xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 28/01/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

28 janeiro 2013

CLASSIFICADOS DO CARIRI - Participe ! - Anúncios Grátis para os membros do grupo - Mais um serviço BLOG DO CRATO há 1 ano no ar


Os CLASSIFICADOS DO CARIRI no Facebook estão literalmente bombando! - Participe do grupo - Compra, venda e Trocas. Anúncios Grátis. Anuncie. Anunciantes do Blog do Crato agora terão seus anúncios linkados automaticamente aos Classificados do Cariri gratuitamente. Anuncie no Blog do Crato. Os Classificados do Cariri já contam com mais de 1.000 membros.

www.classificadosdocariri.com


Canal do Rio Grangeiro - Uma Bomba Chiando na mão dos Cratenses - Por: Wilson Rodrigues


O dia 28 de janeiro de 2013 amanheceu no Crato muito diferente do 28 de janeiro de 2011, data da tragédia do Rio Grangeiro. De lá pra cá, já se gastou quase 10 milhões de reais e os estragos que a natureza fez em duas horas daquela madrugada, não foram recuperados. A obra de restauração continua inacabada e sem oferecer segurança nenhuma a população que continua com medo. 

Quem olha hoje para o canal do rio grangeiro tem a dimensão de como o Crato é desprezado pelas autoridades políticas. Na época da enchente vieram aqui comissões, técnicos, engenheiros, ambientalistas e um batalhão de pessoas apenas para cruzarem os braços as margens do Rio e rir da cara dos cratenses. As medidas anunciadas até hoje não apareceram e o canal está servindo apenas de bandeira de campanha política e continua sendo uma bomba chiando nas mãos dos cratenses que a qualquer momento pode explodir, matando centenas de pessoas. 

A ultima informação sobre o canal veio do prefeito Ronaldo Gomes de Matos de que o governo federal já liberou mais de 400 mil reais para a confecção do projeto definitivo, porem até o momento, nada apareceu por aqui.

Wilson Rodrigues
Jornalista/Radialista
Membro Escritor do Blog do Crato
Foto: Dihelson Mendonça


Notas curtas para esta 2ª feira, dia 28 (postado por Armando Rafael)

Marcha-ré

Em 1988, ano da promulgação da Constituição pelo Congresso Constituinte, 61% dos brasileiros ouvidos em pesquisa de opinião pública do Ibope declararam ter preferência por um partido político. No fim de 2012, 24 anos depois, isso se inverteu: apenas 44% da população brasileira disseram preferir alguma sigla partidária, enquanto 56% declararam que não têm preferência por  nenhum partido político.

Enxugando gelo

Esta manifestação de descrença não é isolada. Quem duvidar poderá compulsar o total de eleitores que decidiram não sufragar nenhum candidato ou partido nas eleições de 2012. Com uma abstenção de 16,41% dos eleitores em todo o País e altos índices de votos nulos e brancos, considerados inválidos, eles somaram mais de 35 milhões de votos não contabilizados no cômputo final.

Xô, políticos!

A pesquisa do Ibope apontando que a maioria dos brasileiros declara-se “apartidários” (leia-se: “decepcionados com os políticos”) merece reflexão. Primeiro, a maior parte dos brasileiros (principalmente no Nordeste) possui baixo nível de politização. Não é atoa que os grotões da miséria e do atraso – no Nordeste – vêm sendo o sustentáculo de seguidos governos reeleitos nos últimos anos. Além do mais, considere-se que os eleitores mais esclarecidos julgam-se órfãos na política. Depois da decepção do PT, não há mais nenhum partido que tenha a confiança do eleitorado.

Tá feia a coisa

Na verdade, ser político hoje no Brasil virou profissão e obsessão pelas benesses do poder. O que esperar – ou com quem contar – se a ideologia por um Brasil melhor (defendida anos atrás) foi pelo ralo, juntamente com a ética, a moral e os bons costumes?  Hoje existem 30 partidos políticos no Brasil (melhor seria dizer, “30 aglomerados de pessoas” com pseudoprogramas, que variam de acordo com os interesses dos donos das siglas), e as denúncias de corrupção viraram rotina. Todos os dias a mídia noticia a roubalheira que tomou conta desta nação. Triste!


Por exemplo

No próximo dia 1º de fevereiro deverão ser eleitos presidente do Senado e presidente da Câmara, o senador Renan Calheiros (foto ao lado)  e o deputado Henrique Eduardo Alves, ambos do PMDB, representando a base de sustentação da presidente Dilma. Sem comentários. Como o vice-presidente Michel Temer também é do PMDB, os 2º, 3º e 4º sucessores de dona Dilma pertencem a um único partido.

Os mais corruptos de 2012

Os jornais divulgaram o resultado do Troféu Algemas de Ouro, versão 2012. Lula, como era esperado,  venceu com a larga margem de 65,69% dos votos (enviados pelo face book), batendo humilhantemente o ex-senador Demóstenes Torres (ex-DEM), que ficou com as Algemas de Prata. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), garantiu o bronze. Espera-se que Rosemary Noronha vá a festa de entrega dos troféus, já de olho no “bi” para 2013...

Comunicado - Seguro Safra Crato


COMUNICADO

A Secretaria de Agricultura Pecuária e Recursos Hídricos, comunica aos agricultores rurais cadastrados no Programa Garantia Safra 2012/2013, neste município, que a entrega dos boletos, inicialmente acontecerá na AABB, Crato-CE, entre os dias 28 de janeiro e 01 de fevereiro do corrente ano, no horário compreendido entre 07:00 às 13:30. Obs: O agricultor somente receberá o boleto com a apresentação de CPF e RG, seu e do conjugue.
Atenciosamente,
Enrile Pinheiro Telles
Secretário de Agricultura Pecuária e Recursos Hídricos
MAIORES INFORMAÇÕES:  (88) 3586.8024

Assessoria de Imprensa da PMC


Festival de Cordas Ágio, por Pachelly Jamacaru

Belíssimo Concerto para "todas as idades", aconteceu ontem no Teatro Municipal com os Alunos-Mestres do Pe. Ágio a quem fora prestada a devida homenagem! Um desfile de talentos Clássicos e Populares. O que de mais importancia ressaltar... A valorização do repertório dando ênfase às músicas dos artistas do Cariri. Bravôoooo!

Conflito de interesses e ameaças de morte no Cariri

(Editorial do Jornal “O Povo”, 23-01-2013)


É preciso agir com rapidez e eficácia para fazer valer a ordem jurídica do Estado Democratico

A denúncia feita pelo bispo da Diocese de Crato, dom Fernando Panico, de que estaria sendo ameaçado de morte, juntamente com seu advogado, Hiarles Macedo, em decorrência de uma disputa jurídica em torno da posse de um terreno, repercute não apenas no meio católico, mas na sociedade cearense por inteiro, chegando a alcançar o noticiário nacional.

O terreno em vista está situado próximo à divisa dos municípios de Juazeiro do Norte e Crato, no Cariri cearense. A Diocese alega que foi vendida apenas uma parte do terreno e tenta reaver a área onde teria sido construído, indevidamente, um conjunto de casas. Os responsáveis pela construção retrucam que obtiveram o terreno por completo.

Independentemente de quem tenha razão no caso, o fato é que é constrangedor, em pleno século XXI, o nome do Ceará estar associado a esse tipo de denúncia, passando a imagem de um lugar primitivo, onde a força do direito possa ainda ser atropelada pelo direito da força.

O denunciante, não só pela importância do cargo ocupado, mas pela credibilidade pessoal, é merecedor do maior respeito por parte da sociedade local, sendo membro hierárquico de uma instituição religiosa de grande prestígio nacional e mundial – a Igreja Católica. Suas palavras têm um peso respeitável. São merecedoras, portanto, de uma atenção cuidadosa por parte das autoridades públicas em suas diversas instâncias de responsabilidade.

Tratamento semelhante deve receber qualquer cidadão ameaçado, mas, no caso específico de uma figura destaque na vida comunitária, a forma como o caso for tratado será exemplar como fator dissuasório a outros atentados. Ou o inverso: a omissão, ou falta de empenho das autoridades, levará ao desprestígio as instituições do Estado e será uma senha para quem tiver más intenções semelhantes.
Ninguém ignora que no Ceará a persistência de traços da antiga “cultura do trabuco” na resolução de conflitos de interesses é ainda uma realidade. Volta e meia, notícias sobre crimes de pistolagem ganham o noticiário local, expondo os resquícios de um tempo que se imaginava restrito apenas aos registros históricos. No caso presente, é preciso agir com rapidez e eficácia para fazer valer a ordem jurídica do Estado Democrático de Direito.


A Força Política que o Crato tem não puxa nem uma Carroça - Por: Wilson Rodrigues


Não sei porque tanta admiração com a noticia de que o Fórum Trabalhista vai ser mesmo em Juazeiro do Norte. Esta matéria eu fiz no inicio do segundo semestre do ano passado detalhando onde seria, como seria e porque seria, inclusive algumas pessoas contestaram a informação e chegaram até a anunciar um abaixo assinado para que o empreendimento ficasse aqui no Crato. Ora, vamos analisar a coisa inteligentemente. 

O Fórum Trabalhista significa a concentração de três varas do trabalho em um só local, ou seja, as duas já existentes, (uma em Crato e outra em Juazeiro), e a que está pra ser instalada. Se o Fórum fosse construído no Crato significaria que o Juazeiro iria perder a sua vara para o Crato. Você acha que isso teria lógica? Juazeiro perder algo tão significante para o Crato? Se a força política que o Crato tem não puxa nenhuma carroça, como poderia conseguir tal intento? 

O Crato é como filho sem pai, todo mundo chega e dar uma tapa. Agora lhe pergunto: os políticos que negligenciam o Crato têm culpa? Claro que não. Os culpados somos nós mesmos que sempre os alimentamos com nossos votos. Votamos neles mesmo sabendo que eles ignoram nosso município na hora de decidir. O Crato até parece não pertencer ao projeto de desenvolvimento do Cariri. As palavras ditas por nossas lideranças parecem risco na água, nada valem. 

TCHAU, até a próxima eleição!

Wilson Rodrigues
Jornalista/Radialista
Membro Escritor do Blog do Crato


Animais continuam soltos nas Ruas do Crato

Animal à solta, próximo da URCA - Universidade Regional do Cariri

A foto do nosso colaborador e amigo Jackson Piancó revela que animais continuam à solta nas Ruas do Crato. Algúem se lembre de avisar aí ao chamado "Mutirão da Limpeza" para recolher esses animais também? rs rs

www.blogdocrato.com

Bom Dia, Crato - Previsao do Tempo para hoje, Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2013


O velho "Sol com algumas núvens e NÃO CHOVE" é a previsão do tempo para hoje segundo os principais institutos de meteorologia do país para o Crato no dia de hoje. Nascer do sol: 05h38 Pôr do sol: 18h04 - Temperaturas altas: Máxima de 34º e Mínima de 23º - Ventos a nordeste a 13km/h - Umidade Relativa do Ar máxima de 93% e mínima de 33% - Índice UV: Muito Alto.

Fonte: INPE e GOES12

www.blogdocrato.com
Há 8 Anos, o Crato na Internet



Grupo assalta passageiros e queima ônibus em Fortaleza


Um grupo de cerca de 20 pessoas invadiu um ônibus, assaltou passageiros e incendiou o veículo na Avenida Sargento Hermínio, em Fortaleza, na noite deste domingo (27). De acordo com a Polícia Militar, o grupo entrou no transporte coletivo com dois galões de gasolina, e incendiaram após o assalto.

Eles roubaram o dinheiro do caixa do cobrador e passageiros. Ainda de acordo com a Polícia Militar, eles dispararam um tiro na direção do motorista do ônibus, mas não o atingiram. Antes de incendiar o veículos, eles pediram para que os passageiros abandonassem o veículo. Ninguém ficou ferido devido ao fogo. O motorista afirmou que foi agredido pelo grupo.
 

O Corpo de Bombeiros controlou o incendiou cerca de uma hora após o crime. Com o fogo, as duas vias da Avenida Sargento Hermínio tiveram trânsito bloqueado. Não há relatos de pessoas feridas com as chamas (Foto: Gabriela Alves/G1)
 
G1 Ceará


Salários de prefeitos têm aumento em 12 capitais do país


Os salários de 12 dos 26 prefeitos das capitais do país aumentaram em 2013. É o que mostra levantamento feito por jornalistas do G1 pelo Brasil*. A remuneração paga aos prefeitos é fixada pela Câmara Municipal de cada cidade.

O maior reajuste em relação a 2012 foi registrado em Salvador (BA), onde o prefeito ACM Neto (DEM) recebe R$ 18.038,10, valor 73,4% superior ao salário de R$ 10.400 do ano passado. As outras capitais que aumentaram os rendimentos de prefeitos foram Florianópolis (52,3%), Natal (42,8%), Aracaju (40,3%), Campo Grande (36%), Teresina (27,9%), Porto Velho (27,1%), Vitória (24,6%), Belo Horizonte (22,8%), João Pessoa (22,2%), Macapá (13,2%) e Belém (12,7%).

A assessoria de imprensa do prefeito ACM Neto informa que, "apesar do aumento, aprovado no ano passado, ele ainda tem um dos menores salários do país". Para o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Câmara (PSDB), embora seja constitucional, o aumento foge do padrão. "Deveria haver um procedimento legal para corrigir o salário. Isso não vai mudar enquanto não houver mudança na Constituição."

Curitiba tem o maior salário para prefeito

O maior valor bruto é de R$ 26.723,13, recebido em Curitiba (PR) por Gustavo Fruet (PDT) – igual ao teto nacional do subsídio dos servidores, que tem como referência o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em seguida estão os salários de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), prefeito de São Luís (MA), que recebe R$ 25 mil, e de Fernando Haddad (PT), prefeito de São Paulo (SP), que ganha R$ 24.117,62. O menor é de R$ 13.964,94, pago no Rio de Janeiro (RJ) ao prefeito Eduardo Paes (PMDB).

G1


LÍNGUA AFIADA - "Todos e Todas" e "Brasileiros e Brasileiras" - Por: Prof. Augusto


‘Boa noite a todos e a todas’ está correto? Virou moda entre alguns políticos de minha cidade se referir a ‘todos e todas’. Todos não engloba… todas?” (Leonardo Concon)
 
É claro que engloba. Trata-se de um princípio gramatical do português, que não herdou do latim o gênero neutro: cabe ao masculino quebrar o galho nesse papel, abarcando também o feminino. A rebelião de certos falantes contra isso, que deu no modismo que intriga o leitor, é um dos aspectos da onda politicamente correta que, a partir do último quarto do século passado e tendo como centro irradiador o meio universitário americano, passou a tentar mudar a linguagem como uma forma de mascarar problemas que não conseguia resolver na realidade.
 
Algumas propostas do movimento se afogaram no próprio ridículo – aquela de chamar carecas de “capilarmente diferenciados”, por exemplo. Outras, porém, terminaram se entranhando de tal forma em nosso modo de falar e pensar que muitas vezes nem nos damos conta da mudança. O substantivo velhice começou por ceder espaço no discurso de muita gente ao eufemismo terceira idade e, em seguida, viu-se substituído por uma formulação francamente apatetada:melhor idade. Como toda droga, esta parece exigir doses cada vez mais fortes.
Não se trata de condenar a herança politicamente correta em bloco. É saudável que se chame a atenção dos falantes para a carga odiosa de racismo embutida num verbo como “judiar”, para citar um exemplo de ampla circulação no português. Judiar, maltratar, nasceu com uma mácula indisfarçável: quer dizer “tratar como se tratam os judeus”. As campanhas para abolir a palavra dos dicionários – que existiram e ainda existem – são equivocadas, pois não compete a lexicógrafos criar o vocabulário de uma língua e sim retratá-lo, mas a conscientização do público é bem-vinda. Cabe a cada um decidir com seus botões se deseja continuar falando assim.
 
De volta à questão de “todos e todas” – ou “brasileiros e brasileiras”, como José Max Sarney gostava de abrir seus discursos quando presidente da República –, o modismo tem até nome: “linguagem inclusiva”. Tem também um princípio de aparato legal a protegê-lo, tornando seu uso obrigatório em algumas esferas da administração pública. Basicamente, trata-se de uma bobagem populista – daí seu sucesso com os políticos, cultores por excelência de bobagens populistas. Se é inegável que a ancestral eleição do gênero masculino como universal é um sintoma de machismo da cultura, o que fazer disso é outra história.
 
O sexo masculino de Deus é mais um sintoma, e nem por isso tem prosperado a tese de Sua bissexualidade. Será que vale a pena encher nossa língua de cacos, redundâncias e pedidos de perdão, como se fôssemos todos(as) advogados(as) gagos(as)? Ou seria melhor se combatêssemos as discriminações reais onde elas de fato causam dano à sociedade, de preferência em linguagem limpa e clara, como adultos?
 
Sérgio Rodrigues – Sobre Palavras
Via Prof. Augusto


ANDANÇAS - POR ANTONIO MORAIS



Conjunto do Hildegardo.

Quando o assunto é passado, costumamos lembrar mais as coisas boas, que nos deram  felicidades e alegrias do que das coisas tristes e desagradáveis.

Assim é que nas andanças por minha memoria estou rebuscando o Crato de 1969 quando aqui cheguei. O Crato era uma cidade calma, feliz, sua gente ordeira e hospitaleira.

Não sei quem teve a ideia de fazer um baile no Crato Tênis Clube com um desfile em homenagem aos estados da federação. Escolheram as jovens mais bonitas da sociedade e cada uma se vestiu tipicamente como autentica representante do estado escolhido.

Foi um sucesso tão magistral que se repetiu na AABB e, mais uma vez o Crato Tênis Clube, sempre com maior presença de publico.

O Conjunto do Hildegardo, foto acima,  animou os bailes e, para  trazer de volta as suas lembranças aí esta uma bela musica daqueles velhos e bons tempos.

Andanças - Wilson Simonal e Maria Betânia.


video

Cartaz do Festival "Cordas Ágio" chegou depois da hora. Mas foi um grande evento !



Levante popular - Por: Emerson Monteiro


Meu avô Amâncio, pai de meu pai, tomou parte nas lutas da derrubada de Antônio Pinto Nogueira Accioly, no Ceará dos inícios do século XX. Quando em vez, relembro as histórias que me contava sobre o episódio.

Era ainda rapaz na ocasião e se unira à população de Fortaleza para depor o ditador mantido sob o peso de nefastas influências. Ações rebeldes dos fortalezenses ganharam corpo depois das atitudes repressoras que vitimaram pessoas ordeiras da sociedade, por ocasião de uma passeata de repúdio àquele poder, promovida em 29 de dezembro de 1911, no centro da Capital, na Praça do Ferreira, ferindo militares e civis.

O desenrolar dos confrontos reduziu a área de predomínio do Governo e levou-o a se isolar no Palácio das proximidades do Passeio Público, onde, com seus familiares e a guarnição policial, ainda resistiu durante alguns dias, culminando com a rendição do dia 24 de janeiro de 1912.

Nesse período, cedo da madrugada, os revoltosos seguiam ao front, portando rifles, fuzis, clavinotes e munição, para se instalar nos sobrados de que avistavam o refúgio do caudilho. Os soldados, por sua vez, entrincheirados detrás de sacos de areia e no alto do edifício palaciano, respondiam aos disparos, ambos os lados na espera de qualquer descuido adversário, ocasiões de muitas perdas.

Em uma dessas manhãs, ao despertar, meu avô ouviu da sua mãe orientação de que ficasse fora das escaramuças, pois sonhara que ele seria atingido na cabeça e temia pela vida dele. Jovem e afoito, procurou desfazer das preocupações maternas e foi à luta, instalando-se numa das janelas em posição de tiro, donde disparava contra o inimigo.

Certo momento, anotou a presença de um artilheiro visível da sacada em que ficava, também a lhe apontar arma. Cochilou na mira do rifle, mas antes escutou do outro o estampido; o outro atirara primeiro. A bala resvalou no fingido lateral da construção e tampo da massa arrancada veio-lhe de encontro ao rosto, cobrindo-o de poeira, toldando a visão de barro e cal. Desse modo, por quase nada o tal sonho deixara de se tornar em realidade.

Noutra hora do conflito, já mais próximo do término, achavam-se, ele e outro rebelde, um caboclo das hostes de D. Fideralina, de Lavras da Mangabeira, a sustentar o fogo por detrás da proteção de sacos, quando um disparo frontal colheu aquele combatente, que, de bruços, caiu sobre a própria arma. Com isso, meu avô indaga: 

- Perigou, Bindá (era o seu apelido)? - E a resposta veio no gesto de levantar a cabeça e mostrar feia perfuração de bala no meio da testa, em seguida voltando inerte à posição anterior.              

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31