xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 15/07/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 julho 2012

Eleições 2012 - Propaganda eleitoral - Por Maria Otilia


                     Eleições 2012 - Propaganda eleitoral - Veja o que pode ser feito e o que não pode

O Tribunal Superior Eleitoral publicou a Resolução nº 23.370/2011, com as regras sobre propaganda eleitoral a serem seguidas nas eleições de 2012. Estão relacionados abaixo os tipos de propaganda mais comuns utilizados por partidos políticos e candidatos em suas campanhas eleitorais, com informações sobre o que pode ou não ser feito. Ressalte-se que estas orientações têm o caráter apenas informativo, não sendo dispensável, portanto, a leitura integral da legislação sobre o tema.
Lembre-se: A propaganda eleitoral será permitida somente a partir do dia 6 de julho e não poderá ser cerceada, desde que realizada em obediência à legislação aplicável.
1.Comício
Pode

A partir do dia 6 de julho até 48h antes do dia das eleições, das 8h às 24h. Também pode ser utilizada aparelhagem de sonorização fixa e trio elétrico, desde que este permaneça parado durante o evento, servindo como mero suporte para divulgação de jingles e mensagens do candidato.
Não pode
Com a realização de show ou de evento assemelhado e apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animação. Não é necessária a licença da polícia para a realização deste tipo de propaganda. Entretanto, as autoridades policiais devem ser comunicadas em, no mínimo, 24h antes de sua realização.
2.Alto-falantes ou amplificadores de som
Pode

A partir do dia 6 de julho, entre 8h e 22h, desde que observadas as limitações descritas ao lado.
Não pode
A menos de 200 metros das sedes dos Poderes Executivo e Legislativo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, das sedes dos Tribunais Judiciais, dos quartéis e de outros estabelecimentos militares, dos hospitais e casas de saúde; das escolas, bibliotecas públicas, igrejas e teatros, quando em funcionamento.
3.Caminhada, carreata e passeata
Pode

A partir do dia 6 de julho até as 22h do dia que antecede as eleições. Também são permitidos a distribuição de material gráfico e o uso de carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos.
No dia das eleições: é permitida apenas a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por determinado partido ou candidato, revelada pelo uso exclusivamente de bandeiras, broches, dísticos e adesivos.
Não pode
A utilização dos microfones do evento para transformar o ato em comício. Além disso, as vedações sobre distância mínima de órgãos públicos são as mesmas para alto-falantes e amplificadores de som.
4.Cavaletes, bonecos, cartazes e bandeiras móveisPode
Ao longo das vias públicas, desde que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. Mas devem ser colocados e retirados diariamente, entre 6h e 22h.
Não pode
Nos bens cujo uso dependa de cessão ou permissão do poder público, ou que a ele pertençam, e nos de uso comum, inclusive postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos, nas árvores e nos jardins localizados em áreas públicas, bem como em muros, cercas e tapumes divisórios, mesmo que não lhes cause dano. Esta vedação também vale para qualquer outro tipo de propaganda.
Atenção: Bens de uso comum, para fins eleitorais, são aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, ainda que de propriedade privada.
5.Camisetas, chaveiros, bonés, canetas e brindes
Pode

A comercialização pelos partidos políticos e coligações, desde que não contenham nome ou número de candidato nem especificação de cargo em disputa. Esta restrição também vale para qualquer outro material de divulgação institucional.
Não pode
A confecção, utilização ou distribuição realizada por comitê de candidato ou com a sua autorização durante a campanha eleitoral. Esta vedação também vale para quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor.
6.Faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições
Pode

Apenas em bens particulares, independentemente de autorização da Justiça Eleitoral, observado o limite máximo de 4m² e desde que não contrariem outras disposições da legislação eleitoral.
Não pode
Em troca de dinheiro ou de qualquer tipo de pagamento pelo espaço utilizado. A propaganda deve ser feita espontânea e gratuitamente.
7.Distribuição de folhetos, volantes e outros impressos (santinhos)
Pode

Até as 22h do dia que antecede as eleições e não depende da obtenção de licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral.
Não pode
Apenas com estampa da propaganda do candidato. Todo material impresso de campanha deverá conter também o número de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ou o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do responsável pela confecção, bem como de quem a contratou, e a respectiva tiragem.
No dia das eleições: é vedada a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca-de-urna (distribuição de santinhos) e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.
8.Outdoor
Não  pode

Independentemente do local, sujeitando-se a empresa responsável, os partidos, as coligações e os candidatos às penalidades cabíveis (retirada imediata e pagamento de multa).
9.Jornais e revistas
Pode

Até a antevéspera das eleições, para divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita.
Atenção: É permitida a divulgação de opinião favorável a candidato, a partido político ou a coligação pela imprensa escrita, desde que não seja matéria paga.
Não pode
Para publicação de propaganda eleitoral que exceda a 10 anúncios, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, num espaço máximo, por edição, de 1/8 (um oitavo) de página de jornal padrão e 1/4 (um quarto) de página de revista ou tablóide. Também não pode deixar de constar no anúncio, de forma visível, o valor pago pela inserção.
10.Rádio e Televisão
Pode

Apenas para a propaganda eleitoral gratuita, veiculada nos 45 dias anteriores à antevéspera das eleições (em 2012, este período corresponderá ao intervalo entre os dias 21 de agosto e 04 de outubro, inclusive).
Não pode
A partir de 1º de julho. Desta data em diante, as emissoras não poderão, em sua programação normal e noticiário, transmitir, ainda que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados, entre outras vedações.
11.Internet
Pode

Após o dia 5 de julho, em sites de partidos e candidatos, desde que comunicados à Justiça Eleitoral e hospedados em provedores estabelecidos no Brasil. Após essa data é permitida também a veiculação de propaganda eleitoral por meio de blogs, sites de relacionamento (Orkut, Facebook, Twitter, etc) e sites de mensagens instantâneas. As propagandas eleitorais veiculadas por e-mail são permitidas, mas deverão conter mecanismo que possibilite ao destinatário solicitar seu descadastramento. É permitida ainda a reprodução do jornal impresso na internet, desde que seja feita no sítio do próprio jornal, respeitado integralmente o formato e o conteúdo da versão impressa.
Não pode
Qualquer tipo de propaganda eleitoral paga. Nem propaganda em sites de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, e em sites oficiais ou hospedados por órgãos ou entidades da administração pública. Serão aplicadas aos provedores de conteúdo ou de serviços multimídia as penalidades previstas em lei, caso não cumpram, no prazo estipulado, a determinação da Justiça Eleitoral para cessar a divulgação de propaganda irregular veiculada sob sua responsabilidade, desde que comprovado seu prévio conhecimento.
 
Fonte: Diogo Mendonça Cruvinel, Assistente de Apoio à Propaganda Eleitoral – TRE-MG

JUAZEIRO É UMA CIDADE GRANDE. CRATO É UMA GRANDE CIDADE - Por: DIhelson Mendonça


Conversando sobre o Crato - 15/07/2012

ASSIM ?

FIQUEM DE OLHO, CRATENSES - Tem gente aí querendo trazer indústrias poluentes para o Crato. Acho que não é por aí. Desenvolvimento precisa ser sustentável, como é consenso em todo o mundo. Não queremos uma fábrica como aquela de Barbalha, que joga fuligem 24 horas por dia no ar. Barbalha hoje parece que vive à sombra de um vulcão, com permanente camada de cinzas espalhadas por toda a cidade. Essa fuligem, inclusive já destruiu grande parte dos abacateiros da Chapada do Araripe. 

Então, muito cuidado quando vocês ouvirem os discursos de certos candidatos que se dizem "progressistas" para o Crato. Alguns aí querem mesmo é trazer Poluição sob pretexto de progresso, para destruir o nosso meio-ambiente, com aeterna ganância dos lucros. Alguns mais "capitalistas" nem sabem o que é MEIO AMBIENTE nem tem consciência ecológica. Cratenses, fiquemos de olho! - Nossa PAZ, nossa qualidade de vida é mais importante. Volto a dizer: JUAZEIRO É UMA CIDADE GRANDE. CRATO É UMA GRANDE CIDADE. Só depende de nós um futuro com desenvolvimento e com qualidade de vida.

OU ASSIM ?


Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com
Fotos: instituto5dejulho e Dihelson Mendonça

Antes da morte, filho de Stallone estava à beira da loucura


Sage Stallone tinha 36 anos e já havia atuado ao lado do pai, Sylvester Stallone (Foto: WireImage)

Sage Stallone, filho do ator Sylvester Stallone, que foi encontrado morto em seu apartamento na sexta-feira (13), estaria agindo estranhamente há meses, como contou o site "TMZ". Robert Rhine, editor-chefe de uma publicação americana, disse ao site que visitou Sage em maio, para realizar um ensaio fotográfico na residência do ator e diretor.  Depois de ter esperado por 45 minutos até que o jovem abrisse a porta, Rhine ainda se deparou com uma casa completamente bagunçada, com cigarros e latas espalhadas por toda parte, além de um cheiro desagradável. 
"O problema é o fato das pessoas ao seu redor dizerem que não havia sinais. Eu vi os sinais. Quando todos nós que estávamos envolvidos no ensaio ouvimos a notícia, ninguém ficou surpreendido", falou Rhine, que também revelou ter visto frascos vazios de remédios espalhadas pelo local. Sage sequer teria removido a tampa da câmera enquanto tentava fotografar. 
Embora a polícia ainda continue investigando a causa da morte, acredita-se que Sage Stallone tenha tido uma overdose acidental de remédios e estivesse morto há pelo menos três dias, quando foi encontrado. A assessoria do astro de "Rocky" divulgou que Sylvester está "devastado e agoniado" com a perda do filho.

Fonta: Yahoo Notícias

Nova Olinda-CE: Ex-presidiário é executado a tiros. O principal suspeito do crime é um ex-comparsa da vítima.


Um assassinato a bala movimentou o plantão policial na noite deste sábado (14), no município de Nova Olinda-CE. O  agricultor e ex-presidiário José Ricardo Lima Teixeira, 20 anos de idade, foi executado por volta das 20h45min, com três disparos de arma de fogo, um no peito esquerdo,  na altura do coração; um na região dorsal direita e outro no rosto.
Testemunhas disseram à polícia que a vítima caminhava na companhia de um casal de amigos quando foi abordada por dois homens ocupantes de  uma motocicleta de  preta e sem placa, os dois usando capacetes que após cometerem o homicidio figuram sem deixa pistas.
A polícia diz ter apurado que o principal suspeito da ação criminosa é um ex-parceiro de crimes da vítima, conhecido como Junior Portelinha. Acrescenta a polícia que a possível motivação para o assassinato de José Ricardo teria sido em razão do mesmo há cerca de um ano atrás ter confessado a polícia que ele e Junior haviam roubado uma moto na cidade de Altaneira o que resultou nas prisões dos dois na época. A polícia militar de Nova Olinda continua em diligencias no intuito de localizar e prender o suspeito.

Por: Jota Lopes
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe
Editor do site parceiro CaririNotícias

PAINEL DO GEOPARK ARARIPE NA EXPOCRATO ESTÁ CHEIO DE ERROS - Por Ed Alencar






"Muito confuso" - Expressão que pode ser usada para descrever o painel demonstrativo do GEOPARK ARARIPE. Assim foi para muitas pessoas que visitaram o STAND da Universidade Regional do Cariri (URCA), nesta Expocrato. O item quatro, que descreve o “GEOSSÍTIO BATATEIRAS”, está confuso, não corresponde às ligações históricas das edificações existentes no PARQUE ESTADUAL DO SÍTIO FUNDÃO. Seu nome está incompleto, falta também seus limites territóriais, onde começa e termina. A citação do nome de um SÍTIO indefinido, confunde entre tantos outros existentes em volta de toda extensão do GEOSSÍTIO BATATEIRAS. Lembramos que o Parque Estadual é um dos “GEOTOPS” que formam o geossítio.  A antiga Hidrelétrica  do Crato e a  Cascata, não estão  dentro da reserva ecológica do Sítio Fundão como subentende o texto. Outro equívoco para os leitores, é que o GEOSSÍTIO BATATEIRAS, está dentro do PARQUE ESTADUAL, o que seria ao contrário.
 
Dentro do referido Parque,  encontram-se apenas  o Velho Engenho de Pau, a Casa de Taipa de 1ª andar e ainda deixaram  de fora do PAINEL, a BARRAGEM DE PEDRA, que teve a sua construção autorizada por D. PEDRO ll e que foi edificada pelos escravos por volta de 1877, às margens do Rio Batateiras. Daí porque lamentamos a exclusão dessa história, fato que nos parece está relacionado a ausência do Departamento de História da URCA.
 
Estas indagações feitas por professores, estudantes e visitantes, que ficaram sem respostas durante esta Expocrato de 2012, deverão vir melhor explicado no próximo ano. Como sugestão, melhor ILUSTRADO também.

Autor da matéria: Ed Alencar
Radialista, Cronista, Repórter
Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

AOS QUE ESTÃO LONGE DO CRATO, MEU ABRAÇO - Wilson Rodrigues


Lendo alguns comentários neste fabuloso BLOGDOCRATO, cheguei à conclusão de como a Exposição Agropecuária mexe com as emoções e o sentimento de pessoas daqui e de fora, sejam elas cratenses ou não. É nesta época que os cratenses, que residem em outras regiões do País e que não podem está aqui junto com a gente nesta época de julho, que procuram o Blog do Crato para expressar suas saudades, que coisa emocionante, inteligente e bela. Chegamos até avivar em nós a saudade também dessas pessoas, lamentando suas ausências. Sabemos que são cratenses que, por uma razão ou outra, foram embora daqui em busca de novos horizontes mas que fazem parte de tudo que é hoje a nossa cidade, nosso cratinho de açúcar.

Crato privilegiado pela natureza. Nasceu verde, sempre foi verdinho e continuará assim, ao Sopé da Serra do Araripe. Deus fez a parte dele, mas infelizmente o homem não tem colaborado e de certa forma tem maltratado o meu cratinho com suas ambições políticas, suas perseguições, suas arrogâncias e prepotências.  A situação em que se encontra o Canal do Rio Grangeiro é o exemplo.   

Crato pedaço de mim/Crato que me viu nascer/Longe, aqui, nestes confins/Quanta saudade de você.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Colaborador e CANTOR

Coluna Armando Rafael

Edição de 12 a 17 de julho de 2012

Católicos fidelíssimos

Foi a maior manifestação da fé católica já vista em Crato. No último domingo, dia 8, o Estádio Mirandão, em Crato, recebeu mais de 30 mil pessoas que vieram venerar a pequena imagem-peregrina do Divino Pai Eterno. Ao final da cerimônia, uma réplica da imagem foi doada à cidade de Crato pelo padre Robson Oliveira, reitor da Basília do Divino Pai Eterno, de Trindade,Goiás. O Cura da Sé, padre Edimilson Neves vai colocá-la na Catedral em lugar de destaque.
Vôte!
A ampliação das calçadas nas imediações da Praça da Sé  teve o objetivo de humanizar o centro da cidade e facilitar o trânsito dos pedestres. Certo? Errado! Já está de volta – agora tomando o espaço da calçada ampliada – o velho quiosque que vendia sorvetes, localizado ao lado da catedral. Também  uma conhecida carrocinha – feia e suja – que vende cigarros, bombons  e pipocas já se apossou do espaço da calçada em frente à Coletoria Estadual,  no outro lado da Sé. Só falta agora o retorno das demais barracas que proliferavam em frente à Catedral, ocupando largo espaço na Praça antes da sua mais recente reforma. Alguém duvida que elas vão voltar? É bom não esquecer que vivemos no terceiro mundo. E este é um ano de eleições municipais...
Lambuzeira
Enquanto isso, depois de  6 meses fechada para  “reforma”,  foi reaberta ao público a Praça Alexandre Arraes. Com novos bancos e  novo piso, este pior que o anterior. Tiraram as pedras portuguesas e colocaram mosaicos de cimento de baixa qualidade; Na orla de cimento  que circunda os jardins mudaram a cor (de verde para vermelho). Mas deve ter faltado tinta, pois,  em frente à Maternidade.  ficou um pedaço sem a pintura vermelha. Os jardins da Praça Alexandre Arraes permanecem os mesmos de antes. As placas de bronze (comemorativa às reformas anteriores), colocadas num painel – na penúltima reforma feita por Moacir Siqueira – estão sujas de tinta branca. A Quadra Bicentenário não recebeu sequer uma mão de cal.

(In)eficiência
Postei uma carta em Crato para Caruaru (PE) e a correspondência só chegou ao destino 10 dias depois.  Tempos atrás os nossos correios causavam orgulho aos brasileiros. E não me refiro à época de Dom Pedro II, quando,  em 01.08.1843, fomos o segundo país do mundo (depois da Inglaterra), a emitir selos postais. Ufano-me de tempos bem recentes – os  anos  80 – trinta 30 anos atrás, ¬quando os governos federais não aparelhavam a Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos, como vêm fazendo há cerca de 9 anos, entupindo a empresa com “cumpanhêros” incompetentes que rebaixaram os Correios aos padrões africanos. Lembro-me de que, nos anos 80, uma carta via aérea do Brasil à Alemanha levava de cinco a sete dias para ser entregue ao destinatário. Hoje, mesmo com pagamento "prioritário" uma carta – no mesmo percurso –  demora mais de um mês para ser entregue. Tenho saudade dos tempos em que os correios brasileiros eram eficientes...

O exemplo de Porteiras

Anos atrás, uma nova e bonita imagem de Nossa Senhora da Conceição –  padroeira da cidade de Porteiras – foi adquirida para a igreja-matriz daquela paróquia. Ela substituiu a pequena estátua – de cerca de 30 cm – venerada pelos porteirenses desde o século XIX, primórdios da vila que em 1957 foi elevada à categoria de cidade. Apesar da nova, a imagenzinha antiga continua sendo venerada na igreja-matriz de Porteiras. Para tanto foi construído – na reentrância da parede, próximo ao altar-mor – um pequeno, bonito e artístico nicho onde foi colocada a antiga estátua de Nossa Senhora da Conceição, tão querida ao povo de Porteiras. Vem daquela pequena cidade, um belo exemplo de preservação do patrimônio histórico.
Crato deveria seguir esse exemplo
A iniciativa de Porteiras lembra-nos a imagem da Mãe do Belo Amor, pequena escultura de madeira –  medindo cerca de 40 centímetros – venerada pelos cratenses desde os primórdios da Missão do Miranda, no segundo quartel do século 18. Por que não se faz na catedral de Crato o mesmo feito em Porteiras?  A imagenzinha da Mãe do Belo Amor é guardada num cofre na casa paroquial e raramente é exposta à veneração dos fiéis. Quem sabe, por conta das comemorações do centenário de criação da Diocese de Crato – a ocorrer em 2014 – pelo menos uma réplica da Mãe do Belo Amor ficasse exposta na nossa Catedral?
A igreja da Mãe do Belo Amor
E por falar na imagem da Mãe do Belo Amor, a inacabada igrejinha a ela dedicada – localizada no sítio Páscoa, nas Guaribas em Crato – está a merecer algumas providências. O projeto original do templo é belíssimo, mas – por dificuldades financeiras – foi sendo modificado. Quem passa em frente daquela igreja  nota a ausência de  uma cruz (de madeira ou alvenaria) para identificar lá a existência de um templo católico. A igrejinha também ainda não possui  altar. Uma campanha poderia ser encetada junto à população católica, poderes públicos, comércio e indústria de Crato para a conclusão da igrejinha da Mãe do Belo Amor.
Gigante pela própria natureza
Numa resolução constitucional, soberana e majoritária, o parlamento paraguaio destituiu um presidente desastrado, polêmico e ineficiente: o ex-bispo Fernando Lugo. A argentina, Cristina Kirchner, desastrada presidente do Mercosul nos últimos seis meses –  e “pau-mandado” do déspota Hugo Chávez – aproveitou a destituição de Lugo para formalizar a entrada ilegal da Venezuela no moribundo Mercosul. E fê-lo usando o prestígio do Brasil, que se curvou servilmente à pressão de dona Cristina. Pela força da sua economia, por seu território gigante e sua recente democracia,  o Brasil consolidou-se como líder natural na América Latina. No bloco dos países que formam o Mercosul, o Brasil tem 72% da população, 62% da sua área territorial e mais de 70% do PIB.

A ocasião faz o aliado
Faltou a Dilma Rousseff coragem suficiente para repetir a pergunta do rei da Espanha feita ao falastrão da Venezuela: “¿Por qué no te callas, Cristina?!”. A pusilanimidade da atual presidente da república brasileira ficará – por muitos anos – como um estigma na nossa história diplomática... Bem pior do que o papelão que Chávez impôs a Lula da Silva – fazendo nossa diplomacia semelhante a do Equador – no episódio do asilo do ex-presidente Zelaya na embaixada brasileira em Honduras. O ex-presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Heráclito Fortes, resumiu bem a opereta: “No passado, nossa diplomacia era internacionalmente reconhecida como tendo nível de seleção de Copa do Mundo, hoje está com o prestígio de um timezinho de várzea” – disse – “Antes goleávamos, agora só fazemos gol contra. Contra nossa própria tradição diplomática, contra as regras do Direito, contra o bom-senso”.

Mentira tem pernas curtas
Nas eleições de 2010, Lula anunciou que o Brasil já era autossuficiente na produção de petróleo. Mera enganação. Dias atrás, matéria publicada n’O Estado de S.Paulo revelou o que todo mundo já suspeitava: “a produção nacional de petróleo está estagnada há três anos e,  desde 2003,  a Petrobrás fracassa em atingir as suas metas de extração de petróleo e gás. A origem do problema está na queda de eficiência operacional da Bacia de Campos, a principal do País, responsável pela produção de até 85% do petróleo consumido internamente”.

Tem mais
Já  se ventila a  possibilidade de o Brasil entregar – a grupos estrangeiros – a construção das novas e  projetadas refinarias de petróleo. Alega-se que não temos dinheiro para construí-las. Engraçado, mas para construir 12 estádios para a Copa do Mundo de 2014 existe dinheiro. Quando construídos, e após a meia dúzia de jogos da Copa do Mundo,  esses estádios (verdadeiros elefantes brancos), ficarão ociosos...

Torpedos

1 --
O  Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral(ITC), que iniciou suas atividades em Fortaleza em 2005 e hoje tem unidades em  22 estados brasileiros, vai instalar uma filial em Juazeiro do Norte.

2 – Pessoa estimadíssima na cidade de Crato, o jovem padre colombiano, Juan Diego Giraldo Aristizábal – professor e diretor espiritual do Seminário São José – deixará nosso convívio no próximo ano. Vai cursar doutorado em Roma, capital da Itália.

3 – A “avacalhação” reinante  no Brasil dos dias atuais  é tanta,  que na televisão vê-se  – a qualquer hora do dia e da noite –  uma propaganda de um novo filme nacional que tem por título: “E aí, comeu?”. Desapareceram, nesta nação, as noções mínimas de respeito e dignidade. Ninguém se admire, pois,  se os próximos filmes dos cineastas tupiniquins tiverem estes títulos. “ E aí, roubou?”, “E aí, estuprou?” e por aí vai...

4 – O “bobo da corte: o núcleo central do mensalão decidiu que Delúbio Soares  deve assumir a culpa pelas falcatruas da quadrilha, livrando a pele de Zé Dirceu, Zé Genoíno e dos outros 36 “companheiros” corruptos. É isso! Tem gente que se presta a qualquer tipo de malfeito...

5 – São as coisas desta república: quando o mensalão veio à tona, Delúbio chegou a ser  expulso do PT, tal a gravidade do “malfeito”. Tempos depois, ele  voltou a ser readmitido e chorou de emoção, no retorno ao serpentário. Ao que tudo indica o maior escândalo de corrupção da história republicana terá o seguinte desfecho:  Lula volta a dizer que nada sabia. Zé Dirceu declara que nada fez sem que Lula soubesse. E Delúbio assumirá que fez todas as falcatruas  sozinho...

6 -- Apesar  do sacrificio de Delúbio, alguns implicados temem a condenação. Quando foi anunciada a data do julgamento do mensalão, José Dirceu pediu aos estudantes, via UNE, que "se manifestassem", objetivando inocentá-los e evitar qualquer punição. Agora é a vez da CUT. Vagner Freitas, presidente da CUT, vociferou que irá às ruas se o julgamento do mensalão for político. Se o sindicalista acredita que com suas ameaças vai intimidar os ministros do STF, dará com os burros n'água. O julgamento será técnico.

7 -- O julgamento dos réus do mensalão terá por base o ato petitório do então procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, denunciando ao STF 40 integrantes de uma "sofisticada organização criminosa que praticaram crimes de peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, gestão fraudulenta, além das mais diversas formas de fraude, tendo José Dirceu como chefe da quadrilha"... tudo com o objetivo do Partido dos Trabalhadores--PT se perpetuar no poder da república.

A novidade do domingo: católicos do Cariri participam de missa tradicional



Capela do Colégio Santa Teresa de Jesus em Crato foi o cenário do ato religioso
O Padre Daniel Pinheiro fez uso do púlpito para proferir o sermão

   Depois de quase 50 anos, os católicos do Cariri tiveram oportunidade de voltar a assistir à  celebração do Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, ou seja a missa que era celebrada na Igreja Católica Apostólica Romana até o Concílio Vaticano II. Conhecida também por “Missa Tradicional”,  ela foi  chamada pelo Papa Bento XVI como a "forma extraordinária do Rito Romano”, conforme o Motu Proprio Summorum Pontificum, divulgado recentemente pelo Vaticano.

   A maioria dos presentes à missa era formada por jovens de ambos os sexos. Eles residem na conurbação Crajubar (Crato-Juazeiro-Barbalha) e mantêm um blog na Internet (tradicaocariri@yahoo.com.br). Durante a celebração, algumas mulheres portavam uma mantilha, espécie de pequeno véu feminino que cobre a  cabeça e cai sobre os ombros. Já os homens vestiam camisas de mangas compridas. A capela do Colégio Santa Teresa de Jesus, em Crato,  foi o local da celebração.

    O celebrante, o jovem padre Daniel Pereira Pinheiro, (foto ao lado) tem suas origens em tradicionais famílias de Crato. Ele foi ordenado sacerdote no último dia 29 de junho, festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, em Bordeaux, na França, por Dom Fernando Guimarães, bispo diocesano de Garanhuns (PE). Padre Daniel Pinheiro é o primeiro brasileiro ordenado no Instituto do Bom Pastor–IBP,  e faz parte da primeira geração de seminaristas formados integralmente dentro do instituto, fundado em 2006 com autorização do Santo Padre, o Papa Bento XVI, tendo como suas principais missões a preservação e difusão do uso litúrgico anterior à reforma conciliar.

     Como era de se esperar, a celebração da Santa Missa – rezada em latim e com o padre de costas para o povo – provocou o interesse e curiosidade de muita gente. O jovem professor Giuseppe Mallmann Sampaio, diretor do Colégio Santo Antônio, de Barbalha – que estava acompanhado de sua esposa – acredita que a Missa Tridentina “expressa melhor e de forma mais precisa a fé católica e os dogmas eucarísticos”. Já o Sr. Francisco Tavares, que veio de Juazeiro do Norte para participar da Missa,  disse que esta proporciona “o senso do sagrado, mais riqueza e precisão nas fórmulas das orações, além de nobreza das cerimônias, respeito, beleza, bom gosto, piedade”.

BLOG DO CRATO - REPORTAGEM ESPECIAL - Luiz Sarmento ( In Memorian )


NAQUELA PRAÇA ESTÁ FALTANDO ELE. (SERIE – Por Ed.Alencar) 

Na serie naquela praça está faltando ele, vamos relembrar hoje, outro amante da praça Siqueira Campos, o saudoso e extrovertido LUIZ SARMENTO. Busquei nas palavras de CACÁ ARAUJO uma DEFINIÇÃO para Luiz, que assim o descreveu. 

CACÁ ARAÚJO - “Foi uma figura pública da mais alta inteligência que se manifestava diante dos fatos, com um senso de humor apuradíssimo e o objetivo não era de ser o BOBO DA SITUAÇÃO, mas se divertir e divertir os circunstantes, as pessoas ali do seu círculo onde juntava no humor a IRONIA, o SARCASMO que terminava na crítica que ele queria se reportar. Luiz foi uma figura inteligente e de coração grande, conclui CACÁ.” 

ROBERTO PIANCÓ - Ele foi um comunicador das antigas, ex-proprietário da extinta “AMPLIFICADORA CRATENCE”, na Praça Siqueira Campos, participava sempre das rodas de fofocas ou de assuntos relevantes à cidade quando lá eram discutidos, o clima era quebrado com a chegada de Luiz, com seu jeito engraçado, ao mesmo tempo sério ao se apresentar: “CHEGUEI”, qual é o babado? Ele Sempre foi motivo de risos entre os amigos. Lembra Roberto Piancó: Quando ele foi vender a AMPLIFICADORA CRATENSE, Não sabia a quem? E teve uma ideia! Procurou na época o Bispo (?) e lhe ofereceu a AMPLIFICADORA como cliente PREFERÊNCIAL, dizendo-lhe que os CRENTES queriam comprá-la. Foi tiro e queda, o bispo comprou, trocando-a por um caminhão Chevrolet. A amplificadora está guardada até hoje, na rádio EDUCADORA. 

TARSO ARAÚJO - LUIZ NA POLÍTICA: relembra Tarso Araujo. “Ele gostava muito da política, toda eleição ele tinha um candidato, nunca ficava em cima do muro. Em 2004, eu fazia o programa tribuna do povo na Radio Araripe, e fiz uma crítica a um vereador do Crato e Luiz entrou para participar ao vivo quando eu lhe ofereci o vereador para o seu partido. Ele, arredio como sempre me respondeu na lata “Eu quero lá esse catrevagem no meu partido!!” Conclui Tasso: Foi uma semana de polêmica na cidade por causa de ”CATREVAGEM”, e ele era amigo do vereador. 

MALHAÇÃO DE JUDAS; Conta Cacá Araújo: A escolha para o nome do JUDAS, era feito por votação, a pós a apuração, TUTU-Edson Vilar, o encontrou na praça e disse; LUIZ, tu teve um voto pra ser o Judas, e eu nem um ó.. Respondeu LUIZ: “Então tu não serve nem pra ser Judas.” 

LUIZ NO TEATRO. Relembra CACÁ: O filho casula de Luiz, o Ernesto, fazia um papel de padre que era seduzido por uma jovem bonita, que virava mula sem cabeça e lá na platéia estava Luiz vendo o filho atuar. A jovem em cena obrigava o padre a tomar um café coado na calçinha como simpatia para conquistá-lo, a pós beber, o padre desmaiava, Luiz ao ver o filho se espatifar no chão, larga um grito.” ETA..mataram meu filho” risos na platéia, na sequencia, CACÁ entra no Palco conduzindo a bela jovem desmaiada em seu ombro, exibindo seu belo corpo e pernas no ar, Luiz não se conteve solta outro grito: “ Essa daí até eu carrego!!” Explode em risos a platéia. 

VENDENDO PATO. Conta Sinesio de Sousa: Certa vez me disse ele que tinha ido vender uns patos em Juazeiro, na companhia de uma mulher dona dos PATOS. Lá chegando as pessoas não compravam porque achavam caro, cada pato custava 5,00 Reais. Tava um sol quente, ele com fome doido pra vir embora e a mulher não baixava o preço dos patos. Dado um momento ela saiu para lanchar e ele ficou com os patos, chegou um senhor e perguntou o preço, ele disse: É 3,00 Reais cada, o homem pergunta: faz a 2,50 ? Luiz: Tá é feito, pode levar tudo. 

ÚLTIMA PARTICIPAÇÃO NO RÁDIO. Conta Vicelmo: Eu havia sofrido uma queda de escada e tinha quebrado meus dois braços, eu estava fazendo o programa e ele me ligou e disse no ar: Ei.. Vicelmo, tu está com os dois braços quebrados é..? Eu disse, estou! Perguntou LUIZ: E como tu tá fazendo pra limpar o RÁBO?? 

SENADINHO - Por Huberto Cabral: Havia grupos de pessoas que se reuniam diariamente pela manhã, em diversos pontos da cidade assim distribuídos: A turma da Siqueira Campos eram os Deputados (Câmara). A turma do banco da farmácia gentil  “(Os Ministros.) E a turma do Café Cinelândia, a turma do Luiz, batizado por ele, como “SENADINHO”, (Os Senadores). Os assuntos de interesse da cidade ou fofoca partiam da Praça (dos Deputados), passavam pelo Senadinho (Os Senadores) e seguiam para os Ministros (banco da farmácia) até com placa alusiva. A ENCOMENDA DOS SAPOS. Conta Cesar Brito: Quando ele era caminhoneiro, nas suas viagens hospedou-se num hotel de estrada, onde tinha muitos sapos em volta. Chamou o gerente e disse: “No Ceará, tem uma fábrica que faz sapatos do couro do sapo. Pega ai esses sapos, que lhe compro”! Ele continuou a viagem e dias depois de volta ao hotel o gerente lhe procurou dizendo: Seu Luiz, já juntei mais de duzentos.. 

ALMÉRIO CARVALHO - LUIZ VEREADOR : Fomos bons amigos, na nossa profissão fazíamos o que gostávamos Rádio e Amplificadora. Nos anos noventa, Luiz se candidatou para vereador e ficou na suplência, assumindo a cadeira na câmara por três meses no lugar de Laércio Vasconcelos. Criou um projeto lei, que obrigava as escolas inserirem no currículo escolar, matérias da história do Crato. Fez requerimento para construir as casinhas dos pombos na Praça Francisco Sá. Seu slogan de campanha para os íntimos foi: “NÃO SEJA JUMENTO. VOTE NO SARMENTO.” 

OS FILHOS - LUIZ EM FAMILIA. Fala os filhos, Diana Macedo Mendes e Luiz José (O duda): Nosso pai, teve muitas profissões. Foi Tratorista, Radialista na Rádio Araripe, Caminhoneiro, Motorista de Ônibus, Representante Comercial, Comerciante no ramo da construção, Foi Vereador, Funcionário Público ate se aposentar. Luiz chegou ao Crato, com seus pais em 1936 com 7 anos de idade, vindo da Paraíba. Aqui se casou com a cratense Dª Maria Lêda, que tiveram quatro filhos: Diana, José (duda), Luiz Carlos e Luiz Ernesto. 

O ROUBO DO TEÚ. Conta Diana: Nas peripécias do meu pai, certo dia quando voltava do trabalho com um amigo, se depararam com um vendedor ambulante de pomada de teú em pleno centro da cidade, eles entraram na roda e de cara entre os pés das pessoas, meu pai viu um belo teú gordo dentro da mala e disse para o amigo. “Vou roubar esse teú para tomar com cachaça”, o amigo não acreditou, mas num descuido do vendedor ele passou a mão no bicho e correu rua acima em busca do bar social de Geraldo Magela, onde se escondeu com o teú. Logo em seguida chega o dono do teú ofegante, perguntando por um homem com um teú nas mãos. Seu Geraldo disse que a pessoa que ele procurava era um louco da cidade, e que ele arrumasse outro teú. O vendedor seguiu o conselho e foi embora. Seu Geraldo reprovou a presepada e meu pai disse: Geraldo deixe de besteira, hoje você vai ganhar muito dinheiro, mate o teú pra mim, que vou trazer muita gente para beber cachaça com teú. E assim o fez, a farra foi grande. Seis meses depois, vinha meu pai do trabalho e lá estava de novo o mesmo vendedor, no mesmo lugar com outro belo teú e meu pai disse para o mesmo amigo que iria roubar o outro teú. O amigo logo caiu fora, mas quando o vendedor viu meu pai entre as pessoas disse: “E por hoje é só pessoal.” Juntou a mala com o teú e se mandou. À noite ele passou no bar e disse; Geraldo, hoje eu quase trazia outro teú. 

A morte súbita de LUIZ SARMENTO, surpreendeu a população cratense, em especial os amigos, no dia 24 de abril de 2007, numa 3ª feira à tarde, Luiz faleceu aos 72 anos em silencio, sem dar trabalho a ninguém do jeito que ele imaginava morrer sem sofrer afirma duda seu filho que conclui: nosso pai, viveu intensamente cada dia, como se não houvesse amanha. Amigos lembram que Luiz um Paraibano de nascença, mas cratense de coração desde os sete anos, não foi merecedor de um titulo de cidadão do Crato e nem uma homenagem com seu nome de rua ou praça, mas registra-se uma bela e singela homenagem feita por Huberto Cabral e amigos no aniversário de um ano da sua morte, junto ao banco da praça onde ele costumava a sentar-se. Para mim e na visão de muitos, Luiz Sarmento foi um grande humorista que não explodiu para o mundo, para fazer parte do seleiro de artistas que nosso Estado tem. Então eu só posso dizer: Naquela praça está faltando ELE, LUIZ MENDES FILHO (Luiz Sarmento.) 

Por Ed.Alencar

ONDE ESTÁ O PODER DA COMUNICAÇÃO SOCIAL DO BRASIL? - Por: Wilson Rodrigues


Noventa e oito por cento do poder da comunicação hoje no Brasil ( rádios, jornais, canais de televisão, revistas etc. coisa e tal ), estão nas mãos de lideres religiosos e  políticos onde, a maioria, defende seus próprios interesses ao ponto da sociedade não encontrar espaços para reivindicar, sugerir, criticar, elogiar, se educar, se instruir, falar o que está certo ou errado e exercer seu direito da liberdade de expressão. Nós profissionais da área temos que ler na mesma cartilha dos que se dizem radio difusores sob pena de ficarmos sem emprego, sentado no banco da miséria. Muitos desses proprietários de emissoras ou qualquer outro veiculo de comunicação social se acham o ulimo biscoito do pacote e deitam e rolam em cima de quem não é de sua simpatia política ou religiosa. Mas é bom que se esclareça que a concessão de uma emissora é publica. Apenas o proprietário detém o direito de uso e pode perdê-lo a qualquer momento.

O Ministério das Comunicações fala em endurecer as regras para liberar  ou renovar concessões. Por que num começa tirando-as das mãos dos deputados e senadores o poder da indicação? Por que o ministério num escuta a sociedade e os profissionais da área? Por que nós radialistas e jornalistas assistimos tudo isto de braços cruzados?. O resultado de tudo  é o ridículo. Pastores evangélicos não falam das emissoras católicas e nem os padres celebram nas emissoras evangélicas. Os grupos políticos se dividem cada um em sua radio e assim por diante. E o salário oh...

Por: WIlson Rodrigues
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

A EXPANSÃO DA EXPOSIÇÃO AGROPECUARIA DO CRATO E SEUS PARADOXOS - Por: Wilson Rodrigues


A Exposição Agropecuária do Crato é a maior festa do gênero no Nordeste. É a principal atração turística na época de férias para milhares de pessoas do Brasil inteiro. É a maior vitrine da agropecuária nordestina. É o centro dos negócios dos criadores, agropecuaristas e produtores rurais de vários Estados brasileiros, inclusive do Norte do País. É uma das poucas referencias que o Crato tem. É o único evento no interior cearense que lota os hotéis e pousadas de toda região Sul do Estado. É o orgulho dos cratenses e um valioso patrimônio que o Ceará possui. Nem os anos de estiagem, inflação alta, desemprego, dificuldades e outros desalentos, conseguiram descaracterizá-la, enfraquecê-la ou impedi-la de ser uma grande festa nas suas 61 edições, respeitando, evidentemente, suas circunstancias peculiares de cada ano.

Mas isto não é tudo. A Exposição Agropecuária do Crato se expandiu, cresceu em negócios e em volume de coisas, porem a infraestrutura não acompanhou sua expansão territorial. Por exemplo, desde que os shows artísticos foram transferidos para a parte baixa do parque que o publico é obrigado atravessar um córrego de lama podre e dejetos correndo a céu aberto, fato este que não condiz com a grandeza da festa. Muitos setores ainda funcionam improvisadamente como se a exposição fosse apenas uma feirinha agropecuária dos anos 30 com bodes, cavalos e bois.

É preciso mudanças de alguns hábitos e costumes que ainda são praticados desde a época de suas primeiras edições. A parte de higiene na comercialização dos produtos alimentícios deixa muito a desejar. Alguns são expostos a poeira e até moscas. Ambientes fétidos e inadequados. O monopólio de empresas no tocante a venda de bebidas, deixando o consumidor sem opção de escolha, precisa acabar. Pessoas circulam dentro do parque dividindo espaços com os animais, correndo riscos. As localizações de stands, barracas e quiosques precisam ser melhores redimensionados. As arvores centenárias existentes no recinto precisam ser podadas para evitar eventuais acidentes com possíveis quedas de galhos em meio a multidão e estudar a possibilidade de diminuir o perigo de incêndio nas barracas construídas de palha.

A Exposição Agropecuária tem um site “www.expocrato.com.br” mas não tem noticias atualizadas sobre o evento que possam orientar o turista que vem pela primeira vez e que, por falta de informações, talvez vai embora sem tirar bom proveito da festa. O canal mais eficiente de comunicação é o telefone do escritório no recinto do parque ( 88 ) 3523 2120 e que geralmente está ocupado durante o período do evento. Não há uma assessoria de imprensa disponível para atender dezenas de radialistas e jornalistas da região, do Estado e do País.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe
Foto meramente ilustrativa

UMA BOA NOTÍCIA PARA OS PAIS QUE DEPENDEM DE CRECHES PÚBLICAS NO PERÍODO DAS FÉRIAS - Por Ed.Alencar


A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO CULTURA E ESPORTE DO  SENADO, aprovou  um projeto lei na sessão do dia 3 jul 12, que obrigará as CRECHES e PRÉ-ESCOLAS Públicas, a funcionarem nas férias.
Esse Projeto é da Senadora ANGELA PORTELA (PT-RR), que vem assim, atender às necessidades dos  pais de família que têm crianças de até 5 anos nas creches ou pré-escolas públicas, que trabalham e que não têm onde deixar seus filhos, por não coincidirem as férias de trabalho com as das escolas. O projeto visa também, acréscimos em cima dos salários dos profissionais da educação, pela carga extra. Com aprovação do Senado, agora segue para a Câmara dos Deputados e seguirá  para ser sancionado pela Presidente DILMA. Se assim for confirmado, o Projeto entrará em vigor em 90 dias após  a publicação no Diário Oficial da União.
Outro Projeto também aprovado na comissão, foi do SENADOR PAULO BAUER, PSDB-SC, em que as escolas terão que identificar em registros, as pessoas autorizadas pelas familías, para entrarem nas escolas a fim de cuidarem de assuntos dos alunos. O objetivo, é evitar o livre acesso de pessoas estranhas nos estabelecimentos de ensino e acabar com os crimes, como exemplo, a tragédia  do Rio de Janeiro, assim como em outras cidades do País.

Por: Ed Alencar
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

A POLUIÇÂO SONORA - CRATO PRECISA É DE UM XERIFE - Por: Dihelson Mendonça


CONVERSANDO SOBRE O CRATO - Com Dihelson Mendonça

Vendo a bela crônica escrita pelo Emerson Monteiro sobre a eterna poluição sonora do Crato, não pude deixar de me sensibilizar. Há anos eu também venho combatendo esse grave problema da nossa cidade. Há anos que reclamamos. Ainda havia algum controle quando tínhamos o Dr. Nivaldo Soares à frente da Secretaria de Meio Ambiente. Agora, com a nova secretária Lívia França, parece que a coisa descambou de vez. Nesse posto aí não basta ser uma pessoa técnica ou letrada. É preciso ter PULSO principalmente. Ter garra! Ser combativo. Ser briguento mesmo, porque se vai lidar em alguns casos, com foras-da-lei.

Os nossos melhores termômetros para medir certas coisas são os olhos e os ouvidos. Neste caso aí, meus ouvidos indicam que toda noite a Expocrato é desregrada, porque pela legislação, qualquer show não poderia ultrapassar 100 decibéis a uma certa distância. Entretanto, eu moro no bairro Vilalta, alguns Kilômetros da Expocrato e o som chega aqui como se estivesse DENTRO de casa. Pelas leis da Física, que são constantes em todo o universo conhecido, não há som dessa natureza que consiga atravessar Kilômetros, se ele já não for excessivamente alto na origem. Isso que está acontecendo é apenas um desregramento.

O Crato precisa de homens de PULSO, pessoas que tenham a coragem para colocar essa cidade nos eixos. E duvido muito que esses candidatinhos aí de sorriso largo, comprometidos, tenham a firmeza necessária que a cidade precisa. Carinha de bonachão não vai resolver o problema.

A cidade está muito bonita, indiscutivelmente, fizeram aí um belo trabalho no centro, mas em termos de educação, falo de campanhas educativas e inicitavivas para o povo, e também da moralização, a nota é quase zero. Por isso que eu sou muito fã do JOATAN, antigo chefe do Demutran do Crato. Reclamavam que ele era rígido. Mas tem que ser rígido mesmo, PÔ... Como é que numa cidade todo mundo faz o que quer e fica por isso mesmo ? Existem leis ! O Crato precisa de pessoas assim como ele, como Joatan, de pulso firme. Eu acho até que para lidar com foras-da-lei, o Crato precisaria é de um XERIFE.

Há alguns anos aí, mesmo quando era o Dr. Nivaldo na secretaria de controle urbano, algumas pessoas ligadas à administração e aos órgãos de controle da Expocrato ficaram com raiva de mim, quando eu disse no Blog do Crato que leis não faltavam. Faltava era "HOMEM" pra chegar lá e baixar o volume da festa. Eu disse até, na época, que se precisassem de uma mão, caso alguém não tenha dedos para girar o botão do volume, poderiam me chamar para ajudar. Olha, minha mão ainda está aqui à disposição, para quem não tiver nascido com mãos e dedos, ou com coragem suficiente para enfrentar o problema da poluição sonora.

O que falta nesses órgãos, não são leis. O que falta é boa-vontade para fazer cumpri-las!

Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

Palco Sonoro URCA 2012: Noite de Encerramento: 14/7 (Sábado)


Clique no link para ver
Palco Sonoro URCA 2012: Noite de Encerramento: 14/7 (Sábado): 19h00 – Recital de Cordel, com João Dantas (Barbalha) 19h30 – Toque da Zabumba canta “Seu Luiz”, com Toque da Zabumba (Crato) 2...

Quatro olhares sobre a nova praça da Sé - DIhelson Mendonça


CRATO GANHA MAIS UM CARTÃO POSTAL

Se uma imagem vale mais que 1000 palavras, deixo que as fotos falem por si. Nova praça da Sé do Crato é inaugurada com fonte luminosa.





Fotos: Dihelson Mendonça
É proibida a reprodução e utilização sem a autorização do autor.
Entre em contato pelo e-mail: blogdocrato@hotmail.com
E consiga a autorização.


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30