xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 02/11/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

02 novembro 2011

Ariano Suassuna arranca aplausos, risos e lágrimas dos icoenses


Vale a pena reler...

Trinta de outubro de 2011. Uma data que não sairá do imaginário coletivo de Icó. Isso porque, na manhã deste domingo, a "Princesa dos Sertões" recebeu o dramaturgo, poeta e romancista Ariano Vilar Suassuna [foto], 84 anos.

O fato havia sido reportado pelo Icó é Notícia, incluindo fotos de sua chegadas desde o sábado [29] na Ribeira dos Icós. Na ocasião, esteve presente a secretária de Cultura de Icó, Jequélia Alcântara. Foi registrado, ainda, a ausência do prefeito municipal de Icó Marcos Nunes, em um evento tão importante.

Suassuna encontrava-se hospedado no vizinho município de Iguatu e tornou a aparecer no Largo do Théberge, o marco zero de Icó, para ministrar uma palestra sobre a cultura nordestina e brasileira. Antes da sua chegada, o paraibano estava sendo aguardado por uma numerosa equipe cinematográfica chefiada pelo cineasta cearense Rosemberg Cariri. Muitos populares também esperavam pelo autor do "Auto da Compadecida". A equipe que acompanha Suassuna trabalha na confecção de um documentário sobre a vida e obra de Ariano e buscará retratar cidades que, segundo o próprio escritor, tiveram “forte influência na formação de minha identidade cultural”.

A CHEGADA - Suassuna compareceu ao Teatro da Ribeira dos Icós por volta das 9hs, acompanhado de sua esposa, Sra. Zélia Suassuna, e de assessores. Já dentro do espaço cênico, ele foi aplaudido de pé por uma plateia de cerca de 150 pessoas. Cordial e bem-humorado, Ariano elogiou a decoração montada pelo Grupo icoense de Teatro Arte da Ribeira.

Durante a palestra-espetáculo, o escritor narrou aos icoenses presentes que conheceu o Município de Icó nos idos de 1946, aos 19 anos, quando viajava de Recife ao sertão cearense, para visitar um primo que residia em uma fazenda chamada Várzea Grande, sertão adentro. “Conhecer Icó para mim foi um deslubramento. Aqueles sobrados foram uma grande visão do barroco-sertanejo... fiquei encantado”, confidenciou.

AMOR AO BARROCO DE ICÓ E A "RESISTÊNCIA CULTURAL" - O pessoense criado em Taperoá [PB] afirmou repetidas vezes que tem viajado por todo o país, mas que a riqueza do patrimônio arquitetônico e histórico presente em Icó, principalmente no que se refere ao estilo barroco, não se acha em nenhum outro lugar. “...Minas Gerais é lindo com aqueles prédios, mas Icó não fica pra trás nem de Minas nem de ninguém!” afirmou convicto o escritor.

Mostrando-se preocupado com a conservação do patrimônio histórico de Icó. Relatou o exemplo da cidade de criação, que não apresenta mais prédios históricos. Afirmou que a população, principalmente os jovens, tem o dever de preservar o patrimônio histórico único de Icó. “Sou um artista da resistência. ...Fico profundamente incomodado quando vejo a destruição da cultura.”

Depois de declarar seu amor à cidade, Suassuna fez uma abordagem sobre o atual parâmetro da cultura brasileira, no plano musical e literário. Criticou uma crescente perda da identidade cultural brasileira e se disse preocupado com o que alguns chamam de “renovação cultural”, que na verdade é a importação de padrões culturais de outros países, adotados em detrimento à cultura regional e local.

De inteligência perspicaz, Suassuna citou uma anedota de um músico que teria comparecido a sua casa, em Recife, dizendo que ele, Suassuna, era um artista superado e que as correntes artísticas atuais são o “Punk” e o “Funk”. Ariano teria dito então ao jovem músico: "Já que é assim, mostre aí a sua arte”. E o jovem cantou com acordes desengonçados de guitarra: "..Rutheford – Bohr.. toda parede espera prego... Ruterford – Bohr... em volta de buraco tudo é beira... Ruteford – Bohr... Ruteford – Bohr...". Ariano Arrancou tremendas risadas da plateia.

Ainda na temática musical, deu ênfase a obra do músico e compositor cearense Alberto Nepomuceno [1864-1920]. Na oportunidade, a pianista Nelma Dahas, que veio da capital Fortaleza especialmente para se apresentar junto a Ariano, executou “A galhofeira” música de autoria do compositor e regente. “Melhor que Rutheford – Bohr, né?” Disse Ariano seguido, que mais uma vez gerou risos e aplausos do público.

No plano literário, Ariano exaltou a obra e o estilo do escritor cearense José de Alencar. Ariano leu um belo trecho de "O Sertanejo", obra daquele autor, e ressaltou a influência de Alencar sobre outros escritores brasileiros, a exemplo de Euclides da Cunha, autor de "Os Sertões", e de Machado de Assis, que mais tarde seria Presidente da Academia Brasileira de Letras [ABL], adotando como patrono o próprio José de Alencar.

ARREMATE - Ao final de sua apresentação, por volta das 11h30, Ariano Suassuna agradeceu a presença de todos os presentes e contou outra anedota: Um jornalista carioca, que não simpatizava com ele, quis prejudicá-lo dizendo que: “... dos quatro nordestinos que prejudicaram o Brasil já morreram três: Antônio Conselheiro, Padre Cícero e Lampião. Só falta Ariano Suassuna”.

Ariano, ao saber do fato, esperou ansioso ao primeiro convite de entrevista, para dizer: “Este jornalista é mesmo um incompetente, pensando em me prejudicar, me comparou a Antônio Conselheiro – um profeta – ; a Padre Cícero – um santo – ; e a Lampião – um guerreiro. Pensando que iria me ofender me elogiou. Eu nem sabia que era tão importante assim.” Risos e aplausos acalorados da plateia.

Somente depois da apresentação, a equipe de Ariano permitiu que ele fosse fotografado. O escritor ainda se dispôs a dar autógrafos aos espectadores interessados. Durante toda a palestra, em virtude da filmagem que estava sendo realizada, foram terminantemente proibidas as fotografias e a confecção de vídeos.

ICÓ É NOTÍCIA - A equipe do Icó é Notícia, através dos colaboradores Heitor Muniz, Benedito Tavares e Francídio Batista, registrou o evento. Após encerrada a palestra, o IN tentou entrevistar Ariano Suassuna, mas foi impedida por seus assessores que, querendo evitar o assédio, não permitiam a confecção de vídeos, nem mesmo com muita súplica.

Entretanto, o Icó é Notícia, ciente da importância do encontro com Ariano Suassuna com a terra icoense, tratava-se de uma oportunidade única e, conseguiu, por um momento, conversar a sós com o poeta. O autor transmitiu uma mensagem aos jovens icoenses. De igual modo procedemos em relação ao cineasta Rosemberg Cariri, profundo conhecedor da cultura nordestina. As mensagens serão mostradas em uma próxima matéria. Ao sair do Teatro da Ribeira, Ariano Suassuna seguiu para a Igreja do Monte. Sua passagem por lá também foi registrada pelo Icó é Notícia e também será exposta em breve.

* Matéria especial produzida pelos colaboradores Heitor Amorim Muniz, Paulo Henrique Amorim, Benedito Tavares e Francídio Batista [texto e fotos] - Via Icó é Notícia - Yuri Guedes - Rede Blogs do Ceará


As luzes na visão - Por: Emerson Monteiro


Quando o Sol nasce traz de dentro de si todas as cores para gregos e troianos contemplar numa admirável percepção. Independente do gosto das criaturas, clareia sem discriminação; brilha sobre maus e bons, luz intensa sobre as mais diversas e surpreendentes histórias. Mostra o filme das existências, isto livre de impor, a quem quer que seja, sua vontade poderosa, possibilitando a experiência viva do valor do olhar de todos.

Com isso, a chance de utilizar essa capacidade ofertada pelas tantas oportunidades indica o quanto resta aprender diante das películas exibidas no cinema esplendoroso da natureza humana. São as lições dos sonhos múltiplos, a generosidade que desenvolve o transcorrer dos filmes exibidos sem parar, sessão interminável. Hoje, uma superprodução a cores no jeito de Cecil B. DeMille e seus épicos imorredores tirados das páginas bíblicas. Amanhã, episódios em preto e branco dos contos de Edgar Allan Poe, recheados de surpresas e mistério. Na sala imensa os motivos mil para olhos abismados ganhar contornos variados, nos detalhes e no todo.

Caminhar, pois, ao sabor dos muitos instrumentos, a fim de melhorar qualidade, na mesa dos apetites vindos ao nosso gosto na função dos elementos. Buscar carinhosamente aprimorar esse saber pessoal diante dos meios, os valores individuais, eis o que praticar, invés de exigir dos outros. Descobrir no próprio ser as escolhas e realizar os instantes com sabedoria e bom gosto.

Conquanto o filme insista continuar todo tempo na tela do presente individual, cabe utilizar o enredo em proveito do aprimoramento, através das boas práticas adotadas. Ver o bem que queremos ao mundo inteiro, dentro de nós, através das lentes do enxergar, até que possa permitir crescimento amplo do amor, estilo inigualável onde nada muda se nós não mudarmos, qual ensinam os professores.

Além de tudo, há que continuar a projeção nas consciências, independente de questões particulares. As luzes das manhãs sempre chegam fortes à razão e ao sentimento e selecionar o que assistir só depende desse gesto das predileções do espectador, na visão mágica que se movimenta aqui em nossa frente.

AGU irá recorrer da decisão que anulou questões do Enem


A Advocacia-Geral da União [AGU] afirmou que irá recorrer até quinta-feira [03] da decisão da Justiça Federal no Ceará que anulou 13 questões das provas do Exame Nacional do Ensino Médio [Enem] de 2011, aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro.

O pedido para que os itens fossem cancelados foi feito pelo Ministério Público Federal naquele estado após a constatação de que alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tiveram acesso antecipado a cerca de 14 questões que foram cobradas no exame.

Os itens estavam em apostila distribuída pela escola semanas antes da aplicação do Enem e vazaram da fase de pré-testes do exame, da qual a escola participou em outubro de 2010. O pré-teste é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais [Inep], do Ministério da Educação [MEC], para avaliar se as questões em análise são válidas e qual é o grau de dificuldade de cada uma.

Os cadernos de questões do pré-teste deveriam ter sido devolvidos após a aplicação e incinerados pelo Inep. O MEC confirmou que 13 questões que estavam na apostila distribuída pelo colégio cearense foram copiadas de dois dos 32 cadernos de pré-teste do Enem aplicado no ano passado a 91 alunos da escola.

Em nota divulgada nesta terça-feira [1º], o MEC e o Inep reforçaram a intenção de recorrer da decisão da Justiça Federal divulgada na noite da últimas egunda [31/10]. Os órgãos avaliaram que a sentença foi “desproporcional”, mas que preserva o exame já que afasta a possibilidade de cancelamento da prova em todo o país, hipótese defendida pelo Ministério Público.

Desde que se constatou o vazamento das questões, o MEC passou a defender que fossem canceladas apenas as provas dos alunos do Colégio Christus, que teriam uma nova oportunidade de fazer o Enem no fim de novembro.

“O Ministério da Educação e o Inep entendem que a arguição proposta de cancelar as provas, unicamente dos alunos do Christus ou até do complexo educacional da instituição, tem um caráter pedagógico e restabelece a isonomia, uma vez que somente aqueles alunos tiveram uma vantagem no tempo dedicado à resolução das 180 questões aplicadas", diz a nota.

Agência Brasil


País tem o desafio de tirar 16 milhões da extrema pobreza, diz ministra do Desenvolvimento Social


São Paulo – O Brasil – reconhecido internacionalmente como exemplo de inclusão social – tem o desafio de tirar 16 milhões de pessoas da extrema pobreza nos próximos anos, disse hoje (1º) a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Segundo ela, o governo espera alcançar o objetivo por meio do Plano Brasil sem Miséria, possibilitando que essa parcela da população tenha acesso a oportunidades no mercado de trabalho para melhorar as condições de vida.

De acordo com Tereza Campello, o governo aposta na continuidade do crescimento econômico para eliminar a miséria no Brasil. A expansão da economia, acrescentou, traz mais empregos, novas oportunidades no mercado e riqueza para o país. O Plano Brasil sem Miséria prevê ações de transferência de renda e inclusão produtiva, assinalou a ministra, depois de participar, na capital paulista, do 16º Fórum de Debates Brasilianas.org.

A qualificação profissional é o caminho para que os trabalhadores aproveitem o cenário favorável, destaca Tereza Campello “O governo está ofertando à população extremamente pobre cursos nas áreas de serviços e construção civil e ajudando os pequenos empreendedores a melhorar seu negócio”. Os cursos começam neste final de 2011 e se estenderão pelos próximos três anos.

A ministra ressaltou que muitas pessoas dessa camada social estão em bolsões de pobreza, aos quais o Estado tem dificuldades de acesso. “Nosso esforço é chegar até essa população com equipes volantes, acompanhadas de profissionais da saúde. Na população isolada da floresta ou do meio rural, nosso objetivo é chegar com assistência técnica e sementes, garantindo a melhoria de sua produção”.

Também participante do 16º Fórum de Debates Brasilianas.org, o professor de Cambridge (Inglaterra) e consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) Flavio Comim disse que o Plano Brasil sem Miséria tem o mérito de fazer com que o Estado seja o provedor dos direitos básicos da população. “Parece que é uma questão trivial, mas não é, porque quando falamos de comida, falamos de água, saúde e educação. Esse resgate da perspectiva do cidadão faz com que o Estado tenha uma ação mais ativa. A mudança de entendimento é o resgate da cidadania”.

Edição: João Carlos Rodrigues
Agência Brasil

"Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento" - Palavra de Deus


DIA DE FINADOS


"Ora, para aquele que está entre os vivos há esperança (porque melhor é o cão vivo do que o leão morto). Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento.

Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe com coração contente o teu vinho, pois já Deus se agrada das tuas obras. Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça.

Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade; porque esta é a tua porção nesta vida, e no teu trabalho, que tu fizeste debaixo do sol. Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. Que também o homem não sabe o seu tempo; assim como os peixes que se pescam com a rede maligna, e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enlaçam também os filhos dos homens no mau tempo, quando cai de repente sobre eles. "

Livro de Eclesiastes - 9 - 2,12

Universidade Regional do Cariri - NOTA À IMPRENSA


Tendo em vista os termos de matéria veiculada pelo Jornal do Cariri, datado de 01 a 07 de novembro deste ano, através da qual se noticia que “o curso de Educação Física foi excluído provisoriamente dos vestibulares da Universidade Regional do Cariri (Urca)”, gostaríamos de esclarecer o seguinte:

O concurso vestibular desta Universidade, ofereceu exatamente o mesmo número de vagas para o curso de Educação Física, tal qual faz já há alguns anos, não tendo havido qualquer tipo de redução de vagas, tampouco restrição às atividades em andamento.

A Resolução do Conselho Estadual de Educação que versa sobre o curso de Educação Física reclama da necessidade de construção de espaços físicos adequados ao curso, para as práticas esportivas próprias àquela específica formação. Ditas carências vem sendo supridas emergencialmente por meio de parcerias firmadas pela URCA junto ao Crato Tênis Clube, que nos fornece toda a estrutura física necessária, tais como quadra esportiva, piscina e academia de ginástica.

Quanto à falta de capacitação dos nossos professores, temos a informar que não procede. Temos um quadro que atende perfeitamente às necessidades do curso. Não há carência nem muito menos existe deficiência na formação do quadro docente do Departamento de Educação Física, que, aliás, recebeu ainda no mês de outubro do corrente ano quatro novos professores efetivos, razão pela qual o quadro de pessoal atende perfeitamente às exigências do Conselho Estadual de Educação.

Assim, para o devido esclarecimento das questões pertinentes à mencionada matéria, solicitamos a divulgação da presente nota.

Crato, 11 de novembro de 2011

Universade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 - 8812.5525 ramal 2617
www.urca.br – Crato, 01 de novembro de 2011

"A DONZELA E O CANGACEIRO" CONTINUA EM CARTAZ PELA FORÇA DO PÚBLICO



TEATRO LOTADO...
MAIS UMA APRESENTAÇÃO MARCADA PARA QUARTA!!!

Um público de cerca de 300 pessoas disputou as 180 vagas para ver o espetáculo "A DONZELA E O CANGACEIRO" neste dia 1º, depois de superlotar a apresentação do dia anterior.

Muitas pessoas ficaram de fora e, com ingresso na mão, concordaram em voltar ao Teatro Rachel de Queiroz nesta quarta-feira, dia 2 de novembro, às 20h, com o fim de assistir à peça.

A Cia. Cearense de Teatro Brincante, através de Cacá Araújo, seu diretor, agradece o reconhecimento e o carinho recebido calorosamente na cidade e na região, palco e razão da sua existência.

SERVIÇO:
Ingressos - R$ 5 (meia e antec.) / R$ 10 (inteira)
Indicação - 12 anos

PATROCÍNIO:
Governo do Estado do Ceará
Secretaria da Cultura do Ceará
Lei Estadual de Incentivo à Cultura
Prefeitura Municipal do Crato
Secretaria de Cultura do Crato

VEREADOR REIVINDICA ÁGUA PARA O CEMITÉRIO DE DOM QUINTINO


No Pequeno Expediente da Sessão Ordinária desta terça-feira, dia 1º de novembro, o Vereador Fernando Brasil (PSB) cobrou da Administração Municipal, a instalação de água encanada no cemitério do Distrito de Dom Quintino. Brasil afirmou que é inconcebível, nos dias atuais, ainda presenciar senhoras com idade de sessenta anos carregando vasilhas com água na cabeça.

Fernando Brasil informou que a convite do Vereador Guer (PSDB) esteve ontem, na Secretaria de Saúde, onde constatou a presença de duas ambulâncias a serviço da comunidade e ainda existe uma ambulância que serve o Distrito de Santa Fé. O Vereador Guer convidou o seu colega do PSB para ir a Secretaria de Saúde, após Fernando Brasil cobrar, na Sessão Ordinária desta segunda-feira, a implantação do serviço de ambulâncias nos distritos. Brasil espera que outras unidades móveis possam ser adquiridas e que fiquem disponivéis às comunidades rurais.

Fonte: CMC

FINADOS: A Expomorte é um momento de Saudade - Wilson Bernardo


Se você não lembra mais dos amigos, se você está curioso para saber os últimos mortos e não lembra da fisionomia, a Expormorte é um momento de reflexão, saudosismo e de muitas surpresas. Inesperadamente você se depara com falecimentos imagináveis, ou simplesmente você reencontra velhos amigos que a correria dos dias nos faz perder as lembranças...Saudades, muitas saudades!


Esse de barba ao lado direito é o idealizador e o senhor das mortes


Os curiosos diante da vida e da morte...Uma reflexão.


Uma cruz nos caminhos do cemitério



Texto e Fotos - Wilson Bernardo

O futuro - Por José de Arimatéa dos Santos

"O tempo não existe. Só existe o passar do tempo" - Milôr Fernandes

Difícil o ser humano que não teria a curiosidade de manipular o tempo e poder voltar ao passado ou correr até o futuro se tivesses essa capacidade. Eu de bate pronto não saberia dizer se ia querer voltar em meu passado para modificar alguma coisa. É uma situação complicada, pois muita água já rolou no rio de minha vida e a nossa existência é cheia de altos e baixos. Natural.
Vi esses dias no cinema o filme brasileiro "O homem do futuro" e fiquei impressionado pela qualidade do cinema tupiniquim. A película tem em seu enredo a história de um homem que através de uma máquina do tempo volta ao passado para modificar fatos ocorridos na vida dele. Interessante que o filme nos leva a questionar essa vontade de muita gente voltar no tempo para fazer os retoques necessários na vida pessoal.
Se fosse possível tal fato, acredito, a vida em geral seria mais bagunçada ainda. Por que na hipótese de mudar fatos de nossa vida lá no passado implicaria também em mudar a vida de muita gente ao nosso redor da época e de hoje. O homem do futuro, essa comédia romântica, nos leva por esse caminho tão tortuoso e complexo que é a vida de cada ser humano. E outra coisa que se revela é que nunca estamos só. Reforça o que aprendemos lá no início de nossas vidas escolares que o homem é um animal social.
Claro que alguns ou muitos diriam que ao voltar ao passado modificariam tudo que não deu certo em suas existências. Simples. Mas para mim acabaria com a mágica da vida que é o imprevisível e o que vai acontecer com cada um de nós daqui a um segundo ou amanhã. Para mim que venha o futuro. Só que cada um de nós possamos refletir e fazer o melhor para si e para os semelhantes.


Rio deve ter pior epidemia de dengue da história


Alerta das autoridades baseia-se no grande número de casos de dengue tipo 1 e no surgimento do tipo 4.

A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, no Grande Rio, registrou 11 casos de dengue tipo 4 em moradores da cidade neste ano. A confirmação de novos pacientes com esse sorotipo reforça o risco de epidemia no Estado no próximo ano, já que a população não tem imunidade contra esse vírus. Desde agosto, o município do Rio está em estado de alerta para a dengue, por determinação do prefeito Eduardo Paes, que disse esperar “a maior das epidemias da história”.

“Por nós termos identificado o vírus 4 no Rio de Janeiro e ser a primeira vez que esse vírus circula aqui, obviamente causa preocupação pela possibilidade de aumento de casos no ano que vem. Fizemos um alerta há alguns meses para todas as prefeituras, com base no fato de já termos um número significativo de caso de dengue tipo 1 esse ano e o surgimento dos casos do tipo 4”, afirmou o superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

O superintendente acredita que foi apenas coincidência o fato de o vírus 4 ter sido isolado somente em Niterói. “O tipo 4 não está restrito a Niterói. É questão de tempo isolar o vírus em outros municípios”, afirmou. O Estado contabilizou, até 15 de outubro, 161.315 casos de dengue - cinco vezes mais do que o notificado no ano passado - e 133 óbitos pela doença. Ao longo de 2010, houve 41 mortes. O novo relatório sobre a dengue será divulgado amanhã.

Este ano, o dengue tipo 1 prevaleceu no Estado. Esse foi o sorotipo da doença que provocou a epidemia de 1988. “A população que nasceu depois não teve contato com o sorotipo 1 e não está imunizada. O vírus 4 também não havia circulado no Estado. Então, há uma grande parcela da população que está suscetível aos dois vírus.
Se vai haver mais ou menos mortes depende da capacidade de organização dos serviços de saúde”, afirmou o infectologista Alberto Chebabo, chefe do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Universitário da UFRJ.

Clarissa Thomé / Rio

FHC critica manifestações nas redes sociais sobre a doença de Lula


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso condenou as manifestações de internautas nas redes sociais sugerindo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizesse seu tratamento contra o câncer em hospitais públicos. Após palestra do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, Fernando Henrique classificou os comentários na internet de “recalque”. “Acho que isso é uma espécie de recalque, eu não endosso isso”, disse. “É um equívoco. Não tenho visto (as manifestações), mas acho um equívoco. Vida humana, saúde, não, que é isso!”, emendou.

O tucano afirmou que ainda não entrou em contato com Lula, respeitando o tratamento iniciado pelo petista ontem, mas que pretende procurá-lo assim que Lula estiver disponível para conversar. Ainda em relação aos comentários na internet, Fernando Henrique afirmou que a questão da saúde no País não deve ser relacionada ao tratamento específico feito por Lula neste momento. “O presidente será tratado (no Hospital Sírio-Libanês) como qualquer pessoa que pode ser atendida lá. Se todos pudessem ter o mesmo tratamento, seria o melhor. Mas não é o momento para isso (para polêmica)”, afirmou.

Fernando Henrique ressaltou que é amigo de Lula e lembrou os momentos em que conviveram na luta pelas Diretas Já no ABC paulista. “Eu tenho uma relação antiga com ele, me lembro de São Bernardo do Campo, quando eu ia para lá, estávamos começando aquelas lutas todas”, disse. Embora tenham divergências políticas, Fernando Henrique afirmou que este é um momento de solidariedade e que deseja que Lula se restabeleça prontamente. “Esse é o desejo de todos os brasileiros. A pessoa que tem a projeção e o grande número de feitos pelo Brasil deve receber a maior solidariedade, sobretudo neste momento de dificuldade”, disse o ex-presidente.

Jornal "O Povo"


Enquanto isso, em Brasília...


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31