04 fevereiro 2012

MORREU E ADISPOIS DISMORREU - Por Mundim do Vale.


Um certo dia vinha da Santa Rosa, Osmundo Fiúza, Aberto Siebra, e Zé de Bogim. Quando desciam a ladeira da Betanha, Vicente Custódio vinha numa bicicleta. Vicente perdeu o controle e pegou Osmundo de cheio. Caiu Vicente caiu Osmundo e a bicicleta ficou com os pneus pra cima que rodaram por mais de 15 minutos. Levaram Osmundo para sua casa na antiga rua do Juazeiro em estado de morto. Chegando lá foi aquele corre-corre. Chamaram Dr. Lemos que foi logo categórico:

- É óbito!

A comoção foi geral. Era choro, vela acesa, recado para parentes, carpinteiro tirando as medidas para o caixão e a casa totalmente cheia. Osmundo por sua vez dava notícia de tudo, mas não podia piscar um olho, nem levantar um braço. Eu não sei como isso pode acontecer, mas quem sabe a medicina não tenha uma explicação. Ou talvez o próprio Osmundo que hoje é espírita kardecista encontre a resposta lá na sua doutrina.

Depois de três horas de muita aflição, chegou Dona Zulmira para rezar um terço. Todos os presentes ficaram de joelhos com a cabeça baixa para orar. Foi nesse momento que o suposto finado foi ficando corado e de repente pulou da cama e foi fica de joelhos ao lado de Dona Dozinha com as mãos postas. Foi aí que o tempo fechou, correu Ana Alves, Vicença Félix, Manoel Martins e outros. Quando Belizário correu a porta já estava cheia e ele teve que pular a janela, em seguida subiu a ladeira, pegou a rua Major Joaquim Alves mais ligeiro do que fogo de broca quando tem aceiro mal feito.

Zé Teixeira quando viu aquele desespero perguntou:
- O que foi que houve Belizário?
- Foi Ormundo Fiúza qui morreu e adispois dismorreu!

do Blog do Sanharol ( Mundim do Vale )
Reprisado para Darlam e Natam Fiúsa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.