15 dezembro 2012

Atirador mata 26 e morre em escola infantil em Connecticut, nos EUA


Foto de jornal local mostra crianças sendo retiradas da escola em Newtown, Connecticuc, em que ocorreu o tiroteio nesta sexta-feira (14) (Foto: AP)

Um tiroteio em uma escola fundamental deixou pelo menos 27 mortos, 20 deles crianças, nesta sexta-feira (14), na pequena cidade de Newtown, no estado americano de Connecticut, segundo a polícia. Outra pessoa adulta morreu em Hoboken, Nova Jersey, em um incidente relacionado com o crime.

Inicialmente, a imprensa americana identificou o atirador, que morreu no local, como Ryan Lanza, de 24 anos. Depois, órgãos retificaram a informação: o morto seria Adam Lanza, de 20 anos. Ryan, seu irmão, estaria vivo e prestando depoimento em Nova Jersey. A polícia ainda estava identificando o cadáver.

Morreram 18 crianças no local, e outras duas no hospital. Seis adultos também morreram, além do próprio atirador. Entre os mortos na escola, estava a própria mãe do atirador, que era professora e seria o alvo principal do atirador. O atirador também teria matado outra pessoa, que seria seu pai, em uma casa em Hoboken.
Essa informação ainda está sendo investigada, segundo a polícia. O corpo do atirador ainda estava na escola palco do tiroteio, segundo o tenente Paul Vance, porta-voz da polícia local. Ele levava quatro armas e um colete à prova de balas, segundo a polícia.

Ainda não se sabe quem teria disparado o tiro que atingiu o atirador. Segundo o "New York Times", ele se matou antes da chegada da polícia. O ataque é um dos mais graves ocorridos em escolas nos Estados Unidos. Se confirmado o número de vítimas, o número será o segundo maior em escolas do país, depois do massacre de 2007 na universidade Virginia Tech, que deixou 32 mortos. O tiroteio ocorreu na escola Sandy Hook, que tem cerca de 600 alunos com idades variando entre 5 e 10 anos.

G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.