30 setembro 2013

História Eclesiástica de Lavras da Mangabeira - Por: Emerson Monteiro


Em minhas mãos o livro mais recente de Rejane Monteiro Augusto Gonçalves, denominado História Eclesiástica de Lavras da Mangabeira, lançado no Cariri por ocasião do bicentenário da Paróquia de São Vicente Ferrer (30 de agosto de 2013). Na época, um filho da localidade, Padre José Joaquim Xavier Sobreira seria seu primeiro vigário.

A ilustre pesquisadora vem assim de produzir trabalho da maior envergadura, ao nível de qualidade de outros trabalhos da sua autoria, dentre eles a reedição do livro Os Augustos, cuja ampliação atualizou do que originalmente escrevera Joaryvar Macedo.

Nessa obra que vinda a lume, circunscreve desde os primeiros passos eclesiásticos brasileiros, com ênfase no crescimento da instituição romana pelo Nordeste. Rejane mergulha nos detalhes minuciosos dos registros da paróquia de Lavras, obtendo acervo definitivo e valioso a quem pretenda conhecer a fundo todos os meandros da Igreja nas terras sertanejas.

Desde os passos mais remotos do Catolicismo, dos vínculos com o Império, o livro disponibiliza datas e feitos, através de estilo estruturado, demonstração do fôlego empregado na intenção que abraçou com tamanha virtude.

Em acréscimo ao mérito de cumprir o objetivo a que se propôs, e recolher no tempo os elementos históricos da antiga freguesia até os dias dagora, a autora ainda acrescentou à edição rico acervo fotográfico e mapas relativos ao território da pesquisa, oferecendo, inclusive, gráficos e nomes das autoridades que compunham o universo político de épocas distantes do lugar.

A publicação, nas orelhas, contém texto do escritor lavrense Dimas Macedo, paladino incansável da intelectualidade cearense, qual Rejane Monteiro também titular de cadeira na Academia Lavrense de Letras.

Digno, pois, dos merecidos elogios o presente livro da pesquisadora, o que, decerto, vem enriquecer os estudos da nossa vida religiosa sob o prisma da civilização europeia em terras do Novo Mundo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.