xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 20/05/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

20 maio 2011

Aconteceu dia 20 em Crato , Reunião Ampliada de Segurança Alimentar e Nutricional



O Governo do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Nacional de Segurança Alimentar - CONSEA realizaram na última sexta-feira, dia 20, uma Reunião Ampliada de Segurança Alimentar e Nutricional - SAN. O evento, que aconteceu no Teatro Salviano Arraes Saraiva, teve por objetivo de organizar a preparação para a IV Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Ceará- CESAN.

Durante a programação foi abordada a temática e os objetivos da conferência, com participação e uma representação local; conforme regimento da IV CESAN com orientações da conferência anual. Também foi realizada a escolha da delegação que representará e defenderá as propostas e encaminhamentos, aprovados na conferência territorial, que acontecerá nos próximos dias 27 e 28, em Juazeiro do Norte.

Fonte: Com informações da Assessoria de Imprensa da PMC

ENQUETE: Você é contra ou a favor do aterro sanitário do Cariri ficar no Crato ?


VOTE NAS ENQUETES NA ABA LATERAL...


Começamos novas enquetes aqui no Blog do Crato. Uma pequena consulta pública, para saber o que o povo está achando dessa idéia de trazer o aterro sanitário do Cariri para o Crato. As pessoas podem votar na enquete, localizada na aba lateral direita do Blog.

Boa Votação!

Dihelson Mendonça

O CRATO HOJE - ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Prefeito Samuel Araripe anuncia execução de grande projeto para o Crato

Até o final de seu mandato, 31 de dezembro de 2012, o prefeito do Crato, Samuel Alencar Araripe pretende executar um grande projeto de obras estruturantes nas zonas urbana e rural do município. É um empreendimento planejado dividido em três etapas e que consiste num conjunto de atividades inter-relacionadas em beneficio da população.

Será assinada ordem de serviço para recuperação da malha viária urbana do Crato

A primeira etapa terá a ordem de serviço assinada no próximo dia 18 de junho, 9 horas da manhã, no Teatro Municipal Salviano Arrais Saraiva, por ocasião da solenidade de abertura da semana do município. Será autorizada pelo prefeito a execução da operação tapa-buracos em pedra tosca e asfalto em todas as ruas e avenidas centrais e periféricas da cidade no valor de R$ 500 mil. Construção de três postos de saúde no Distrito de Santa Rosa e nos Bairros Pantanal e São Miguel, orçados em 780 mil reais. Cobertura de três quadras poliesportivas e construção de outra no Conjunto Vitória Nossa, Pantanal e Mutirão, no valor de R$ 570 mil reais, além de uma quadra esportiva no Sítio Malhada, orçada em R$140 mil.

Recuperação de praças será iniciada ainda neste semestre

A recuperação das praças da cidade também terá inicio ainda nesse primeiro semestre de 2011 e custará R$ 296 mil. Será construído um Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, no valor de R$ 236 mil. A Prefeitura está adquirindo três mil carradas de pedras para construir 162 mil metros de calçamento, o que compreende a mais de 200 ruas de Bairros, Vilas e Distritos. Esta obra está orçada em R$ 6 milhões 320 mil.

Mais de cem unidades habitacionais serão construídas no Crato para os carentes

Serão construídas 104 unidades habitacionais, no valor de R$ 2 milhões e 210 mil. Essas casas serão doadas pela Prefeitura às famílias que perderam suas habitações nas enchentes deste ano. A operação limpeza também será executada, com sinalização vertical da cidade e recuperação dos mais de 640 quilômetros de estradas vicinais no valor de R$ 470 mil, totalizando R$ 11 milhões e 522 mil, só na primeira etapa do projeto. O Município entra com 40% dos recursos e o governo federal com 60 %. O dinheiro já está depositado na conta da prefeitura. A segunda e a terceira etapas das obras estão sendo planejadas e orçadas, sem previsão de execução. O prefeito Samuel Araripe enalteceu o empenho do deputado federal, Arnon Bezerra, como mediador no processo de consignação dos recursos. O chefe do executivo cratense disse também que a colaboração da Câmara de Vereadores, em aprovar os projetos dessa primeira etapa das obras, foi fundamental e uma demonstração de inteligência e competência do legislativo local. Samuel Araripe pede a colaboração dos empresários, imprensa e demais instituições para o êxito na execução dos serviços.

Parceria para Expo São João fortalece festividades juninas em Crato

A Secretária da Cultura, Esporte e Juventude do Crato, Danielle Esmeraldo, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Gilson de Alencar Parente (Duda) e o presidente da Comissão Gestora da ExpoCrato, Leitão Moura, estiveram reunidos neste dia 17, para planejar a realização da Expo São João. O planejamento da festa insere a parceria da Prefeitura Municipal do Crato, o Governo do Estado e o Grupo Gestor da Expo São João. Com isso, as festividades juninas este ano no Crato estarão fortalecidas. Será realizado o Festival Regional de Quadrilhas, com R$ 20 mil em premiação, cortejo de quadrilhas e forró pé-de-serra. O evento acontecerá de 23 a 26 de junho, no parque de Exposição do Crato. Maiores detalhes serão discutidos posteriormente para que o evento venha a ser uma grande festa para o povo cratense.

Fonte: Com informações da Assessoria de Impensa da PMC

Tecblog - A coluna de tecnologia do Blog do Crato - Por: Samuel Teles


Coluna Administrada por Samuel Teles


Aguardem!

Blog Humor: O Barbeiro

Certo dia um florista foi ao barbeiro para cortar seu cabelo. Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:

- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O florista ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista. Mais tarde no mesmo dia veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:

- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O padeiro ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro. Naquele terceiro dia veio um deputado para um corte de cabelo. Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:

- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O deputado ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir sua barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar cabelo.

Essa história ilustra bem a grande diferença entre os cidadãos do nosso país e os políticos que o administram.

MORAL DA HISTÓRIA: "POLÍTICOS E FRALDAS DEVEM SER TROCADOS COM FREQÜÊNCIA E PELO MESMO MOTIVO!”

Recebí por e-mail

Caindo a ficha: “É freio na Petrobrás” – por Celso Ming (*)


Não ficaram nem um pouco claras as razões pelas quais o Conselho de Administração da Petrobrás rejeitou na última sexta-feira seu Plano de Negócios 2011-2015. Nos últimos cinco anos, a Petrobrás foi empurrada pelo seu acionista majoritário (o Tesouro, administrado pelo governo federal) a fazer mais e mais investimentos: no pré-sal, nas refinarias, nas termoelétricas, no etanol, no biodiesel.

Para tocar tudo o que lhe está sendo cobrado, sua diretoria expôs na reunião do Conselho um aumento de seu plano quinquenal de investimentos de US$ 224 bilhões para US$ 260 bilhões. Mas a decisão foi exigir uma revisão nesses projetos.
O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, também membro do Colho de Administração, declarou nesta quarta-feira que “a Petrobrás deve caminhar para metas mais realistas”. E disse mais: “O Conselho coloca pressão para que a empresa seja eficiente, de forma a garantir o retorno dos projetos”. Ou seja, Coutinho está passando o recibo de que a Petrobrás não é nem realista nem eficiente. E não pode mesmo, diante das condições até agora exigidas pelo acionista majoritário.
As leis que estabeleceram as regras para o desenvolvimento do pré-sal determinam que a Petrobrás participe de pelo menos 30% de cada projeto de exploração, com a prerrogativa de que seja a única operadora. Afora isso, o governo federal, na condição de acionista majoritário, determina que os resultados da empresa não possam ser melhores porque está fazendo política de preços de combustíveis à custa de seu caixa. Exige, também, que seja dada preferência às empresas nacionais nas contratações de sondas, equipamentos e serviços, cujos preços são substancialmente mais altos do que os vigentes no mercado internacional e cujos investimentos não acompanham nem de longe os cronogramas impostos pela Petrobrás.

Afora isso, a empresa está sendo obrigada a fazer políticas de boa vizinhança de alto custo com a Bolívia, com a Argentina e com a Venezuela, também em prejuízo dos seus resultados. E agora, chega a advertência de que ela precisa baixar seus custos e melhorar sua eficiência.
No mais, fica difícil saber o que é afinal a política de petróleo do governo. A Petrobrás não está dando conta nem do atual ritmo de desenvolvimento de suas áreas do pré-sal e bem menos dará se a Agência Nacional do Petróleo recomeçar as licitações. Se for para esperar que se capitalize e que os fornecedores nacionais consigam um mínimo de eficiência, as riquezas do Brasil seguirão deitadas em berço esplêndido, onde estão há milhões de anos.

E, mesmo levando-se em conta que a Petrobrás manterá seu plano anterior de investimentos, da ordem de US$ 224 bilhões, não dá para imaginar que isso possa acontecer sem nova e gigantesca subscrição de capital. Mas como convocar nova rodada de capitalização, se a Petrobrás está se queimando no mercado de ações com as interferências a que vem sendo submetida e com os resultados que vem apresentando?

(*) Celso Ming é jornalista do “Estado de S.Paulo”

ROMANCE - Cacá Araújo

Aquele cavaleiro
havia corrido léguas de chão
depois de nadar por mais de mil águas
para enfrentar o terrível monstro que vigiava a donzela

Presa na torre
chorava infeliz tão triste sorte

Quando estava pra nascer
a velha bruxa conselheira do tirano que governava o sertão da sempre-noite
previu que a luz destruída pelas lanças encantadas vindas das trevas misteriosas
ressurgiria com todo seu esplendor se a bela fosse beijada e amada por um valente de coração nobre

E
nem bem saiu do ventre
um anjo de fumaça encarvoada a sequestrou

Nenhuma
chama ou facho de claridade animava os olhos do povo, que sofria

Mas
o guerreiro
alimentado com as últimas das últimas fagulhas de sol
escalou as quase infinitas altitudes e travou intensa luta em nome de sua dona

A fera
de cem braços com mãos de longas unhas de aço puro e cortante
de dez cabeças, enormes olhos nas testas, bocas cuspideiras de veneno letal
o atacou impiedosa e violentamente sem dar trégua, descanso ou chance de revide

Durante mil dias
o homem agiu com ódio em sua peleja desigual

Enfraquecido
já tombando diante da força do poderoso oponente
caiu de joelhos e, iluminada pelas faíscas de sua espada,
viu a silhueta da formosa donzela que devia ser libertada com o êxito de sua empreitada

Num transe
de minúsculos segundos
invadiu-lhe a alma um amor sem tamanho e sem medida

Movido
por essa energia miraculosa
a força de seu braço ganhou a dimensão do universo
e ele rodopiou feito o vento e de um só golpe cortou as dez cabeças do demônio

Alcançou
o cativeiro da bela aprisionada
beijou-a e amou-a como jamais em parte alguma da terra
ou da história de qualquer lugar havia sido visto ou acontecido

Apoteoticamente
fez-se luz no sertão
e todo o mal foi varrido para os confins do nada
e a alegria, a beleza e a felicidade voltaram ao cotidiano daquela gente

O cavaleiro e a donzela
rumaram, então, para seu leito de flores

Cacá Araújo
Crato-Cariri-Brasil

A professora Amanda Gurgel falou o que todos pensam sobre a educação brasileira

Professora Amanda Gurgel silencia Deputados em audiência pública. Depoimento resume o quadro da Educação no Brasil. Educadora fala sobre condições precárias de trabalho no RN/BRASIL.

CONTO DE AMOR - Por: Cacá Araújo

Encontraram-se
na varanda e trocaram carícias de olhares

Ele vestia
seu conhecido traje em couro
ferrado com o brasão dos templários da lua

Ela
um suave longo azul ornado de fitas verdes
e bordados em ouro e prata os motivos da realeza

Caminharam
solenemente pelos corredores do castelo

Distanciaram-se
dos curiosos criados e de alguns da nobreza
e se refugiaram num pequeno quarto de janela entreaberta

Um réstia de sol
os ligava ao universo das cores mágicas

Um beijo molhado
guiou suas almas às profundezas da paixão ardente

Ele
levantou seu vestido e beijou-lhe o umbigo
e deslizando a língua visitou a morada do prazer

Ela
beijou-lhe o peito desnudo
e suavemente lambeu-lhe a vontade de amar

Três pássaros
pousaram na fresta e presenciaram o frenesi dos corpos em fogo

Os amantes
entraram-se pelas portas do desejo
e lentamente, depois loucamente, encheram o tempo de sussurros
e palavras de encanto que revelaram o feitiço da sedução a que mutuamente se entregaram

Amaram-se
com um vigor primitivo e romântico jamais visto na natureza

Depois do suspiro
os três pássaros solfejaram um cântico de alegria festejando a confirmação do amor


Cacá Araújo
Crato-Cariri-Brasil

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30