23 julho 2013

Novo parque de Exposições do Crato corre risco de ter o destino do parque da cidade de Sobral - Longe do centro.


25 Milhões para algo do tipo ?


Acima: Foto do parque de Sobral - 17 hectares e pouca visitação.

Continua em Crato, a polêmica em torno do destino do parque de Exposições da cidade. O prefeito Ronaldo Gomes de Mattos defende a construção de um novo espaço, já definido, segundo documento entregue ao Governo do Estado, a se localizar no palmeiral, embora a maior parte da população seja contrária à idéia da mudança do parque, que atualmente possui uma área de 33 hectares. As pessoas são contrárias, principalmente se a mudança for para o Palmeiral, conforme se vê pela infinidade de manifestações espontâneas nas Redes Sociais. Uma das referências de fracasso, localizado em área longe do centro da cidade, é o recente parque da cidade de Sobral, que tem gerado comentários do tipo expressado por Olímpio Arraes:

"( Acima ), uma foto atual do parque de exposições de Sobral. Morto, no meio do nada. A diferença da Expocrato é exatamente a proximidade com a população que vai mais de uma vez ao dia, e lota aquele parque, e pulsa feito o sangue dos cratenses que com ela convivem a mais de 60 anos. Tirar dali é igual a acabar com o que o Crato tem de melhor. 

Mudanças, se repensar o que hoje não está certo, utilizar recursos para melhorar, mas mudar de local vai ser o fim, como foi o da festa de Barbalha. Tirou-se do centro da cidade e se construiu um novo parque. Morreu a festa de Santo Antônio. Hoje se resume a um único dia, exatamente o que lota as ruas, atrapalha o trânsito, torna a cidade insuportável, é o único dia que presta na festa de hoje em Barbalha. Mudem a Expocrato de lugar e vai acontecer a mesma coisa!"

Olimpio Arraes

Segundo o arquiteto José Sales, uma das maiores autoridades em arquitetura no Nordeste:

O Parque de Exposições de Sobral é a imagem do abandono durante o ano todo...projetado ao Deus dará e sem viabilidade economica, financeira, urbanística e ambiental. 

"No projeto de um novo parque para o Crato, não existe "toque de caixa". O projeto precisaria ser feito (ter Licença Prévia Ambiental), passar por audiências públicas (obrigatório por Lei), ser desenvolvido a contento (coloque lá uns seis meses no mínimo), ter seus projetos complementares e orçamento básico, ser licitado à concorrencia pública (ter Licença de Instalação Ambiental)...um caminho de no mínimo 1 ano. E ainda tem problema seríssimo a resolver, porque a área do Palmeiral é um alagado ao lado do trajeto do Rio Granjeiro, uma situação ainda não resolvida a contento. Só a correção dos problemas do Rio Granjeiro vai levar metade do R$25 milhões "prometidos", que não existem no orçamento no Estado do Ceará."

EXPOSIÇÕES DE SUCESSO SÃO LOCALIZADAS NO CENTRO DAS CIDADES

Exposição de UBERABA, em Minas Gerais, no centro da cidade. É uma das maiores do Mundo.


Parque Fernando Costa, Uberaba-MG

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) é uma entidade nacional e está localizada geograficamente entre os principais centros comerciais e políticos do Brasil como: São Paulo, Belo Horizonte e Brasília. A entidade possui também 23 Escritórios Técnicos Regionais (ETRs) distribuídos pelo País, além de cinco associações filiadas. A sede está localizada no interior do Parque Fernando Costa, em Uberaba, Triângulo Mineiro.

O recinto conta com 34 pavilhões, além de locais especiais para realização de festas e leilões, como o Centro de Eventos Rômulo Kardec de Camargos e o Tatersal ABCZ. Para atender o mercado de eventos, a ABCZ buscou oferecer mais qualidade em estrutura e em atendimento. A prova é construção do Centro de Eventos ABCZ, inaugurado em 6 de abril de 2001. O recinto, um arrojado projeto arquitetônico com característica multifuncional, pode também ser usado para realização de congressos, palestras, formaturas, encontros técnicos e científicos, e para a promoção de eventos culturais como shows musicais e de dança, e peças teatrais.

Com um total de 6.900 metros quadrados construídos, o Centro de Eventos ABCZ possui capacidade para 1.200 pessoas, estacionamento próprio para 600 automóveis e um palanque de quase 3.000 metros, além de quatro camarins, piso do palco removível (madeira ou grama sintética), 32 estandes/baias, sistemas de luz e som completos, três telões e ar condicionado central.
Outro espaço criado especialmente para a realização de eventos é o Tatersal ABCZ, que segue a mesma linha de multifuncionalidade do Centro de Eventos.

Exposição de Esteio, no Rio Grande do Sul, no Centro da cidade, é uma das maiores do Brasil.



Parque Assis Brasil, em Esteio, no Rio Grande do Sul

Inaugurado no ano de 1970, o Parque de Exposições Assis Brasil proporciona aos visitantes e expositores infraestrutura distribuída em área de 141 hectares. Sua infraestrutura conta com 45,3 mil m² de pavilhões cobertos, 70 mil m² de área para exposição, 19 locais para julgamentos, nove espaços destinados à realização de leilões e auditórios.  Em 1972 o parque torna-se sede oficial da feira latino-americana Expointer (Exposição Internacional de Animais), que visa propagar as inovações tecnológicas provenientes do segmento agropecuário e agroindustrial. 

Exposições de animais e máquinas, leilões, finais do Freio de Ouro, comidas típicas, feiras de agricultura familiar e artesanato, bem como apresentações culturais, artísticas e folclóricas são algumas das atrações disponíveis na Expointer. Aos visitantes reserva acesso a restaurantes e lancherias, agências bancárias e de câmbio, posto médico, telefones públicos, agências de turismo, estacionamento exclusivo para carros e postos de correio.

Fontes:  Grupo "Filhos e Amigos do Crato" no Facebook
Blog: O Democrato - George Macário de Brito


Um comentário:

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.