13 julho 2013

Anderson Silva se vendeu ?



Talvez, isso explique a razão do lutador Minotauro ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem o que aconteceu na derrota do Anderson, ficariam enojadas".

Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por Anderson ter perdido o cinturão, em Vegas. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos. Fato comprovado: Anderson Silva VENDEU o cinturão do UFC. O staff do lutador foi avisado, às 13:00 do dia 6 de julho (dia da luta), em uma reuniao envolvendo o Sr.Dana White , o corner Pedro Rizzo e o sr Lorenzo Fertitta. A princípio muito contrariados, os corners e Anderson se recusaram a trocar o cinturão.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$ 70.000,00 para cada membro do staff, mais um bônus de US$ 400.000,00 para toda a equipe, num total de US$ 23.000.000,00 (vinte e três milhoes de dólares) através da empresa Nike. Mesmo assim, Anderson se recusou a participar. A sua situação só foi resolvida após o representante da Nike ameaçar retirar seu patrocínio vitalício do lutador, avaliado em mais de US$ 90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira. Assim, combinou-se que Anderson seria derrotado pro pontos, porém a apatia que se abateu sobre o lutador fez com que Chris Weidman, que absolutamente nao participou desta negociaçao, nocauteasse Anderson.

O Sr. Dana White, chefão do UFC, aplaudiu a colaboração da equipe de Silva, uma vez que a mudança de cinturão trouxe equilíbrio para a categoria. Garantiu também, ao Sr. Pedro Rizzo, que Anderson terá seu caminho facilitado quando quiser ser campeão novamente.

Fonte: Página do MMA/ Jiu jitsu Brasileiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.