27 agosto 2012

NÃO HÁ DEUSES - D.H. Lawrence

                             

                                                      NÃO HÁ DEUSES

Não há deuses e você pode fazer o que quiser:
Jogar uma partida de tênis, dar voltas de carro, fazer algumas compras

Ou sentar-se e conversar, conversar, conversar
Tendo nas mãos um cigarro que vai amarelando seus dedos.

Não há deuses e você pode fazer o que quiser...
Divertir-se à vontade

Mas deixe-me, deixe-me só comigo mesmo !
Mas, então de quem é esta presença no qaurto ?
Que torna o ar tão calmo e agradável ?

Quem, de cada lado, me aflora suavemente o peito
E toca-me sobre o coração
De modo que ele bate pacificado, pacificado ?

Quem alisa os lençóis como alisa o oceano verdejante
Quando os peixes na orla estão imersos em sonhos ?

Quem abraça e junta meus pés nus
Até que desabrochem - flores de lótus-
Até que tudo esteja bem, perfewitamente bem ?

Eu lhes digo: não é mulher nem homem porque estou só
E adormeço com os deuses, com os deuses
Que não existem ou existem
De acordo com o que a alma deseja,
Como um lago em que mergulhamos ou não mergulhamos


D.H.LAWRENCE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.