xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/03/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 março 2011

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Rebeldes retomam enclaves estratégicos; França derruba cinco aviões de Kadafi


Os rebeldes líbios retomaram neste sábado (26) dois enclaves petroleiros estratégicos, as cidades de Brega e Ajdabiya, respectivamente nas regiões leste e oeste do país norte-africano. O avanço rebelde ocorre uma semana após o início da intervenção militar da coalizão internacional aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU para impedir que as forças leais ao ditador Muamar Kadafi continuem massacrando a população.

Na manhã deste sábado, tropas leais a Kadafi atacaram a cidade de Misrata, já sob domínio dos rebeldes.Em resposta, a Força Aérea francesa destruíu pelo menos cinco aviões de combate Galeb da Líbia, e dois helicópteros de combate MIM-35 "que tentavam" entrar em ação na zona de Misrata, informou o Ministério da Defesa francês. Trata-se das primeiras conclusões das missões de ataque efetuadas nas últimas 24 horas pela aviação francesa, que realizou diversas operações de ataque nas regiões de Zintan e Misrata, precisou a Defesa em comunicado. As operações de ataque prosseguiram na noite anterior a cargo do grupo aeronaval embarcado, composto por uma patrulha mista Rafale/SEM apoiada por um E2-C Hawkeye.

Segundo um dos rebeldes, os ataques das tropas de Kadafi diminuíram após a ação da coalização ocidental. "Os bombardeios pararam e agora os aviões de guerra dos aliados estão sobrevoando o céu de Misrata. O bombardeio parou quando os aviões apareceram no céu. Parece que essa é a estratégia dele", disse o rebelde Saadoun, à Reuters, por telefone.

Avanço rebelde

A reconquista de Ajdabiyah, passagem da líbia ocidental para o reduto rebelde de Benghazi e à cidade petrolífera de Tobruk, dá novo ânimo aos opositores de Kadafi, após duas semanas na defensiva.A cidade de Ajdabiya precisou ser evacuada pelos rebeldes há oito dias após a contra-ofensiva de Kadafi, que os fez retroceder mais de 230 quilômetros desde que foram rechaçados em Ben Jawad, a posição mais avançada ao oeste em sua tentativa de chegar a Trípoli. O porta-voz militar dos rebeldes, coronel Ahmad Omar Bany, qualificou a jornada deste sábado como "um grande dia na história da Líbia" após a recuperação de Ajdabiya.Bany explicou que tentaram negociar em duas ocasiões com as forças de Kadafi para que se rendessem, mas "sempre rejeitaram entregar suas armas", portanto os rebeldes optaram por continuar atacando.

Brega é um importante enclave petroleiro que está situado a cerca de 70 quilômetros ao oeste de Ajdabiya, e cerca de 240 ao sudoeste de Benghazi, a segunda cidade da Líbia e a mais importante em poder das forças da oposição.

Obama

O presidente dos EUA, Barack Obama, esforçou-se neste sábado para tranquilizar os norte-americanos preocupados com o risco do envolvimento de seu país na crise na Líbia, afirmando que os ataques aéreos estão tendo êxito, e que está fora de questão comprometer novamente suas tropas em um país muçulmano. Neste sentido, insistiu que a missão internacional na Líbia é clara, tem um foco bastante definido e está sendo bem sucedida, salvando incontáveis inocentes de um "banho de sangue", enfatizou em seu discurso semanal no rádio e na internet.

"Não tenham dúvida: uma catástrofe humanitária foi evitada e as vidas de incontáveis civis inocentes, homens, mulheres e crianças, foram salvas porque agimos rapidamente", declarou Obama.

*Reuters, EFE, AFP

Do Seriado “Coisas da República”:Prescrição do crime de formação de quadrilha esvazia processo do mensalão em agosto deste ano



(Postado por Armando Lopes Rafael)

Fonte:O Estado de S.Paulo, 27-03-2011

22 réus do processo sobre o pior escândalo da Era Lula vão estar livres de uma das principais acusações


BRASÍLIA - O processo de desmantelamento do esquema conhecido como mensalão federal (2005), a pior crise política do governo Lula, já tem data para começar: será a partir da última semana de agosto, quando vai prescrever o crime de formação de quadrilha.

O crime, citado por mais de 50 vezes na denúncia do Ministério Público - que foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) -, é visto como uma espécie de "ação central" do esquema, mas desaparecerá sem que nenhum dos mensaleiros tenha sido julgado.

Entre os 38 réus do processo, 22 respondem por formação de quadrilha. Para além do inevitável, que é a prescrição pelo decorrer do tempo, uma série de articulações, levantadas pelo Estado ao longo dos últimos dois meses, deve sentenciar o mensalão ao esvaziamento.

Apontado pelo Ministério Público como o "chefe" do esquema, o ex-ministro José Dirceu parece estar mais próximo da absolvição. O primeiro sinal político concreto em prol da contestação do processo do mensalão foi dado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao deixar o governo, ele disse que sua principal missão, a partir de janeiro de 2011, seria mostrar que o mensalão "é uma farsa".

E nessa trilha, lentamente, réus que aguardam o julgamento estão recuperando forças políticas, ocupando cargos importantes na Esplanada.


Na Corte. Um dos fatos dessa articulação envolveu a indicação do novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, e mostrou a preocupação do governo com o futuro do mensalão na Corte Suprema. Numa sabatina informal com Fux, um integrante do governo perguntou ao então candidato: "Como o senhor votará no mensalão?". Fux deu uma resposta padrão: se houvesse provas, votaria pela condenação; se não houvesse, pela absolvição. Foi uma forma de Fux não se comprometer.


No governo. Há também em curso costuras políticas para fortalecer petistas réus do mensalão. Um exemplo recente dessa movimentação foi a nomeação do ex-deputado José Genoino, na época do escândalo presidente do PT, para o cargo de assessor especial do Ministério da Defesa pelo ministro Nelson Jobim, ex-presidente do Supremo, a pedido de petistas.

O PT também conseguiu eleger para a comissão mais importante da Câmara, a de Constituição e Justiça (CCJ), João Paulo Cunha (PT-SP), outro réu do mensalão. Segundo políticos que acompanham o processo, a indicação para a CCJ pode garantir-lhe uma certa blindagem.

Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31