pegos de surpresa, mas isso não passa de história para boi dormir”, replicou. Por: Marcela de Freitas Ceará Agora A Comissão espera que o Governo providencie medidas de urgência e com qualidade para amenizar o sofrimento dos agricultores. 


AL do Ceará não divulga transparência dos gastos públicos



Transparencia
Para navegar nas páginas dos legislativo é preciso ter habilidade, a forma que a assembleia cearense adota só dificulta o acesso.
Uma pesquisa realizada pelo Portal O Globo aponta que 14 das 26 Assembleias Legislativas (ALs) dos estados não cumprem por completo a Lei de Acesso à Informação, a transparência dos gastos públicos.
A AL do Ceará está entre esse total, e conforme a pesquisa, a Casa onde atuam os deputados estaduais divulga as listas de servidores e salários em páginas separadas ou incompletas. Para navegar nas páginas dos legislativos estaduais é preciso ter habilidade, a forma que a assembleia cearense adota só dificulta o acesso à informação e deixa em sigilo as folhas de pagamento de seus funcionários.
Mesmo em vigor há um ano, a norma só é praticada por completo em duas assembleias, a do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Ambas divulgam em seus sites na internet os nomes completos dos servidores junto aos seus salários numa planilha única.
A reportagem aponta também casos de ALs que omitem ou dificultam o acesso aos nomes, rendimentos e eventuais benefícios extras pagos a um grande contingente de funcionários da ativa, aposentados, comissionados e terceirizados.
Por: Marcela de Freitas

Ceará Agora

Analistas mantêm em 3% projeção do crescimento do PIB em 2013


Graficoacendente
Analistas de instituições financeiras consultados pelo Banco Central esperam que o Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, apresente crescimento de 3%, este ano. Essa projeção é mantida há cinco semanas seguidas. Para 2014, a estimativa permanece em 3,50%, há nove semanas consecutivas. A estimativa para a expansão da produção industrial subiu de 2,39% para 2,53%, este ano, e permanece em 3,55%, em 2014.
A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB passou de 34,8% para 35%, em 2013, e de 34% para 34,8%, no próximo ano. A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 2 para R$ 2,01, para o final deste ano, e permaneceu em R$ 2,05, ao fim de 2014. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) passou de US$ 10 bilhões para US$ 9,05 bilhões, neste ano, e de US$ 10,8 bilhões para US$ 10,20 bilhões, em 2014.
Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa foi alterada de US$ 70 bilhões para US$ 70,05 bilhões, em 2013, e de US$ 74,3 bilhões para US$ 74,8 bilhões, em 2014. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões tanto para 2013 quanto para o próximo ano.
Agência Brasil

Projeto Museu Vivo faz homenagem ao cantor João Dino no Sesc no Crato


Sesc

Na próxima quarta-feira (15), a Unidade Crato do Sesc recebe mais uma edição do projeto Museu Vivo, do Centro Cultural Banco do Nordeste. A programação deste mês faz uma homenagem ao cantor cearense João Dino, a partir das 19 horas. A entrada é gratuita.   

Nascido em Icó, o cantor tem algo semelhante ao seu grande ídolo, Luiz Gonzaga: nasceu no dia 13 de dezembro, data de aniversário do Rei do Baião. Uma coincidência que sempre está presente nas lembranças do artista.

Com uma carreira iniciada aos 12 anos, quando começou a cantar nas festinhas escolares, atualmente, João Dino é cantor, ator e cordelista. Sua trajetória musical teve início com a influência de Jackson do Pandeiro, Orlando Dias, Alcides Gerard, Waldick Soriano e Luiz Gonzaga. Após a homenagem, o cantor apresenta um repertório com composições autorais.

SERVIÇO:

Projeto Museu Vivo – homenagem ao cantor João Dino
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Data: 15/5
Horário: 19h
Informações: (88) 3523.4444
:::Gratuito:::
do Blog Ceará é Notícia

O bandido e o frentista. Por: LUIZ FELIPE PONDÉ - Antonio Sávio


Todos ficam preocupados com o direito dos bandidos. E os direitos de quem trabalha?

A população está entregue às traças, enquanto nos palácios, gente inteligentinha de todo tipo (com o mesmo caráter da aristocracia pré-revolucionária de Versailles) discursa sobre "direitos humanos dos bandidos", toma vinho chileno, paga escola de esquerda da zona oeste de São Paulo que custa 3 mil reais mensais e vai para Nova York brincar de culta. A inteligência ocidental está podre, mergulhada em seus delírios de reconstrução do mundo a partir de seus três gnomos Marx, Foucault e Bourdieu. Nós, desta casta de ungidos, desprezamos o povo comum porque pensamos que o que eles pensam é coisa de gente ignorante.

Outro dia fui abordado por um frentista num posto perto da minha casa na zona oeste (perto daquela praça destruída aos domingos pelas bikes --"bicicletas" na língua de pobre). Ele disse: "O senhor não é aquele filósofo da televisão?". E continuou: "Não pense que porque somos proletários, não entendemos o que o senhor fala na televisão".

Quem advinha do que ele queria falar? Este posto sempre foi 24 horas e agora não é mais. Por quê? Disse ele que estavam todos, do dono aos funcionários, cansados de serem assaltados toda noite. Disse ele: "O ladrão vem na sua moto, para, põe a arma na nossa cara, rouba tudo, ameaça nos matar e vai embora. Nada acontece". E mais: "E fica todo mundo preocupado com o direito dos bandidos. Onde ficam os direitos de quem trabalha todo dia?". Vou dizer uma blasfêmia, dirão alguns dos meus amigos da casta inteligentinha: se preocupar com direitos dos bandidos é apenas um modo chique de continuar se lixando para o "povo", assim como os coronéis nordestinos sempre se lixaram, a diferença agora é que a indiferença para com o destino das pessoas comuns vem regada a vinho chileno e leituras de Foucault.

A "elite branca letrada" é completamente indiferente para com o destino desse frentista. Ele pede para que a polícia "acabe com os bandidos para ele poder trabalhar e a mulher e filhos dele não serem mortos". Ingênuo? Simplista? Talvez, mas nem por isso menos verdadeiro na sua demanda "por direitos". A verdade é que estamos mergulhados num blá-blá-blá pseudocientífico das razões que levam alguém a ser bandido, seja qual for a idade, e enquanto isso esse frentista se ferra. O que terá acontecido, que de repente a elite letrada e pública ficou tão "sensível ao sofrimento social" e tão indiferente ao sofrimento desta "pequena gente honesta"? Até escuto alguns de nós dizer: "São uns mesquinhos que só pensam nas suas vidinhas". Quem sabe alguns mais anacrônicos arriscariam: "Isso é resquício do pensamento pequeno burguês". A verdade é que nós estamos pouco nos lixando para o que essa gente que anda de metrô, trem e quatro ônibus sofre. Todo mundo muito "alegrinho" com a PEC das empregadas domésticas, mas entre elas e os bandidos a vítima social são os bandidos.

A pergunta que não quer calar é: por que em países islâmicos, por exemplo, com alto índice de pobreza, não existe criminalidade endêmica? Será que tem a ver com medo da terrível punição corânica? Dirão os inteligentinhos que a causa da criminalidade é social. Hoje em dia, "causa social" serve para tudo, como um dia foram os astros e noutro a vontade dos deuses. Não nego que existam componentes sociais de fome e sofrimento na causa do comportamento criminoso, mas ninguém mais leva em conta que a maioria que vira bandido porque não quer trabalhar todo dia como esse frentista. Ser bandido é, antes de tudo, um problema de caráter. E esse frentista, pobre também, sabe disso muito bem, só quem não sabe é minha casta de inteligentinhos. O que dirão os inteligentinhos quando esse contingente de verdadeiras vítimas sociais do crime começarem a se organizar e matar os bandidos a sua volta? Pedirão a alguma ONG europeia para proteger os bandidos dessa gente "mesquinha" que só pensa em sua casinha, seus filhinhos e seu dinheirinho?

Acusarão essa gente humilhada e assaltada de não ter "sensibilidade social"? Dirão que soltar bandidos na rua é "justa violência revolucionária"?

( Na foto, o escritor e poeta Antonio Sávio, adicionada posterioremente a esta postagem pelo editor do Blog do Crato ).
 

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30