xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/01/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 janeiro 2013

Coronéis eletrônicos juazeirenses querem transformam radialistas em marionetes – Por Beto Fernandes


No final dos anos 90 e início da década de 2000 diversos pesquisadores da área de comunicação criaram o conceito do “coronelismo eletrônico”. A grande sacada foi justamente o de explicar um fenômeno bastante particular: a utilização política de emissoras de rádio e televisão por grupos familiares das elites políticas nas esferas regionais e municipais.
            Que estudou ou leu sobre a história brasileira sabe que o “coronelismo” foi uma forma específica de identificação do poder privado a partir de compromissos (promessas) e na troca de proveitos com o poder público. Os coronéis e líderes de oligarquias regionais tiravam proveito do poder público (governadores, prefeitos/intendentes e presidentes) nos séculos IXX e XX.
            Hoje essa prática é associada aos chamados impérios (sistemas) de comunicação que são mantidos por chefes políticos oligárquicos. Poderíamos citar dezenas, mas vamos lembrar apenas um, o atual presidente do Congresso Nacional, José Sarney, que no Maranhão tem emissoras de rádio, televisão e jornais.


            Esse tipo de gente é quem pauta a imprensa que divulga as notícias de acordo com as conveniências políticas, principalmente, e comerciais. O erro existe deste a falta de ética até o processo de concessão de emissoras de rádio e televisão. Israel Bayma, engenheiro eletrônico e com forte militância política e social disse certa vez: “O compadrio, a patronagem, o clientelismo, e o patrimonialismo ganharam, no Brasil, a companhia dos mais sofisticados meios de extensão do poder da fala até então inventados pelo homem: o rádio e a televisão”.


            Em Juazeiro do Norte não encontramos uma realidade muito diferente da esfera nacional. As emissoras de rádio, sem exceção, posam de independentes, quando na realidade não o são. Prova maior é que as que não ligadas a um político detentor de mandato ou não, são a instituições religiosas, esquecendo o preceito constitucional que antes de ser de fulano ou beltrano, a concessão é pública.


            Assim é que a linha editorial de cada uma é de acordo com o que quer o político ou seu parente/imediato. Sem receios vamos ser claros e lembrar que a Rádio Tempo é do senador Eunício Oliveira (PMDB), a Vale FM do atual prefeito Raimundo Macedo (PMDB), A Verde Vale AM e a TV Verde Vale do deputado Manoel Salviano (PSD), a Juazeiro FM do deputado José Arnon (PTB) e a Progresso AM do Coronel Adauto Bezerra. Sobram a Padre Cícero FM e a Iracema AM. A primeira é educativa e faz parte da Ordem Salesiana enquanto a segunda é do empresário Figueiredo Correia, mas está arrendada a Igreja Universal do Reino de Deus, entendam Rede Aleluia. A TV Verdes Mares Cariri como o próprio nome diz é do mais sólido grupo de comunicação do Estado.


            Lembremos que neste leque de emissoras há as educativas e comerciais. Qual é mesmo o programa de cunho educativo existente em Juazeiro? Lembro que a Juazeiro FM não tem programação jornalística e desafio um ouvinte a pedir e ouvir uma música gospel na Padre Cícero FM ou uma da renovação carismática na Iracema.


            A nítida impressão que se tem é que os ótimos e bons profissionais de rádio, os comunicadores ficam reféns dos interesses político/editoriais. Os profissionais são considerados importantes enquanto rezam na cartilha do coronel, digo, do dono da emissora. Não é de hoje que se sabe o entra e sai de profissionais em emissoras de rádio ocasionadas, mesmo que não admitido pelas partes, em função da praga da política.


            Recordemos alguns casos não muito distantes. Em 2010 João Hilário saiu da Tempo FM e acabou optando pela Padre Cícero FM onde, aparentemente, encontrou mais independência no horário. O motivo teria sido o fato de em Barbalha, onde é líder político, apoiar Camilo Santana (PT) apara Assembléia Legislativa em detrimento do jovem Daniel Oliveira (PMDB) sobrinho de Eunício Oliveira. No mesmo período Hilário esteve afastado do Jornal Verde Vale Notícias da TV Verde Vale de Manoel Salviano (na época do PSDB) porque estava apoiando o então candidato Raimundo Macedo (PMDB) também em Barbalha.


            Ronaldo Costa tinha programa na Verde Vale AM junto com o também radialista Jota Luiz e em função de um comentário político do primeiro, acabaram saindo da emissora e foram absorvidos pela Tempo FM dentro da equipe então comandada por Francisco Fabiano (Jornal da Tempo e SuperTempo). A Verde Vale AM também afastou de seus quadros, em 2008 o jornalista Francisco Demontier Tenório que não teria seguido a cartilha do então candidato Salviano.


            Em outubro do ano passado a radialista Silene Santos foi dispensada na Vale FM. Segundo ela o motivo alegado foi o fato de ter votado no candidato Manoel Santana (PT) e não no seu patrão e dono da emissora, Raimundo Macedo. Rola processo da ex-funcionária contra a emissora. O radialista Jucimar Leite também foi dispensado pela Vale FM, só que agora em janeiro e numa rede social associou a questões políticas. Ele está de volta a Verde Vale AM onde já tinha uma exitosa passagem e teria saído em 2008 também por questões política.


            Ano passado o apresentador Wilson Melo da TV Verde Vale acabou saindo porque não concordou com a linha editorial adotada na emissora que criticou durante três anos e meio a administração petista local e mudou em função do apoio do proprietário Salviano ao projeto de reeleição de Santana.


            Por fim, para não ficar cansativo, um episódio mais recente. O bom Lucion Oliveira e toda sua equipe foram sacados do Jornal SuperTempo mesmo havendo um contrato apalavrado com a direção da emissora que valia de outubro de 2012 a outubro de 2013. Como não estava assinado, repito apenas apalavrado, a direção arrendou para outro grupo que hoje tem como apresentador Wilson Melo. O motivo pode ter sido maior valor financeiro ou preferência técnica, contudo a exemplo de outros casos citados uma falta de respeito para com os profissionais e, principalmente, para com o ouvinte. A boca miúda comenta-se que a direção da rádio segue determinação de Eunício que por sua vez atende pedido de Raimundo Macedo.  
            Repararam que as vítimas da vontade das emissoras são sempre os profissionais? É como se houvesse uma manipulação e o descartado aqui é pego como ponto forte ali. Até quando teremos essa realidade? Os coronéis eletrônicos parecem não entender que contratados ou não da emissora (horários arrendados) os profissionais de comunicação têm o dever em cumprir seu horário e trabalhar de acordo com as exigências da legislação e não com a vontade política de um proprietário ou diretor.
            Verificamos que as emissoras de rádio de Juazeiro ou são de ex-prefeitos, do prefeito em exercício ou de alguém que deseja ser prefeito. Até no processo eleitoral a situação se complica com emissoras transformando-se num verdadeiro palanque eletrônico. Alguém recorda em passado recente o combatido rádiojornalismo da Vale FM? Como está agora e como estará em seis meses ou um ano sendo uma espécie de estatal do executivo Municipal visto que o seu âncora é também o assessor de comunicação? Por favor, entendam, não há nenhuma crítica ao profissional, mas ao sistema.
            Bom seria se processos de concessões de emissoras de rádio e televisão fossem revistos. As emissoras de TV recebem a concessão por 15 anos e as de rádio, por 10 anos, e durante todo esse período os detentores destas concessões não têm que prestar contas a ninguém sobre o uso que fazem delas. Isso é um absurdo. Embora a concessão seja pública no Brasil o sistema de comunicação é concentrado num verdadeiro atentado a democracia.
            Não me surpreenderei se não for compreendido por alguém com minhas palavras afinal é mais prático fazer de contas que o que estou afirmando não é a realidade dos fatos do que ter a coragem, determinação e independência de curtir ou compartilhar numa rede social e dizer que é assim mesmo que o sistema funciona.  
            Viva os profissionais sérios da comunicação. Viva aos radialistas e jornalistas. Da mesma forma que presto minha solidariedade repudio os coronéis eletrônicos de Juazeiro que pensam querer transformar os comunicadores em marionetes.

Por: Beto Fernandes
 

Bispo do Crato, Dom Fernando Panico disse se sentir ameaçado


A Secretaria da Segurança Pública do Ceará, por meio do Comando do Policiamento do Interior, tem de se antecipar a uma situação que poderá terminar em tragédia. É que o bispo da diocese do Crato, dom Fernando Panico, está se sentindo ameaçado por especuladores de terras no Cariri.

O pivô do problema é um terreno muito valorizado da Igreja Católica, em Juazeiro do Norte. A negociação de uma parte dessa área, em 1998, teria terminado com a incorporação indevida de um pedaço maior do que foi vendido pelo Monsenhor Murilo. O caso foi parar na Justiça e o bispo teve de mudar rotinas em seu dia a dia. O advogado da diocese, Hyarlei Macêdo, fez um boletim de ocorrência após ter sido ameaçado de morte. Dom Fernando, segundo Vertical apurou, está apreensivo em face de “interesses escusos” e a campanha de difamação contra ele.

Coluna Vertical O POVO 
Foto publicada no site Veja Juazeiro


Cid se irrita com cobrança de promotor sobre cachê de Ivete Sangalo - 650 Mil Reais


Governador alimentou polêmica após o Ministério Público de Contas reafirmar pedido para suspensão de pagamento.


O governador Cid Gomes (PSB) não escondeu a irritação ao saber que o Ministério Público de Contas voltou a cobrar do Governo do Estado a suspensão do pagamento do cachê de R$ 650 mil a cantora Ivete Sangalo. O show foi realizado na última sexta-feira, em Sobral, durante a inauguração do hospital regional norte.

Sem meias palavras, Cid Gomes considerou desnecessária a cobrança e, em seu entender, o procurador Gleydson Alexandre, do Ministério Público de Contas, quer apenas aparecer. Segundo ele, Gleydson é ''garoto que deseja 
 aparecer e fica criando caso". 

Via: Ceará Agora
NE - Cid Gomes, cada vez mais petulante...



Crato - Ponta da Serra volta ao esquema LATA D´ÁGUA NA CABEÇA


Há 5 dias falta água no distrito de Ponta da Serra. E olha que já começou a chover. Nem no período da estiagem no ano passado se teve um problema desses. Será que vamos voltar ao velho esquema da Lata D´água na cabeça em Crato ? Solicitamos à SAAEC que conserte logo esse problema, pois a população com certeza, não merece isto. A foto é no nosso querido amigo e colaborador Antonio Correia Lima.


CRATO - Previsão do Tempo para hoje, Quarta-Feira, dia 23 de Janeiro de 2013


Bom Dia! - Após alguns dias de chuva, é tempo do sol mostrar a cara novamente.


Pelo menos é o que prevê a meteorologia para hoje, quarta-feira, 23 de janeiro. Voltamos ao velho "Sol com algumas nuvens. Não chove." - Nascer do sol: 05h36 Pôr do sol: 18h03 - Temperaturas Max 34º Min 21º Ventos a NE a 13km/h - Umidade Relativa do Ar, 92% máxima e mínima de 39% - Índice UV: Muito Alto.
    
Fonte: INPE e GOES12





Música ao Por-do-Sol - Zeremita


Cariri: Aterro sanitário consorciado será implantado em Caririaçu


GRAÇAS A DEUS ESSA PORCARIA NÃO VAI MAIS SER NO CRATO

As indústrias não costumam vir para cá, mas o lixo produzido por elas estava para vir e com gente aí torcendo pra que isso acontecesse. Agora, não vem mais. Vai ficar numa localidade neutra, no município de Caririaçu, mas é bom que se diga, que o que não queremos para nós, não devemos dar aos outros. O bom seria cada cidade cuidar do próprio lixo. ( Dihelson Mendonça ).

A definição do município foi anunciada durante reunião do secretário Camilo Santana com prefeitos da Região
O secretário das Cidades, Camilo Santana, em reunião com prefeitos da Região do Cariri, nesta segunda-feira (21), anunciou que o Aterro Sanitário Regional do Cariri será implantado no município de Caririaçu. A decisão se deu após análises técnicas favoráveis e aprovação dos novos gestores municipais. Durante o também foram apresentados os custos operacionais e o status do licenciamento ambiental, já encaminhado à Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e previsto para ser liberado em fevereiro.
O novo projeto terá investimentos do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, de R$ 20 milhões. Será no município de Caririaçu, na divisa com o município de Juazeiro do Norte.  Duas audiências serão realizadas em Caririaçu para que o projeto seja debatido com a  população.   
“Com a implantação desse aterro nós eliminaremos um problema muito grave nos municípios, que são os lixões, e com isso eliminaremos também um problema de saúde pública”, destacou Camilo Santana. O titular da SCidades informou ainda que a Secretaria foi selecionada recentemente para o projeto “Catadores e Catadoras em Redes Solidárias”, por meio do Programa Pró-Catador, do Ministério do Trabalho/Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), em parceria com o MDS. O projeto será desenvolvido de forma integrada pela Secretaria das Cidades. Além de fomentar o debate sobre a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, as equipes trabalharão para sensibilizar as prefeituras sobre a importância de garantir a participação dos catadores na prestação dos serviços de coleta. A previsão é de investimentos da ordem de R$ 7 milhões. Para o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, a Secretaria das Cidades está colocando fim a um problema crônico das cidades, que são lixões a céu aberto, e com isso o lixo terá um tratamento adequado.  

Assessoria de Imprensa da Secretaria das Cidades
Bruno Morais






Tablet da Microsoft será lançado em 9 de fevereiro por US$ 899


Empresa não divulgou informações sobre o lançamento do dispositivo no Brasil

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (22) que a versão com Windows 8 Pro do seu tablet, o Surface, será lançada no dia 9 de fevereiro no Canadá e nos EUA por a partir de US$ 899 no modelo mais básico.

A empresa não divulgou informações sobre o lançamento do dispositivo no Brasil. As principais diferenças do Surface já disponível para o que será lançado no mês que vem são o processador (o que equipa o Surface Windows 8 Pro é fabricado pela Intel) e o sistema operacional (o do tablet que já está à venda é o Windows RT, mais limitado).

O Surface Windows 8 Pro, que será vendido com as opções de 64 Gbytes ou 128 Gbytes de memória interna, não inclui a capa pelo qual o tablet ficou conhecido, por servir também de teclado, a Touch Cover (vendida a US$ 120).

A Type Cover, outra capa com teclado, mas com maior espessura e teclas mais pronunciadas, custa US$ 130. O processador do tablet é um Intel Core i5 de terceira geração (codinome Ivy Bridge).

Entre as outras características do Surface Windows 8 Pro estão tela com resolução de 1.920 pixels x 1.080 pixels (padrão conhecido como Full HD), 4 Gbytes de memória RAM, porta USB 3.0 e entrada para cartão microSD.

O peso do Surface Windows 8 Pro é de aproximadamente 910 g, ante 680 g do Surface Windows RT e 662 g do iPad mais recente. A empresa está se referindo ao novo aparelho como Surface Windows 8 Pro -a imprensa vem adotando a denominação "Surface Pro" desde seu anúncio, realizado em junho do ano passado.

O Surface Windows RT foi lançado no dia 25 de outubro nos EUA, junto com o Windows 8, sistema operacional mais recente da Microsoft. Tal versão do tablet também chegará "em breve", segundo a companhia, a outros mercados, que não incluem o Brasil: Áustria Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Suécia e Suíça.

Folha OnLine


Caminhoneiros relatam roubos na BR-116, entre Icó e Ipaumirim


Roubos em séries na rodovia federal. No km 390, sentido Icó-Ipaumirim, três caminhoneiros que passavam pela BR-116 relataram a polícia uma sequência de assaltos.

De acordo com as vítimas, cerca de seis homens armados de espingardas e revolveres, tomavam a frente dos caminhões efetuando disparos fazendo com que eles parassem, e em seguida realizavam o roubo.

A PM foi avisada pela Polícia Rodoviária Federal [PRF] do que estava acontecendo e os mesmos pediram apoio da viatura policial para que fossem juntamente com os agentes rodoviários até o local da ocorrência, mas chegando à localidade os acusados não mas se encontravam. Ainda foram realizadas diligências nas proximidades mas não fora localizados os acusados.

Ainda conforme as informações, as vítima foram: José Gomes, 37, que teve levado da vítima R$ 200,00, dois celulares, um relógio de pulso, uma tela de DVD e cartões de credito; Edcarlos soares dos santos , 32, do qual foi levado R$ 2.800,00, um celular e roupas; e Francisco Nailton Ramos da Conceição, 26, com R$ 80,00 e dois celulares roubados.

* Com informações da 2ª Companhia de Icó, através do 10° BPM de Iguatu ( Yuri Guedes )



Ministro japonês diz que idosos devem 'se apressar e morrer'



Nota do Editor - O mundo do homem/máquina, onde a dignidade humana é relegada ao último plano...



As declarações foram feitas durante o encontro do conselho nacional de reformas do seguro social

O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, 72, disse na segunda-feira (21) que os idosos devem ser autorizados a "se apressar e morrer" para aliviar a pressão sobre o Estado, responsável pelo pagamento das despesas médicas.

"Deus o livre de ser forçado a viver quando se quer morrer. Eu acordaria me sentindo cada vez pior sabendo que [o tratamento] estaria sendo integralmente pago pelo governo". As declarações de Aso foram feitas durante o encontro do conselho nacional de reformas do seguro social. "O problema não será resolvido a não ser que eles [os idosos] possam se apressar e morrer". Quase um quarto dos 128 milhões de japoneses tem mais de 60 anos. A proporção deve aumentar para 40% nos próximos 50 anos. O aumento nos custos sociais, especialmente para os idosos, está por trás de uma decisão --tomada no ano passado-- que aumenta em 10% os impostos sobre as vendas nos próximos três anos. O ministro disse também que pretende recusar os "cuidados no fim da vida". "Eu não preciso desse tipo de atendimento". Segundo a mídia local, Aso disse ainda que deixou recomendações à sua família para que negue prolongar sua vida por meio de tratamentos médicos.

Mais tarde, Aso falou sobre seus comentários e disse que sua linguagem havia sido "inapropriada" para um evento público e que ele estava falando apenas sobre sua preferência pessoal. De acordo com um relatório divulgado nesta semana, 40% das famílias que recebem assistência social tem algum membro maior de 65 anos. O governo japonês planeja reduzir gastos com assistência no próximo orçamento, que deve entrar em vigor em abril. Os detalhes sobre os cortes devem ser divulgados nos próximos dias.

Folhapress



Cid Gomes destaca importância da parceria entre Estado e prefeitos



O governador Cid Gomes se reuniu nesta terça-feira (22) com novos gestores municipais do Ceará. O encontro foi promovido pela Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece) como parte da programação do Encontro Aprece Novos Gestores Municipais 2013-2016. A abertura do evento aconteceu no Centro de Eventos do Ceará (CEC), com a palestra de Cid Gomes sobre “Administração e Gestão por Resultados”. O momento foi oportuno para o Governador apresentar aos prefeitos ações que são desenvolvidas pelo Estado, e que em parceria com a Prefeituras, podem beneficiar diretamente a população em diversas áreas do executivo. “Administrar é uma sequência de premissas básicas como compromisso, boas ideias, e é fundamental que o prefeito saiba suas despesas e racionalize. Fazer parceria com o Estado e também com outros municípios, através de consórcios, é essencialmente importante e se reverte em benefícios para a população”, ressaltou.

Dentre as parcerias que podem ser firmadas com o executivo estadual, Cid Gomes destacou a construção de Centros de Educação Infantil (CEI). “Para cada creche construída pela Prefeitura o Governo do Estado constrói outra”, explicou. Outro exemplo de junção de esforços entre os poderes executivo está voltado para a área da habitação. “O Programa Minha Casa Minha Vida é uma grande ação e o que o Estado puder mediar para conseguir esses benefícios vai ser feito. Só em Fortaleza através dessa parceria vão ser construídas cerca de 17 mil unidades habitacionais”, lembrou. Para o Governador, a estrutura de menor porte dos municípios, assim como a os limites de territorialidade menores faz com que a experiência de gestão municipal tenham ações muito rapidamente planejadas, executadas e com  bons frutos de uma boa administração.
Outro ponto debatido no encontro foi os períodos de estiagem no Ceará, e que castigou os municípios no ano de 2012. Segundo lembrou o Governador, em dezembro o Estado anunciou um pacote de R$ 5,6 bilhões em ações estruturantes e de convivência com a seca. O investimento será destinado a construção da primeira etapa do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), construção de sistemas simplificados de abastecimento de água, sistemas de abastecimento de água, construção de cisternas de placas, barragem, adutoras e conclusão da segunda etapa da Estação de Tratamento de Ágia (ETA) Oeste. “Quando a seca acontece é necessário ações emergenciais, mas nós temos que aprender a conviver e conviver bem com a seca”, ressaltou.

dentro aprece

A Presidente da Associação do Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), Eliene Brasileiro, que encerra seu mandato nesta quarta-feira (23), reforçou a importância das parcerias entre Estado e Município. “Desde o início tem sido estreito os laços de parceria do Governador Cid Gomes com as prefeituras por meio da Aprece”, reforçou.

A abertura do encontro contou com a presença do Senador Inácio Arruda; do Vice-Governador, Domingos Filho; da futura Presidente da Associação do Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), Aninha do Quito; do Presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto; do Deputado Federal, José Guimarães.

Governo do Estado do Ceará


Ibyte realiza Festival de Smartphones e Tablets


Com o objetivo de incrementar esse período de volta às aulas, a Ibyte promove o Festival de Smartphones e Tablets em suas lojas. O Festival acontece até dia 31/01 e está com diversas opções de produtos e preços que variam de R$ 99,00 a R$ 2.000,00. A divulgação está sendo realizada através televisão, encartes em jornais e spots em rádios das praças onde a rede atua.

Sobre a Ibyte

A Ibyte é a empresa de tecnologia que mais cresce no Nordeste. Atualmente, são 15 lojas divididas entre Fortaleza, São Luís, Teresina, Natal, Juazeiro e Recife. Em menos de 1 ano, a empresa duplicou o número de lojas na região.

Fonte: Ibyte - Via Elizângela Santos
Colaboradora Oficial do Blog do Crato


Uso mais racional é a melhor saída para se evitar a crise anunciada de energia elétrica no Brasil‏


Mesmo com as fortes chuvas em pontos localizados do país, nos últimos dias temos acompanhado as notícias dos baixos níveis dos reservatórios de diversas usinas hidrelétricas do Brasil,. Vimos também os altos preços dos combustíveis fósseis que alimentam as termelétricas, e os diversos apagões que têm ocorrido em diferentes regiões do país. Paralelamente a tudo isso, a economia vem crescendo modicamente e o governo brasileiro reduziu em 20% a tarifa de energia elétrica, o que deverá fomentar o consumo. A conjunção de todos esses fatores pode ser o anúncio de uma nova crise de energia elétrica no Brasil, com possibilidade inclusive da ocorrência de um apagão regional, ou até nacional.

Para mitigar os riscos desta crise anunciada, seria interessante que São Pedro mandasse mais chuvas para as regiões das bacias hídricas, onde estão instaladas as usinas hidrelétricas. Mais importante, ainda, seria que as concessionárias de energia elétrica aplicassem mais recursos para a manutenção e ampliação dos seus sistemas para melhor atender à demanda crescente. Finalmente, seria importante também que o governo fizesse a sua parte, acompanhando e planejando adequadamente o crescimento da oferta e da demanda de energia elétrica do país.

Conforme o Operador Nacional do Sistema (ONS), que é o órgão responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional (SIN), sob a fiscalização e regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), desde 2005 a demanda de energia elétrica vem crescendo com índice maior do que a oferta. Fica claro perceber que, por conta deste déficit acumulado e crescente, era prevista uma grande crise energética para o ano de 2010. Isso só não ocorreu “graças” à crise econômica mundial de 2009, que freou o crescimento do país, dando tempo para que o governo finalizasse a construção de diversas usinas termelétricas, que são hoje bastante estratégicas para o país.

Embora sejam bastante poluidoras, as usinas termelétricas estão espalhadas por todo o Brasil. Muitas delas são acionadas diariamente por um período de apenas três horas, para suprir o aumento da demanda no horário de ponta, período entre 18:00h e 21:00h, momento em que a maioria dos brasileiros chegam a suas casas e começam a consumir mais energia elétrica: acendem luzes, ligam suas TVs e, principalmente, vão tomar seus banhos, predominantemente, de chuveiro elétrico.

Infelizmente o governo ainda não despertou para a maior causa da anunciada crise energética, o Desperdício, e muito menos para uma interessante e simples solução de parte deste mal. Muitos investimentos têm sido feitos pelo governo no sentido de buscar maior eficiência energética, tanto na geração, como no transporte, na distribuição e uso final da energia elétrica, mas realmente ainda são poucos, se comparados com os de outros países mais desenvolvidos, principalmente no que diz respeito ao consumo da energia na ponta. Para se ter uma idéia, um chuveiro elétrico ligado na posição quente equivale ao consumo de aproximadamente 100 lâmpadas de 60W ligadas ao mesmo tempo.

Investir em eficiência energética é muito mais barato, inteligente e sustentável (em diversos aspectos) do que investir em novas fontes energéticas. Ora, se é público e notório que o chuveiro elétrico é o grande vilão do consumo energético residencial, e que este equipamento está presente na grande maioria dos lares das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, regiões estas mais populosas e de maior consumo de energia do país, o governo teria que desenvolver políticas públicas dedicadas à redução deste consumo.

O chuveiro elétrico é o eletrodoméstico de menor custo de aquisição em uma residência, mas, por outro lado, é o que diariamente mais consome água e energia elétrica. Sabe-se também que o produto tem enorme potencial de eficientização, sendo facilmente controlável. Hoje existem acessórios que promovem economias de mais de 40% de energia para o chuveiro elétrico, como é o caso do Rewatt (R$ 460,00) e do ECO Shower Slim (R$ 128,00), este último ainda economiza mais de 40% de água, é de fácil instalação (não usa instalação hidráulica), não precisa de limpezas periódicas, tem mais de dois anos de garantia e pode ser comprado em 12 vezes no cartão pelo site: loja.ecoshower.com.br

A instalação desses acessórios apresenta interessante relação custo-benefício, pois se paga em poucos meses de uso. Se aplicados em massa, poderão criar diversos pequenos “pulmões energéticos”, que permitirão ao governo postergar investimentos, reduzir custos e evitar apagões, muitos prejuízos, e conseqüências atreladas.
22/01/2013

Por: Cláudio Orlandi Lasso
Engenheiro eletricista
Santa Rita do Sapucaí – MG

 

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30