xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/06/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 junho 2011

Petrobrás descobre petróleo e gás nos EUA


Blocos ficam em águas ultraprofundas no Golfo do México, e descoberta foi classificada como uma das maiores da última década na região.

A Petrobrás anunciou ontem duas descobertas de petróleo e uma de gás no Golfo do México, nos Estados Unidos. Os três blocos ficam numa mesma concessão, a Keathley Canyon, e o conjunto de descobertas foi classificado como "um dos maiores da última década" na região. Os poços foram perfurados em águas ultraprofundas na área de Hadrian e a estatal encontrou reservas com volume recuperável estimado em mais de 700 milhões de barris de óleo. É volume equivalente a um campo gigante como o de Jubarte, por exemplo, no pós-sal e pré-sal da Bacia de Campos.

No Golfo do México, uma das maiores regiões produtoras de petróleo do mundo, atuam as principais multinacionais do setor. Desde 1987, a estatal brasileira está na região. Primeiro, adquiriu oito blocos no setor americano do golfo. Hoje, isoladamente ou em parceria com outras companhias, a Petrobrás tem 187 blocos na costa americana, sendo operadora em 125 deles. As descobertas de Hadrian estão a cerca de 400 quilômetros a sudoeste de Nova Orleans, em uma profundidade de água de cerca de 2.100 metros. Segundo a Petrobrás, a descoberta confirmou uma acumulação de petróleo com mais de 144 metros de espessura de reservatório. "Objetivos mais profundos ainda serão perfurados", afirma a petroleira em comunicado. A estatal revela que em atividades anteriores de perfuração já havia sido descoberto petróleo em outros blocos da mesma concessão.

"Avaliações preliminares acenam para a existência de um importante conjunto de descobertas de hidrocarbonetos nessa região", destaca a Petrobrás. A ExxonMobil é a operadora do projeto, com 50% de participação nos três blocos. A Petrobrás, por meio de sua subsidiária Petrobras America Inc., detém 50% de um dos blocos e participa com 25% dos outros dois, mesma proporção da italiana Eni Petroleum.

Kelly Lima - O Estado de S.Paulo

Um celular de estimação - Por Emerson Monteiro


E
le possui a barriga estreita. Diariamente deverá passar algumas horas pendurado na tomada recebendo carga habitual, senão na rua logo me deixa na mão, de comum nas situações inesperadas. Acostumei com isso, indócil mania paraguaia de celular cuja carga dura pouco. De dois chips, atende com fidelidade às operadoras, mesmo sabendo que dormirá cedo, bem no início da noite. Segue comigo, acima e abaixo, nas pelejas dos comportamentos animais, dócil e inevitável. Mas sei que traz guardado nas estranhas o grave defeito de ter a bateria curta. Ainda assim cumpre seu papel de comunicador estratégico desta fase do tempo quando quase ninguém escapa de transportar, no bolso ou na bolsa, esse treco bisbilhoteiro, facilitador de circunstâncias e redutor das fronteiras.

O noticiário da semana passada, por exemplo, falou dos riscos e prejuízos à saúde do alienígena, quando usado com regularidade e maior intensidade, estudos ora desenvolvidos a confirmar, em face das ondas que emite e recebe. Maquininha familiar, depois dele mudaram costumes e medidas. Poucos passam impunes diante das artimanhas do monstrinho, que hoje, no Brasil, já ultrapassa o número de habitantes. Quanto crime sujeita incentivar. Quanta vida salvará, antes do pôr do sol. Misto de brinquedo traquina e lâmpada maravilhosa, o propulsor da civilização contemporânea desmancha os obstáculos ao progresso, artefato nunca visto com tamanha força de vulgarização nas classes sociais; e, máquina de tais proporções transformadoras, pois facilita que é uma beleza tudo em volta, conquanto demonstração do engenho humano às raias do infinitamente pequeno, sem fugir aos encantos que proporciona, estreitando amores apaixonados, monitorando filhos e sequenciando negócios. Aonde chegar ser humano, alguém buscará sinais abençoados dos equipamentos digitais.

Traçado que democratizou o poder da ciência, o celular serve de símbolo do quanto andaram os circuitos eletrônicos a serviço da sociedade, agora desenvolvida através de novos aparelhos dotados das inúmeras funções, espécies de computadores populares transpostos de mão em mão.

Daí a pergunta crítica de saber quem manda, se o homem ou a máquina, tabu da Era Industrial. Tipo fertilizador das emoções, pouco pesa saber a resposta do invasor que criou dependência e raros dele escapam.

No entanto armam-se paralelos. As recargas todo dia que humanos também necessitam, e no dormir carregamos a bateria. No sonho, na oração, na esperança, alimentamos a viva vontade dos sentimentos, neste frio das relações mecânicas para vencer as interrogações da existência, apesar dos muitos meios que o homem desenvolveu e quase nada melhorou em termos da própria fraternidade.

Japão encontra chá radioativo a 300km de Fukushima


Quantidade superava o limite legal de césio aceitável

Césio radioativo acima do limite permitido foi encontrado no chá produzido por uma fábrica em Shizuoka, no Japão, segundo a rede NHK. A cidade fica a mais de 300km de Fukushima, onde uma usina apresenta problemas de vazamento desde o terremoto que atingiu a região, em 11 de março. A localidade de Shizuoka é uma das mais famosas produtoras de chá do Japão.

O alerta foi dado por um distribuidor de chá. O governo da localidade confirmou a contaminação com 679 becquerels por quilo de césio radioativo, enquanto o limite permitido é de 500 becquerels. A prefeitura proibiu que a fábrica continuasse comercializando o produto. Depois dos incidentes na usina nuclear de Fukushima, folhas de chá contaminadas foram encontradas em uma larga área ao redor de Tóquio, a capital japonesa. Entre os produtos contaminados, vários apresentavam amostras de césio, mas pela primeira vez o elemento radioativo superava os limites aceitáveis.

Fonte: R7

Mensalão – Processo está chegando ao fim no STF


Chegou à fase final a Ação Penal 470, em que o Supremo Tribunal Federal (STF) analisa as responsabilidades sobre o esquema do mensalão, revelado em 2005. O esquema de pagamento de propina a parlamentares começou a ser investigado na Corte no mesmo ano e virou uma ação penal com 40 réus, em 2007. Hoje, há 38 réus na ação: Silvio Pereira fez acordo com o Ministério Público e José Janene morreu no ano passado.

A partir de agora, a Procuradoria-Geral da República (PGR) terá 30 dias para fazer suas alegações finais e, depois, os réus terão mais 30 dias. Inicialmente, Joaquim Barbosa deu 15 dias para que a PGR fizesse as alegações finais, mas o Ministério Público pediu mais prazo alegando “a grande complexidade do feito”.

Joaquim Barbosa atendeu ao pedido afirmando que o tempo pleiteado é “razoável e proporcional à complexidade do processo, que apresenta elevado número de réus e inúmeros fatos a eles imputados e grande volume de provas”. No despacho, datado de ontem (8), Barbosa também lembra que as partes tiveram um período extenso para apresentar suas alegações finais, pois as diligências finais começaram em fevereiro.

Depois das alegações finais, o ministro começará a elaborar seu voto. Em entrevista à Agência Brasil, no ano passado, Barbosa afirmou que pretendia colocar o caso em julgamento até o final deste ano, mas, na época, ele pensava que poderia começar a elaborar o voto nos primeiros meses de 2011. Atualmente, o processo tem exatas 44.942 folhas e 213 volumes.”

Agência Brasil

Ministério dos Transportes anuncia investimento de R$ 1 bilhão em rodovias federais do Ceará


O
Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, anunciou, nesta quinta-feira, 9, em entrevista coletiva, que serão investidos mais de R$ 1 bilhão em obras para recuperar a malha viária federal no Ceará. As obras serão executadas por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A expectativa do Ministério dos Transportes é que a recuperação e ampliação da capacidade das rodovias estejam concluídas em até dois anos.

O programa de ação aprovado pelo ministro Alfredo Nascimento inclui um novo cronograma de licitações para as obras de recuperação e manutenção de 1,7 mil quilômetros de rodovias federais e autorização para o início das obras área reconstrução da BR-222, atendendo a um trecho de 164 quilômetros de extensão, entre os quilômetros 64,3 e 228,7.

Com a intervenção na BR-222, serão beneficiados os municípios de Fortaleza, Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Coreaú, Frecheirinha, Tiangua e Ubajara. A completa restauração da BR-222 vai custar R$ 254,3 milhões, segundo o Ministério dos Transportes. O ministro Alfredo Nascimento também autorizou o início das obras de construção do acesso á cidade e Horizonte, na BR-116, com 13,2 quilômetros de extensão, e investimento de R$12,8 milhões.

Fonte: O POVO Online

Governador do Ceará reclamou com toda razão, diz ministro dos Transportes


Alfredo Nascimento, chamado de incompetente por Cid Gomes (PSB), admitiu que as estradas do Estado estão entre as piores do Brasil.

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), disse, nesta quinta-feira (9), em Fortaleza, que o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), estava com a razão ao reclamar das condições das estradas federais que cortam o Ceará. O ministro admitiu ainda que as rodovias federais do Estado estão entre as piores do País e pediu desculpas ao povo cearense por isso.

“Hoje estou aqui para isso. Exclusivamente para cumprir minha obrigação e pedir desculpas ao povo do Ceará, pelos imprevistos ocorridos e pelo estado que se encontram as rodovias federais do Ceará”, declarou o ministro Nascimento durante evento que marcou o inicio das obras de recuperação das oito estradas federais que passam pelo Ceará, inclusive da BR-222, palco de um protesto em forma de rally protagonizado pelo governador, Cid Gomes (PSB).

Nascimento reconheceu que as estradas, de fato, estão em um estado de conservação que justifica os protestos que partiram dos políticos cearenses. “Muitos parlamentares reclamaram. O governador do Estado reclamou com toda razão”, disse, comparando a malha viária do Ceará com a de outros Estados vizinhos. “Se nós sairmos do Ceará e formos para o Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba e Pernambuco, nós vamos ver um estado de conservação bem melhor, bem superior, incomparável às estradas do Estado do Ceará”.

Plano de recuperação

O plano de recuperação das rodovias estaduais do Ceará vai custar mais de R$ 1 bilhão. Ao todo, serão 1,7 mil quilômetros de estradas contempladas, o que corresponde a 77% da malha viária pavimentada do Estado. Segundo o ministro Nascimento, a BR-222, onde a situação é mais grave, será completamente reestruturada no prazo de dois anos.

Prejuízos nas estradas estaduais

O ministro admitiu ainda que a deterioração das rodovias estaduais do Ceará, em parte, também recai sobre o Ministério dos Transportes. “Quando a rodovia federal não funciona bem, a carga pesada acaba indo para a rodovia estadual e acaba estragando a rodovia estadual, que tem um preço muito menor de construção e uma capacidade bem menor de carga”, explicou. Conforme o iG noticiou, os buracos nas estradas do Ceará também já foram motivo de protesto na Assembleia Legislativa do Ceará.

Polêmica

O estado precário das estradas federais do Ceará fez Cid Gomes chamar o ministro dos Transportes de "inepto, incompetente e desonesto" e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de "laia" e "antro de roubalheira", como mostrou o iG. Quando questionado sobre as ofensas dirigidas a ele por Cid Gomes, o ministro disse que preferia evitar polêmica, mas acabou alfinetando o governador do Ceará.

“Não vim aqui para discutir esse assunto. Eu não faço política dessa forma. Eu faço política há 30 anos e sou, com muita honra, senador pelo Estado do Amazonas, presidente do Partido da República e ministro de Estado pela terceira vez. Nunca fiz ofensa pessoal a ninguém. Eu fico muito triste que na política ainda existam pessoas que aproveitam o cargo ou a função que tem para fazer ofensas pessoais”, reclamou ele. Nascimento evitou falar sobre o andamento da queixa-crime com que ingressou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra Cid para que ele responda pelas acusações que fez. “Eu contratei um advogado, é ele está cuidando, e eu não trato desse assunto”, concluiu.

Fonte: IG

Vice-Reitora participa de audiência na Assembléia Legislativa


A Vice-Reitora da URCA, Otonite Cortez, e o Professor Patrício Melo, participaram de audiência na Assembléia Legislativa do Estado, em Fortaleza. Na ocasião, foi apresentado o Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Vice-Reitora da URCA compôs a mesa das autoridades. O professor Patrício Melo, coordenador Executivo do Geopark Araripe, destacou em sua intervenção o Geopark para os projetos de inovação e desenvolvimento econômico da região do Estado. Na ocasião, a Vice-Reitora e Patrício Melo receberam cumprimentos pela vitória na consulta universitária, realizada no dia 26 de maio último, para Reitora e Vice-Reitor da URCA, respectivamente.

Fonte: URCA

Professor da URCA ministra aula em Cuba


O
Diretor da Escola de Artes Violeta Arraes Gervaiseau, da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Doutor Fábio Rodrigues, participa de visita institucional à Faculdade de Artes Visuais de Universidade de Artes (ISA), de Havana, em Cuba. A convite da própria instituição, o objetivo da visita, de 15 a 18 de junho, é estreitar vínculos acadêmicos com a URCA. O professor Fábio teve a sua dissertação sobre “O Estado da investigação da Educação Artística no Brasil: Temas e Teorias Dominantes”, solicitada pelo curso. O docente ministrou o módulo na área de Educação para a Arte na universidade cubana.

Fonte:URCA

Unidade da URCA em Iguatu faz festa para homenagear Otonite e Patrício


E
m clima de muita festa junina alunos, professores e servidores da Unidade Descentralizada de Iguatu recepcionaram a Vice-Reitora da URCA, Professora Otonite Cortez e o coordenador do Geopark Araripe, José Patrício, quando comemoravam a expressiva vitória da Chapa 1 na consulta para o próximo reitorado da URCA. O professor Ivo Ferreira, diretor daquela unidade, saudou os presentes e deu destaque a forma ética e transparente como os candidatos enfrentaram a campanha. A UD-Iguatu depositou nas urnas mais de 95% dos votos, a total confiança no projeto de Otonite e Patrício para o próximo reitorado. Os homenageados agradeceram a festa e prometeram cumprir todas as promessas firmadas na campanha.

Fonte: URCA

A socialização do prestígio & a elitização sem precedentes. Por: Pedro Sette-Câmara.


Vamos imaginar que a ideia de educação universal começou com a premissa de que todos deveriam ter acesso aos tesouros da humanidade. Vamos só imaginar, porque essa premissa é completamente falsa: a educação universal é um projeto do Estado-nação moderno, voltado para a competitividade e para a padronização; a educação universal é o paralelo pedagógico da Revolução Industrial.

Aquela premissa, porém, é o que nominalmente anima os burocratas e os educadores. O leitor pode chocar-se, pensar que não, que efetivamente anima, mas eu digo que não, e dou minhas razões. Fiz faculdade de Letras, e posso garantir que metade da faculdade foi dedicada à crítica do “ensino nas escolas”, da “gramática tradicional” e ao combate ao famoso “preconceito linguístico”. O que está por trás disso é o seguinte: não gostamos da gramática, não queremos ofender ninguém, então vamos dizer que a cultura de todo mundo é igualmente boa. Assim, você, que achava que ia para a escola para aprender a conversar com Fernando Pessoa, com Machado de Assis, agora não vai aprender nada, exceto que conversar com o Zé das Couves é tão bom quanto conversar com Fernando Pessoa e com Machado de Assis. E, se você achar que não, bom, você é elitista, você está eivado de preconceito linguístico.

Admirar Fernando Pessoa e Machado de Assis é difícil. É difícil, em primeiro lugar, porque muitos de seus textos são densos. Mensagem exige conhecimento da história portuguesa e intensidade reflexiva. Como explicar versos misteriosos como “Os deuses vendem quando dão"? Por que “o mito é o nada que é tudo”? Machado, em grande parte, exige uma certa maturidade, uma capacidade de olhar para si. Bentinho não é muito melhor nem muito pior do que a maioria de nós, e Dom Casmurro é muito mais do que o possível adultério de Capitu: seguindo uma dica de Antonio Fernando Borges, que, sem saber, guiou minha última leitura do romance, há um ano, percebi que o livro é proustiano antes de Proust, que é uma piada amarga a respeito da seletividade da memória, sem no entanto deixar de despertar compaixão no leitor. O único problema de dar Dom Casmurro para adolescentes é que esse tipo de livro só costuma ser devidamente apreciado quando já é tarde demais e já se sente alguma identificação com o narrador...

Mas, como bom brasileiro, divago. O que quero dizer é que o trabalho intelectual, como todo trabalho, dá preguiça, e olha eu sendo um clichê de brasileiro de novo. Junte à preguiça o fato de que gente de prestígio internacional, como Paulo Freire, vem sugerir que aquilo que você já tem é no mínimo tão bom quanto aquilo que você poderia ter e que os outros, aquela odiosa e opressora elite, já têm. Isso ativa a sua inveja. Então é possível ser tão bom quanto a elite sem fazer nada? Note-se que isso é uma concepção paranoica e equivocada da elite, mas que é comum. Já disse isto no passado: ao frequentar a UFRJ, que tem pessoas das mais diversas camadas sociais, descobri que os mais pobres julgam que os mais ricos leem Machado de Assis como quem folheia uma revista Caras, o que me dava ganas de dar aos meus interlocutores tapinhas condescendentes nas costas. Nossa elite econômica é quase tão inculta quanto seus empregados.

A ideia de educação foi assim contaminada pela preguiça e pela inveja. Nessa disputa de classes, porém, só há perdedores. Primeiro, porque é só um lado que está lutando. Hoje em dia, a elite já manda os filhos estudarem fora do Brasil, ou em escolas americanas e britânicas, ou em escolas que habilmente vão ignorando a correção política e que custam pequenas fortunas. Por outro lado, aqueles indivíduos que são efetivamente movidos pela curiosidade intelectual e que têm grande inteligência existem em todas as classes e progridem a despeito do meio, sempre. Talvez pudessem progredir mais, mas não é um professor dizendo que “nós vai” é apenas um registro sem prestígio por causa da dominação classista que vai impedi-los. Assim, o desejo de uma classe acadêmica e burocrática preguiçosa e invejosa de obter para si o prestígio que julga que uma certa elite possui acaba levando a uma elitização sem precedentes: se você não tiver a sorte de nascer pelo menos nos estratos superiores da classe média, ou de nascer dotado de inteligência e motivação, ou de preferência os dois, pode pelo menos agradecer ao burocrata que inventou a tal da aprovação automática.

Enquanto isso, podemos assistir ao distanciamento cada vez maior entre língua escrita e língua falada; ao uso cada vez mais amplo do pronome “que” sem qualquer preposição (“a pessoa que eu fui na palestra que eu fui”, isso é, “a pessoa com quem eu fui na palestra a que eu fui”), e a tudo aquilo que já faz do português culto um idioma verdadeiramente esotérico, ao menos no Brasil. O bom uso do idioma tornou-se uma qualidade tão rara que, na minha experiência, é usada até como critério de atratividade sexual por algumas mulheres.

Fonte: http://www.pedrosette.com/

BlogCuriosidade - Mês de Julho igual a esse somente daqui a 823 anos.

Julho de 2011 , um mês único.


Este ano, Julho de 2011 é único, terá 5 sextas-feiras, 5 sábados e 5 domingos. Isto acontece uma vez a cada 823 anos. Estes anos são conhecidos como 'money bags'. Interessante né?

( Recebido por E-mail )

Saúde do Crato adquire 300 aparelhos celulares para agentes e implementa serviço


A Secretaria de saúde do Crato acaba de adquirir 300 aparelhos de celulares para serem usados por agentes de Saúde das equipes do Programa de Saúde da Família (PSF) e agentes de Endemias para se comunicarem entre si e a secretaria. O programa faz parte da revitalização da pasta municipal da saúde proposto pelo prefeito Samuel Araripe. Segundo o secretário de Saúde, Cícero França, o programa também vai contemplar a distribuição de novas batas, lençóis, jalecos, toalhas e demais materiais utilizados em consultas e exames médicos, realizados pelos profissionais em todas as unidades de saúde do município.

Fonte: PMC

( imagem meramente ilustrativa - os celulares adquiridos são bem simples )

Programação da Expocrato 2011 – Pior do que Nunca !


NOTA:
A programação abaixo foi publicada no site Iguatu Diário. Se realmente isto for verdadeiro, temos a certeza absoluta de que o Crato está mesmo andando pra trás como caranguejo, porque essa programação tá uma Merda! Pior do que nunca! – Essa é que é a verdade. Apenas forró de plástico. Barbalha e Juazeiro do Norte, nas últimas festas procuraram fazer algo com qualidade, trouxeram até artistas que realmente representam música de qualidade, nao uma porcaria dessas. Será que o Crato merece isso, e tem que ser pior do que em qualquer outro lugar do planeta ? Será que eles pensam que aqui só tem Imbecis e Jumentos ? É uma indústria, sem nada de cultura, visando apenas ganhar dinheiro ( Dihelson Mendonça - Blog do Crato )

Programação da Expocrato 2011

Expocrato2011Tudo pronto para a Expocrato 2011. A Expocrato é um evento realizado anualmente, no mês de julho, na cidade do Crato, no estado do Ceará.

Misturando cultura, feira agropecuária e shows musicais, a Expocrato está entre os grandes eventos do nordeste brasileiro. São ao todo oito dias de festa, desfile e leilão de animais, comidas típicas e shows culturais.

A área reservada para os shows é de 420.000 m². Possui, ainda, 40 camarotes, dois palcos, duas tendas eletrônicas, espaço para esportes radicais e capacidade para 100.000 pagantes.

Dia 10/07
Léo Margalhães e Furacão do Forró
Dia 11/07
Sorriso Maroto
Dia 12/07
Pouca Vogal (Humberto Gessinger) ex Engenheiros do Havai
Dia 13/07
Exaltasamba, Magnificos e Forró da Xeta
Dia 14/07
Asa de Aguia, Forró da Curtição e Forro di taipa
Dia 15/07
Aviões do Forró, Muido e Solteirões
Dia 16/07
Garota Safada, Calypso, Ala Ursa e Capim Cubano
Dia 17/07
Bruno e Marrone,Arreio de Ouro, Forró da Pegação.

Fonte da notícia : Site Iguatu Diario

Morre o maestro Cyro Pereira


Morreu ontem, aos 81 anos, o maestro e arranjador Cyro Pereira. Um dos fundadores da Orquestra Jazz Sinfônica e maestro dos famosos festivais de música popular brasileira da Record, ele sofria de câncer. O velório seria realizado a partir das 17 horas de ontem no Memorial da América Latina; até o fechamento desta edição, não havia informações sobre o enterro.

Pereira nasceu no Rio Grande do Sul. Maestro dos famosos festivais da Record, no fim dos anos 1960, trabalhou e colaborou com nomes como Gabriel Migliori, Hervè Cordovil, Lyrio Panicalli e Enrico Simonetti. "O contato com Cyro Pereira foi muito especial, ele era uma pessoa humilde e sincera. Curioso é que xingava se alguém o chamava de maestro", conta o jornalista Irineu Franco Perpetuo, autor da biografia Cyro Pereira, Maestro (DBA, 2005). "Isso porque ele não tinha estudado regência, aprendeu na raça. E o mesmo aconteceu com arranjo e orquestração. Aprendeu na prática, com o Migliori dando dicas e corrigindo."

A atividade, a partir dos anos 50, nas rádios e na televisão, ajudou a formatar uma escola de orquestração. "O Cyro corresponde àquela era em que as programações de rádio e TV eram feitas ao vivo. As emissoras possuíam orquestras, e os arranjadores faziam os arranjos no dia, no calor da hora, para os cantores se apresentarem com elas. Era uma escala industrial de produção de arranjos. Dentro de bases que haviam sido estabelecidas por Pixinguinha e Radamés Gnattali, consolidou-se uma escola brasileira de orquestração para a música popular. Com o fim das orquestras de rádio e TV, essa escola foi preservada e reavivada pela Jazz Sinfônica, em cuja criação o Cyro teve um papel decisivo", lembra Perpetuo.

Para o maestro Fabio Prado, um dos diretores da Jazz Sinfônica, "a riqueza de timbres criada por Cyro para a orquestra se coadunava com seu senso de equilíbrio sonoro". "Em suas obras, tudo é percebido de forma límpida, permitindo que se notem as diferentes texturas harmônicas e de acompanhamento. Não é fácil escrever arranjos para orquestras, manter o discurso musical sempre fluente, sem que um instrumento se sobreponha a outro. Pereira consegue fazer isso de uma forma clara, organizada", escreveu ele em texto que homenageava o músico na ocasião dos seus 80 anos.

João Luiz Sampaio - O Estado de S.Paulo

Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31