xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/08/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 agosto 2011

EXPOCRATO: UM PONTO DE VISTA - Por: Samuel Siebra


N
asci em 1977 em Crato e tenho o privilégio assim como tantos outros cratenses que vieram inclusive antes de mim, de usufruírem as belezas da exposição de minha amada cidade, sou como tantos, da época em que a festa era para todos, uma verdadeira festa popular, em que escolhíamos a barraca que comeríamos, nossos petiscos ou usufruiríamos da bebida que melhor nos agradassem, pelo simples fato de que a barraca de nossa preferência era aquela que reunia anualmente todos os amigos. Ir ao inferninho, era símbolo de promiscuidade, ora quanta bobagem, o inferninho era e ainda o é o grande espaço de encontro do povo cratense,povo este, marginalizado socialmente, mas de uma grande criatividade de enfrentar a gozar a vida ainda com a exploração. Cheguemos então ao Parque de exposições, paixões políticas a parte, coloquemos nossos argumentos sobre a mesa de debates, que por sinal andam muito calorosas....

Admitimos que a EXPOCRATO aos moldes do que é hoje, ficou de fato pequena para suportar o número de pessoas que vem visitar-nos ,no entanto, projetos estruturantes de requalificação urbana, estão as pilhas a disposição de quem se diz disposto a investir, mas as propostas se perdem no vazio surdo do vácuo.

Alega-se que o espaço atual, é incompatível para um investimento de requalificação e modernização para futuras instalações do parque de exposições, face a geografia acidentada do terreno, então nos perguntamos: Se não é compatível para um parque ,por que é compatível para o crescimento da URCA, acaso não é necessário se construírem mais e melhores prédios.

Existe uma área de capineira onde se pode avançar nas instalações e estacionamento de carros, afinal o capim pode ser cultivado em qualquer outra área inclusive em áreas como a do entorno do mirandão,e de tantos outros lugares, afinal, espaço para plantio de capim não é a justificativa, mas calma!, existem os SILOS justamente para isso, ou não pecuaristas!?

Volto a repetir, a EXPOCRATO está de fato, nas condições atuais, pequena para o tamanho do evento,reconheço, mas, é preciso levar em consideração sim valores subjetivos que residem nas mentes e nos corações de várias gerações de cratense, carirense, que viram a expocrato crescer e atingir seus 60 anos com uma grande vitalidade. Foi lá por exemplo que centenas de pessoas, beijaram, enamoram, choraram, cantaram, dançaram pela primeira vez, é preciso lembrar que não são apenas estábulos ,arenas, fiações que podem ser feitas e desfeitas ao sabor de qualquer construtoras.

Trata-se de algo muito maior, trata-se da história de um povo. Os valores sinestésicos estão intimamente ligados a cada espaço, a cada metro de chão daquele parque, um local do reencontro de amigos, de amantes, de famílias, com o mesmo cheiro e sabor do glorioso passado, passado esse, espinhado pela alcunha pejorativa de se ser simplesmente TRADICIONAL, as tradições são tão importantes, elas no ligam a história que nos ensinam no presente e que nos projetam para o futuro.

Não se pode admitir a tentativa de se apagar simplesmente de um povo sua cultura sua história como se fez em Jaguaribara-CE, ainda que fosse uma necessidade de eminente interesse publico, sem anteriormente, na ausência de lobbies se ouvir a população afetada.

Essa discussão não cessará, outros capítulos virão, no entanto, longe dos devaneios eloqüentes de se justificar bandeiras sem símbolo , escutemos o povo, pois dele o poder emana como diz a carta mater e não apenas das penas frias e incólumes de quem sentencia o emanar de seu prazer e vontade própria.

Prof. Samuel Duarte Siebra
Professor da Rede Estadual de Ensino
Presidente do C.A enfermagem - URCA

‘Dia do Orgulho Hetero’ é aprovado por vereadores de São Paulo


Apolinário: Projeto é contra "excessos e privilégios" dos gays. (Foto: AE)

Com apoio da bancada evangélica, o projeto de lei do vereador Carlos Apolinário (DEM) que cria o “Dia do Orgulho Heterossexual” foi aprovado pela Câmara de São Paulo nesta terça-feira (2). O projeto – aprovado em votação simbólica – ainda precisa ser sancionado pelo prefeito Gilberto Kassab para virar lei. Dos 39 vereadores em plenário, 20 votaram contra o Dia Hetero. Porém, como a votação foi simbólica, e não nominal, o projeto foi aprovado.

Se Kassab sancionar o projeto de lei 294/2005, a data será “comemorada” no terceiro domingo de dezembro. Coincidência ou não, período natalino. O texto estabelece que caberá à prefeitura paulistana “conscientizar e estimular a população a resguardar a moral e os bons costumes”. O projeto causou polêmica dias antes da Parada Gay e chegou a travar a pauta da Câmara no fim de junho, quando o autor do projeto prometeu barrar as votações caso o texto não entrasse para votação.

Apolinário afirmou que o projeto não é contra os gays, e sim uma forma de se manifestar contra os “excessos e privilégios” destinados à comunidade homossexual, como a realização da Parada LGBT na Avenida Paulista, enquanto a Marcha para Jesus foi deslocada para outro ponto da capital paulista. Ítalo Cardoso (PT) rebateu os argumentos de Apolinário e afirmou que a Parada LGBT não é privilégio e que os gays não podem ser responsabilizados pela mudança de local da Marcha para Jesus.

Fonte: Yahoo Brasil

Alguns comentários do Yahoo:

Ivany - "Acho uma besteira a parada do orgulho... seja gay ou hétero... ou maconheiro...
Coisa de gente que precisa de auto afirmação e que não tem o que fazer...!!!"

Mario - "Esses malandros não criariam o "dia da vergonha na cara", porquê nenhum deles poderia comemorar; eles não têm."

JP - "Pura bobagem, assim como esses outros dias , do orgulho gay, da conciência negra , e do escambau. Mas , assim como aprovaram os outros , que se aprove este também, pelo menos como gozação serve."

Dilma e seus governos – por Marco Antônio Villa (*)



(Artigo publicado no jornal “O Estado de S.Paulo” – postado por Armando Rafael)


Dilma Rousseff é caso único na História do Brasil. Já iniciou, em apenas sete meses, três vezes o seu governo. Em janeiro assumiu a Presidência. Parecia que a sua gestão iria começar. Ledo engano. Veio a crise em maio - caso Palocci - e ela rearranjou o núcleo duro do poder. Seus entusiastas saudaram a mudança e espalharam aos quatro ventos que, naquele momento, iria efetivamente dar início ao seu governo. Mera ilusão. Veio nova crise em junho, esta no Ministério dos Transportes. Seguiram-se demissões de altos funcionários - ontem já chegaram a 27. Em seguida, foi anunciado que agora - agora mesmo - é que iria começar a sua Presidência. Será?

No país das Polianas, sempre encontramos justificativas para o injustificável. Os defensores, meio que envergonhados da presidente, argumentam que ela recebeu uma herança maldita. Mas não foi essa "herança" que a elegeu presidente? Não permaneceu cinco anos na Casa Civil participando e organizando essa "herança"? Herança, como é sabido, é algo recebido de outrem. Não é o caso. A então ministra da Casa Civil foi uma participante ativa na organização da base partidária que sustenta o governo no Congresso Nacional. Tinha e tem absoluta ciência do que representam essas alianças para o erário.

Fingir indignação, falar em limpeza - quando o vocabulário doméstico invade a política, é sinal de pobreza ideológica -, dizer que agora, sempre agora, só vai aceitar indicações que tenham a ficha limpa, isso é um engodo. Quer dizer que no momento em que formou o Ministério a ficha limpa era irrelevante? Ficha limpa é para coagir aliados? E que aliados são esses que são constrangidos pelo currículo?

Os sucessivos reinícios de governo são demonstrações de falta de rumo e de liderança. O PAC não é um plano de governo. É uma junção aleatória de obras realizadas principalmente pelo governo e por empresas estatais. É um todo sem unidade alguma. Não há uma concepção de projeto nacional, nada disso. Além da falta de organicidade, os cronogramas de todas as obras estão atrasados. O governo não consegue realizar, de forma eficaz, nenhum empreendimento. Quando algo chama a atenção, não é por seu efeito para o desenvolvimento do País. Muito ao contrário. É por gasto excessivo, desvio de recursos, inutilidade da obra ou atraso no prazo de entrega. E, algumas vezes, é uma cruel somatória desses quatro fatores.

O País está sem rumo. Mantém indicadores razoáveis no campo econômico, contudo muito abaixo das nossas potencialidades. Basta lembrar que neste ano a taxa de crescimento será a mais baixa entre os países da América do Sul (não estamos falando de China, Índia ou Coreia do Sul, mas de Paraguai, Equador e Peru). A economia ainda é movida pelo que foi estruturado durante os primeiros anos do Plano Real e por medidas adotadas em 2009, ante a crise internacional.

A falta de liderança é evidente. Os últimos quatro meses foram de abalos permanentes. E nos primeiros cem dias a presidente teve uma trégua. Foi elogiada até pelo que não fez. Politicamente, o ano começou em abril e, de lá para cá, o governo toda semana foi tendo algum tipo de problema. Ora no relacionamento com a base, ora no cotidiano administrativo. O problema central é que Dilma não se conseguiu firmar como liderança com vida própria. É vista pelos líderes da base como alguém que deve ser suportada até o retorno de Lula. A questão - para eles - é aguentar a destemperança presidencial. Claro que o preço compensa. Porém a rispidez e os gritos da presidente revelam que ela própria sabe que não é levada a sério. Vez por outra, o passado deve rondar os pensamentos da presidente. Ela, em alguns momentos, exige uma obediência ao estilo do velho "centralismo democrático" leninista. Sonha com Trotsky, Bukharin e Kamenev, mas convive com Collor, Sarney e Renan.

Nas crises que enfrentou, não conseguiu encontrar solução razoável. Ao contrário, desarrumou a articulação existente e foi incapaz de substituí-la por algo mais eficiente. Deixou rastros de insatisfação e desejos de vingança. A trapalhada com o PR e a demora em resolver de vez as denúncias são mais evidências da falta de capacidade política. Criou na Esplanada dos Ministérios a versão petista do "onde está Wally?". Agora o jogo é adivinhar, entre mais de três dúzias de ministros, quem será o próximo a cair em desgraça. Algo meio stalinista (é o passado novamente?). Com tanto estardalhaço, Dilma nem acabou com a corrupção nem conseguiu fazer a máquina governamental funcionar. E quem perde é o País.

A cada fracasso de Dilma, mais cresce o clamor da base (e do PT, principalmente) para o retorno de Lula. Difícil acreditar que o criador não imaginasse como seria o governo da sua criatura. Pode ter sido uma jogada de mestre. Respeitou a Constituição (não patrocinando o terceiro mandato), impôs uma candidatura-poste, venceu com o seu prestígio a eleição e será chamado cada vez mais para apagar incêndios. Ou seja, a possibilidade de ser passado para trás é nula. Dessa forma, transformou-se no personagem fundamental para manter a estabilidade da aliança do grande capital nacional e estrangeiro, fundos de pensão das estatais, políticos corruptos e oportunistas de toda ordem. É também o único que consegue fazer a articulação com o andar de baixo, dando legitimidade ao projeto antinacional. Sem ele, tudo desmorona.

Dilma vai administrando (e mal) o cotidiano. A fantasia de excelente gestora, envergada no governo Lula e na campanha presidencial, revelou-se um figurino de péssima qualidade. Como nos velhos sambas, a quarta-feira já chegou. Um pouco cedo, é verdade. O carnaval mal começou. E dos quatro dias de folia, nem acabou o primeiro.
(*) Marco Antônio Villa, historiador, é professor da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar)

O CRATO HOJE - Últimas Notícias - 03 de Agosto de 2011


Guarda Municipal do Crato mostra eficiência e impede assalto a Posto de Atendimento Médico


Agentes da Guarda Municipal do Município do Crato conseguiram impedir que fosse realizado um assalto ao Posto de Atendimento Médico (PAM), que atualmente funciona com os plantões noturnos às segundas-feiras e sextas-feiras. O agente da Guarda que se encontrava de plantão no local da ocorrência mobilizou um efetivo com cinco guardas, impedindo a ação do assaltante, que ocorreu por volta das 20 horas.

O Secretário de Administração do Crato, Christiano Siebra, destaca a importante e eficiente atuação dos agentes, impedindo o assalto. Ele enaltece o trabalho que vem sendo desempenhado pela equipe, resultado do alinhamento de atividades institucionais da própria Guarda. “Isso mostra o compromisso e a responsabilidade com o patrimônio público municipal”, diz o secretário. A Guarda Municipal do Crato tem passado por constantes capacitações, inclusive na área de preservação de patrimônio e conscientização, possibilitando mais segurança para a cidade do Crato. Recentemente, foram adquiridos para a Guarda Municipal novos equipamentos como celulares, cinco viaturas e novo fardamento.

Secretário incrementa atendimento na base de Saúde da Chapada do Calange

Os moradores do Sitio Chapada do Calange, há sete quilômetros do centro da cidade do Crato, estão agradecendo ao secretário de Saúde do município, Cícero França, pela instalação do posto de saúde na comunidade, que funciona desde 18 de fevereiro de 2011, com atendimento médico todas às terças-feiras e quartas-feiras, pelo médico Valdonio. A partir da próxima sexta-feira, dia 05, o médico Mano Cory passará a fazer atendimento clínico na localidade. O secretário de Saúde disse que em breve vai ser implantado naquela comunidade o atendimento odontológico itinerante. Um trailer equipado com um consultório estará realizando os serviços em adultos e crianças, inclusive com aplicação de flúor.

O vereador licenciado e representante da comunidade da Chapada do Calange na Câmara Municipal, Nadelson Lopes (Dede da Granja), disse que no próximo mês de setembro os serviços de calçamento em pedra tosca serão iniciados na estrada do Barro Branco. Ele disse que recebeu a informação do secretário de Infraestrutura, José Muniz. A estrada está na relação de mais de 300 outras no município que receberão calçamento.

Roda de conversa sobre aleitamento materno

A Secretaria de Saúde do Crato, por Meio da equipe do PSF do Posto Sinobilina Peixoto (Parque Grangeiro) está realizando uma roda de conversa sobre aleitamento materno para as gestantes. O evento ocorrerá dia 03 de agosto, a partira das 14 horas, na Unidade Básica de Saúde.

Aumenta demanda de serviços da Ouvidoria

A Ouvidoria do Município do Crato está realizando uma demanda de atendimentos voltada para os cidadãos cratenses, como a retirada da carteira de identidade e registros de reclamações diversas. Mantida pelo município, a Ouvidoria conta com peritos para realização dos serviços de emissão dos documentos. Por conta disso, a demanda de serviços tem aumentado nos últimos dias, tornando mais lenta a emissão dos documentos. Segundo a Ouvidora, Teresa Portela, isso ocorre por conta do funcionário cedido pelo estado estar de férias, e, com isso, o número de emissões foi reduzido. Nos próximos dias, o serviço será regularizado.

Vereador George Macário assume vaga na Câmara do Crato e defende a valorização da história e da cultura

O advogado, George Macário de Brito, na condição de 1º suplente do PSDB, com quase 1.200 votos na eleição de 2008, assumiu vaga na Câmara Municipal do Crato em substituição ao colega, Nadelson Lopes, do mesmo partido que entrou de licença e só retornará daqui a 120 dias. George era presidente da Fundação J. de Figueiredo Filho. Ele assumiu também a liderança do prefeito Samuel Araripe na casa legislativa. No seu discurso de posse alertou a população, notadamente a juventude, no sentido de conhecer melhor a vasta e gloriosa história do Crato e seus personagens como Tristão Gonçalves, que foi vereador, Martiniano de Alencar e a heroína Barbara de Alencar, a primeira mulher presa política do Brasil a ser torturada e perseguida. A história de Dona Bárbara do Crato não tem sido estudada nas redes pública e particular de ensino do município, o que, para ele, é um completo absurdo.

George Macário defendeu a luta dos cratenses em defesa da retomada urgente do rumo da história cultural que o Crato tem e com isto poder atrair centenas de turistas, historiadores, pesquisadores, estudantes, membros da família Alencar de todo Brasil e assim promover divisas para o município. “Precisamos conhecer mais os índios karirís e outras tribos, o povoamento do Cariri, quem foi Frei Carlos Maria de Ferrara, o Caldeirão do Beato José Lourenço, quem foram nossos administradores do período imperial até o republicano, a participação do Crato nas revoluções de 1817 e na Confederação do Equador de 1824 e precisamos cantar o hino do Crato e o hino nacional nas escolas”, disse George Macário.

George disse que seu primeiro projeto de lei a ser enviado a câmara é no sentido de tornar a história do Crato como matéria disciplinar nas escolas do município. Ele citou como exemplo que poucos cratenses sabem o significado e da importância que a data de 3 de maio de 1817 tem para a história do Crato. Conta ele que foi o dia em que, com muita bravura e ousadia o cratense, José Martiniano de Alencar, filho de Bárbara de Alencar, do púlpito da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha gritou por independência e república, pela liberdade do Brasil. O fato se deu cinco anos antes de Dom Pedro I e 72 anos antes de Deodoro da Fonseca. George Macário encerra seu discurso conclamando os artistas populares, os teatrólogos locais, os escritores a escreverem mais, representarem mais em peças teatrais a história cultural do município cratense, a exemplo de outros municípios.

A posse de George Macário de Brito se deu na segunda-feira, 1º de agosto, na primeira sessão do segundo período legislativo de 2011 e foi prestigiada por seus familiares, pelo prefeito Samuel Araripe, vice-prefeito, Raimundo Filho, secretários municipais, líderes classistas, advogados e representantes das comunidades.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal do Crato
www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Comentários do Dia 03 de Agosto de 2011


Plantão Notuno - Grande iniciativa

"Parabenizo o Secretário de Saúde Municipal do Crato pela iniciativa de uma Saúde diferenciada; levando a população que trabalha a oportunidade do atendimento Médico e de Enfermagem no período noturno. Sinto-me extremamente feliz em ver a preocupação dos Gestores do meu município em fazer a diferença dando uma nova cara a nossa Saúde. Há 3 meses está iniciativa vem acontecendo nos centros de referências à saúde do município, não ficando satisfeito resolveu levar o atendimento para mais perto da população contemplando os grandes bairros como: Seminário, Batateira, Vila Alta, São Miguel, Alto da Penha, etc.; demonstração de preocupação e respeito por grandes comunidades. Orgulho-me em dizer que faço parte da equipe técnica de grandes GESTORES. Parabéns a Dr. Samuel e Dr. Cícero"

Kyare Christie - Enfermeira do SUS – Lotada na Secretaria Municipal de Saúde do Crato.
Rua Colombo de Souza
Cidade: Crato


Plantão Noturno


"O secretario de saude do crato teve a sensibilidade de pensar na população trabalhadora,colocando o atendimento noturno nos bairros mais populoso.parabens dr.cicero."

HYLNARA MORAES DE BRITO
Sitio quebra km 08

Cidade: Crato


Atendimento Noturno

"Parabenizo a Gestão Municipal da Saúde pelo fortalecimento da Saúde a população do Crato, priorizando o acesso e a qualidade do atendimento. Tenho orgulho de fazer parte dessa equipe!!!!"

Regina Petrola
Rua Orlando Silva
Cidade: Crato - CE

Festa de Nossa Senhora da Penha


"Amigos leitores estou escrevendo para lembrar a vocês da festa de nossa senhora da penha a padroeira do Crato que será realizada entre os dias 22 deste mês e 1 de setembro compareçam nas novenas para a cada ano ficar ainda mais bonita abraços:Leonardo!!!"

Leonardo Roberto
R. Emerson Barbosa

Cidade: Crato

Telefone de Contato: (88) 35233256

FIM DE FÉRIAS - No Terraçus Bar e Petiscaria




Desfilando sucessos do rock das décadas de 60 a 90, as bandas "HOLYWOOD" e "REI BULLDOG" prometem festejar o final das férias no seu melhor estilo nessa sexta-feira, dia 5 de agosto, no TERRAÇUS BAR E PETISCARIA. A Holywood com o seu repertório voltado para as músicas que fizeram parte das trilhas sonoras dos comerciais do Cigarro Holywood e que já tem uma fantástica legião de fãs pelo Cariri afora, vai abrir a noitada. É a hora de esquentar o friozinho gostoso do sopé da Chapada do Araripe para ouvir as belas canções que a banda nos apresenta, para, em seguida, curtir o maravilhoso som da nova banda caririense que já conquistou o coração da moçada: a REI BULLDOG. Formada por roqueiros que veneram os Beatles, a banda cover dos garotos de Liverpool deverão completar a noitada, com sucessos inesquecíveis e muito som nessa noite que promete ser maravilhosa.

Atenção Beatlesmaníacos! Vamos viver esse fim de férias com toda a alegria e energia que essa noite de sexta-feira promete!

Vamos nessa Cariri!

INFORMAÇÕES:

SERTÃO POP PRODUÇÕES
KAIKA LUIZ
(88) 3521.5398 / 9666.9666 / 88242131

Vinte e dois anos de saudade do Velho Lua! - Por Ana Paula Monteiro


Há precisamente vinte e dois anos partia para outra esfera Luiz Gonzaga do Nascimento, o Rei do Baião. Nordestino nascido em Exu, Pernambuco, ele como nenhum outro difundiu a cultura do nordeste para todo o país. Com grandes parceiros, tais como Humberto Teixeira, Zé Dantas, Patativa do Assaré, Fagner e tantos outros, cantou o sertão com suas belezas e espinhos. Asa Branca, o hino do sertanejo, A Triste Partida realidade vivida por tantos que rumaram em busca de melhores condições de vida deixando o seu torão natal, Lá no Meu Pé de Serra, autobiografia do Rei do Baião, Cratinho de Açúcar, homenagem feita à cidade de Crato, lugar visitado inúmeras vezes por seu Luiz, principalmente nas segundas-feiras (dia da feira do Crato), onde no Restaurante Guanabara almoçava proseando com o nosso querido boêmio, seu Nenen, dono do referido estabelecimento.

Bem, faltaria espaço para falarmos desse monstro da nossa música. Homem simples do sertão que sem sobra de dúvidas, amava tanto sua terra que com as suas canções levou aos quatro cantos do Brasil as diversidades de um povo desprovido de bens materiais, porém, rico culturalmente. Um povo que como disse Euclides da Cunha, antes de tudo é um forte. E, que apesar das atrocidades oriundas das secas e das más administrações é hospitaleiro, contente e amante do bom forró! Forró autentico e originado por Luiz Gonzaga, aquele que mais exaltou e cantou o sertão usando a música. Além, de ter divulgado o baião, o forró, o xaxado, etc nos presenteou com vários nomes renomados da música como: Dominguinhos, Waldones, Fagner, Oswaldinho, Elba Ramalho, entre tantos outros.

Portanto, fica aqui nossa saudade do Rei do Baião! Vale uma reflexão, sobretudo, para nós nordestinos que na contemporaneidade presenciamos o auge do chamado forró eletrônico, diria forró de pouca ou nenhuma qualidade. Certamente seu Luiz lá no céu deve muitas vezes ficar triste com essa “nova roupagem” que deram ao forró, essa descaracterização. Cabe a nós mudarmos essa vergonhosa realidade mostrando o trabalho de décadas do Pernambucano do século XX, Luiz Gonzaga do Nascimento, o Rei do Baião.

Ana Paula Monteiro Martins
Historiadora - Pesquisadora dos Coronéis na Primeira República Nos municípios de Crato e Juazeiro do Norte

Deputado destaca importância de investimentos no esporte


O deputado federal, Arnon Bezerra, falou da importância de se fazer investimentos públicos no esporte como apoio à juventude. Ele disse que uma quadra poliesportiva é um instrumento de grande utilidade na formação social e intelectual do jovem. “O prefeito Samuel Araripe tem tido a preocupação de oferecer condições em infraestrutura aos jovens, no sentido que eles busquem, não só uma melhor formação esportiva, mas desfrutarem do lazer e do entretenimento”, ressaltou o deputado Arnon Bezerra. O parlamentar afirmou que para aqueles que querem trabalhar pelo Crato, que deixem de ver Samuel Araripe como adversário, mas sim, como parceiro, sem atrapalharem a administração.

O deputado explicou que isto é uma obrigação de todos aqueles que amam o Crato, independentemente da sigla partidária. Acredita Arnon Bezerra que tem algumas pessoas se colocando como pedra no caminho do prefeito Samuel Araripe, com o intuito apenas de atrair o voto e estar impedindo o desenvolvimento do município.

O prefeito Samuel Araripe disse que Arnon Bezerra sabe o que diz, porque é um deputado de cinco mandatos e isto se deve ao seu trabalho em prol das comunidades e a construção da quadra poliesportiva na Malhada foi um esforço seu e do líder daquela comunidade, Gury.

O prefeito destacou que as parcerias devem ser sempre bem vindas, já que ninguém faz nada sozinho e foi graças as parcerias que a Malhada ganhou calçamento de ruas, ampliação do posto de saúde, construiu salas de aulas, telefones públicos, eletrificação em algumas artérias e agora, por último, a quadra poliesportiva O prefeito agradeceu o reconhecimento dos moradores dali pelos benefícios realizados e prometeu realizar muitos mais.

Fonte: PMC

Programa Cariri Encantado Sonoridades - 03/08/2011

Conexões musicais: João Gilberto & todas as bossas


João Gilberto nasceu em Juazeiro da Bahia em 10 de junho de 1934. Ele é a síntese da Bossa Nova com sua voz e seu violão inconfundíveis. Foi o maior influenciador de outros músicos que já apareceu na MPB, a exemplo de Chico Buarque e Caetano Veloso. Sem falar de quase todos os cantores, compositores e instrumentistas da primeira geração da Bossa Nova.

Com seu jeito tranquilo aliado a um trabalho que faz questão de ser impecável, por onde ele passou criou histórias pitorescas. Ninguém entendia como algum artista poderia ser tão difícil quanto ele. É conhecida de todos a história do show em que ele dispensou a orquestra e exigiu que se desligasse o ar condicionado. Quem não entendeu o chamou de chato ou excêntrico. Só quem sabe o som que vem da música, o compreendeu.

João Gilberto é aquele que chamamos de Mago ou de Mito. Um dos poucos músicos que carregam o som em suas entranhas - não permitindo distorções, meras invencionices ou truques de estúdio. João percebe qualquer semitom fora de lugar, pois é um perfeccionista, um verdadeiro gênio musical. É a nobreza verdadeira e em todos os sentidos da MPB.

Base do texto de Carô Murgel.

As músicas que irão tocar no programa
1. Eu vim da Bahia (Gilberto Gil)
2. Palpite infeliz (Noel Rosa)
3. Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), com Stan Getz e Astrud Gilberto
4. Besame mucho (Consuelo Velasquez)
5. Eu quero um samba (Haroldo Barbosa e Janet de Almeida)
6. Corcovado (Tom Jobim) - com Stan Getz e Astrud Gilberto
7. Doralice (Dorival Caymmi e Almeida) - com Stan Getz
8. Desafinado (Tom Jobim e Newton Mendonça) - com Stan Getz
9. Pra machucar meu coração (Ary Barroso), com Stan Getz
10. Falsa Baiana (Geraldo Pereira)
11. Ave Maria do morro (Herivelto Martins)

Serviço
O programa Cariri Encantado Sonoridades é produzido pelas Officinas de Cultura e Artes & Produtos Derivados – OCA, e transmitido todas as quartas-feiras, das 14 às 15 horas pela Rádio Educadora do Cariri AM 1020 e www.radioeducadoradocariri.com.
Pesquisa, redação e apresentação de Carlos Rafael Dias.
Operação de áudio de Iderval Silva.

Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - 03 de Agosto de 2011


Pró-Reitora da URCA atuará como Vice-Presidente do 62º Congresso Nacional de Botânica

A Pró-Reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professora Doutora Maria Arlene Pessoa da Silva, participará do 62º Congresso Nacional de Botânica, que se realiza de 07 a 12 de agosto, em Fortaleza. A docente terá estará como Vice-Presidente do Congresso, que tem como tema: “Botânica e Desenvolvimento Sustentável”.

O congresso será promovido pela Sociedade Botânica do Brasil, realizado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) em parceria com a Universidade Regional do Cariri (URCA) e demais instituições. O evento tem como Presidente o professor Eliseu Marlônio Pereira Lucena. Maiores informações poderão ser obtidas através do site do evento: www.uece.br/eventos/cnbot62

Pesquisadores e brincantes conversam hoje, na URCA, sobre Cultura Popular
Será realizado hoje, dia 3 de agosto, às 19 horas, no Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri a roda de conversa do projeto “No Terreiro dos Brincantes”, que abordará o tema ‘O que é cultura popular?’. O trabalho é desenvolvido pela Universidade Regional do Cariri – URCA, através do Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC.

A roda de conversa contará com a participação da Doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e coordenadora do Núcleo de Estudos Regionais da URCA, atuando nas áreas de Religião, Cultura Popular e Patrimônio Imaterial, Renata Marinho Paz; do dramaturgo, folclorista e pesquisador de cultura popular, Cacá Araújo; do pesquisador, artista/educador e integrante da União dos Artistas da Terra da Mãe de Deus, Jean Alex, e da Mestra Mazé , do Reisado Dedé de Luna.

O objetivo do evento é propiciar uma aproximação entre os pesquisadores e os brincantes, além de possibilitar que o público tenha a oportunidade de escutar os próprios feitores da cultura popular. O trabalho faz parte das ações de formação/vivência dos monitores do Projeto “No Terreiro dos Brincantes”, além deste momento que é aberto aos interessados no assunto. Os monitores terão ainda oficinas sobre noções de fotografia, filmagem, roteiro e produção cultural.

Essas são etapas preparatórias para a segunda edição do Projeto, que visa produzir documentários de curta duração sobre cultura popular, os quais são disponibilizados na Internet e as escolas, pesquisadores e brincantes. De acordo com a monitora do Projeto No Terreiro dos Brincantes, Alyne Feitosa, esse é momento para aprofundar o conhecimento sobre cultura popular e ressalta a importância de reunir no evento o erudito e o popular para compreensão estética, artística e cultural do povo do Cariri.

Para o professor doutor Roberto Siebra, atual diretor do Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC, essa roda de conversa possibilita que a universidade se aproxime do conhecimento valoroso das manifestações populares. Ele enfatiza que esse conhecimento é na maioria das vezes desprezado por uma elite intelectual.

Universade Regional do Cariri - URCA (88) 3102-1212 - 8812.5525 ramal 2617 www.urca.br – Crato, 3 de agosto de 2011

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30