xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 20/04/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

20 abril 2012

3 fatos e reflexões para o fim-de-semana -- Por: Armando Lopes Rafael


EM DESTAQUE

1 – Recessão em Portugal e na Argentina

No mesmo dia que a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, (foto a direita) “nacionalizava” a empresa petrolífera YPF, clamando a plenos pulmões: “El petróleo es nuestro”, o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho (foto à esquerda)  confirmava numa entrevista: “Estamos privatizando a companhia aérea TAP, as empresas dos setores energético e de transporte, os aeroportos, os correios, o canal de televisão estatal e os serviços de abastecimento de água”. Qualquer pessoa medianamente informada sabe que Portugal está atravessando uma crise. Para administrá-la os portugueses contam com um primeiro-ministro de 47 anos, lúcido e corajoso. A exemplo do que fez Margaret Thatcher – quando salvou a economia inglesa nos anos 70 – o novo primeiro-ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho (foto ao lado), anunciou medidas de austeridades para tirar, até 2014, sua nação das dificuldades presentes.

“E não haverá resistência do povo?”, perguntou o repórter. “Não tem havido”, respondeu o primeiro-ministro. “Os portugueses sentem que o estado nunca foi bom gestor de empresas. O custo delas para o país e para os contribuintes é muito elevado”(...) “Se quisermos ser um país mais competitivo, o que só pode surgir do lado da iniciativa privada, teremos de reduzir o peso do setor público”. Sobre a decisão do governo brasileiro de dificultar a importação dos bons vinhos estrangeiros para beneficiar  os produzidos na Serra Gaúcha, Pedro Passos Coelho foi lacônico: “O protecionismo, por mais que pareça dar oportunidades imediatas a grupos nacionais, é pouco eficiente a médio e longo prazo”. Quem sobreviver até 2014, daqui a  dois anos, terá oportunidade de comparar – se foi a Argentina ou Portugal – quem agiu com mais inteligência.
2 – Do couro sai a correia

Enquanto isso, neste “país abençoado por Deus e bonito por natureza”, a opinião pública aguarda o início do julgamento – pelo Supremo Tribunal federal–STF –  dos réus indiciados no “mensalão”, o maior escândalo de corrupção da história brasileira. O início do julgamento do “mensalão” foi anunciado para julho próximo. E o comitê central do PT decidiu lançar uma ofensiva desesperada para desviar a atenção do povo para esse fato. A ordem que vem de cima é atropelar quaisquer escrúpulos e preservar a imagem de Lula. Será que vai funcionar? Dizia o general Golbery do Couto e Silva que “no Brasil a opinião pública só comenta uma notícia por duas semanas no máximo. E isso se não for véspera de carnaval ou tempo de Copa do Mundo”. Faz sentido. Quem ainda lembra-se do vídeo exibido na telinha onde um diretor dos Correios recebia propina? Ou das declarações do ex-deputado Roberto Jefferson dizendo que o governo Lula repassava uma mesada (com dinheiro público) para os parlamentares da “base aliada” aprovar as mensagens do Planalto? Ou ainda lembra-se de que José Dirceu (que teve o mandato cassado) foi indiciado como “Chefe da Quadrilha do “mensalão”  pelo então procurador-geral da República, Antônio Fernando de Sousa?

3 – Só falta a eutanásia

Depois da aceitação do “casamento” homossexual e da liberação do aborto dos embriões anencefálicos, só falta agora o Supremo Tribunal Federal–STF aprovar a eutanásia no Brasil. Não duvide se isso vier a ocorrer nesses tempos apocalípticos. Fora alguns padres e bispos da Igreja Católica, quem protestou contra a “legalização” do “casamento gay” e morte dos fetos anencefálicos?   Os idosos doentes no Brasil que se cuidem. Os mesmos argumentos que os 8 ministros do STF usaram para liberar o aborto dos encefálicos serão os mesmos  para defender a eutanásia: o direito de matar (ou o direito de morrer) para o término da agonia; evitar um sofrimento inútil; confronto com o direito à saúde física e psíquica do doente e outras baboseiras mais...

Avião com 127 passageiros cai no Paquistão

 
Um avião com 127 passageiros vindo de Karachi caiu próximo a base área de Chaklala, em Rawalpindi, no Paquistão, de acordo com a rede de TV americana CNN e a imprensa paquistanesa.

O acidente foi confirmado pelo órgão paquistanês responsável pela aviação civil. Segundo as primeiras informações, o mau tempo é a provável causa do acidente com o Boeing 737, da Bhoja Airline. Fontes da Aviação Civil informaram que foi dada autorização para o avião pousar, mas que a torre de controle perdeu o contato com a aeronave minutos depois.

Equipes de resgate, incluindo do Exército do Paquistão, foram enviadas para o local do acidente.

A emissora paquistanesa Geo TV informa que a aeronave partiu de Karachi às 17h (9h em Brasília), com destino à Islamabad, em um voo que teria menos de duas horas de duração. Saifur Rehman, um funcionário da Avião Civil paquistanesa, disse à Geo TV que o Boeing caiu sobre a vila de Hussain Abad, a cerca de 3 km da principal rodovia de Islamabad. O funcionário afirmou ainda que o avião pegou fogo e ficou totalmente destruído, e que equipes do Corpo de Bombeiros ainda tentam conter as chamas. A Bhoja Airline ainda não se pronunciou sobre o acidente. Todos os hospitais de Islamabad e da cidade vizinha de Rawalpindi foram mobilizados e colocados em alerta.

ESCURIDÃO E LAMA

A rádio estatal paquistanesa, que enviou repórteres ao local do acidente, informou que várias casas foram danificadas e que há relatos de feridos, mas sem mencionar a ocorrência de mortes. Ainda conforme a rádio paquistanesa, os destroços do avião se espalham por uma ampla região, e que danificaram as linhas de transmissão de energia. Os correspondentes também relatam que os trabalhos de resgate são prejudicados pela escuridão e pela lama.

Fonte: Folha

Secretaria de Assistência Social do Crato disponibiliza informações acerca de benefícios para a comunidade


O Governo do Crato em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social vem realizando ações visando o fortalecimento de vínculos entre as comunidades e os serviços prestados nos Centros de Referência de Assistência Social- CRAS junto aos seus usuários e demais participantes. Na última terça-feira, dia 17, aconteceu uma roda de conversa na sede da Associação do Bairro Seminário, e no próximo dia 24, terça-feira, será realizada mais uma roda de conversa no Pólo de Atendimento Edvardo Ribeiro da Silva, no Distrito de Ponta da Serra, às 18 horas. O propósito desses encontros é a interação das atividades e ações desenvolvidas pelos CRAS, apresentando os direitos dos usuários, os serviços e benefícios como o Programa Bolsa Família, Benefícios de Prestação Continuada - BCP, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil-PETI, Programa Projovem Adolescente e os grupos de convivência de crianças, adolescentes e idosos.

A secretária de Assistência Social do Crato, Liduína Andrade, convida a todos a participarem dessas reuniões onde as informações são extremamente importantes para as famílias cratenses.

CONTATO: Assessoria de Imprensa - Prefeitura Municipal do Crato
 Telefone : (88) 3521.7069 - site prefeitura: www.crato.ce.gov.br

O CRATO EM TRÊS TEMPOS ou DOS ERROS E DA VERDADE - Por: Jorge Emicles Pinheiro Paes Barreto




 Crato em 1925

PRIMEIRO TEMPO - A ARROGÂNCIA DO PRESENTE

Vendo hoje a triste decadência da antiga e briosa Vila Real do Crato parece até fantasioso dizer, como se deram os fatos, que foi a Comarca mais antiga de todo o interior cearense, de próspero comércio, firme influência política no Estado e alhures e berço de diversas expressões culturais, das mais elaboradas desenvolvidas nos seus colégios e seminário às de raízes populares mais legítimas, a exemplo das bandas cabaçais e reisados. Observar a cidade esburacada e deformada realmente nos induz a desacreditar mesmo que é esta a terra (por nascimento ou adoção) tão amadas de figuras ímpares da história do Brasil, como poder-se-ia dizer de D. Bárbara de Alencar e seus filhos, como o valente herói Tristão Gonçalves ou o velho senador José Martiniano, por sua vez pai do mestre romancista José de Alencar. Não pode mesmo lugar tão desamado por seus administradores e representantes legislativos, eleitos estes do sufrágio, ter já sido declamado pelo ilustre amor de outras ainda mais luzentes figuras, como mais recentemente na história poderíamos falar dos irmãos Miguel e Violeta Arraes, mesmo do atual Governador de Pernambuco, cidadão emérito do Crato, Sr. Eduardo Campos. É tão grande o número de glamorosas figuras que tem algum tipo de relação de honesto afeto à cidade quanto é proporcionalmente o inegável estado de abandono que sofre a terra do Frei Carlos Maria, seu honorífico fundador.

Exemplo e símbolo maior do dito abandono, sem dúvidas encontramos no canal do Rio Grangeiro (ou talvez melhor fosse dizer, daquele tenebroso lugar de barreiras em destroços, em eminente risco de desabamento, que oferece real perigo aos passantes, tão assolado como talvez não tivesse ficado se fosse atingido por bombardeiros, ao qual ainda teimamos os cratenses por chamar de canal do Rio Grangeiro). Se ao velho beato José Lourenço se permitisse ver a terrível cena do rio tal qual se encontra hoje é certo que pensaria que as bombas do Caldeirão se replicaram agora em plena cidade do Crato. Antes mesmo tivéssemos sido vítimas de ataque militar, pois assim talvez fóssemos capazes de sensibilizar a indeclinável ajuda humanitária da qual calamitosamente necessita a cidade e seus desolados habitantes.
Nem disto os pobres cratenses são capazes. Ao reverso do que a necessidade e o bom senso administrativo imporiam em situação tão urgente, todos os níveis do poder nos abandonaram, tal qual abandona a nave e sua desavisada tripulação o desonesto capitão diante do desastre iminente. O Prefeito se diz sem recursos, mas peca pela omissão de não realizar o possível e incapacidade de manter um mínimo que seja nível de diálogo com as demais esferas de poder. O Governo Estadual peca por haver mal administrado a obra emergencial de recuperação, com evidentes erros de projeto. A União, ao tempo em que de fato deverá apurar as cabíveis responsabilidades, teria o dever moral, humanitário e até mesmo jurídico de amparar os verdadeiros inocentes e únicas vítimas de toda a história, que é a população atingida pelo desastre natural, mas ao mesmo tempo moral e histórico que se abateu sobre aquela que a um longínquo, quase esquecido tempo, já foi a prestigiosa capital da cultura cearense. Só nos resta mesmo pedir a Deus seu providencial socorro!

SEGUNDO TEMPO - A MIOPIA DO PASSADO
Crato na década de 60

Para muito além de suas belezas naturais, desde jovem povoado o Crato já apresentava a pujança econômica e cultural que lhe marcaria o passado glamoroso com a mesma intensidade que a saudade dele o presente decadente. Darcy Ribeiro em sua obra O Povo Brasileiro dá vibrante relato da importância regional do comércio local simbolizado pelo ainda raro remanescente prédio da Rede Viação Cearense, definitivamente um dos muito poucos que ainda não foram criminosamente demolidos na cúmplice sombra da omissão do poder público local. Padre Cícero e o milagre de Juazeiro viriam soterrar a soberba arrogância da oligarquia descendente tanto da elite antes canaviera e oligárquica que propriamente revolucionária, quanto do clero romanizado e contrário à igreja popular e missionária do velho Ibiapina, que desta feita em Cícero e seu povoado organizado, disciplinado e casto encontrou o mais legítimo e forte de seus seguidores. Se a Casa de Caridade de Crato e a semente missionária de seu fundador foram tomados pela hierarquia da Igreja, Maria de Araújo e seu estridente milagre transformaram Juazeiro em símbolo da resistência sertaneja ao poder secular da cruz da Igreja e da espada do Estado.

Nos mesmos cem anos em que a pequena igreja construída pelo Padre Cícero (a partir da velha capela que encontrou no lugar) cresceu junto com a mesma força da urbe se transmudando o templo na basílica menor e a cidade na metrópole que são uma e outra hoje, o Crato do bacamarteiro Coronel Antonio Luiz se reduziu a esta deplorável cicatriz do pujante centro que fora, com as coisas que tinha (o cratinha, afinal) composto que era por uma vanguarda boêmia, rica, culta e religiosa, de loginquas raízes judias, cuja memória medieval não fora ainda inteiramente esquecida. Enquanto Juazeiro se construiu para a história como o quase único palco do milagre da beata, braço armado da tomada do poder por Floro Bartolomeu e propulsor da economia regional, o Crato se apresentou como sede da resistência da hierarquia romanizada e servil aos interesses da decadente elite econômica e religiosa, que ao termo da centúria ainda braveja a avareza de seus sentimentos e a miupia de sua estreita consciência de mundo, não fazendo questão de arrefecer sequer o confesso rancor ao sucesso da vizinha, a quem atribui a culpa de seu personalíssimo e intransferível fracasso.

O criminoso inquérito presidido pelo monsenhor Alexandrino, que se valeu da vil tortura (que a vista da legislação de hoje é típico crime de abuso de autoridade), a retratação do então Padre Quintino, que depois se tornaria primeiro bispo do Crato, que de início atestou ter não somente testemunhado a versão da hóstia em sangue, como dado ele mesmo comunhão à beata e depois capitulou desdizendo absolutamente tudo, o sumisso dos lenços ensangüentados da igreja da Sé de Crato e tantos mais fatos ocorridos nos últimos cento e poucos anos são todos tentativas frustradas pelas quais buscou o Crato destruir o que ao final terminou sendo: a terra do Cearense do século XX.

TERCEIRO TEMPO - OS HERÓIS DECAPITADOS
Crato Hoje

Se é verdade que o Crato desde sua mais tênue idade teve sempre em sua estrutura social uma elite prepotente, egocêntrica, mas ao mesmo tempo muito mau instruída, incompetente mesmo, também o é que por suas ruas históricas também passaram grandes nomes de vanguarda, pessoas visionárias, que compreendiam perfeitamente a importância geopolítica e econômica que os sopés da Chapada do Araripe poderiam ter no desenvolvimento do Ceará, do Nordeste e mesmo do Brasil. A mais dorida verdade, porém, é perceber que os energúmenos venceram a batalha.
  
O próprio Raimundo Borges, intelectual da mais alta e legítima estirpe do Cariri, confessa (Memória Histórica da Comarca do Crato) a injustiça colorida de indisfarçada vingança que foi a condenação e morte por fuzilamento de Pinto Madeira, reconhecido desafeto que era da heróica família Alencar. Mas também houve José Lourenço, expulso de sua concessão de terras dada pelo padrinho de todos os pobres, Padre Cícero, sob o calor do bombardeio que se abateu sobre o Caldeirão. José Marrocos, símbolo maior da intelectualidade cratense de todos os tempos, também amargou do azedo fel da perseguição e incompreensão de seus conterrâneos, e sequer mesmo pôde descansar em paz, pois que mesmo depois de morto ainda não teve seus bens facilmente desvencilhados em favor de quem lhes deixara por abusiva ordem do então Juiz da velha e briosa Comarca de Crato. Nos anos de chumbo da ditadura militar dos anos sessenta e setenta do século passado, também cá houveram os perseguidos do sistema, notadamente estudantes. Nos anos noventa, ciclicamente o mesmo torna a ocorrer.
   
Nos últimos anos, no que pese a incômoda decadência que se abate em toda a cidade, seja na zona rural com suas estradas esburacadas e mal cuidadas, seja na urbe, com suas ruas ainda mais esburacadas, de asfalto deformado e com uma das suas principais avenidas quase toda interditada, como é o que se dá com a avenida do canal, aquela velha elite persiste mais arrogante ainda. Exemplo é o do Prefeito Municipal, que apesar de todas as evidências de desterro, não aceita que a imprensa lhe critique no que quer que seja, processando prontamente tantos quanto não enxerguem a próspera, limpa e bem zelada cidade que ele governa em seus agora já raros discursos.
    
De bom mesmo só ficou a boemia e os artistas populares, todos absolutamente desvinculados daquela elite míope, especialmente dos trôpegos detentores do poder local, a quem historicamente se pode sim atribuir as razões e as culpas de terem transmudado uma das mais célebres cidades cearenses na penúria atual. Agora, só resta mesmo admirar a beleza do passado, pois que o futuro se foi no bonde da história.

Texto da autoria do colaborador Jorge Emicles Barreto

CRATO - 6º Encontro Setorial Pró-Regularização Ambiental aborda licenciamento ambiental


Com o apoio do Governo do Crato, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE e o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente - CONPAM realizou, ontem, 19, o 6º Encontro Setorial Pró-Regularização Ambiental, que teve como público-alvo hotéis e pousadas de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte.

O objetivo do evento, realizado no Auditório do Centro de Referência da Saúde do Trabalhador- CEREST, em Juazeiro do Norte, foi falar do licenciamento ambiental para o setor e as penalidades passíveis para quem não estiver regularizado.

Fonte: PMC

Prefeitos Do Cariri Discutem Possibilidades De Reativação Da Açusa


Usina Manoel Costa FIlho - Barbalha 


Açusa. Direção da União Nordestina dos Produtores de Cana (UNIDA), e 30 Prefeitos do Cariri, alinhados na Frente Municipalista Sul do Ceará (Frente Sul), se reuniram ontem dia (17), no Verdes Vale Hotel em Juazeiro do Norte com o objetivo de debater a possibilidade de reativa a Usina Manoel Costa Filho em Barbalha, fechada há sete anos. Os dirigentes da UNIDA pretendem mostrar que é possível ressuscitar a cultura sucroalcooleira do Cariri. A Açusa chegou a ter capacidade de moer 400 toneladas de cana de açúcar, com sustentabilidade de 1.100 pequenos produtores do Cariri. Na época, chegou a ser responsável por 4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará e a quarta maior arrecadadora de impostos.

O presidente da Unida, Alexandre Andrade Lima avalia que é perfeitamente possível reconstituir, e até superar os bons resultados da usina Manoel Costa Filho nas décadas de 1970 e 1980. Ele acha que primeiro é preciso resolver a questão do leilão da Justiça do Trabalho e, sugere a compra do açúcar e do álcool, pelo próprio governo estadual, cedendo a exploração para uma espécie de cooperativa que, pagaria o investimento ao longo de um prazo determinado; da compra da usina por parte da Petrobras. Outra sugestão é que o governo faça investimento mais pesado no setor; e até da realização de uma Parceria Público Privada – A Usina Manoel Costa Filho fechou suas portas por falta de incentivos do governo.

O encontro desta terça-feira, não é o primeiro com a intenção de reativar a usina. Conforme o presidente da UNIDA, Alexandre Andrade Lima “em 2005, ano da última safra de cana, que chegou a ser de apenas 40 mil toneladas para serem utilizadas principalmente nos engenhos de rapadura, o engenheiro agrônomo, Hilton Luís Leite Cruz apresentou ao governo estadual da época o projeto “Programa de Recuperação da Cultura Canavieira na Região do Cariri Cearense”. Em 2007, já no governo Cid Gomes, foram feitos mais estudos. Porém, o acúmulo de dívidas foi apontado como o principal obstáculo.

O prefeito José Leite e o secretário municipal de Desenvolvimento Agrário José Elismar de Vasconcelos estiveram presente a reunião, e reforçaram a preocupação da reativação da Usina desde 2009 porque ela reativa, representa novas gerações de emprego na agricultura e uma economia aquecida não só para Barbalha, mas para a região do Cariri.

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado,Nelson Martins esta semana disse que tem orientação do Governador no sentido de reativar a Usina. Mas, Nelson Martins falou dos problemas financeiros que a Usina ainda apresenta, seu débito chega a cerca de 50 milhões de reais. 

PMB

Vereador Pedro lagoano reclama da falta de medicamento em Farmácia Pública do Crato


O Vereador Pedro de Alagoano (PSB) cobrou da Secretaria de Saúde do Crato a normalização da distribuição de medicamentos à população. Alagoano afirmou que reconhece o esforço por parte dos que fazem o setor para se prestar um serviço de qualidade, bem como entende que a compra precisa passar por um processo de licitação. No entanto o vereador não concorda com a falta de medicamentos essenciais e de uso contínuo, como o cálcio, distribuído às pessoas que têm problema de Osteoporose, medicamento para tratamento de diabetes, pressão arterial e doenças neurológicas.

O Vereador Guer (PSDB), na condição de líder do Prefeito Samuel Araripe (PSDB), achou justa a reivindicação do colega Pedro Alagoano, mas justificou a falta de alguns medicamentos distribuídos pela Administração Municipal, afirmando que o processo licitatório é lento em todo Brasil e que alguns medicamentos são enviados diretamente pelos governos Federal e Estadual e as vezes atrasa a chegada de alguns itens, como exemplo o Cálcio, citou o vereador. A Vereadora Mara Guedes (PT) reforçou as palavras do Vereador Pedro Alagoano sobre a falta de medicamentos na Farmácia Central e afirmou que o Ministério da Saúde envia os recursos para a compra dos remédios.
O Vereador a Guer voltou a afirmar que há medicamentos que o Governo Federal não repassa recursos financeiros para sua aquisição e sim o próprio produto.

O Vereador Fernando Brasil (PSB) após parabenizar a direção da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato – SAAEC pela resolução do problema da falta d’água no Distrito de Dom Quintino, cobrou da referida empresa uma solução para situação do sistema de esgoto da mesma comunidade. Fernando disse que as fezes correm a céu aberto, comprometendo a saúde da população.

O Vereador Dárcio Luís de Sousa (PSDB) saiu em defesa da empresa e disse que em conversa com o Presidente da Saaec – Procópio da Silveira, o mesmo lhe afirmou que os moradores interligaram os canos às fossas das residências, estourando o sistema.

Fonte: CMC

Câmara Municipal debate sobre terreno invadido na cidade do Crato



MUNICÍPIO E CAIXA VÃO PEDIR REINTEGRAÇÃO DE POSSE DE TERRENO. MINNHA CASA MINHA VIDA: PROGRAMA AINDA NÃO AVANÇOU EM CRATO
Com a presença do gerente da Caixa Econômica Federal – Agência Crato – Mairton Neves, do representante da Procuradoria do Município – Advogado José Boaventura Filho e uma representação das famílias cadastradas no Programa Minha Casa Minha Vida, do Bairro Seminário, a Câmara Municipal do Crato, sob o comando do seu Presidente – Vereador Florisval Coriolano (PSD) realizou importante discussão, durante a Sessão Ordinária desta segunda-feira, dia 16 de abril. O tema principal foi a invasão ocorrida há cerca de trinta dias, há um terreno localizado ao lado do Liceu de Artes e Ofícios – próximo ao Conjunto Novo Crato. Este terreno foi doado pelo Poder Executivo e aprovado pela Câmara Municipal com o objetivo de abrigar duzentas casas destinas à famílias cadastradas no Programa Minha Casa Minha Vida, na área do Bairro Seminário e adjacências.
Diante da demora para liberação dos recursos financeiros por parte do Governo Federal, tendo em vista o não cumprimento de algumas exigências contidas nas normas legais, pessoas não cadastradas no programa invadiram a área e estão construindo residências, a maioria com o intuito de fazer um comércio imobiliário. Há comentários também, afirmando que um dos propósitos dos invasores é barganhar uma indenização dos órgãos públicos.

Gleilson Rodrigues abriu as falas e afirmou que em contato com o Procurador do Município – Dr. Hernane Brígido, o mesmo falou que a reintegração de posse do terreno não é de responsabilidade do Município, pois o mesmo já foi doado ao PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. A Vereadora Mara Guedes (PT) falou que embora tenha a prática de apoiar todos os movimentos sociais, não concorda com esta invasão. Ela justificou afirmando que não é uma ocupação e sim uma especulação imobiliária. “Algumas pessoas estão vendendo os espaços ou construindo casas e comercializando-as”. Gleilson informou que um determinado invasor conhecido como Chinês disse que tem um documento da Prefeitura Municipal autorizando a ocupação do terreno.

O Gerente da Caixa Econômica/Crato – Mairto Neves explicou a situação legal e burocrática de como se encontra a liberação dos recursos. Maiton iniciou dizendo que estava ali para discutir de uma forma séria a situação do terreno e do Programa Minha Casa Minha Vida em Crato. O seu principal objetivo é encontrar conjuntamente uma solução para o problema. Mairton informou que um grupo formado pelo representante do Governo do Estado, Semace, Caixa Econômica entre órgãos está fechando um Projeto Referência que servirá de base para construção das casas. A última notícia que obteve é que este grupo está fechando o projeto acima citado durante esta semana e, em seguida será repassado à construtora que dará entrada na Caixa para rapidamente viabilizar o início da obra.
“Cerca de mil novos empregos serão criados durante a obra e cada casa ficará em torno de R$ 49 mil” afirmou Mairton. A Caixa Econômica Federal entrará com uma ação conjunta na Justiça, em parceria com o Município pedindo a reintegração de posse do terreno invadido.

O representante da Procuradoria do Município – Dr. José Boaventura Filho disse que comunga da mesma opinião do gerente da Caixa, quando ele fala que tem que buscar uma solução para o problema. Acredita também que uma ação conjunta é a mrlhor saída para reaver o terreno. Boaventura ressaltou que o fato não pode ser tratado “jogando bolinha”, nem com disputa política. O assunto tem que ser tratado dentro do que reza a legislação, cada um assumindo as suas responsabilidades.
Boaventura afirmou que a partir do momento que o Município fez a doação, através de um Projeto de Lei aprovado pela Câmara, é compreendido que a Caixa Econômica tem legitimidade para pleitear a reintegração da posse deste terreno.
Ele afirmou que apesar de doado o terreno não foi ainda transferido. Não saberia explicar os motivos, mas sugeriu que isso fosse feito agora.
“Não há nenhuma possibilidade do Município ter que indenizar os invasores do terreno, pois quando a ação for julgada irregular quem fica com ônus são os invasores.

O Presidente da Câmara Municipal – Vereador Florisval Coriolano (PSD) afirmou que ficou bastante feliz com as palavras do gerente da Caixa Econômica / Agência Crato e do representante da Prefeitura Municipal, quando ambos se comprometeram em resolver a situação com a reintegração de posse. Florisval argumentou que não concorda como vereador e Presidente do Poder Legislativo que pessoas com boas condições financeiras invadam um terreno, destinado à construção de moradias para famílias de baixa renda. Pior ainda é saber que estão fazendo comércio do terreno invadido.

Os Vereadores Guer (PSDB) e Pedro Alagoano (PSB) também afirmaram que ficaram satisfeitos com o que foi dito pelos convidados (Caixa e Prefeitura). O Vereador Guer afirmou que não tem a menor possibilidade da Administração do Prefeito Samuel Araripe conceder documento a terceiros autorizando invasão de terreno. "Foi o próprio Prefeito quem fez a doação do terreno e não é prática do Prefeito tomar esse tipo de atitude, enfatizou Guer.

O Vereador Fernando Brasil (PSB) questionou os motivos porque no Crato é tão demorado para se colocar em prática o Programa Minha Casa Minha Vida, enquanto que na vizinha cidade de Juazeiro não existe tanta burocracia.

Boaventura Filho ressaltou que tanto a Prefeitura como a Caixa têm que seguir a lei e as normas do programa, colocadas pelo Governo Federal. Maiton disse que dentro das normas estabelecidas a Caixa Econômica Federal tem cumprido a sua parte para realizar o projeto. Caixa e Município se reunirão para resolver junto ao Poder Judiciário o problema da invasão, bem como avançar o processo de construção das duzentas casas.

Fonte: CMC
Foto ilustrativa: Dihelson Mendonça

Programas Bolsa Família, construções de cisternas e kit's sanitários viram moedas de troca de votos em Acopiara



A Prefeitura Municipal de Acopiara pode se complicar de vez. O blog recebeu uma denúncia dando conta que a Prefeitura deste Município está utilizando os programas Bolsa Família, implantação de cisternas e a construção de kit's sanitários, do Governo Federal, para angariar votos para o sobrinho do prefeito que é pré-candidato ao cargo majoritário nas eleições deste ano.  Funcionários da Prefeitura estariam visitando as residências dos eleitores oferecendo os benefícios e em troca os mesmos votariam no pré-candidato apoiado pelo prefeito. A proposta não sendo aceita pelo eleitor ele fica impedido de fazer qualquer cadastro. Como as três ações fazem parte de programas do Governo Federal, a denúncia foi reencaminhada para o Ministério Público Federal para tomar as medidas cabíveis.

Em tempo

Nas eleições em 2008, o Jornal A Folha de São Paulo publicou a seguinte matéria sobre esse tipo de assunto.

Folha de SP denuncia pesquisa falsa e uso da bolsa família em Acopiara

Uma grave denúncia está nas páginas do Jornal Folha de São Paulo, edição desta quarta-feira, e tem como foco principal o Município de Acopiara, onde um instituto de pesquisa induzia os eleitores a citarem o nome do prefeito Antonio Almeida, candidato à reeleição, como motivo para continuar recebendo o Bolsa Família. A denúncia é grave e mostra como os programas sociais, como denuncia a reportagem da Folha de São Paulo, estão sendo usados como moeda de troca na campanha eleitoral.

Veja abaixo íntegra da matéria da Folha de São Paulo.

Outro uso do Bolsa Família na eleição ocorreu em Acopiara (CE). Enquanto respondia a uma pesquisa encomendada pela campanha do prefeito, Antonio Almeida (PTB), Maria Aparecida Pereira, 51, foi surpreendida com uma pergunta sobre o Bolsa Família. A Folha teve acesso ao questionário. "A senhora ou alguém que mora na sua casa recebe o Bolsa Família?", quis saber o pesquisador. "Sim, eu recebo", respondeu Maria Aparecida. Na seqüência, duas perguntas sobre eleição. Em quem votará para vereador e para prefeito.

"Quando eu disse que votaria no Vilmar [adversário do prefeito], ele perguntou se eu não tinha medo de perder o benefício", diz a dona-de-casa, que completa: "Fiquei com muito medo de perder". Mãe de seis filhos, ela saiu gritando pela rua, e o caso foi parar na Promotoria eleitoral, que abriu investigação. O prefeito nega a prática e diz que a denúncia é uma tentativa do adversário para prejudicá-lo.

Lindomar Rodrigues ( Colaborador e autor do blog Lindomar Rodrigues ).

Roberto Mesquita chama Ciro de “desocupado” e diz que ele precisa ser internado

 
O deputado estadual Roberto Mesquita (PV) bateu durou, nesta quinta-feira, no ex-governador Ciro Gomes. Entre várias críticas, o qualificou de “desocupado” e lembrou que ele, quando deputado federal, foi o mais faltoso e que não apresentou nenhum projeto durante os quatro anos.

Mesquita deu uma resposta a Ciro, que criticou o PV por ter fechado apoio ao PT da prefeita Luizianne Lins na sucessão municipal. “Todas as paredes dos mais remotos cantos do Estado sabem que o secretário (Arialdo Pinho) só não caiu porque o Ciro não permite, porque o Ciro não deixa”, complementou o parlamentar. O deputado garantiu que o PV de Fortaleza apoia Luizianne contra sua vontade e contra a vontade do também deputado Augustinho Moreira.

Por último, Mesquita bateu também no governador Cid Gomes: “O seu irmão (Ciro), queé seu grande inspirador, como o senhor tem dito nas suas falas, está precisando de internação para se desintoxicar de tanta ruindade, de tanta presunção, de tanta vontae de achincalhar todos que pensam diferente dele”.
 
O Povo Online

Arthur Moreira Lima fará apresentação em Caucaia

 
NE - Arthur Moreira Lima, incansável...
 
Com apoio da Ultragaz, o pianista Arthur Moreira Lima apresentará, neste domingo, a partir das 20 horas, o projeto “Um piano pela estrada”.  O local é a Praça Matriz de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). O concerto, intitulado “Brasil Sertões 2″, tem cerca de 1h30min de duração.

No repertório, o pianista mescla música clássica universal a clássicos da MPB, interpretando Bach, Beethoven, Chopin, Mozart e Villa-Lobos e os intercala com músicas populares que se tornaram clássicos. Nessa parte, Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Luiz Gonzaga e, da Argentina, Astor Piazzolla – de quem Moreira Lima fez a primeira transcrição para o piano.
 
 
Via Eliomar de Lima

EMPREGOS - Prefeitura de Barro está com 14 vagas abertas para Agente de Trânsito


Profissionais de nível Médio completo e com habilitação de motorista na categoria AB poderão se inscrever a partir da próxima segunda-feira, 23 de abril, para o concurso público da Prefeitura de Barro, Ceará, com 14 vagas e formação de cadastro de reserva para Agente da Autoridade de Trânsito.

Segundo o edital que consta no site do Serviço de Acompanhamento e Assessoria Pública (Serap), os contratados serão submetidos ao regime estatutário e receberão o salário de R$ 700,00 em jornadas semanais de 40 horas para exercer atividades de fiscalização, operação, policiamento ostensivo de trânsito ou patrulhamento, entre outras.

Os interessados deverão se inscrever até o próximo dia 4 de maio, das 8h às 12h, no Auditório da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social, localizada na Avenida Deputado Januário Feitosa, s/nº, centro, Barro. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, prevista para ser aplicada no dia 27 de maio.

Com Informações: PCI Concursos

Ciro Gomes vem ao Crato



NE - Ciro Gomes precisa fazer valer os 11.000 votos que obteve na cidade do Crato, porque até agora, a bem da verdade, ele não fez nada pela nossa cidade.

O ex-ministro Ciro Gomes realizou na noite de quinta-feira, palestra no Centro de Convenções de Sobral. A convite da Associação Comercial e Industrial de Sobra,l Ciro Gomes falou sobre a realidade política-econômica do Brasil e do mundo. Fez referência ao crescimento do setor industrial da China, e a estagnação que se encontra o País em alguns setores.

O evento serviu para arrecadar latas de leite em pó que foram doados a duas insituições de Sobral. Ao final o ex-ministro respondeu perguntas da plateia. Ciro chegou ao recinto na companhia do ex-deputado Oman Carneiro e do prefeito Veveu Arruda. O blog Wilson Gomes e A Folha, acompanharam o evento do começo ao fim. Depois do evento o palestrante seguiu para a cidade do Crato.

Com informações do jornalista Wilson Gomes - Sobral



Assembleia Legislativa do Ceará aprova projeto “Ficha Limpa” estadual

 
A Assembleia Legislativa [foto] aprovou, nesta quinta-feira [19], a proposta de emenda constitucional [PEC] 02/2012 que aplica a chamada Lei da Ficha Limpa para nomeações de diversos cargos públicos do Ceará.

A matéria de autoria do deputado Heitor Férrer [PDT] foi aprovada, por unanimidade, com uma emenda substitutiva do líder do Governo, deputado Antonio Carlos [PT], estendendo o alcance da lei. O presidente da Casa, deputado Roberto Cláudio [PSB], disse que a PEC coloca a Assembleia na “vanguarda dos princípios modernos da administração pública”. Ele disse que se sente orgulhoso por estar no comando do Legislativo na legislatura em que os deputados aprovam a matéria.

A PEC da Ficha Limpa do Ceará segue os mesmos critérios da Lei Ficha Limpa em vigor no âmbito federal, resultado de um projeto de iniciativa popular. Com isso, fica vedada a nomeação ou designação para cargos daqueles considerados inelegíveis em razão de atos ilícitos. O texto inicial de Heitor Férrer dava conta somente dos cargos comissionados. Já a emenda modificativa apresentada por Antonio Carlos prevê que os “fichas sujas” sejam impedidos de integrar também o Poder Judiciário, o Ministério Público, os tribunais de contas do Estado e o dos Municípios e as listas tríplices submetidas ao crivo do Executivo, como no caso do cargo de reitor de universidade.

A modificação foi elaborada após o procurador jurídico da Casa, Reno Ximenes, ter dado parecer favorável a PEC, considerando a recente decisão do Supremo Tribunal Federal [STF]. Heitor Férrer agradeceu ao presidente da Casa, deputado Roberto Cláudio [PSB], por ter dado apoio a PEC. “Quando uma matéria é polêmica, se não houve a ‘benção’ do presidente do Poder, nós encontramos muita dificuldade”, ponderou. O pedetista estendeu os agradecimentos aos demais parlamentares que subscreveram a proposta e que votaram a favor no plenário da Casa.

Antonio Carlos disse que a PEC, como foi formatada no Ceará, dá exemplo para todo o Brasil, por estender a lei a órgãos que não pertencem ao Executivo. “Essa lei é dura como deve ser com aqueles que querem tirar proveito da coisa pública. Ela não pune depois. Ela proíbe que essas pessoas assumam cargos”, destacou. Os deputados Fernando Hugo [PSDB], Welington Landim [PSB], Moésio Loiola [PSD], Antonio Grana [PSB], Eliane Novais [PSB] e Dra. Silvana [PMDB] também se pronunciaram durante a votação justificando seus votos.

PCC da POLÍCIA JUDICIÁRIA - A Assembleia aprovou também a mensagem 7.358 que estabelece o novo Plano de Cargos e Carreira da Política Judiciária – atividade relativa à perícia criminal. A matéria estabelece as tabelas de cargos e valores de subsídios. Os parlamentares aprovaram ainda sete projetos de lei e dois de indicação.
 
Agência de Notícias da Assembleia Legislativa ( Via Yuri Guedes )

Jovem embriagado e sem capacete morre vítima de acidente com moto em Baixio



Nota do Editor: O Blog do Crato não publica normalmente esse tipo de notícia, porque acidentes acontecem aos milhares todos os dias, e a bem da verdade, a quem interessa ver cenas de acidentes ? Na minha opinião, ver gente estropiada no asfalto só atende a duas finalidades: A pessoas com a mente doente, ávidas por sangue ( uma característica abominável de parte da sociedade Brasileira ), e aos locutores de programas e redatores de sites policiais. Entretanto, ao ver esta notícia na internet, e ver que mais uma vida  que se perde pela violação de uma regra básica do trânsito, de não dirigir embriagado e se for de moto, não deixar de usar capacete, trago-a para o Blog do Crato como mais um alerta para que as pessoas respeitem as leis. Acho que a Lei Seca veio mesmo para diminuir o grande número de acidentes de trânsito. Infelizmente, muitos não respeitam, e não só correm perigo, como põe outras pessoas em perigo, gente que nada tem a ver com o problema e faz a sua parte. Fica o alerta, portanto, para que a sociedade atente para os perigos do álcool no voltante.
O Hospital São Francisco, no município de Baixio, registrou na última sexta-feira [13], a morte do jovem Jean Carlos Alves da Silva [foto], 24, agricultor, que se envolveu em um acidente de moto nas proximidades no Lixão em Baixio.

Segundo informações, o jovem estava embriagado e sem capacete, conduzindouma moto emprestada de uma amigo. Segundo populares viram, o Gean saiu do bar conhecido como Bar do Bila, em uma moto na quinta-feira [12] apróximadamente às 22h, após ingerir bebidas alcoílicas. As informações é que o jovem pediu a moto do parceiro para ir até a pousada de Baixio e, o mesmo se dirigiu para a estrada que interliga Baixio a Ipaumirim - CE, onde o mesmo colidiu com um poste na localidade, resultando na morte.

Jean, como era conhecido [filho de Gonçalo de coco], deu entrada no Hospital de Baixio sem vida. O mesmo teve traumatismo craniano que levou a morte na hora. O enterro do jovem deve ser hoje as 17:00h no cemitério local de Baixio Ceará. "Baixio perde mais um filho por causa da insegurança na fiscalização das autoridades locais em altas horas da noite, momento este que maioria dos jovens saem motorizados e embreagados para cidades vizinhas ou suas residencias", afirmou Dirlio Alencar.

* Com informações do Baixio.Net ( Yuri Guedes - Colaborador )


Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30