xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 21/03/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 março 2013

O leão e o macaco (conto popular) - Por: Emerson Monteiro


Lá certo dia, o leão vendo o risco de deixar este mundo sem nunca haver experimentado da carne do macaco, resolveu conquistar o sagaz animal e satisfazer seus apetites. Chamou a raposa e, juntos, criaram espécie de plano que correspondia a uma audiência permanente com todos da floresta bem dentro da gruta que lhe servia de esconderijo.

Daí, começou o movimento, vindo bicho de tudo quanto era canto. Os convidados entravam na furna e passavam horas, depois saiam sem revelar o que acontecia entre eles e o Rei. Naquilo, o macaco, observador por natureza, ficou de butuca em cima das árvores das imediações, desconfiando que alguma tramoia se desenvolvia na área, envolvendo tanta gente. Tempo vai, tempo vem, e nada dele tomar gosto, acordar a curiosidade característica e também chegar para negociar com o chefe da floresta. Nisso, o leão resolveu mudar a tática e ele mesmo veio até a frente da morada a fim de estabelecer diálogo com o símio ainda pendurado no alto das árvores maiores, longe de suas garras.
- Sim, compadre macaco (que os bichos gostam de tratar uns aos outros desse jeito) – foi falando a fera monumental, enquanto sacudia a juba meio parecido que contrariado. – O senhor vive distante das atividades do meu reinado. Quer contar o que se passa nessa cabeça, meu irmão? – perguntou o soberano, querendo impor autoridade nas palavras.
- Ah, majestade, ando sobrecarregado de compromissos por causa das invasões dos humanos explorando e querendo tudo só pra si – explicou o macaco, já de olhos acesos diante da força do leão.
- Pois, então, amigo velho, entre e venha conversar nos problemas que atravessa, que decerto oferecerei a tranquilidade que procura para suas preocupações.
- É, majestade, mas analisei bem o seu jeito de atender aos súditos. Notei coisa esquisita e quero salvar minha pele. No chão defronte da porta de sua gruta há muito mais rastros de animal entrando do que saindo – e dizendo isso, mais que ligeiro sumiu desembestado quebrando cipó no eito da floresta, e nunca que quis maiores aproximações com o leão e sua fome de carne de macaco.


Por: Emerson Monteiro
Membro do Blog do Crato há 8 anos.

Pra lá o inverno já tá pegado? - Por Antonio Morais


Um casal suíço, de ferias e passagem pelo Brasil, chegando ao Crato demorou uns 20 dias observando e admirando a natureza que só o sopé da Chapada do Araripe oferece.

Casal simpático, gentil, educado fez amizade com o jornalista Antônio Vicelmo. Esteve na Radio Educadora do Cariri dando entrevista no programa de maior audiência: O Jornal do Vicelmo e, determinado dia demonstrou interesse em conhecer a oficina do saudoso Paulo Ferreira, que fabricava as famosas facas da marca Jardim.

Vicelmo conduziu o casal até a oficina e apresentou ao artesão dizendo: Paulo, este casal é da Suíça, está de férias no Brasil e há mais de 20 dias em Crato. Estar aqui para ver como você faz estas facas, inclusive deseja comprar algumas para levar como lembrança de nossa cidade. 

O Paulo soltou o cabo do fole e a marreta que batia o ferro, olhou para o casal e perguntou: O inverno pra lá já tá pegado?

Pois bem, é característica do nordestino se preocupar com a chuva, um bom inverno é sinal de fartura.


Pastor Edir Macedo na lista da Forbes dos homens mais ricos do planeta


Se dinheiro comprasse um lugar no paraíso, certamente, muitos pastores de igrejas evangélicas já teriam o seu lugar garantido. Mas a bíblia, considerada pelos cristãos como "A Palavra de Deus", é bastante clara nesse sentido: "Não podeis amar a Deus e ao Dinheiro" e descreve inclusive, através da parábola do jovem rico, o que o apêgo às coisas materiais representa para os cristãos. Entretanto, a nossa realidade é outra. Vemos pessoas ligadas à algumas igrejas com os bolsos cada vez mais gordos do vil metal. Na reportagem seguinte, da Reuters e publicada no Yahoo, o ranking atual da Forbes, uma das mais prestigiadas revistas sobre o capital do mundo, mostra o pastor da Igreja Universal Edir Macedo como entre os homens religiosos mais ricos do planeta, embora num tímido lugar em relação aos primeiros colocados. De qualquer forma, o que se pode deduzir à partir disso ? A ver por outros casos semelhantes, em que esses sacerdotes são inclusive proprietários canais e redes de televisão, no mínimo uma conclusão o leitor pode tirar: "Fundar uma Igreja e arrebanhar o dinheiro dos fiéis parece ainda ser um dos negócios mais lucrativos da atualidade". Edir Macedo que o diga!

Dihelson Mendonça

Eike despenca de 7º para 100º lugar em lista da Forbes
Eike Batista NOVA YORK, 4 Mar (Reuters) - Eike Batista caiu da 7ª para a 100ª posição na nova edição da lista de bilionários da revista Forbes, que continua tendo o mexicano Carlos Slim como o homem mais rico do mundo. O brasileiro perdeu 19,4 bilhões de dólares --maior prejuízo do ano--, por causa da desvalorização das ações das suas empresas de mineração, energia, e construção naval. A fortuna de Eike foi estimada pela Forbes em 10,6 bilhões de dólares. Jorge Paulo LemannO melhor colocado na lista entre os brasileiro é o financista Jorge Paulo Lemann, em 33º lugar, com uma fortuna de 17,8 bilhões de dólares. Entre os investimentos de Lemann estão a empresa alimentícia Heinz, a rede de fast-food Burger King e a Anheuser-Busch InBev, maior cervejaria do mundo. O banqueiro Joseph Safra é o 2º colocado entre os brasileiros, com 15,9 bilhões de dólares, em 46º na lista global.

Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, entrou pela primeira vez na lista da Forbes, com uma fortuna estimada em 1,1 bilhão de dólares. Macedo foi descrito pela revista como "um dos líderes religiosos mais ricos do mundo".

Em 1107º, aparece o apresentador Silvio Santos, com uma fortuna estimada em US$ 1,3 bilhões. A revista apurou a quantia após analisar os números das mais de 30 empresas que juntas formam o grupo criado por Silvio Santos. O conglomerado gera receitas anuais superiores a R$ 4 bilhões, onde se destacam a Jequiti Cosméticos, a Liderança Capitalização (Tele Sena) e a emissora SBT, principalmente.  Silvio Santos

No total, o Brasil aparece na lista com 46 bilionários.

Quando a lista foi montada, em 14 de fevereiro, o mexicano Slim tinha uma fortuna estimada em 73 bilhões de dólares. Mas, depois disso, as ações da sua empresa América Móvil caíram fortemente. Em segundo lugar na lista aparece o norte-americano Bill Gates, cofundador da Microsoft, com 67 bilhões de dólares. A grande novidade nas primeiras posições é o espanhol Amancio Ortega, cofundador do grupo Inditex, do setor de vestuário. Com um patrimônio estimado em 57 bilhões de dólares, ele superou o norte-americano Warren Buffett e o francês Bernard Arnault, para assumir a terceira colocação.
A fortuna de Ortega cresceu 19,5 bilhões de dólares em relação à lista anterior -- maior salto entre os bilionários do mundo, segundo a Forbes. Buffett, presidente e executivo-chefe do conglomerado Berkshire Hathaway, ficou com a quarta colocação, com um patrimônio de 53,5 bilhões de dólares. É a primeira vez desde 2000 que ele não aparece entre os três mais ricos do mundo. "Warren teve um ótimo ano, só que Amancio Ortega teve um ano melhor", disse Randall Lane, editor da Forbes. "Ele tem uma das linhas dominantes de vestuário na Europa." Arnault, do grupo de marcas de luxo LVMH, caiu para a décima posição, com 29 bilhões de dólares. Lane comentou também que a liderança de Slim, ampliada neste ano, "é uma declaração de que a riqueza é realmente global, e não um monopólio americano, como às vezes pareceu durante décadas".

O mexicano, de 73 anos, fez grande parte da sua fortuna no setor de telecomunicações, mas também atua nos setores de varejo, matérias-primas, finanças e energia. Com a subida das bolsas nos EUA, em parte graças aos estímulos monetários do Fed (banco central norte-americano), e com um fortalecimento das marcas de varejo, muitas fortunas que já estavam na lista cresceram, e outras chegaram à marca do bilhão. A lista da Forbes, em sua 27ª edição, é a maior que já houve, com 210 novos bilionários.

"É um ano muito bom para ser bilionário, e um ano muito mais fácil para ser bilionário. Você tem essas forças econômicas e os mercados globais crescendo, e isso está empurrando mais gente para cima do limite", explicou Lane. O patrimônio total dos 1.426 bilionários do mundo, segundo a Forbes, chega a 5,4 trilhões de dólares. Na lista anterior, era de 4,6 trilhões. A francesa Liliane Bettencourt, do império de cosméticos L'Oreal, é a mulher mais rica do mundo, ocupando o 9º lugar na lista com 30 bilhões de dólares. 

O bilionário mais jovem do mundo é o empreendedor da internet Dustin Moskovitz, de 28 anos. O ex-colega de quarto do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, e um dos primeiros investidores da rede social, ficou na posição 353, com fortuna de 3,8 bilhões de dólares. (Para a lista completa, acesse www.forbes.com/billionaires)

(Reportagem adicional de Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)
Reuters - Yahoo


Reivindicações dos Servidores Municipais do Crato


Paralisação nesta sexta-feira, dia 22 de Março.

SINDSMCRATO realiza grande assembleia geral para a Campanha Salarial 2013

Os servidores municipais do Crato lotaram o auditório da Rádio Educadora ontem dia 13 de março de 2013. para analisarem a proposta da Prefeitura Municipal do Crato, quanto a questão do reajuste salarial 2013, condições de trabalho e definição da carga horária dos servidores, bem como eleger os servidores que faram parte do conselho da PREVICRATO. A assembleia contou com a presença dos vereadores Amadeu de Freitas - PT, Bebeto  - PTN e Guer - PSDB, que foram mostra apoio aos servidores públicos municipais do Crato.

Na abertura do evento o presidente do sindicato Junior Matos falou que a proposta do sindicato foi feita com base na valorização dos níveis para os professores e que um aumento linear iria devassar o salários dos docentes bem como para os demais servidores que ganham acima do minimo. Veja proposta (http://sindsmcrato.blogspot.com.br/p/campanha-salarial-2013.html).
 
A proposta da prefeitura foi a seguinte:

Professores................................................ aumento linear de 7,97%
Servidores acima do mínimo......................  aumento linear de 6%
retroativo a janeiro de 2013


O presidente colocou a proposta em votação e todos os servidores presente rejeitaram e deliberam que a prefeitura municipal tem até sábado para formular uma nova proposta, quando os servidores iram realizar uma nova assembleia dia 16/03/2013 ás 9 horas no auditório da rádio educadora onde encaminharam os próximos passos caso não obtenha uma nova contraproposta.

Alguns pontos discutidos na assembleia

* Reajuste Salarial: para os professores o sindicato requer um aumento diferenciado para os níveis onde valorize os professores graduados, pós graduados, mestres e doutores. Aos servidores queremos uma correção salarial além da inflação que possa amenizar a defasagem salarial.

* Carga Horária do Magistério : A Secretaria de Educação não deixou claro a questão de quando vai começar a redução da carga horária de 1/3 conforme a lei do piso salarial do magistério.

* Entendendo a Carga Horária dos Servidores: O Plano de Cargos e Carreira dos Servidores,  lei 2.061/2001 no art. 9º - contemplava a carga horária do servidor público municipal é de 30 horas semanais.
No dia 27 de fevereiro de 2003 foi aprovada a lei 2.136 que alterada este artigo do PCCS e coloca a carga horária do servidor para 40 horas.

* Prefeitura: No ponto de vista da Procuradoria Geral da Prefeitura os servidores que fizeram o concurso público de 2002 e que assumiram até o dia 26 de fevereiro de 2003 este tem o direito de 30 horas. Aos que assumiram  posterior a esta data terão que cumpri a carga de 40 horas semanais. Os servidores beneficiados pela constituição também terão que cumprir a carga horária de 40 horas pois no entendimento da procuradoria a constituição diz que carga horária é de 40 horas. Ainda está em aberto a questão dos servidores de 1994 que não foi definida qual a carga horária.     

* Sindicato: A posição do sindicato é que  todos os servidores deverão cumprir uma única carga horária  pois segundo o edital de convocação a carga horária seria de acordo com a legislação vigente e quando foi lançando o edital a legislação vigente era de 30 horas em abril de 2002. inclusive os servidores de 1994 que compõe direito adquirido.

* Condições de Trabalho

Como já foi dito varias vezes a campanha salarial não é só salário, um ponto muito importante é as condições de trabalho por isso o sindicato junto da prefeitura irão oficializar a questão da criação da comissão permanente de negociação para que possamos avançar quanto as questões da insalubridade, periculosidade, adicional noturno, fardamento, equipamento de segurança entre outros pontos.

NÃO ABRIREMOS MÃO DE NOSSOS DIREITOS

Por: Junior Matos

STF intima Feliciano para prestar depoimento sobre ação por estelionato


FelicianoO ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski enviou nesta quarta-feira (10) uma intimação para que o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) preste depoimento sobre a ação penal na qual é acusado de estelionato.
O deputado é acusado de ter recebido R$ 13,3 mil para realizar dois cultos religiosos no Rio Grande do Sul ao quais não teria comparecido.
Envolvido em uma série de polêmicas, Feliciano é criticado por entidades ligadas aos direitos humanos por acusações supostamente racistas e homofóbicas, mas ele afirma ter sido mal interpretado. Ele ganhou notoriedade ao ser indicado para presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara. O deputado é pressionado a deixar o cargo.
O interrogatório será no dia 5 de abril. Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Sul, em 2008, Feliciano e um assessor firmaram um contrato para os shows religiosos, forneceram uma conta para o depósito da produtora, mas não compareceram.
Um dia antes do show, o deputado enviou um e-mail confirmando sua presença, mas a investigação comprovou que ele já tinha outros compromissos agendados.
"A vítima sofreu uma verdadeira espoliação em seu patrimônio, haja vista que os denunciados agendaram outros compromissos sem dar satisfação a ela, sabendo de antemão que não cumpririam com o que foi compactuado", afirmou a promotora Ivana Battaglin.
A produtora do evento alega ter tido um prejuízo de R$ 100 mil com a ausência do deputado. Feliciano seria a atração principal dos eventos. Houve ainda gastos com passagens, transportes e divulgação.
Folhapress

Ciro Saraiva lança livro “Antes dos Coronéis”


Ciroasaraiva-300x200A campanha que elegeu o governador Paulo Sarasate (1947-1951) foi “memorável”. Ele disputava o pleito com Armando Falcão, quando sequer existia televisão. Toda campanha, na Capital, foi feita por meio de alto-falantes, distribuídos pelas praças. Torcidas dos dois candidatos faziam mobilizações no antigo Abrigo Central (uma espécie de mercado, que era ponto de referência na Praça do Ferreira).
“Foi uma campanha memorável, feita de modo muito precário. Naquele tempo não havia televisão, então o instrumento de comunicação era o alto-falante. Era bem provinciana Fortaleza”, descreve o jornalista e escritor cearense J. Ciro Saraiva, que narra esta e outras histórias no livro Antes dos Coronéis, que será lançado hoje, às 19 horas, na Assembleia Legislativa do Ceará, no Plenário 13 de Maio. O livro é o segundo de uma trilogia que narra a história política do Ceará.
Como explica Saraiva, o livro trata de quatro governadores que antecederam os coronéis cearenses: Faustino de Albuquerque, Raul Barbosa, Paulo Sarasate e Parsifal Barroso, que ele chama de “coronéis de anel”, já que todos eram formados em Direito. “A postura deles, o desenvolvimento da política deles era do mesmo modo desenvolvido pelos verdadeiros coronéis”. O primeiro livro, No tempo dos coronéis, foi lançado em 2011. O último será escrito ainda em 2014, quando se encerra o Governo Cid Gomes (PSB). “É quando acho que vai ser concluído o novo ciclo da política cearense. Quando Cid terminar seu governo, acho que terminará esse ciclo que sucedeu aos coronéis”, afirma.
Pesquisa
Para escrever os livros, Saraiva explica que foram 20 anos de preparação. Além de ter trabalhado em algumas das gestões – como nos governos de Manoel de Castro e Gonzaga Mota, assim como na campanha de Tasso Jereissati -, ele vem guardando documentos, recortes de jornais e livros sobre a época. Na noite de lançamento, o livro será vendido por preço especial, a R$ 40. Em seguida, os livros serão distribuídos para as livrarias de Fortaleza, onde serão vendidos por R$ 50.
O POVO

UFRJ anuncia descoberta do maior réptil pré-histórico voador da América do Sul


Fossilvoador
Tropeognathus cf. mesembrinus no Museu Nacional da UFRJ, o mais importante réptil encontrado no Brasil, na Chapada do Araripe Ana Branco / Agência O Globo

Encontrado no Nordeste do Brasil, o pterossauro media 8,2 metros de uma asa à outra e pesava 60 kg
Tropeognathus cf. mesembrinus no Museu Nacional da UFRJ, o mais importante réptil encontrado no Brasil, na Chapada do Araripe Ana Branco / Agência O Globo
RIO - A região semiárida que concentra as divisas de Piauí, Ceará e Pernambuco já foi terra de répteis voadores gigantes, capazes de atingir mais de 8 metros quando abriam as asas. Era uma época, há 110 milhões de anos, em que o atual sertão ficava bem mais perto do mar, e os animais em questão, os pterossauros, eram grandes predadores de peixes de lagos de água salgada onde hoje é a Chapada do Araripe. Nesta quarta-feira, cientistas brasileiros anunciaram no Rio a descoberta do maior fóssil de pterossauro já catalogado na região e no Hemisfério Sul, tornando-se o terceiro do mundo na lista dos gigantes voadores.
Fóssil estava bem preservado
A descoberta reforça a fama da Chapada do Araripe como um dos grandes sítios de pesquisa paleontológica do mundo. Identificado como um réptil pré-histórico da espécie Tropeognathus cf. mesembrinus, o fóssil foi encontrado em condições bastante especiais. Preservado em um leito de rocha calcária, o pterossauro teve 60% dos ossos encontrados, número considerado alto. O pesquisador Alexander Kellner explica que a descoberta quebra o entendimento de que os grandes répteis voadores da região eram alguns milhões de anos mais recentes.
— Pensava-se que os répteis voadores gigantes existiram apenas a partir de 72 milhões de anos atrás, mas a descoberta prova que os grandes pterossauros eram mais antigos e mais comuns do que se imaginava para a Chapada do Araripe — disse Kellner.
Além do exemplar maior, que tinha 8,2 metros de envergadura e com peso estimado de 60 quilos quando atacava peixes, os pesquisadores encontraram no mesmo campo de estudos — chamado de Formação Romualdo — outros dois pterossauros. De um foi achado apenas um fragmento do osso do braço, e o terceiro era considerado um jovem quando morreu, pois tinha metade do tamanho e formação óssea diferente.
Há 110 milhões de anos, a Terra vivia a Era Cretácea, a última da existência dos dinossauros. Os continentes eram uma massa compacta que começava a se separar. Na época do pterossauro nordestino, essa massa terrestre compacta era dividida entre a Gondwana — terra que se fragmentou na Antártica, Oceania, América do Sul, Índia e África — e a Laurásia. Com a descoberta anunciada ontem, o pterossauro torna-se o maior já encontrado na Gondwana. Apenas um réptil voador romeno e outro americano, que tinham entre 10 e 11 metros de envergadura, são maiores.
Kellner compara o comportamento do Tropeognathus cf. mesembrinus com o de um albatroz, ave terrestre que vive no Atlântico Sul e tem até 3,5 metros de envergadura. Ele estima que o pterossauro da Chapada do Araripe tinha hábitos diurnos como dos albatrozes, eram pescadores e voavam grandes distâncias. Além disso, a espécie pré-histórica tinha crista acima tanto na parte anterior do crânio quanto da mandíbula, o que ajudava a quebrar a resistência da água na hora do bote. O grupo de pterossauros com cristas tem registro de fósseis em várias partes, como Inglaterra, EUA e China, mas é no Brasil onde foi mais catalogado.
A ossada do pterossauro estará em exposição a partir de sexta-feira no Museu Nacional, em São Cristóvão. Os pesquisadores explicam que a espécie identificada não é inédita, mas trata-se do maior exemplar encontrado. O primeiro fóssil deste pterossauro foi achado em 1987.
O trabalho dos brasileiros foi publicado nesta semana pela Academia Brasileira de Ciências. Cientistas do Museu Nacional, da Universidade Regional do Cariri, do Ceará, e do Museu de Ciências da Terra participaram da pesquisa, cuja regularidade deu ao Rio prestígio o suficiente para sediar, em maio, um encontro internacional sobre o estudo dos répteis alados pré-históricos.

Ayn Rand - Fugitiva Judia - 1920.


“Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada”. 
Ayn Rand - 1920

Como destruir a Petrobrás - Receita do PT - Por: Prof. Augusto Monteiro


Ao usar a Petrobras para tentar resolver os problemas do país, o governo está asfixiando a maior empresa brasileira. Hoje, ela é a pior entre as grandes companhias de petróleo do mundo. A descoberta do potencial do petróleo escondido na camada do pré-sal, em 2006, foi comemorada como algo que levaria a Petrobras a outro patamar. Mas, talvez de maneira coerente com nossa história, o país aproveitou essa oportunidade para dar à Petrobras outras missões. Não bastava a já dificílima tarefa de tornar o pré-sal viável. Nos últimos anos, o governo usou a empresa para segurar a inflação, criar uma indústria nacional do petróleo, fazer política externa à custa de seu caixa, gerar empregos.
Tudo somado, tem-se a receita para o desastre atual: a Petrobras, sete anos após a descoberta do pré-sal, é hoje a pior entre as grandes petroleiras do mundo. Em sua tentativa de usar a Petrobras para resolver os problemas do país, o governo está asfixiando a maior empresa do Brasil. No dia 4 de fevereiro, a Petrobras anunciou seu pior resultado em oito anos. O lucro da empresa caiu 36% entre 2011 e 2012. Os custos de operação dobraram em seis anos. A produção de petróleo caiu. E, pior, a companhia deu aos investidores um sinal de que está com problemas de caixa — em outras palavras, de que o dinheiro está acabando. Os acionistas foram informados de que o pagamento de dividendos aos detentores de ações ordinárias (com direito a voto) seria reduzido à metade. O objetivo é economizar 3,5 bilhões de reais. “Foi uma decisão para manter o caixa da companhia”, afirmou Maria das Graças Foster, presidente da empresa. As ações da Petrobras chegaram ao menor patamar desde 2005. E Graça Foster, com a franqueza habitual, avisou que no primeiro semestre de 2013 as coisas piorariam ainda mais. São números ruins, como o desempenho das ações atesta. Mas apenas uma comparação internacional é capaz de dar a real dimensão da crise em que a Petrobras se enfiou — ou, mais precisamente, foi enfiada.
Das dez maiores empresas de petróleo do mundo, a estatal brasileira é a pior nos quesitos fundamentais. Sua rentabilidade em 2012 foi um terço da média de suas principais concorrentes — e a previsão é que o desempenho seja o pior também neste ano.
Prof. Augusto Monteiro
gravura: blog vindodospampas




Crato - Trabalho de inspeção de agentes da Vigilância intensificado, em virtude da Semana Santa


As inspeções a estabelecimentos comerciais como supermercados e mercado municipal, continuam sendo realizadas de forma intensificada, pela Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde do Crato. Até o próximo dia 27, serão realizadas vistorias orientadas pelos técnicos, com distribuição de kits sanitários, além de informações sobre higiene e limpeza adequada doa alimentos.

O coordenador da Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde do Crato, Diones Gomes, ressalta que essas ações possibilitam orientar a comunidade em relação aos cuidados adequados com o manuseio dos alimentos, sobretudo pescados por conta do período As orientação serão feitas por profissionais habilitados em tecnologia de alimentos.

O coordenador Diones acrescenta que a Vigilância Sanitária do Crato fará inspeções mais criteriosas, e alerta a todos que o setor está acessível a responder dúvidas dos comerciantes e da população. “Faremos um trabalho de parceria. O que a Secretaria de Saúde deseja é que os comerciantes possam trabalhar dentro das normas e sem problemas em relação à higienização e segurança dos alimentos ”, completa.

Fonte: PMC


Passa de 3,5 milhões número de contribuintes que fizeram declaração do IR


Brasília – O número de contribuintes que enviaram a declaração do Imposto de Renda passou de 3,5 milhões. Até as 16h de hoje (20), a Receita Federal tinha recebido 3.507.379 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física, contra 3.013.324 enviadas até o mesmo horário de segunda-feira (18). Somente nas últimas 48 horas, 494 mil pessoas físicas acertaram as contas com o Fisco. O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h 59min 59s de 30 de abril.

Neste ano, o Fisco espera receber mais de 26 milhões de declarações, ante 25.244.122 do ano passado. O programa gerador está disponível na página da Receita Federal desde 25 de fevereiro. Para transmitir a declaração, é preciso instalar também o Receitanet, disponível no mesmo endereço.

A Receita publicou um passo a passo na internet com os procedimentos para a entrega da declaração. Está disponível ainda um manual com perguntas e respostas sobre o preenchimento do documento. O contribuinte também conta com uma animação sobre a instalação do programa.

Além da internet, a declaração poderá ser encaminhada em disquetes de computador nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, durante o horário de funcionamento das agências. Quem entregar depois do prazo pagará multa de R$ 165,74 ou de 20% sobre o imposto devido, prevalecendo o maior valor.

As regras para a entrega da declaração estão na Instrução Normativa 1.333, publicada no Diário Oficial da União em 19 de fevereiro. Estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam em 2012 rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 24.556,65, além dos que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, com total acima de R$ 40 mil.

A apresentação da declaração é obrigatória para quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, fez operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas ou obteve receita bruta com a atividade rural superior a R$ 122.783,25. Quem tinha, até 31 de dezembro de 2012, posse de bens ou propriedades, inclusive terra nua, com valor superior a R$ 300 mil, também está obrigado a declarar.

O valor limite para dedução com gastos com instrução é R$ 3.091,35, informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. Por dependente, o contribuinte pode abater R$ 1.974,72. No caso das deduções permitidas com a contribuição previdenciária dos empregados domésticos, o valor do abatimento pode chegar a R$ 985,96. Não há limites para os gastos com despesas médicas.

O contribuinte poderá optar pelo desconto simplificado, que é calculado aplicando-se 20% sobre os rendimentos tributáveis. Nesse caso, não é necessária comprovação e o desconto está limitado a R$ 14.542,60. “Se o contribuinte tiver deduções, como despesas médicas e gastos com instrução que, somadas, fiquem acima desse limite, a sugestão é que se faça a opção pela declaração completa”, diz Adir.


Wellton Máximo*
Repórter da Agência Brasil

Cade condena Ecad e associações de defesa dos direitos autorais por formação de cartel


Brasília – Por 4 votos a 2, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) condenou hoje (20) o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) e seis associações de defesa dos direitos autorais por formação de cartel e fechamento de mercado. As entidades foram multadas em R$ 38 milhões pelas práticas.

O Ecad terá de pagar cerca de R$ 6,4 milhões por cartelização e abuso de poder. Cada associação foi multada em R$ 5,3 milhões por formação de cartel. O processo foi instaurado em 2010 a pedido da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA).

Na avaliação dos conselheiros, o Ecad e as associações não apenas fixam valores altos para a execução de obras artísticas como impedem a filiação de novas associações representativas. De acordo com o conselheiro Elvino de Carvalho Mendonça, relator do caso, a Lei de Direito Autoral permite ao Ecad controlar a arrecadação e a distribuição dos direitos autorais, mas não autoriza o tabelamento abusivo de preços.

No voto, o conselheiro destacou que a livre negociação de preços seria mais eficiente em termos econômicos, permitindo a cobrança de taxas mais acessíveis aos usuários e dificultando abusos de poder de mercado. As tabelas de valores cobrados por tipo de usuário e os critérios de cálculo de direitos autorais, disponíveis na página do Ecad na internet, foram usadas como provas do acordo de fixação de preços.

De acordo com o conselho, o estatuto do Ecad também serviu de base para a condenação, porque a entidade prevê percentuais mínimos de número de filiados e de titularidade de bens intelectuais para a filiação de novas associações representativas.

Edição: Fábio Massalli
Agência Brasil



O Estado Brasileiro garante não só a liberdade de culto, como também o livre pensamento e a liberdade de expressão


Até que enfim, uma voz dissonante de uma grande jornalista, mostrando que toda moeda tem dois lados. Rachel comenta:

"Um homem não pode ser condenado por suas crenças, nem discriminado por causa delas. É garantia constitucional. Como muitos gostam de enfatizar, o Estado brasileiro é laico, e garante não só a liberdade de culto, como também o livre pensamento e a liberdade de expressão.

Só temos esses direitos graças à democracia, onde as decisões são tomadas através do voto, não do grito, nem da intolerância.Gostem ou não, Marco Feliciano foi eleito democraticamente. E por mais polêmicas que sejam suas opiniões pessoais, não se pode confundir o pastor com o parlamentar. Aliás, para ser parlamentar é preciso respeitar o voto e aceitar seus resultados, que nem sempre agradam a todos. Quem não estiver preparado para a democracia que renuncie a ela."

Rachel



Sociedade começa a discutir Política Nacional de Resíduos Sólidos


Brasília – Moradores dos mais de 5 mil municípios do país e representantes do governo e da iniciativa privada começam a discutir, a partir de hoje (20), quais as principais medidas, dificuldades e demandas para a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) no Brasil. As propostas devem ser concluídas até agosto deste ano quando serão discutidas pelos governos estaduais.

A PNRS foi criada em 2010, prevendo medidas de consumo sustentável, redução dos impactos ambientais e geração de emprego e renda, com foco, principalmente, nas associações de catadores de materiais recicláveis. Desde então, algumas medidas já estão em prática. Entre elas, a da logística reversa, ou seja, a devolução e tratamento ambientalmente adequado de resíduos de alguns setores produtivos, como a de embalagens de agrotóxicos, de pilhas e baterias e de pneus e óleos lubrificantes.

“A política de resíduos sólidos é uma das políticas mais revolucionárias se pensarmos que temos mais de 80% das pessoas nas cidades. Se olharmos o arcabouço da PNRS, temos atribuições muito claras para o poder publico e para o setor privado, mas para o terceiro pilar, que é a sociedade civil, os consumidores, não temos mecanismos de engajamento a não ser o de falar genericamente sobre educação ambiental”, explicou Samira Crespo, secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente.

Segundo Samira, a 4ª Conferência Nacional do Meio Ambiente, que reúne todos os debates anualmente, vai tratar da implementação da legislação com foco, principalmente, no debate sobre a produção e o consumo sustentável. O tema ganhou destaque durante a Rio+20 e a adesão de todos os países que se comprometeram em investir na conscientização da população global. “Não podemos obrigar o cidadão a descartar corretamente seu lixo. [A conferência] é uma oportunidade para trabalhar o engajamento dos consumidores para exercer seu papel e uma oportunidade para conhecer experiências e soluções sustentáveis de implementação da política”, disse Samira.

De acordo com a política que trata da gestão desses resíduos, todos os setores das cidades, estados e do país têm responsabilidades. A norma estabelece, por exemplo, que, até o próximo ano, as administrações municipais e estaduais terão que eliminar seus lixões.

“Temos, por exemplo, um grande desafio em Brasília. Temos que acabar com o lixão. É inaceitável que a capital federal tenha um lixão. Isso é um compromisso do governo federal. Temos que aproveitar as oportunidades de investimentos dos grandes eventos [Copa do Mundo e Jogos Olímpicos]. A marca de cidade sustentável passa pela inclusão política dos catadores, da reciclagem, da logística reversa e da erradicação do lixão”, disse a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, durante a abertura do evento que ocorrerá  paralelamente nos municípios brasileiros.

Em outubro todas as contribuições da 4ª Conferência Nacional de Meio Ambiente serão consolidadas em um encontro nacional. A proposta do governo com a iniciativa, que, pela primeira vez vai abrir espaço para que organizações da sociedade civil também apresentem sugestões em uma página na internet (www.conferenciameioambiente.gov.br), é criar as condições necessárias para que a lei saia definitivamente do papel.

Edição: Fábio Massalli
Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil



Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30