28 fevereiro 2013

Respondendo à provocação de Dihelson ( Armando Rafael)

“Olê, Olê, Olê, Olá, Lulá, Lulá... hoje em Fortaleza – ou “PT: 10 anos poder”

"Um estadista faz aquilo que pensa ser melhor para o seu país; um político faz aquilo que pensa ser melhor para sua reeleição” – Mikhail Gorbachev



A culpa foi de Dihelson que me fez a provocação! Pois é, o “jatinho vermelho”, sucessor do Aerolula, desembarca hoje em Fortaleza, trazendo o Cara para a comemoração promovida pelo PT pelos 10 anos no poder. Isso, depois que o povo fortalezense defenestrou – nas últimas eleições municipais – o PT do poder, após 8 anos na Prefeitura da capital cearense... Sem comentários.

Lula vem comemorar! O quê, meu Deus? Certamente o fato de que – há uma década – os “cumpanhêro” se locupletam do poder. O que não é pouco numa nação de tamanho continental.

Será que ele vai evitar falar em 2005, o ano do mensalão, como vem fazendo por onde tem passado? Ou vai resumir a fala às esmolas, como os atuais R$ 2 – dados por dia – para os beneficiados do Bolsa-Família deixar de ser pobres? Ora, essa quantia é superada diariamente por muitos pedintes que perambulam pelas ruas das nossas cidades. Dar R$ 2 representa, na prática, um humilhante auxílio ou compra de voto.

Além do mais, os petistas vivem a fazer críticas ao governo anterior, como se isso afastasse a própria culpa por deixarem que ratos acabem com esta nação provando que não tiveram condições – em dez anos - de resolver os problemas da falência da saúde, da educação, das rodovias esburacadas  e da segurança pública... O carro-chefe da política de enganação do Governo, ou seja, as obras do PAC avançam em passo de tartaruga... Quando não estão totalmente paradas, como é o caso da Transnordestina e da transposição das águas do São Francisco...

O resto são as contradições desse partido, que antes era contrário à privatização, agora pretende lotear o Brasil, vendendo os aeroportos e os nossos portos, e certamente arranjará, como sempre faz,  uma desculpa para tal atitude.

A inflação está em alta. A desindustrialização dá sinais de que continua em curso. O crescimento do PIB brasileiro é apenas sofrível. O endividamento público tornou-se impagável. A economia brasileira está se tornando um enigma, como publicou o jornal britânico “Financial Times”, alertando para a manipulação dos dados fornecidos pelo Governo Federal.

Comemorar o quê, meu Deus?

PS -- Até que enfim,  cansado das baboseiras e a ladainha da "herança maldita" – repetidas “ad nauseam” por Lula e Dilma –  o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso teve coragem e reagiu como  oposicionista (a primeira vez nos últimos 10 anos) quando disse:
“Ingrata é Dona Dilma que agora cospe no prato que ela e Lula comeram... E não foi só a estabilidade monetária que receberam. Vejam a revolução na telefonia, trabalho do saudoso Sérgio Motta! Hoje, ao invés da falta de telefone como antigamente,  o Brasil tem mais telefones celulares do que os habitantes do país. O fator previdenciário, medida de austeridade, como todas as antipáticas ao povo, segurou a sobrevivência do INSS, e a  Lei de Responsabilidade Fiscal, foram frutos também do meu governo...”
Linguagem abrupta, clara, e – como direi? – contundente, essa do velho sociólogo FHC! Já era tempo!

Resposta ao caro amigo Roberto Brito:

Eu leio muito, caro Roberto! Mas, no caso dos (des)governos da Petralha eu não só leio. Sofro as consequências. 14 universidades CRIADAS? A maioria não saiu do papel, como é o caso da vizinha Universidade Federal do Cariri, com sede em Juazeiro do Norte. Outras eram Campus já existentes que receberam a demagogia de serem tituladas “Universidades”.

Pagou a dívida do FMI? Era fácil, pois se constituía somente em poucos milhões de dólares, com prazo de vencimento. Quero ver é pagar a dívida externa (bilhões) que numa deslavada mentira teve gente dizente que foi paga...

ENEM? Dele só sei sobre os escândalos dos vazamentos das provas, incluindo um feito num grande colégio de Fortaleza.

“Rasgou “(Sic) as “zelites” nas universidades? Ora, caro Roberto: faça uma pesquisa para ver quantas UNIVERSIDADES PARTICULARES FORAM CRIADAS no Brasil nos últimos 10 anos... E são universidades de fato,  não os simulacros das 14 alegadas... Nossos vizinhos de Juazeiro do Norte possuem excelentes FACULDADES PRIVADAS (onde estudam não só alunos das elites, mas pessoas de classe média) como é o caso da FMJ (Medicina); duas de Direito, além das Universidades Leão Sampaio (com 15 cursos, dentre eles odontologia, biomedicina, administração, enfermagem, psicologia etc), e da Paraíso e a da Universidade FJN... São 3 particulares contra o "projeto" da Federal que só foi "criada", nunca instalada.

Quanto ao que escrevi acima é a realidade nua e crua...
                                                                                                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.