xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/03/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 março 2013

Notícias e reflexões para o final de semana (Armando Rafael)

A força da Diocese de Crato

Só lembrando

Qual a instituição mais expressiva e  respeitada na região do Cariri? Podem responder, sem medo de errar: a Igreja Católica. Qual a maior liderança do Cariri? Dentre as opções, podem cravar: Dom Fernando Panico, o bispo diocesano do sul do Ceará. Basta lembrar que os prefeitos mudam a cada quatro anos e muitos sofrem forte oposição nos seus próprios municípios. No entanto, só o Papa tem autoridade para remover um bispo. E o bispo de Crato goza da admiração e respeito da expressiva maioria dos católicos caririenses, sendo recebido carinhosamente por todos, em qualquer lugar que chegue.

Um mito a ser desfeito
 
É bom lembrar que de acordo com o Código de Direito Canônico, toda diocese é autônoma, ou seja, não recebe interferência de nenhuma outra diocese.  Alguém que desconhece este assunto poderá perguntar: e a Arquidiocese não tem autoridade, nem injunção nas demais dioceses que formam a província eclesiástica? De jeito nenhum.  O Código de Direito Canônico nos apresenta Arquidiocese apenas como uma diocese que centraliza os organismos e agrupamento das ações coletivas das demais dioceses que compõem uma província eclesiástica. Só isso. Na prática o arcebispo é uma espécie de líder - por ocupar uma diocese da maior cidade -  que reúne, eventualmente,  os demais bispos para adotarem decisões coletivas. O Arcebispo não tem nenhuma autoridade sobre os governos e ações internas das demais dioceses.

                                                                                       

A força dos números

A Diocese de Crato tem mais de 1 milhão de habitantes, espalhados em 54 paróquias, distribuídas em 32 municípios – com um percentual expressivo de católicos, algo em torno de 90% da população. Já em Crato, a instituição “Diocese” continua a ser a  grande força propulsora do progresso desta cidade. Isso é reconhecido por todas as pessoas que são fiéis à verdade.

Multidão assiste à Missa do Dia 20 de cada mês, em memória do Pe. Cícero


Uma força que se espalha

Existem na Diocese de Crato cerca de duas mil Comunidades Eclesiais de Base (mais conhecidas por CEBs). Todas contam com atuação pastoral das lideranças locais com visitas regulares de sacerdotes em suas paróquias. Não foi à toa que esta diocese foi escolhida para sediar – no próximo mês de janeiro de 2014 – o 13º Encontro Nacional das CEBs no Brasil. Estão presentes na Diocese de Crato cerca de 120 sacerdotes,  diversas congregações religiosas importantes (como a dos capuchinhos, beneditinas, salesianos¬ além de outras comunidades masculinas e femininas, espalhadas nos  diversos municípios do Cariri.

Outro legado presente nos dias de hoje

    Acima, Procissão das Candeias, em Juazeiro do Norte


Em Crato, a Fundação Padre Ibiapina – instituição da Diocese – possui uma emissora de rádio, uma faculdade, três colégios de ensino médio, e ministra cursos de capacitação, para a população carente,   nos 32 municípios, onde existem mais de 100 distritos, alguns em processo para serem elevados à condição de cidade (Por exemplo: Amaro (Assaré), Ponta da Serra (Crato), Jamacaru (Misasão Velha), Iara (Barro), Ingazeira (Aurora), Palestina (Mauriti), dentre outros).

 Além do mais    

Desde os seus primórdios a Diocese de Crato tem apresentado um pioneirismo na área de educação, entendido como espaço importante para a sua atuação evangelizadora. Seguindo o caminho de figuras inspiradoras, dentre elas o Pe. Ibiapina e os primeiros bispos da Diocese, a Igreja desenvolveu várias ações que mudaram o rosto da região do Cariri, com ressonância em todo o centro do Nordeste.
 (Na foto ao lado direito, romaria para a jovem-mártir Benigna, em Santana do Cariri)

Tradição Sesquicentenária

Na foto abaixo, Bento XVI recebe Dom Fernando Panico

   Um marco inicial dessa ação foi a criação – pelo Pe. Ibiapina – da Casa de Caridade, em 1868, cuja finalidade consistia na obra de assistência e promoção, principalmente para moças pobres e órfãs. Paralelo a esse trabalho da Casa de Caridade, surgia em 1875 o Seminário São José, que implantou o ensino superior na região do Cariri e em todo o interior do Ceará. O Seminário São José ainda hoje é referência no ensino religioso do Nordeste, porquanto forma sacerdotes para 5 dioceses: Crato, Iguatu, Cajazeiras (na Paraíba) Petrolina e Salgueiro (em Pernambuco).
Outro legado histórico

   A introdução do Ensino Médio no Cariri também foi iniciativa da Diocese de Crato quando criou, em 1923, o Colégio Santa Tereza de Jesus. Seguiu-se a criação, em 1927, do Colégio Diocesano, e, depois dele, do Patronato Pe. Ibiapina em 1947. Por sua vez o Colégio Madre Ana Couto foi criado em 1958, e o Colégio Pequeno Príncipe, em 1969.    Também foi iniciativa da Diocese de Crato a criação, em 1960, da primeira faculdade do interior do Ceará, a Faculdade de Filosofia do Crato que depois foi transformada – pelo Governo do Ceará – na Universidade Regional do Cariri.

Aí, em resumo-síntese, a influência da Diocese de Crato na região do Cariri...

Outras notícias

Um governo perplexo

Já por conta da pré-campanha eleitoral e visando à sua reeleição, mas informada do retorno da inflação,  a presidente Dilma Rousseff fez nesta sexta-feira, 8, mais um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão. Dicção ruim à parte, dona Dilma anunciou a  isenção de impostos federais sobre os produtos que compõem a cesta básica. Tenta segurar a inflação. Segundo ela, o governo federal vai abrir mão de R$ 5,5 bilhões em receitas em 2013, com esta isenção. Se vai surtir efeito, só Deus sabe...

Assim é, se lhe parece

Tudo vai bem. Tudo está sob controle. Quem disse isso foi a “gerentona”. No entanto, dona Dilma decidiu chamar – ao Palácio do Planalto – lideranças empresariais para conhecer suas expectativas, ouvir suas queixas e exortá-los a um esforço maior para aumentar a produção.

Quem está com a razão?

Disse dona Dilma: "Quando há um espirro no exterior, o Brasil não pega pneumonia". Disse o ministro da Fazenda: "Tivemos um “pibinho” por causa da crise no exterior". Um dos dois está falando a verdade...

Onde há fumaça...

A nota abaixo foi publicada na coluna de Cláudio Humberto, de sábado, dia 9. A conferir.

Dilma retorna e escapa da ópera-bufa de Chávez


A presidenta Dilma fez bem em apressar a viagem de volta do funeral, na verdade o “não-enterro” do ex-presidente fanfarrão Hugo Chávez, que será embalsamado para visitação eterna em Caracas. Além da longa cerimônia, o corpo no caixão pelas ruas da capital não seria dele, segundo o respeitado jornal espanhol ABC: o corpo veio de Cuba, onde ele teria falecido, e foi escondido na Academia Militar, onde “morreu”.
Fontes militares da Venezuela, sob anonimato, revelaram ainda que o corpo do ex-presidente não suportaria sete horas sob o calor nas ruas. Dilma e outras autoridades internacionais viram o rosto do verdadeiro Chávez no caixão: completamente calvo e um pouco inchado”.


                                                                                                                

O Crato é Terra de Quem ? - Por: Wilson Rodrigues


O Brasil de Pelé e Ronaldinho. O Ceará de Adauto Bezerra e Tasso Jereissati. O Juazeiro do Padre Cícero e a Barbalha terra dos canaviais. E o Crato? Terra de quem? Quais os elementos descritivos e essenciais podemos ligá-los a uma cidade que já foi cabeça de comarca, sede do primeiro ensino superior do Nordeste, berço da Igreja Católica nordestina, onde se ouviu o primeiro grito pela independência do Brasil, dentre outros valores. Depois de Pedro Felício, Filemon Teles e Wilson Gonçalves, o Crato perdeu suas referencias e entrou em parafuso, nos restando apenas a Exposição Agropecuária ( EXPOCRATO ), o único evento ainda que, quando se fala nele nos lembramos do Crato. Esta irreparável perca de identidade é como se o Crato não existisse. Faça um teste você mesmo. Quando chegar bem ali em Fortaleza, por exemplo, pergunte a qualquer pessoa onde fica a sede administrativa da primeira diocese do interior cearense ou onde está a Igreja do Seminário São José e ainda a Chapada do Araripe ou simplesmente a Universidade Regional do Cariri? O pior é a gente ver que pouco ou nada está se fazendo para o Crato resgatar suas referencias.

Certo dia um líder político disse numa emissora de radio local que o Crato vive comendo os restos que caem da mesa dos outros e com inveja dos municípios vizinhos que estão se desenvolvendo. Ninguém disse nada, talvez por falta de coragem de dizer ou simplesmente porque este cara tem razão nas suas colocações que ferem, magoam, chocam e deprimem ao cidadão cratense que vota e paga seus impostos. Não queremos pensar que chegamos ao fim de tudo, ou seja, implorar por aquilo que é nosso de direito, quando tudo deveria ser nos ofertado. Até quando vamos continuar a bater palmas nos discursos políticos e encher as urnas de votos? E termos que ouvir de alguns deles comentários assim nojentos, agressivos e maliciosos.

Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


Chaminé e fornos para o conclave são instalados pelos bombeiros do Vaticano


Vaticano – Bombeiros do Vaticano finalizam os preparativos para o conclave. Ao longo do dia de hoje (9), eles instalaram a chaminé no teto da Capela Sistina, por onde será lançada a fumaça que vai indicar se o papa foi escolhido. A fumaça de cor branca é a indicação de que há um papa eleito. Mas se a fumaça tiver cor escura, não há consenso e o papa não foi escolhido, obrigando os cardeais a se reunirem em novas votações até um acordo.

Paralelamente à instalação da chaminé foram levados dois fornos, nos quais as cédulas dos votos  dos 115 cardeais serão queimadas. Após cada votação, há a emissão da fumaça – branca ou escura – para informar ao mundo a decisão. O consenso só é obtido se houver dois terços do total de votos.

Desde o último dia 5, a Capela Sistina está sendo preparada para o conclave. O local foi fechado para visitas públicas. Hoje, por exceção, foi aberto por alguns minutos. Os policiais do Vaticano redobraram os cuidados e passaram a fazer rondas mais frequentes e demoradas nos principais locais. Jornalistas são avisados que só podem transitar em determinadas áreas.

Durante o conclave, que começa no dia 12, os cardeais deverão ficar isolados. Não deverão receber informações externas nem acompanhar os noticiários. Antes de entrar para a assembleia, todos serão cuidadosamente revistados. O Vaticano pretende instalar um sistema para bloquear a comunicação, inclusve para telefones celulares.

Às vésperas do início do conclave aumentam as apostas sobre quem será o papa. A turista alemã Magdalena Krenek, que é católica, disse que o papa será negro e africano. “Tenho a impressão de que o papa será negro e virá da África. O que será bom para todos”, disse ela. Já o italiano Nuncio Sposito disse que não tem um nome em mente, mas garante que será um cardeal da Itália. “Eu gostaria que fosse italiano”.

Edição: Graça Adjuto
Renata Giraldi
Enviada Especial da Agência Brasil/EBC


Brasil terá mais cinco bancos de sangue de cordão umbilical até 2014


Rio de Janeiro – O Brasil vai ganhar até 2014 mais cinco bancos de sangue de cordão umbilical e placentário para integrar a rede brasileira, Brasilcord, criada em 2004, que conta atualmente com 12 bancos públicos desse tipo de sangue. O coordenador da BrasilCord, Luiz Fernando Bouzas, informou que uma unidade será inaugurada em Minas Gerais, em meados deste ano.

“Ainda faltam cidades importantes devido a características genéticas para serem cobertas. E os próximos bancos serão construídos nos próximos dois anos nos estados do Amazonas, Maranhão, da Bahia, de Mato Grosso do Sul. Com esses 17 bancos, esperamos ter a cobertura de todo o território nacional, com uma amostragem da população brasileira armazenada”, disse Bouzas.

O investimento médio em cada banco da expansão da rede foi R$ 3,5 milhões, financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Já existem quatro bancos em São Paulo, devido à densidade populacional, um no Rio, um no Paraná, em Curitiba, no Rio Grande do Sul, Ceará, Pará e em Pernambuco.

Outro benefício dos bancos, segundo Bouzas, é levar desenvolvimento tecnológico, servindo de base para novos centros realizarem transplantes. Os bancos públicos hoje conservam cerca de 17 mil bolsas desse tipo de sangue para atender gratuitamente pacientes à espera de transplante de medula óssea, para quem não tem um doador compatível na família. Cerca de 170 unidades já foram usadas em transplantes, desde 2004. Bouzas disse que a meta do Brasil é chegar ao armazenamento de 75 mil bolsas para garantir uma amostragem genética satisfatória da população, mas que o número atual, somado às doações voluntárias, já garante uma quantidade razoável de transplantes de medula.

“As doações ocorrem de forma organizada, dentro de maternidades conveniadas, onde as pessoas estão treinadas para coletar o melhor material possível”, informou o coordenador da Brasilcord. “O nosso aproveitamento do que é coletado nas maternidades no Brasil fica entre 60% e 70%”.

Atualmente, entre 800 e mil pessoas no Brasil buscam doadores compatíveis para transplante de medula óssea todos os anos. A coleta e o armazenamento de cada unidade custam em torno de R$ 3 mil para o Sistema Único de Saúde (SUS). A importação de unidades de sangue de cordão umbilical, vindas de registros internacionais, fica em torno de R$ 50 mil.

De acordo com Bouzas, que também é diretor do Centro de Transplante de Medula Óssea do Instituto Nacional do Câncer (Inca), atualmente há doadores para cerca de 70% dos pacientes, 50% no Brasil e mais 20% no exterior, por meio de convênios com redes internacionais de bancos de sangue de cordão. Ele explicou que entre 10% e 20% das pessoas que precisam de transplante de medula óssea não têm doador compatível devido às suas características genéticas muito selecionadas. "Nesses casos, deve-se buscar doadores os mais compatíveis possíveis".

O transplante de medula óssea é indicado para pacientes com leucemia, linfoma, anemia grave, anemia congênita, hemoglobinopatia, imunodeficiência congênita, mieloma múltiplo, além de outras doenças do sistema sanguíneo e imune.

Edição: Graça Adjuto
Agência Brasil

Técnicos do Ministério da Aviação Civil virão a Juazeiro na próxima semana


Técnicos da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República e engenheiros do Banco do Brasil virão a Juazeiro do Norte na próxima segunda-feira, dia 11, fazer um levantamento das necessidades do Aeroporto Orlando Bezerra. Esse foi o resultado da audiência do Secretario de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Roberto Celestino, que representou o prefeito Raimundo Macedo, no encontro com o Diretor de Gestão Aeroportuária da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Paulo Henrique Possas. Assessores do Ministério da Aviação Civil igualmente participaram da reunião além de Solimar Wichrowski, assessor especial da presidência da INFRAERO. Celestino fez um histórico da aviação no Cariri, colocou os números e falou sobre a importância fechando sua apresentação sobre as necessidades do aeroporto juazeirense. Ele deixou o encontro satisfeito, principalmente ao ver o diretor da SAC, Paulo Henrique, impressionado com os dados e o crescimento na utilização do aeroporto. De acordo com Roberto Celestino a cobrança de pressa pelo prefeito Raimundão nas obras de melhoria será uma constante. O desejo dele é ver o início da construção do novo terminal de passageiros logo após a Copa do Mundo. A execução das obras de ampliação da Avenida Virgílio Távora na chegada ao aeroporto voltou a ser prometida pelo prefeito para inaugurar em julho deste ano. Naquele mês, a INFRAERO vai inaugurar as novas salas de embarque e desembarque dos Módulos Operacionais deixando o aeroporto em condições de receber 800 mil passageiros/ano. (assecom/pmjn)

Blog do Juaonline - Daniel Walker


Assembleia Legislativa também celebra Dia Internacional da Mulher


No segundo expediente da sessão plenária desta sexta-feira [8], uma solenidade deu continuidade às comemorações do Dia Internacional da Mulher na Assembleia Legislativa.

O presidente da Casa, deputado José Albuquerque [PSB], parabenizou a todas as mulheres e destacou seu importante papel na sociedade. O parlamentar registrou o aumento de mulheres na política e nos executivos municipais. A deputada Patrícia Saboya [PDT], que conduziu a sessão, falou sobre a luta das mulheres e destacou a presidente Dilma Rousseff e as ex-prefeitas, Maria Luíza Fontenele e Luizianne Lins.

“Estamos ocupando nosso espaço na política e essas mulheres que citei mostram a força, a coragem e a capacidade das mulheres”, disse. Mônica Barroso, coordenadora Especial do Conselho de Políticas Públicas para as Mulheres representou o Governador Cid Gomes.

HOMENAGENS A advogada também destacou o crescimento da representação feminina na política, em especial no Parlamento Cearense. Ela Parabenizou também as mulheres em geral que, nas suas diversas atividades, desempenham papel fundamental na consolidação da democracia brasileira. Foram homenageadas com placas comemorativas 32 mulheres.

São elas: as deputadas Patrícia Saboya, Eliane Novais [PSB] e Rachel Marques [PT]; a ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins; a presidente do Habitafor, Eliana Gomes; a presidente do Seeaconce, Maria da Penha; a secretária da Educação do Ceará, Izolda Cela; a secretária da Saúde do Ceará, Socorro Martins; a primeira dama de Fortaleza, Carolina Cunha, e a assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas, Socorro França.

Além dessas, receberam homenagens, também, a ex-primeira dama do município de Pentecoste, Raimunda Nonata da Silva; a professora Maria Estrela Alves Coelho; a dona de casa Maria Mercedes Ferreira Lima; a coordenadora do Movimento Outubro Rosa, Ana Valéria Escolástico Mendonça; a presidente do Lar Amigos de Jesus, irmã Maria da Conceição Dias de Albuquerque; a coordenadora do Observatório de Violência contra a Mulher [Observem], Maria Helena Frota; a desembargadora federal Maria Roseli Mendes Alencar, presidente do Tribunal Regional do Trabalho [TRT-CE]; a desembargadora Maria Iracema de Vale Holanda, vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral [TRE-CE], e a titular da Delegacia de Defesa da Mulher do município de Maracanaú, Cezarina do Vale Cavalcante.

Receberam placas comemorativas, ainda, a vereadora do município de Quixadá, Rosilene Buriti Lima; a fisioterapeuta do Hospital São José, Lea Dantas; e a líder comunitária do Lagamar, Edmeia Eridan Menezes; a juíza titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher - Comarca de Fortaleza, Fátima Maria Rosa Mesquita; a coreógrafa Regina Passos; a diretora da Escola Estadual de Ensino Profissional Lisya Pimentel Gomes Sampaio, Ana Emília Pinheiro; a jornalista Silvana Frota; a militante Antônia Ivoneide Melo Silva; a líder comunitária do bairro Pirambu, Maria Gessimar Brito de Oliveira; e a diretora do Hospital Zumira Sedrim Aguiar do município de Cedro, Tereza Albuquerque.

A Assembleia homenageou também a titular da Delegacia de Defesa da Mulher, Rena Gomes de Moura; a diretora do Instituto de Prevenção do Câncer do Ceará, Tânia Maria Cruz Werton Veras, e a médica pediatra Ana Maria de Cavalcante Silva.

* Com informações da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa ( Via Yuri Guedes )



Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31