16 dezembro 2013

Ensinamentos do Papa Francisco:a calúnia é a expressão direta de Satanás


“A calúnia quer destruir a obra de Deus; a calúnia nasce de uma coisa muito ruim: nasce do ódio”, explicou o Papa

“A calúnia destrói a obra de Deus nas pessoas”, afirmou o Papa Francisco na Missa na Capela Santa Marta. Na homilia, o Papa recordou Estevão, o primeiro mártir da Igreja, que foi vítima de uma calúnia. E destacou que a calúnia é pior do que um pecado, é uma expressão direta de Satanás.

 “Nós todos somos pecadores: todos. Nós temos pecados. Mas a calúnia é outra coisa. É um pecado, com certeza, mas é outra coisa. A calúnia quer destruir a obra de Deus; a calúnia nasce de uma coisa muito ruim: nasce do ódio. E quem traz o ódio é Satanás. A calúnia destrói a obra de Deus nas pessoas, em suas almas. A calúnia utiliza mentiras para avançar. E sem dúvida: onde há calúnia há Satanás, ele mesmo”.

 “O tempo dos mártires não acabou”, destacou o Papa. Segundo ele, ainda hoje podemos dizer, com verdade, que a Igreja tem mais mártires do que no tempo dos primeiros séculos. “A Igreja tem muitos homens e mulheres que são caluniados, que são perseguidos, que são assassinados por ódio de Jesus, por ódio à fé: Este é morto porque ensina o catecismo, é morto porque carrega a cruz… Hoje, em muitos países, os caluniam, os perseguem… são nossos irmãos e irmãs que sofrem, hoje, neste tempo de mártires”.
(L’Osservatore Romano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.