xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 30/11/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

30 novembro 2012

Tudofel: Colégio Diocesano, 8 "A"

Tudofel: Colégio Diocesano, 8 "A":   Em 1978 passei para a 8ª série "A", apesar do rigor metodológico e matemático do professor William. Fiquei na mesma turma de Vice...

Tudofel: Colégio Diocesano do Crato

Tudofel: Colégio Diocesano do Crato: O Colégio Diocesano era uma referência em educação básica do interior nordestino. Meio secular, tinha recentemente comemorado o marc...

Choveu em Crato durante a madrugada do último dia 30 de novembro


Até o fechamento desta matéria ( 05:53 ) continuava chovendo no Crato. Recebemos um comunicado de que no Lameiro, a chuva continua forte ( Colaboração de José Nilson Mateus Nilson ).


Uma  chuva intermitente de pequena intensidade caiu hoje de madrugada sobre o Crato. O tempo esteve chvoso por toda a noite com intervalos de calmaria, mas foi suficiente para molhar bastante o solo e amenizar as altas temperaturas do período. O tempo até o momento da redação desta matéria permanece nublado. A previsão dos serviços de meteorologia é Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.


Foto ilustrativa: Dihelson Mendonça
Foto do Satélite GOES de hoje ( 30/11/2012 )

Iguatu e Orós conquistam "Selo Unicef Edição 2009-2012" - Juazeiro, Crato, Sobral e Fortaleza ficam de fora


Certificar as políticas públicas municipais voltadas para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Este é o objetivo do Selo Unicef, que premiou nesta quinta-feira [29] os municípios de Iguatu e Orós.

O resultado do Selo Unicef Município Aprovado Edição 2009-2012 das regiões do Semiárido e da Amazônia foi anunciado em uma cerimônia nacional com o representante do Unicef no Brasil, Gary Stahl, no Museu Nacional, em Brasília. No Ceará, 65 municípios alcançaram o Selo Unicef e manteve a melhor marca de município premiados, semelhante ao ano de 2008,  O evento contou com a presença da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e da ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário.

REGIÃO PREMIADA Desde o surgimento do "Selo", foram premiados na região os municípios de Baixio [2008], Cedro [2002], Iguatu [2008 e 2012] e  Lavras da Mangabeira [2006 e 2008], Orós [2000 e 2012]. Icó, Umari, Ipaumirim, Jaguaribe e Pereiro ainda não obtiveram a conquista. HISTÓRICO DO SELOO Selo UNICEF Município Aprovado é uma tecnologia social inovadora, lançada em 1999 no Ceará e que, desde 2005, alcança todo o Semiárido Brasileiro. A partir de 2009, o Selo chegou à Amazônia Legal Brasileira, articulando, mobilizando, comunicando, acompanhando e, finalmente, certificando as políticas públicas municipais voltadas para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes.

O Projeto Selo Unicef Município Aprovado faz parte do pacto nacional Um mundo para a criança e o adolescente do Semiárido e da Agenda Criança Amazônia, iniciativas de solidariedade, cidadania e compromisso com o desenvolvimento dessas regiões que abrangem mais de 2.200 municípios de 20 Estados brasileiros [os nove Estados do Nordeste, o Espírito Santo e Minas Gerais e os nove Estados que compõem a Amazônia Legal Brasileira].  O Pacto e a Agenda representam a união de forças entre governo federal, governos estaduais, organizações da sociedade civil, organismos internacionais, empresas e população. Nos quatro anos de mobilização da Edição 2009 - 2012, os quase 1.800 municípios inscritos no Selo Unicef alcançaram resultados significativos nas áreas da Assistência Social, Saúde e Educação, por meio da mobilização social, do desenvolvimento de capacidades e do monitoramento das políticas públicas. Esse movimento tem buscado contribuir, também, para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio nessas regiões do país.

O Selo Unicef Município Aprovado também promoveu um amplo processo de participação social por meio da realização de dois Fóruns Comunitários, ocasiões em que a comunidade teve a oportunidade de avaliar, elaborar e acompanhar propostas para melhoria das políticas para a infância e adolescência em seus municípios. Para conquistar o Selo, os municípios foram avaliados em três eixos: Impacto Social, Gestão de Políticas Públicas e Participação Social.  O Impacto e Gestão foram avaliados a partir do desempenho de indicadores de Saúde, Educação e Proteção no período de quatro anos. No Semiárido, os municípios certificados conquistaram avanços e melhoras em, pelo menos, 18 indicadores de um total de 32 nos eixos de Impacto Social e Gestão de Políticas Públicas, além de ter pontuado em pelo menos duas das atividades da Participação Social.

Na Amazônia, de um total de 33 indicadores dos Eixos de Impacto Social e Gestão de Políticas Públicas, os municípios certificados avançaram em, no mínimo, 15 indicadores, além de ter pontuado em pelo menos duas das atividades da Participação Social.

Via Yuri Guedes



Expectativa de vida do brasileiro chega a 74 anos e 29 dias


A expectativa de vida dos brasileiros chegou a 74 anos e 29 dias em 2011, revelou nesta quinta-feira (29) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 11 anos, a taxa avançou em média 4 meses por ano.

Com base no Censo, o órgão constatou que o brasileiro ganhou 3 meses e 21 dias de esperança de vida em 2011, em relação à taxa verificada no ano anterior, de 73,76 anos. Na comparação com 2000, o ganho foi de três anos, sete meses e 29 dias.
Agência Brasil


Deputados cearenses e dirigentes cobram ações do governo para reestruturar Dnocs


Deputados e representantes do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas [Dnocs] cobraram mais ação do governo federal para reestruturar a instituição, durante audiência pública da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público nesta quinta-feira [29].

Vinculado ao Ministério da Integração Nacional, o Dnocs é responsável por executar políticas federais de combate à seca e à desertificação, como construções de açudes, poços e outras medidas que favoreçam a irrigação em todo o semiárido nordestino e no norte de Minas Gerais.  De acordo com o diretor-geral da autarquia, Emerson Fernandes, é necessário um novo concurso público para que o departamento não feche as portas. Segundo ele, 1.600 [cerca de 94%] dos 1.700 servidores atuais terão idade para se aposentar em quatro anos.

 De acordo com estudos do Ministério do Planejamento apontam que 76,6% dos servidores do quadro da autarquia terão condições de pedir aposentadoria até 2016. A pasta aguarda estudo do Ministério da Integração Nacional sobre o papel do Dnocs para planejar a reestruturação, conforme a secretária-adjunta de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Catarina Moreira. Ela disse que há uma previsão de concurso com 165 cargos para o departamento em tramitação no Planejamento.  O presidente da Associação dos Servidores do Dnocs [Assecas], Roberto Morse, defendeu que a reestruturação da autarquia é essencial para a economia do sertão nordestino. De acordo com dados citados por Morse, o Dnocs administra 37 perímetros irrigados. Em 2011, esse trabalho gerou R$ 260 milhões em riquezas, com 38 mil empregos diretos e 76 mil indiretos.

DEPUTADOS CEARENSES 

A falta de investimentos na instituição também foi alvo de críticas de deputados. “Nosso governo federal não teve interesse em revitalizar o Dnocs”, disse o deputado Chico Lopes [PCdoB-CE].  Ele destacou que a autarquia é uma “biblioteca de experiência” e não pode ser novamente extinta. Em 1999, no Governo Fernando Henrique Cardoso, o Dnocs foi extinto por medida provisória, mas foi recriado quatro meses depois por pressão de servidores, governadores e parlamentares.  O deputado Arnon Bezerra [PTB-CE] sustentou que o problema do Dnocs não se resume a um governo. “Víamos a crítica na gestão de Fernando Henrique Cardoso e agora vemos isso nos governos Lula e Dilma”, comentou. Participação O diretor do Dnocs cobrou ainda maior participação do departamento no Projeto de Integração do São Francisco (Pisf). O Pisf busca assegurar água, em 2025, a cerca de 12 milhões de habitantes de pequenas, médias e grandes cidades da região semiárida dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Das 23 maiores barragens que integram o projeto, 20 delas são administradas pelo Dnocs.  

O deputado José Airton [PT-CE] criticou a ausência da autarquia em iniciativas do governo federal, com a transposição do Rio São Francisco. “Tive de dar um pito na presidente Dilma por ter lançado um programa de irrigação e não chamar o órgão com maior representatividade na área”, declarou. Na opinião dele, o Planalto conversa apenas com os governadores e não com as bancadas estaduais para resolver o problema da seca. Reunião de trabalho

Para conseguir garantir a reestruturação do Dnocs, a comissão da Câmara vai intermediar uma reunião de trabalho entre diretoria e servidores da autarquia com os ministérios da Integração Nacional e do Planejamento, afirmou o autor do requerimento do debate, deputado Eudes Xavier [PT-CE]. Ele disse também que será criada uma frente parlamentar em defesa do departamento.
Agência Câmara



Assembleia-Geral da ONU reconhece Palestina como Estado observador não membro


Por maioria, a Assembleia-Geral da ONU reconheceu nesta quinta-feira (29) a chamada Palestina como um Estado observador não membro. A decisão eleva o status do Estado palestino perante a organização e significa uma importante vitória política para os palestinos.

A resolução foi aprovada com 138 votos dos 193 da Assembleia-Geral. Houve nove votos contrários e 41 abstenções. O status de Estado observador, semelhante ao do Vaticano, não garante direito a voto e fica aquém do reconhecimento pleno, que transformaria a Palestina no 194º membro da organização. Desde a entrada na ONU, em 1974, os palestinos eram representados pela OLP (Organização para Libertação da Palestina), que tinha o status de entidade observadora.

Reconhecimento internacional

Pelo direito internacional, o reconhecimento de Estados não se dá na ONU (Organização das Nações Unidas), mas por outros países. Perante as delegações, o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, afirmou que "a janela de oportunidade" para a paz "está se fechando".

Brasil comemora reconhecimento da Palestina pela ONU

Ele afirmou que a mudança solicitada pelos palestinos nesta quinta é a "única chance de salvar a solução dos dois Estados". Para Abbas, a operação realizada pelo Exército de Israel contra a faixa de Gaza, há duas semanas, que matou quase 170 palestinos, é um "doloroso lembrete" de que a solução de dois Estados é "uma escolha muito difícil, se não impossível". Muito aplaudido, ele disse ainda que não aceitará "nada além de uma Palestina independente", que viva ao lado de um Estado judeu. "Não acho que isso seja terrorismo."

Aniversário de 65 anos da divisão da Palestina

O pedido não acontece por acaso. Ele marca o aniversário de 65 anos da resolução que estabeleceu a divisão da Palestina em um estado árabe e outro judeu. Os líderes judeus aceitaram e fundaram Israel. Mas a liderança árabe rejeitou o plano e declarou guerra, reivindicando toda a Palestina. Logo após Abbas, o representante de Israel tomou o palco e afirmou que a paz só pode ser alcançada por meio de negociações de paz, e não por meio de uma resolução na ONU. Ele ainda criticou Abbas por reivindicar liderança sobre um território que não controla --a faixa de Gaza, dominada pelo movimento radical islâmico Hamas. "Os que apoiarem a resolução hoje estão minando a paz, e não dando o seu apoio."

Multidão celebra decisão em Ramallah

Prosor afirmou que "os palestinos estão virando as costas para a paz" e que a entidade "não pode quebrar a relação de 4.000 anos de ligação entre o povo de Israel e a Terra de Israel". Ele acusou os palestinos de não aceitarem a "mão estendida" de Israel para negociar um acordo de paz. "Essa resolução não serve para as negociações de paz com Israel, não diz nada sobre a segurança de Israel e não pede o fim do conflito". "A verdadeira negociação não é em Nova York, mas sim em Jerusalém e em Ramallah."

Paz

Mais cedo, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu formalmente que dirigentes israelenses e palestinos "retomem o processo de paz", paralisado há dois anos. "O necessário, agora, é vontade política e é coragem", disse Ban durante discurso no Comitê sobre os Direitos Inalienáveis do Povo Palestino. Recomeçar as negociações "é a única maneira de resolver os temas que permanecem suspensos" entre a ANP e Israel e conseguir um acordo de paz, disse. Ban reiterou sua condenação aos ataques feitos a partir da faixa de Gaza contra o território israelense, bem como a colonização da Cisjordânia por Israel. "O prolongamento da política de assentamentos na Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, constitui uma violação do direito internacional e essas ações devem acabar."

Foto: Agência Reuters
Folhapress
Foto: Site da Política
 

Anuncie a sua empresa no Blog do Crato - Há 7 Anos, o Crato na Internet



Faça como:








Entre em contato pelo E-mail: blogdocrato@hotmail.com

A SOLIDEZ DE QUEM JÁ ESTÁ NO MERCADO HÁ 7 ANOS

Animais continuam à solta pelas ruas do Crato - Fotos: Fred Lemos



Como bem ressaltou o Kaika Luiz em outra reportagem aqui no Blog do Crato, na cidade de Crato acontece por esses dias um fenômeno estranho. Muitos animais são vistos à solta pelas ruas do Crato. Segundo diversas pessoas, isso se deve à sêca. Os proprietários destes animais, não tendo mais como alimentá-los, os soltam, para que saiam comendo o que tiver pela frente, grama, lixo, etc...um verdadeiro absurdo!

O nosso colaborador Fred lemos nos enviou a prova fotográfica. Eu gostaria de ressaltar que há poucos dias, aqui na Vilalta, um cavalinho também ficou a pastar pelos terrenos baldios por 3 dias. Vejam só a que ponto a coisa chegou. Solicitamos providências das autoridades competentes do setor ( ou melhor, solicitamos provodências das autoridades do setor competente, porque se essas autoridades fossem tão competentes assim, já teriam tomado as devidas providências ).


 


Fotos: Fred Lemos 
Texto: Dihelson Mendonça 
www.blogdocrato.com


PELA REABERTURA DO SESI DO CRATO - É PRECISO FAZER UM ABAIXO-ASSINADO PELA VOLTA DO SESI DO CRATO - Por: Dihelson Mendonça


Quando a Federação das Indústrias do Estado do Ceará resolveu fechar o SESI da cidade do Crato, onde há mais de 40 anos funcionava plenamente, trazendo inúmeros benefícios à população, tendo sido um dos primeiros do Estado do Ceará, alegou-se na sua justificativa que o Crato não mais comportava o SESI porque "haviam poucas indústrias e pouco uso", além do fato de que "Juazeiro é muito próximo" e os Cratenses para continuarem usufruindo dos serviços do SESI, poderiam ir ao juazeiro porque "agora com o metrô do Cariri, passagens são baratas" ( Que ironia e que engraçado a gente ouvir isso, que eu inclusive GRAVEI e tenho comigo o áudio registrad, de uma reunião realizada na prefeitura com representantes daquela entidade. 

Alegar que o Crato não comporta um SESI é não só revoltante, quanto uma deslavada mentira, considerando-se que apenas a Indústria GRENDENE, sediada no Crato, emprega hoje milhares de funcionários, e ao mesmo tempo, essa mesma federação que fechou o SESI do Crato porque segundo eles, "precisavam de dinheiro", foram construir uma outra sede a partir do zero na cidade de Iguatu. Como se explica isso ?

O que custaria manter em funcionamento o SESI no Crato ? Será que aos dirigentes não faltou boa vontade ? Na época do seu fechamento, eu estive em várias reuniões, e inclusive filmei essa triste manobra contra a nossa cidade. Na época, tentamos a mobilização pública ( 2010 ) através de uma passeata contra a saída do SESI, mas a sociedade Cratense, como sempre, permaneceu alheia a tudo, sendo omissa. 

Hoje, que, como diria o poeta Camões, "Inês é morta", a própria população reclama que o SESI "foi embora". Mas os Cratenses é que permitiram isso! Juazeiro do Norte é uma grande metrópole, e ela está no seu direito sagrado de buscar o melhor para si. O Crato é que precisa acordar desse sono eterno, e aprender a lutar pelas suas coisas, com mais representatividade Estadual e Federal, com boa vontade, com união, para que todos juntos, somando forças, possamos trazer projetos. 


Eu creio que cada cidade possui a sua vocação. Particularmente, não desejo indústrias poluentes ao Crato. Aqui precisamos é de crescimento sustentável e ordenado, uma cidade que precisa de qualidade de vida. Deixemos a fumaça e a poluição cancerígena para quem quiser. No Crato, podemos investir em turismo, indústrias não poluentes, comércio, e outras iniciativas. Queremos um Crato ao modelo de cidades de primeiro mundo, onde o progresso convive harmonicamente com a qualidade de vida e o enriquecimento da sua população, como a cidade de Campos do Jordão, que fatura bilhoes de reais em turismo, e não um Crato como a cidade de Cubatão - SP, que sob o pretexto de "progresso" tornou o ar quase irrespirável. 

São duas possibilidades totalmente distintas, a vida, a preservação da cidade, da Chapada do Araripe, da cidade bem cuidada, que tem fontes próprias de sustentabilidade, ou o caos das indústrias poluentes. A escolha final, a chave seja para um futuro brilhante, ou um futuro trágico, está na mão dos Cratenses, onde se espera que o bom senso possa sempre prevalecer.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

SAIBA MAIS

Leia a matéria sobre o fechamento da Unidade do SESI Crato - Em 2010

Unidade do Sesi-Crato será fechada - 07.08.2010 ( No Diário do Nordeste )

Crato. Lideranças políticas, empresariais e comunitárias deste Município estiveram reunidas na sede da Associação Comercial e Empresarial. O objetivo é desencadear uma campanha contra a desativação das atividades do Serviço Social da Indústria (Sesi) na cidade. De acordo com informações do superintendente Regional do Sesi, Francisco das Chagas Magalhães, todos os serviços prestados pela unidade do Crato serão transferidos para Juazeiro do Norte.

A medida, segundo Magalhães, tem como finalidade "acompanhar a evolução da economia e o novo perfil da indústria cearense". Ele complementou dizendo que "a distribuição geográfica das empresas no Interior não é mais a mesma. Outras regiões despontam como novos polos industriais, enquanto outros locais passam por processo de adequação".

Com este argumento, a Superintendência Regional anunciou os encerramentos das atividades do Sesi do Crato, que atende a uma população de trabalhadores da indústria calculada em 10 mil pessoas, incluindo seus dependentes, nos setores de saúde, educação e lazer. A informação foi confirmada pelo gerente da Unidade do Crato, Eugênio Pacelli Coelho de Sá, esclarecendo que alguns dos 60 funcionários serão aproveitados em outras unidades.

Histórico

Criado em 1968, com a finalidade prestar serviços aos industriários e seus dependentes, o Sesi do Crato se integrou à cultura da cidade. "Equipado com piscinas, auditório, cinema, salas de aula e quadras esportivas, a Unidade do Crato, que ocupa uma área correspondente a um quarteirão, vem prestando relevantes serviços à região", afirmou o presidente da Associação Comercial e Empresarial do Crato, Marcos Parente.

O prefeito Samuel Araripe, que também participou da reunião, lembrou que o Sesi conquistou a confiança da sociedade regional graças a um trabalho ético e transparente, comprometido com a inclusão social. O lazer, a saúde e a educação são os pilares dos investimentos da instituição. Esta estrutura garante a presença constante da entidade na vida do trabalhador.

Por mais de 40 anos, a instituição tem se dedicado a atender aos trabalhadores da indústria com o máximo de atenção, zelando pelo seu bem-estar e saúde. "O Crato não pode perder este equipamento", disse o prefeito, garantido que vai manter contato com a direção do Sesi, visando à manutenção da Unidade do Crato. O prefeito argumenta que somente a Grendene possui mais de três mil funcionários que serão prejudicados com a centralização dos serviços em Juazeiro.

Remanejar

"Alguns dos 60 funcionários serão aproveitados em outras unidades do SESI, aqui na região"
Eugênio Pacelli Coelho de Sá
Gerente do SESI Crato

MAIS INFORMAÇÕES:
Serviço Social da Indústria (Sesi) - Avenida Padre Cícero, 1348
Crato-CE
(88) 3521.1301

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com


Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - Dia 30/11/2012



Problema de abastecimento é solucionado pela administração da URCA, no Campus Crajubar

Serão destinados ao Campus, no próximo ano, R$ 820 mil para execução de projeto de reforma e ampliação da rede elétrica e melhorias no espaço físico, em Juazeiro do Norte. Os problemas relacionados ao abastecimento de água do Campus Crajubar, da Universidade Regional do Cariri (URCA), em Juazeiro do Norte estão sendo solucionados, com a compra de uma nova bomba d’água, por meio de pregão eletrônico. Uma empresa de São Paulo venceu a licitação e o equipamento está sendo providenciado em caráter de urgência para ser implantado.

Segundo a Reitora da Universidade, Professora Otonite Cortez, não haverá problemas relacionados ao abastecimento que possam prejudicar o andamento das atividades acadêmicas e administrativas no local. O Corpo de Bombeiros, por meio de uma decisão em comum acordo com a URCA, estará realizando suprindo essa necessidade no Campus até que a nova bomba seja instalada. A Reitora ressalta que a administração está atenta aos problemas e tem buscado solucioná-los, tanto que as instalações elétricas, tendo em vista os vários anos do prédio, foram melhoradas, no intuito de atender as necessidades mais urgentes dos cursos de Física, Matemática e Engenharia de Produção, que fazem parte do Centro de Ciência se Tecnologia (CCT), da Instituição. Mas, a partir do próximo ano, estarão sendo destinados ao Campus, com recursos já assegurados e repassados à URCA, por meio do Tesouro Estadual, R$ 820 mil. Esse valor será utilizado na execução do projeto de reforma e ampliação da rede elétrica, além de promover melhorias no espaço físico. “Temos que compreender que as instalações envelhecem, e para isso fomos buscar recursos para possibilitar as melhorias necessárias”, diz a Reitora da URCA.

Este ano, o Governo do Estado destinou a Instituição mais de R$ 15,6 milhões, para execução de diversos projetos em toda a Universidade. É o maior montante em verbas do orçamento estadual já destinado à URCA. De acordo com a Reitora, é importante ressaltar que as compras efetuadas por meio de processos licitatórios devem seguir todos os procedimentos legais, para que sejam efetuados. Com isso, é comum que haja certa elasticidade dos prazos, mas que até lá não haverá prejuízos à Universidade.
 
URCA se destaca com alto índice de aprovação dos alunos de Direito no exame da OAB

A placa de reconhecimento da OAB será afixada nas dependências do curso. A solenidade de entrega do Selo aconteceu em maio deste ano, no Campus São Miguel. O Curso de Direito da Universidade Regional do Cariri (URCA) conseguiu aprovar mais de 70% dos seus alunos no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), recentemente. O curso foi classificado como o segundo melhor do Estado Ceará, e 63º melhor do Brasil, entre os 89 recomendados pela Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, das mais de 1.200 instituições formadoras do Direito em todo o País. A solenidade de entrega do Selo OAB recomenda aconteceu em maio deste ano, nas dependências do curso. O alto índice de aprovação da URCA está além da grande maioria dos cursos do País. A aprovação geral para o exame no Brasil chegou a pouco mais de 18%. A placa do Selo OAB foi entregue durante a abertura da XVI Semana de Direito da URCA e VI Semana de Estudos Jurídicos da OAB, pela Reitora da URCA, Otonite Cortez, as Professoras do Curso, Ana Elisa Linhares e Amanda Guilherme, e será afixada nas dependências do Campus São Miguel. A Semana está sendo realizada de 28 a 31 de novembro.
 
XVI Semana de Direito da URCA aberta com homenagens e entrega da placa do Selo OAB

A XVI Semana de Direito da URCA e VI Semana de Estudos Jurídicos da OAB foi aberta pela Reitora da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professora Otonite Cortez, e o Vice-Reitor, Professor Patrício Melo, durante solenidade nas dependências do pátio da Reitora da Instituição. O evento contou com a presença de professores e alunos do curso, e a realização de homenagem, além da entrega da placa do Selo OAB, reconhecimento da Ordem dos Advogados do Brasil, recomendando o Curso de Direito como um dos 89 melhores do Brasil. O Professor do Curso de Direito, Francisco de Assis Oliveira, recebeu durante a solenidade de abertura, homenagem, com a entrega da Medalha Dr. Luiz de Borba Maranhão, que também será entregue ao Professor Doutor Plácido Cidade Nuvens, ex-Reitor da Instituição e ex-Professor do Curso de Direito, durante solenidade de encerramento da semana. O evento traz como tema central este ano “O Jurisdicionado e o Acesso à Justiça”, exposto na conferência de abertura da semana, pelo conferencista Misael de Albuquerque Montenegro Filho, que fez uma ampla abordagem sobre o Novo Código do Processo Civil. “É um momento oportuno para fazermos esse estudo, já que não estamos falando de uma lei com pequenos ou poucos artigos, mas de uma codificação integrada por mais de mil novos dispositivos”, afirma. Segundo ele, um código completamente diferenciado, inspirado na idéia de se ter uma justiça mais ágil. O homenageado Assis Oliveira destacou a sua relação de carinho com o curso e a Universidade. Ele afirma que o seu primeiro contato foi em 1982, para ministrar um aulas na pós-graduação e ingressou na Instituição, como Professor Assistente, em 2002. O docente ressalta a qualificação do curso, as aprovações destacadas em exames da OAB, e a qualidade do corpo discente. “É uma Universidade pequena, mas grande na sua capacidade de estruturação do conhecimento”, ressalta.
 
Na ocasião, a Reitora da URCA, Professora Otonite Cortez, lembrou os 37 anos de existência do Curso, com primeira aula ministrada pelo Professor Plácido Cidade Nuvens. A Faculdade de Direito do Crato foi criada como autarquia municipal, posteriormente incorporada a Universidade Estadual do Ceará, e depois à URCA, em 1986. A Reitora disse que a semana de Direito representa um momento de encontro dos profissionais do Direito e estudantes da região, com a discussão dos principais temas em evidência no Brasil e no mundo jurídico, atualizado os seus conhecimentos, apresentado trabalhos de pesquisa e extensão. “Fazendo pulsar o ambiente acadêmico, político e institucional”, completa.
 
Investimentos de R$ 1,5 milhão para o Campus São Miguel

A Reitora da URCA, Otonite Cortez, ressaltou a aquisição de recursos concedidos pelo Governo do Estado, para a melhoria de trabalho e estudo no Campus São Miguel, onde funciona o Departamento de Direito. De acordo com a Reitora, foi destinado ao Campus R$ 1,5 milhão, para ser executado nos próximos dois anos. A verba será usada na reforma e ampliação do prédio. Esse recurso, segundo Otonite Cotez, será gerido com zelo pela administração da URCA, como tem acontecido nos últimos anos. Além desse investimento em infraestrutura predial, está sendo executado projeto de R$ 2,2 milhões, para aquisição de equipamentos mobiliários e recursos didáticos para todos os cursos da Universidade. O Curso de Direito recebeu recentemente novas carteiras escolares. As últimas foram adquiridas em 2003, na gestão da Reitora Violeta Arraes. Também estão sendo adquiridas as centrais de ar condicionado para o Curso de Direito, que serão instaladas após a reforma predial e das instalações elétricas. A Reitora Otonite ainda anunciou a compra de dois transportes coletivos (uma van e um microônibus) para a Universidade. Durante a Semana de Direito estão sendo apresentados diversos trabalhos, debates, mesas redondas, minicursos, palestras e conferências. Os eventos acontecem nos campi do São Miguel e Pimenta.
 
Ação de Qualificação da Rede de Atenção Integral em Álcool e Outras Drogas/Crack é realizada com mais de 300 profissionais, em Juazeiro
Está sendo realizada em Juazeiro do Norte, de 26 de novembro a 15 de dezembro, a Ação de Qualificação da Rede de Atenção Integral em Álcool e Outras Drogas/Crack. Nesta sexta-feira, haverá encerramento da primeira turma de profissionais participante, com a presença da Reitora da URCA, Professora Otonite Cortez, e da Presidente da Fundação de Desenvolvimento Tecnológico do Cariri (Fundetec), Meiriane Esmeraldo. Serão mais de 300 pessoas qualificadas. Os profissionais da Rede de Atenção Integral de Juazeiro participam de oficinas de formação e de atualização de conhecimentos acerca do álcool e outras drogas, especialmente o crack. Na programação consta uma oficina especial para os parentes dos usuários. A intenção é formar familiares multiplicadores dos temas abordados. O projeto tem apoio do Ministério da Saúde e se realiza através de convênio com a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), URCA e FUNDETEC. A qualificação integral convocará os profissionais de toda a Rede de Atenção Integral, como médicos atuantes no Programa Saúde da Família (PSF) e no Núcleo de Assistência à Saúde da Família (NASF), profissionais dos hospitais gerais, agentes comunitários de saúde e redutores de danos, agentes sociais e profissionais dos consultórios, das redes do Sistema Único de Saúde (SUS) e Sistema Único de Assistência Social (SUAS), além da inclusão dos familiares de usuários, possibilitando o acesso à informações, no intuito formar multiplicadores dos conteúdos abordados.

Alunos do VIII semestre do Curso de Geografia realizarão Instalação e Performance na Praça da Sé, em Crato

Alunos do Curso de Geografia, da Universidade Regional do Cariri (URCA), apresentarão uma Instalação e Performance (uma forma de Avaliação Pública) com o tema “As cidades médias e o seu crescimento diante do mundo globalizado”, no próximo dia 04 (terça-feira), na Praça da Sé, a partir das 19h30. A apresentação faz parte da disciplina Estágio Supervisionado III, do VII semestre, ministrada pelo professor Emerson Ribeiro, do Departamento de Geociências. De acordo com o professor Emerson Ribeiro, a intervenção propiciará uma maior interação entre a comunidade e a URCA, numa experiência de extensão da Universidade, na qual o público passante será incitado a pensar sobre o consumismo e a influência deste sobre a sociedade. O professor destaca a importância da prática da pesquisa para a vida acadêmica do discente e a própria interação com o público, como algo positivo para a vida profissional do futuro professor. Participam do trabalho 35 alunos. A apresentação terá duração de uma hora, na qual os alunos estarão com vestimentas sociais, segurando uma gaiola, dentro da qual estará representado o tema da ação. Ao mesmo tempo, um anjo de duas faces estará passeando pelo local. O público poderá interagir com os alunos, podendo realizar perguntas sobre o tema apresentado. (por Leylianne Alves).
 

Unidade Descentralizada de Iguatu realiza colação de grau para 90 formandos
 
A Universidade Regional do Cariri (URCA), através da Unidade Descentralizada de Iguatu, realiza nesta sexta-feira, 30/11, solenidade de Colação de Grau 2012.1 dos alunos dos cursos de Direito, Enfermagem e Educação Física.   A cerimônia de colação degrau acontecerá no Ginásio do Liceu de Iguatu. A solenidade será presidida pela Reitora, Professora Antônia Otonite Cortez, e também contará com a presença do Vice-Reitor, Professor Patrício Melo e do Diretor Geral da URCA, em Iguatu, Professor Ivo Ferreira.  A solenidade será destinada a 90 formados da URCA, com abrangência no Centro-Sul do Estado, respectivamente 35 novos bacharéis em Direito, 35 enfermeiros e 20 profissionais da Educação Física. Já são em torno de 600 graduados pela URCA em Iguatu, desde a sua criação há 8 anos. “Estamos transformando a realidade de nossa região", ressalta diretor da Unidade, Professor Ivo Ferreira.

Assessoria de Imprensa da URCA 

Dep. Sineval Roque compõe chapa para eleição da Mesa Diretora no biênio 2013-2015 na Assembléia Legislativa‏


Os parlamentares que concorrem aos dez cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o biênio 2013-2015 apresentaram, na manhã desta quinta-feira (29/11), em entrevista coletiva na sala da presidência anexa do Plenário 13 de Maio, a composição da chapa.  A eleição será realizada na próxima terça-feira (04/12).  A chapa tem a seguinte composição: o deputado José Albuquerque (PSB) é indicado para a presidência da Casa; Tin Gomes (PHS) para a primeira vice-presidência; Lucílvio Girão (PMDB) para a segunda vice-presidência; Sérgio Aguiar (PSB) para a primeira secretaria; Manoel Duca ( PRB) para a segunda secretaria; João Jaime (PSDB) para a terceira secretaria; Dedé Teixeira (PT) para a quarta secretaria; Ely Aguiar (PSDC) para primeiro vogal; Ferreira Aragão (PDT) para segundo vogal; e Sineval Roque (PSB) para terceiro vogal.
Segundo José Albuquerque, só iniciarão em 1º de fevereiro de 2013 as articulações para a definição de quais parlamentares ocuparão as chefias das 18 comissões técnicas da Casa. A data marca o início da legislatura do próximo biênio 2013-2015.
Para o deputado estadual Sineval Roque, voltar a compor a mesa diretora da Assembleia Legislativa é uma honra. “Todos os problemas e principais acontecimentos do Legislativo Estadual passam pela Mesa Diretora. Quero agradecer à todos pela indicação”, declarou o parlamentar.

Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa


Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30