19 janeiro 2012

Aécio critica governo por compras sem licitação


O senador Aécio Neves (PSDB-MG) avaliou na tarde desta quarta-feira (18), como um "péssimo exemplo" para o Brasil, o aumento em 8%, em 2011, das compras e contratações de serviços com dispensa ou inexigibilidade de licitação, o que atingiu R$ 13,7 bilhões na administração federal, autarquias e fundações.

A edição de hoje do jornal "O Estado de S. Paulo" mostra que, segundo dados mais recentes do Ministério do Planejamento, a assinatura de contratos com empresas escolhidas sem concorrência nos dez primeiros meses do governo Dilma Rousseff atingiu 47,84% do total, quase metade do orçamento dessas despesas, a maior fatia desde 2006.

Em entrevista coletiva, após reunião com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na capital paulista, o senador tucano considerou que, nesse aspecto, o governo federal toma "caminho inverso ao da transparência" pública. "Esse é um aspecto que faz com que o governo federal comece mal", frisou. Ele avaliou ainda como "extremamente abusiva" e "impressionante" a informação de que os gastos feitos sem procedimento licitatório, no primeiro ano do governo da presidente Dilma Rousseff, tenham sido 94% maiores do que em 2007. "É o caminho inverso da administração moderna, é o caminho inverso da transparência", criticou.

Agência Estado

Um comentário:

  1. – Dona Dilma – leia-se: terceiro governo petista – (ou “Lula Ano 9” como chama a fraca oposição) gastou – em apenas dez meses – R$ 13 bilhões e 700 milhões sem licitação alguma?

    Qual a novidade?

    Como presidente dona Dilma decepcionou por sua atuação, sujeita aos caprichos de seu antecessor e chefe, além de atuar mais como secretária-geral dos partidos aliados.

    Mantém-se cercada de políticos corruptos e permite gastos excessivos sem licitações, conforme foi amplamente noticiado. Mas não foi para isso que o povo a elegeu. Em sua juventude ela era mais ousada.

    Mudou muito, dona Dilma!

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.