10 abril 2012

Pra galera de Sampa - Fenômeno da música erudita, chinês Lang Lang toca em SP em maio


Nota do Editor - Lang Lang é possivelmente o mais controvertido dos músicos contemporâneos. Adorado por uns, fortemente odiado por outros. O pianista clássico chinês possui um estilo fanfarrão de tocar. Costuma-se dizer que ele toca para a câmera e para a multidão. Mas em algumas raras oportunidades, Lang Lang sabe o que faz. No difícil mundo da música erudita, ele procura despertar o calor dos fãs, a fim de garantir a sua eternidade. Lang Lang teve oportunidade de tocar recentemente com o maior pianista de Jazz, o Herbie Hancock, e nessa infeliz reportagem publicada na Folha Online de hoje, vocês verão uma referência desdenhosa a isso, quando um funcionário chama o Herbie de "um tal Herbie Hancock" sem o conhecer. Eu diria que a diferença entre Lang Lang e Herbie Hancock está entre uma máquina de xerox e o verdadeiro gênio, aquele capaz de criar, o Jazzista que vai muito além de um papagaio chinês amestrado, que se rendeu ao apelo fácil das multidões ávidas pelo virtuosismo barato. ( Dihelson Mendonça ).

Hoje na Folha Em maio do ano passado, a Folha fazia uma visita turística ao Teatro alla Scala, de Milão, quando ouviu o som alucinante de um piano. Das galerias mais altas, era impossível identificar os músicos que ensaiavam lá embaixo. Foi preciso a ajuda de um funcionário do local.

"O da direita, o chinês, é Lang Lang, o pianista mais famoso do mundo", explicou. "O outro [ele consultou um papel] é um tal de Herbie Hancock..."

Transformar o famoso e veterano pianista americano Hancock, 71, em um reles "tal" é apenas uma das proezas de Lang Lang, que faz duas apresentações na Sala São Paulo em maio. A informação é de ADRIANA KÜCHLER publicada na edição desta terça-feira da Folha (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha). Aos 29 anos, Lang Lang é um raro fenômeno pop no mundo da música erudita. Foi a estrela da abertura das Olimpíadas de Pequim, tocou num encontro entre o presidente chinês, Hu Jintao, e o americano Barack Obama e virou uma das cem personalidades mais influentes do mundo em 2009, segundo a "Time".

Dihelson Mendonça
Com informações da Folha OnLine


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.