27 fevereiro 2013

'Financial Times' descreve Tiririca como o palhaço que 'perdeu o sorriso'


De acordo com o jornal, Tiririca foi visto como uma piada pela elite política ao chegar ao Congresso. Mas, hoje, é considerado um dos melhores parlamentares

O jornal inglês Financial Times publicou em seu site nesta terça-feira (26) reportagem destacando a desilusão do deputado Tiririca (PR-SP) com a política em Brasília e sua decisão de não disputar mais eleições. O deputado mais votado em 2010, anunciou que não irá disputar mais eleições. Foto: Marilia Camelo "Quando eu estava fora, eu tinha a impressão de que chegaria aqui e explodiria em ação, fazem toneladas de coisas. Mas não é assim que funciona", afirma o deputado. Tiririca, que foi o mais votado em 2010 com mais de 1 milhão de votos, já havia manifestado no começo do mês a intenção de não se candidatar mais após o fim do mandato.

Popularidade de Tiririca no Congresso

Com o título de "palhaço político do Brasil perde o sorriso", o texto no site do jornal inglês descreve a popularidade de Tiririca nos corredores do Congresso, quando até 150 pessoas o esperam para tirar fotos. "Há dias em que temos que chamar o segurança para nos ajudar a sair do gabinete", afirma o deputado ao jornal.

O jornal também destaca em sua reportagem o início do ciclo eleitoral de 2014, quando, na semana passada, a presidente Dilma Rousseff foi lançada candidata à reeleição em um evento do PT. O texto também compara o caso de Tiririca ao do ex-comediante italiano Beppe Grillo, líder do "Movimento 5 Estrelas", partido que ficou em terceiro lugar na recente eleição italiana com 23,75% dos votos. De acordo com o jornal, Tiririca foi visto como uma piada pela elite política ao chegar ao Congresso. Mas, hoje, é considerado um dos melhores parlamentares.

"Você passa dias inteiros aqui sem fazer nada, apenas esperando para votar em alguma coisa enquanto as pessoas discutem e argumentam", diz ele.
 
Folhapress


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.