01 dezembro 2013

E é porque já estamos em clima eleitoral – por Dirceu Cardoso Gonçalves

Mensalão, cartel do trem, helicóptero do deputado com drogas, deputados recolhidos ao presídio, licitações fraudulentas, hospitais sucateados, médicos fraudando o ponto, chacinas nas periferias, zonas urbanas e rurais dominadas pelo tráfico e milicianos, black blocs, sequestros, saidinha de banco, explosão de caixas eletrônicos, assaltos e latrocínios... Apesar desse assustador cotidiano, o irresponsável discurso oficial é o de um país feliz, próspero, seguro, de grandes oportunidades e franco desenvolvimento.

Por conta do sórdido clima eleitoral precoce, vemos a troca de acusações e armações entre prováveis concorrentes, chegando agora à fase fantástica em que, aproveitando-se dos holofotes, vão se processar mutuamente, com o aval da presidente da República. O cumprimento da pena pelas vedetes do mensalão é um show cinematográfico. O salário do megapresidiário José Dirceu - R$ 20 mil mensais - é de causar inveja à esmagadora maioria dos brasileiros.

É inegável que o Brasil cresceu nas três ultimas décadas. A indústria, consagrada pelos esforços dos empresários, ampliou-se e chegamos à condição de país tecnológico. Mas a evolução econômica não teve a contrapartida social. A educação não qualifica o estudante para os novos desafios do mercado. A saúde é cada dia mais deficiente. A habitação é dramática. Tanto que enquanto que, apesar de termos caído no ranking ainda somos a sétima (ou oitava) economia do mundo, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) medido pela ONU nos coloca no humilhantes  85.º lugar, junto das nações menos desenvolvidas do planeta. Vivemos o grande drama de ser pobres num país rico e sem segurança para a população. Onde estão aqueles artistas e intelectuais que se notabilizaram por combater a ditadura? Seria essa Belíndia (Bélgica misturada com Índia, conforme definiu Edmar Bacha) o país com que sonhavam naqueles tempos de militância?

Dirceu Cardoso Gonçalves – e-mail: aspomilpm@terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.