30 novembro 2012

PELA REABERTURA DO SESI DO CRATO - É PRECISO FAZER UM ABAIXO-ASSINADO PELA VOLTA DO SESI DO CRATO - Por: Dihelson Mendonça


Quando a Federação das Indústrias do Estado do Ceará resolveu fechar o SESI da cidade do Crato, onde há mais de 40 anos funcionava plenamente, trazendo inúmeros benefícios à população, tendo sido um dos primeiros do Estado do Ceará, alegou-se na sua justificativa que o Crato não mais comportava o SESI porque "haviam poucas indústrias e pouco uso", além do fato de que "Juazeiro é muito próximo" e os Cratenses para continuarem usufruindo dos serviços do SESI, poderiam ir ao juazeiro porque "agora com o metrô do Cariri, passagens são baratas" ( Que ironia e que engraçado a gente ouvir isso, que eu inclusive GRAVEI e tenho comigo o áudio registrad, de uma reunião realizada na prefeitura com representantes daquela entidade. 

Alegar que o Crato não comporta um SESI é não só revoltante, quanto uma deslavada mentira, considerando-se que apenas a Indústria GRENDENE, sediada no Crato, emprega hoje milhares de funcionários, e ao mesmo tempo, essa mesma federação que fechou o SESI do Crato porque segundo eles, "precisavam de dinheiro", foram construir uma outra sede a partir do zero na cidade de Iguatu. Como se explica isso ?

O que custaria manter em funcionamento o SESI no Crato ? Será que aos dirigentes não faltou boa vontade ? Na época do seu fechamento, eu estive em várias reuniões, e inclusive filmei essa triste manobra contra a nossa cidade. Na época, tentamos a mobilização pública ( 2010 ) através de uma passeata contra a saída do SESI, mas a sociedade Cratense, como sempre, permaneceu alheia a tudo, sendo omissa. 

Hoje, que, como diria o poeta Camões, "Inês é morta", a própria população reclama que o SESI "foi embora". Mas os Cratenses é que permitiram isso! Juazeiro do Norte é uma grande metrópole, e ela está no seu direito sagrado de buscar o melhor para si. O Crato é que precisa acordar desse sono eterno, e aprender a lutar pelas suas coisas, com mais representatividade Estadual e Federal, com boa vontade, com união, para que todos juntos, somando forças, possamos trazer projetos. 


Eu creio que cada cidade possui a sua vocação. Particularmente, não desejo indústrias poluentes ao Crato. Aqui precisamos é de crescimento sustentável e ordenado, uma cidade que precisa de qualidade de vida. Deixemos a fumaça e a poluição cancerígena para quem quiser. No Crato, podemos investir em turismo, indústrias não poluentes, comércio, e outras iniciativas. Queremos um Crato ao modelo de cidades de primeiro mundo, onde o progresso convive harmonicamente com a qualidade de vida e o enriquecimento da sua população, como a cidade de Campos do Jordão, que fatura bilhoes de reais em turismo, e não um Crato como a cidade de Cubatão - SP, que sob o pretexto de "progresso" tornou o ar quase irrespirável. 

São duas possibilidades totalmente distintas, a vida, a preservação da cidade, da Chapada do Araripe, da cidade bem cuidada, que tem fontes próprias de sustentabilidade, ou o caos das indústrias poluentes. A escolha final, a chave seja para um futuro brilhante, ou um futuro trágico, está na mão dos Cratenses, onde se espera que o bom senso possa sempre prevalecer.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

SAIBA MAIS

Leia a matéria sobre o fechamento da Unidade do SESI Crato - Em 2010

Unidade do Sesi-Crato será fechada - 07.08.2010 ( No Diário do Nordeste )

Crato. Lideranças políticas, empresariais e comunitárias deste Município estiveram reunidas na sede da Associação Comercial e Empresarial. O objetivo é desencadear uma campanha contra a desativação das atividades do Serviço Social da Indústria (Sesi) na cidade. De acordo com informações do superintendente Regional do Sesi, Francisco das Chagas Magalhães, todos os serviços prestados pela unidade do Crato serão transferidos para Juazeiro do Norte.

A medida, segundo Magalhães, tem como finalidade "acompanhar a evolução da economia e o novo perfil da indústria cearense". Ele complementou dizendo que "a distribuição geográfica das empresas no Interior não é mais a mesma. Outras regiões despontam como novos polos industriais, enquanto outros locais passam por processo de adequação".

Com este argumento, a Superintendência Regional anunciou os encerramentos das atividades do Sesi do Crato, que atende a uma população de trabalhadores da indústria calculada em 10 mil pessoas, incluindo seus dependentes, nos setores de saúde, educação e lazer. A informação foi confirmada pelo gerente da Unidade do Crato, Eugênio Pacelli Coelho de Sá, esclarecendo que alguns dos 60 funcionários serão aproveitados em outras unidades.

Histórico

Criado em 1968, com a finalidade prestar serviços aos industriários e seus dependentes, o Sesi do Crato se integrou à cultura da cidade. "Equipado com piscinas, auditório, cinema, salas de aula e quadras esportivas, a Unidade do Crato, que ocupa uma área correspondente a um quarteirão, vem prestando relevantes serviços à região", afirmou o presidente da Associação Comercial e Empresarial do Crato, Marcos Parente.

O prefeito Samuel Araripe, que também participou da reunião, lembrou que o Sesi conquistou a confiança da sociedade regional graças a um trabalho ético e transparente, comprometido com a inclusão social. O lazer, a saúde e a educação são os pilares dos investimentos da instituição. Esta estrutura garante a presença constante da entidade na vida do trabalhador.

Por mais de 40 anos, a instituição tem se dedicado a atender aos trabalhadores da indústria com o máximo de atenção, zelando pelo seu bem-estar e saúde. "O Crato não pode perder este equipamento", disse o prefeito, garantido que vai manter contato com a direção do Sesi, visando à manutenção da Unidade do Crato. O prefeito argumenta que somente a Grendene possui mais de três mil funcionários que serão prejudicados com a centralização dos serviços em Juazeiro.

Remanejar

"Alguns dos 60 funcionários serão aproveitados em outras unidades do SESI, aqui na região"
Eugênio Pacelli Coelho de Sá
Gerente do SESI Crato

MAIS INFORMAÇÕES:
Serviço Social da Indústria (Sesi) - Avenida Padre Cícero, 1348
Crato-CE
(88) 3521.1301

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.