xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 26/02/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

26 fevereiro 2011

Todo Dia, Tudo Novo...Há 6 Anos



http://2.bp.blogspot.com/_WY3qKeZY6L0/TVD8bFcTLwI/AAAAAAAAVSU/DruXk5OaZlE/s1600/Blog%2Bdo%2BCrato%2B-%2BO%2BDiario%2Bdo%2Bcrato%2B02.jpg

Apoio:


Criação de novos municípios é discutida por deputados federais cearenses - Por : Antonio Correia Lima



http://diariodonordeste.globo.com/imagem.asp?Imagem=481936

Após pronunciamento do deputado Estadual Moésio Loyola na AL CE sugerindo que a bancada cearense na Câmara Federal se manifestrasse para pressionar essa casa para aprovação da Lei Complementar que trata do tema e que tramita naquela casa desde 2003, dois deputados federais já se manifestaram nesse sentido: Raimundo Gomes de Matos e Mauro Benevides.

CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS

Projeto de lei entra em debate ( 20.02.2011) - Deputado Raimundo Gomes de Matos diz que o momento é propício para a aprovação da sua proposição. A proposta de Lei Complementar, a ser votada na Câmara, está anexada a uma outra já aprovada pelo Senado. O projeto de Lei Complementar estabelecendo prazo e procedimentos para a criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios poderá ser votado pela Câmara dos Deputados ainda neste semestre. A informação é do deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), que semana passada requereu o desarquivamento de um projeto de sua autoria, apresentado na legislatura passada.

Embora acredite na aprovação de uma Lei Complementar para disciplinar esta matéria, ainda este ano, do ponto de vista prático ele acha difícil a conclusão de processos de emancipação de municípios em 2011 porque no Orçamento da União para este ano não há destinação de recursos para esse fim. Além disso, o projeto de Lei Complementar em tramitação proíbe a criação de municípios no mesmo ano das eleições municipais. Ele diz que o clima é favorável a aprovação de projetos de Leis Complementares e Emendas Constitucionais, por exemplo, porque existem 20 Medidas Provisórias trancando a pauta dos trabalhos da Câmara. Em função das Medidas Provisórias o presidente da Casa, Marco Maia, pediu aos partidos que relacionem as matérias a serem apreciadas, enquanto as Medidas Provisórias não forem aprovadas. Para ele é preciso a mobilização dos interessados junto aos líderes partidários para que a matéria seja colocada na pauta das prioridades.

Desarquivamento

O Projeto de Lei Complementar número 587 foi apresentado pelo deputado Raimundo Gomes de Matos e julho de 2010, mas como estamos em uma nova legislatura, para continuar tramitando seria preciso pedir o desarquivamento. Essa proposta está apensa a outro projeto, apresentado no Senado, em 2008, pelo senador Mozarildo Cavalcante.

Explica Gomes de Matos que o seu projeto não altera o mérito da proposta apresentada no Senado Federal. Portanto, se não houver alteração significativa por meio de emenda não há necessidade de voltar a ser apreciado no Senado. No âmbito da Câmara precisa ser aprovado nas comissões de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça e pelo plenário. Nos critérios estabelecidos pelo Projeto de Lei Complementar nº 587/2010, para a criação de um Município consta a necessidade de uma população superior a 4.000 habitantes e centro urbano com 200 prédios, na Região Norte; 6.000 habitantes e 300 prédios na Região Centro-Oeste; 8.000 habitantes e centro urbano com 400 prédios no Nordeste; 15.000 habitantes e 600 prédios na Região Sul e; 20.000 habitantes e centro urbano com mais de 1.000 prédios na Região Sudeste.

Decretos

No Ceará, vários distritos, há anos, lutam por emancipação. Algumas iniciativas foram frustradas porque faltava uma lei regulamentando a matéria. Em 2009 a Assembleia Legislativa aprovou a Lei Complementar nº 84. Em 2010 a luta pela emancipação ganhou novo ânimo. A Assembleia chegou a aprovar 30 projetos de Decreto Legislativo para que as consultas plebiscitárias fossem realizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral. Nenhuma das consultas foi realizada e a criação de municípios no Ceará continuou sendo questionada porque não existia uma Lei Complementar federal disciplinando a matéria. Agora, se for aprovada a Lei Complementar Federal necessário se faz que a Lei Complementar estadual seja adequada e todos os processos, já aprovados, deverão ser revistos.

EMANCIPAÇÕES DE DISTRITOS (26/2/2011)

Mauro admite aprovação da Lei Complementar

Deputado Mauro Benevides em visita ao plenário da Assembleia, no fim da manhã de ontem. Para o deputado, a Câmara deve votar a nova legislação até o fim do primeiro semestre do ano legislativo. A Lei Complementar que regulamentará a criação de novos municípios no Brasil deve ser votada pelo Congresso Nacional até junho. Segundo informou o deputado federal Mauro Benevides (PMDB), existe uma imposição natural para a aprovação. "A Lei vai disciplinar aquilo que a Assembleia pretende fazer no Ceará e que outros estados também desejam", afirmou. Trinta distritos cearenses são considerados aptos a se tornarem municípios. Os decretos já foram aprovados pela Assembleia Legislativa e agora aguardam o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcar as consultas populares. Depois deste procedimento, as emancipações podem ser concretizadas.

Reforma

Mauro Benevides acredita que, com a aprovação no Congresso, os distritos que pleiteiam a emancipação estejam mais protegidos contra possíveis ações jurídicas. "O amparo do Parlamento brasileiro vai impedir que a lei sofra tropeços no Judiciário", considerou.

Fonte: Diário do Nordeste

Parabéns, Edilma Rocha! - Muitas felicidades, muitos anos de vida !

Image17

Hoje está aniversariando uma pessoa muito especial para nós Cratenses: Edilma Rocha, filha da grande fotógrafa Telma Saraiva, que é artista plástica, escritora, poetisa, fotógrafa, dentre várias outras atividades. Para a cidade, um dos seus feitos recentes e que merece ser mencionado, é a reativação do Salão de Outubro, evento maior das artes plásticas no Cariri, bem como a sua fenomenal restauração do acervo do Museu de Arte Vicente Leite. Edilma é uma grande incentivadora das artes e dos novos talentos no Cariri. Portanto, mais do que uma homenagem pessoal, que em si, já seria válida, eu gostaria de dar-lhe os parabéns em nome de todos que fazem o Blog do Crato, escritores, leitores e colaboradores, pelos relevantes serviços prestados à nossa cidade ao longo de muitos anos. E que essa data se repita indefinidamente.

Parabéns, Edilma Rocha. Muitas felicidades, e muitos anos de vida plena e Feliz !

Dihelson Mendonça e o Blog do Crato

Parabéns ao LUIZ WELLINGTON ! - Meio Século de Vida e o desejo de mais 100 anos...


E quem fez aniversário no dia 19 de Fevereiro foi nosso grande amigo Luiz Wellington, grande incentivador do Blog do Crato e dos movimentos em prol da cidade do Crato. Luiz é desses grandes entusiastas por todas as grandes causas, um ser humano fantástico. E não podemos esquecer tambem da sua esposa, a nossa grande amiga IANA ( que foi colega minha de classe no Colégio Diocesano ). Foi realizada uma grande festa comemorativa, afinal, não é todo dia que a gente comemora meio século, né meus amigos ? Embora não pudemos ir à festa, devido a uns problemas internos aqui, mas recebemos um belíssimo convite, muito bonito e bem elaborado, que guardarei com todo prazer para lembrar dessa data Feliz. Luiz Wellington, muitos anos de vida plena e próspera!

Um grande abraço,

Dihelson Mendonça
Foto: Rotary Club do Crato

Carnaval de Rua do Crato – UM VEXAME A MENOS - Por: Ed Alencar


Foi-se o tempo que o nosso carnaval de rua era sinônimo de beleza e tradição. Infelizmente isto acabou há muito tempo. É triste recordarmos e compararmos, se é que possamos comparar o ontem e o hoje do nosso carnaval. Em conversa com figuras importantes e saudosistas de nossa cidade, lembram eles, que o verdadeiro carnaval de rua que ficou na história foi nas décadas de 40 a 60, onde o cratense tinha orgulho de convidar amigos e receber turistas para viver o nosso carnaval, tanto de clubes como de rua. Dava gosto ver nas ruas do Crato, os Blocos, as Escolas de Samba bem organizadas, os Maracatus e os foliões solitários hilários que completavam a festa. São tempos idos que realmente ficaram na história e dessa história fizeram parte figuras inesquecíveis como os carnavalescos Zé Maia, Valdir Silva, Geraldo Maia e outros.

Naquele tempo, as Escolas de Samba se organizavam com antecedência. Faziam festas, bingos, havia uma dedicação desde o integrante ao presidente da escola. Para o radialista Mazim era tudo feito com amor, até as rádios Araripe e Educadora transmitiam o carnaval de rua e tinha também palanque para comissão julgadora que era criteriosa no julgamento dos quesitos das escolas em desfile. Tempo da crônica carnavalesca, mas hoje, ou há pouco tempo atrás, foi vergonhoso o que se viu nos desfiles de rua do Crato, se não tiver dinheiro da prefeitura., não tem carnaval. Tornou-se um ciclo vicioso dos dirigentes de Escolas de Samba, com raras exceções (se é que tem), correrem o chapéu ao órgão público por algumas merrecas. Onde passam 365 dias de braços cruzados à espera de um sim ou de um não, e se for sim, a falta de vergonha ganha avenida. Assinam um atestado da incompetência e falta de respeito com nossa tradição pelo que apresentam durante o desfile. São fantasias reaproveitadas de carnavais passados, algumas armações de ferro improvisadas de carros alegóricos que geralmente quebram antes do desfile. Meia dúzia de travestis como destaque que desfilam da 1ª a última escola, sasaricando na avenida sem samba no pé, além de trajes impróprios sendo aplaudidos por poucos e ridicularizados por muitos.

É um carnaval sem escrúpulo, sem credibilidade, pois nenhum empresário vai querer investir no que vê. E assim, é melhor não ter. O estado do nosso carnaval de rua chegou ao fundo do poço, igualzinho ao nosso canal do Rio Granjeiro que de mão em mão e por falta de planejamento e visão futura, virou buraco.

Quanto à suspensão da verba da prefeitura, isto não vem ao caso, é mais uma prova que; se as nossas Escolas de Samba fossem independentes e tivessem vida própria haveria desfile de carnaval. Já o sentimento alegado pela tragédia das chuvas, não são convincentes, muito mais sofreu São Paulo, Minas Gerais com cheias e mortes e lá haverá carnaval, e bem mais que todos, não superam a tragédia do Rio de Janeiro com mais de 1000 mortos e desaparecidos, e se não bastasse recentemente vários barracões e alegorias, foram destruídos pelo fogo e como exemplo maior deram a volta por cima e das cinzas ressurgiram com amor e respeito fortalecendo as responsabilidades de cada um pela sua tradição. Aqui não morreu ninguém, graças a Deus, mas morreu a nossa tradição e o respeito pelo que fomos ontem. Porque já não se faz carnaval de rua como antigamente.

Lamente se puder...

Por: Ed. Alencar
Ambientalista

Governos de conveniência - Por Emerson Monteiro

A onda que varre dos comandos governantes de países árabes deixa no ar uma séria lição, qual seja: o capitalismo ocidental brincou em serviço quando apoiou a maioria desses ditadores que o próprio tempo se encarrega de eliminar, atitude que demonstra por demais a irresponsabilidade das democracias ricas em relação aos países atrasados deste mundo. Ninguém avalie, portanto, sua posição acima do mal e do bem, como agem detentores da riqueza, nas poderosas economias nacionais.
Depois da crise do petróleo, verificada com a Guerra dos Seis Dias entre árabes e judeus, no ano de 1967, os países detentores das reservas decidiram aumentar o preço do barril do ouro negro a níveis pouco imagináveis. As nações árabes descobriam, enfim, o quanto vale o subsolo nesta civilização contemporânea. O Ocidente, principal consumidor, instalava, naquelas economias crescentes, através dos ardis de bastidores, líderes que lessem nas suas cartilhas, para, mais adiante, dado o despreparo da maioria deles, haver de exterminá-los ao preço das dores civis, notícias que, antes, vieram do Afeganistão, do Iraque, e, agora, num rastro de pó e sangue, das ditaduras de conveniência que afundam, impostas que foram às nações em crise pela barganha dos potentados capitalistas.
Eis uma história marcada, programada de longo prazo. Nas décadas de 60 e 70, as Américas sofreram da mesma fórmula, que serviu, durante 20 ou mais anos, ao pretexto de manter a ordem nesta parte do chão. Os custos disso, atraso na maturidade dos povos, taxa elevada em termos de aperfeiçoamento histórico negativo, subserviência e alienação de gerações inteiras.
Tais exercícios de intervenção alimentaram elites reacionárias e corruptas, ocasionando consequências perversas de vazios profundos no futuro, visando o lucro das conquistas do mercado imperialista.
Essa crise fenomenal que ora elimina titulares carimbados no Egito, na Tunísia, e se espraia pela Líbia, pelo Iêmen e outros países, representa, pois, a derrocada dos esquemas absolutistas impostos pelos ocidentais a povos do Oriente, engordando famílias e governos ilegítimos, quais novos cônsules da Antiga Roma dos césares.
Os resultados da ação equivocada sujeita, com isso, perder a humanidade, expondo conquistas democráticas, devido à injustiça que contagia vizinhanças e domínios equilibrados, pondo risco, por exemplo, na estabilidade da Europa, comunidade que, através dos séculos, ficava distante das convulsões da Ásia e da África. Já que existem, porém, nos tempos atuais, o excesso populacional e as facilidades do deslocamento das massas humanas, o Velho Continente sofre com as angústias do futuro., nuvens escuras crescem das bandas do Nascente, na geopolítica internacional, e, queira Deus, uma autocrítica honesta de quem responsável motive rumos novos aos tristes acontecimentos verificados.

CRATO - Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - Dia 26 de Fevereiro de 2011


Governador nomeia professores efetivos da URCA, em reunião com a presença da Vice-Reitora

O Governador do Estado, Cid Gomes, assinou, na tarde desta sexta-feira, a nomeação dos 52 professores que participaram do concurso para professor efetivo da Universidade Regional do Cariri (URCA). A Vice-Reitora, Otonite Cortez, esteve com o governador durante o ato de nomeação. A Vice-Reitora se encontra em Fortaleza, em reunião do MAPP, comandada por Cid Gomes, onde estão sendo debatidos os projetos prioritários para a Universidade e diversos órgãos do estado. Após a assinatura, o Secretário Executivo da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Dr. Pedro Castelo, providenciou a publicação dos aprovados em edital, na próxima segunda-feira. A assinatura do termo de posse dos professores acontece no próximo dia 1°, terça-feira, às 14h30, no Departamento Pessoal da Universidade. A solenidade de posse ocorrerá num segundo momento, em data a ser marcada pela Reitoria.

Geopark Araripe participa de Fórum de Áreas de Risco em Barbalha

O Geopark Araripe participou, na manhã de ontem, do Fórum de Áreas de Risco que aconteceu no auditório da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Barbalha. O foco do evento foi discussão de temas como forma de gerenciamento da área do entorno da Chapada do Araripe no intuito de prevenir situações de catástrofes e a elaboração da Carta de Barbalha. Durante os debates foi discutido o gerenciamento de áreas de risco, exposta a fragilidade da área do entorno da Chapada e o papel da Defesa Civil diante de situações críticas. O ponto alto foi a elaboração da Carta de Barbalha, documento que irá nortear o cumprimento da forma legal de uso e ocupação do solo nas áreas urbana e rural de Barbalha. Estiveram presentes também representantes do ICMBio, URCA, COGERH/Bacia do Salgado, Associações Comunitárias de Barbalha, CREA Cariri, UFC, Ministério Público municipal, SEMACE, Secretaria de Meio Ambiente do Município, que discutiram, CONDEMA de Barbalha, que auxiliaram na elaboração do documento. (Assessoria de Comunicação Geopark Araripe).

Assessoria de Comunicação Universidade Regional do Cariri - URCA (88) 3102-1212 - 8812.5525 ramal 2617 www.urca.br - Crato, 26 de fevereiro de 2011

Primeira eleição a presidente do Brasil foi há 120 anos


Com 56% dos votos, o marechal Manuel Deodoro da Fonseca foi eleito o primeiro presidente do Brasil, há exatos 120 anos. A votação, que ocorreu no dia 25 de fevereiro de 1891, foi indireta, apesar da Constituição da recém-formada República no Brasil determinar eleição direta. Como naquela época já existia o “jeitinho brasileiro”, as disposições transitórias da Constituição previam eleições indiretas para o primeiro governo. Também naquela época o candidato poderia concorrer ao cargo de presidente e, ao mesmo tempo, de vice-presidente. Como ocorreu com o marechal Floriano Peixoto, que recebeu apenas três votos para presidente, mas 153 para vice-presidente. Deodoro da Fonseca foi eleito com 129 votos, seguido por Prudente de Morais, com 97 votos.


Via Eliomar de Lima

Radio Princesa do Fuxico: Princesa Boca de Sapo - Por: Wilson Bernardo


Há um tempo atrás, a Rádio Princesa questionou o município do Crato e ficou contra a administração atual, por requisitar o aterro sanitário consorciado para o Crato. Agora vem a mesma radio com sua boca de Sapo, requerer o mesmo aterro, e cobrando do município a não aquisição do mesmo consórcio.

Já está na hora do ministério público tomar as rédeas da situação, e punir a emissora de meganha, pois a mesma faz acusações levianas, infundadas e o seu proprietário deve somas vultosas ao município, e por serem as contas barganhadas, vem estimulando a população ao Caos. O proprietário da rádio, segundo constam as autoridades e divulgado em panfleto, comete crime de uso indevido de verbas públicas, que os cometeu quando o mesmo era ainda prefeito da cidade do Crato, dívidas que agora se recusa a pagar.

A Rádio Princesa boca de Sapo está com a razão? Os seus locutores marionetes, com salários de fome, ou seu proprietário enforcado em dívidas para com o Município ? Paguem meu dinheiro, devolvam meu dinheiro...



Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Dilma paga contas do governo Lula e ajuste fiscal atinge PAC e investimento


Governo já pagou R$ 3,4 bilhões de contas do ano passado e ainda restam quase R$ 30 bilhões; nenhum pagamento do PAC foi feito este ano.

BRASÍLIA - Foi nos novos investimentos - inclusive do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - o primeiro impacto do ajuste fiscal anunciado pelo governo Dilma Rousseff. Os Ministérios dos Transportes, da Educação e da Saúde, por exemplo, não deram nem o primeiro passo na execução dos gastos do PAC autorizados para 2011 até a última quarta-feira. Por ora, o governo tem se limitado a pagar as contas pendentes do governo Lula. Análise de dados do Tesouro Nacional, pesquisados pela ONG Contas Abertas a pedido do Estado, mostra que resta quase intocado o orçamento de R$ 40 bilhões do PAC para este ano, com projetos que vão de rodovias à construção de Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs prometidas na campanha.

O governo já pagou R$ 3,4 bilhões de contas deixadas pelo ano eleitoral, mas ainda resta um saldo a quitar de R$ 29,9 bilhões. Esses números mostram que é quase impossível o cumprimento do compromisso do governo de não cortar o PAC. Dono do principal orçamento entre os projetos do PAC, o Ministério das Cidades começou o ano com autorização legal para gastar R$ 17,1 bilhões. Desse total, comprometeu-se a gastar até 23 de fevereiro apenas R$ 422 mil. O ministro Mário Negromonte lida com a difícil escolha entre fazer novos investimentos em saneamento, habitação, urbanização de favelas ou pagar a conta deixada por Lula.

Não está descartada a possibilidade de despesas já contratadas serem canceladas, embora os integrantes do governo venham se recusando a falar publicamente sobre essa hipótese. No Ministério das Cidades, o saldo de despesas antigas ainda pendentes de pagamento na quarta-feira era de R$ 13,4 bilhões, apesar de a pasta já ter desembolsado R$ 1,5 bilhão para quitar os "restos a pagar". O limite de gastos de cada ministério será fixado na segunda-feira, por decreto da presidente Dilma Rousseff. Todo início de ano, o governo baixa decreto de programação financeira, estabelecendo limites de gastos por pasta. Desta vez, a área econômica promete inovar no simples bloqueio de gastos, com o que chama de "consolidação fiscal".

Parcela. No início do mês, os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior, anunciaram corte de R$ 50 bilhões no Orçamento de 2011. Desde então, o Planejamento coordena negociação com os ministérios para definir o que cortar. Depois de alguns adiamentos, o anúncio foi confirmado para segunda-feira, antes da próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). Até o decreto, os ministérios foram autorizados a gastar por mês uma parcela correspondente a pouco mais de 5% do Orçamento autorizado por lei. O Ministério dos Transportes, vice-campeão em gastos do PAC, logo atrás do Ministério das Cidades, integra a lista dos que ainda não assumiram compromissos de gastar o dinheiro autorizado para este ano. A pasta já pagou R$ 1,6 bilhão de contas do governo Lula e ainda tem R$ 8,3 bilhões a quitar. Os Transportes têm previsão de gastos de R$ 15,5 bilhões este ano.

O peso das contas deixadas pelo governo Lula também domina os investimentos dos primeiros 54 dias de governo Dilma. Até quarta-feira, a União havia pago R$ 4.485 milhões de investimentos, mas apenas 0,05% correspondia a gastos novos: R$ 4.461 milhões eram "restos a pagar".

Marta Salomon, de O Estado de S. Paulo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Brasileiro na Líbia diz que manifestantes "subjugaram" o Exército


O engenheiro civil paraense Valdir Acatauassú, funcionário da Queiroz Galvão, contou que quando chegou a Benghazi, no domingo, viu o Exército líbio "totalmente subjugado". "A população subiu nos tanques, pegou os lança-mísseis e ficou desfilando pela cidade, mostrando as máquinas como troféus", afirmou. Ele disse que percebeu um clima de "expectativa" em relação a uma possível reação de Gaddafi, mas contou que preferiu "se trancar" no hotel com colegas estrangeiros a conversar com os líbios. "Não devemos nos meter nisso, viemos aqui para trabalhar, não para se meter em problemas locais", disse. O engenheiro falou com a Folha nesta sexta-feira (25) por telefone, já à bordo do navio que o levaria à Grécia. Em seguida, deve voltar ao Brasil. Acatauassú morava na Líbia desde outubro de 2009 e deixou para trás uma casa montada que mantinha com cinco colegas em Ad Dirsiyah, 110 km a leste de Benghazi. Disse não ter a menor ideia se voltará à Líbia. Ele afirmou que não houve conflitos na cidade em que morava, mas afirmou que desde o dia 17 soube das revoltas contra Gaddafi por colegas em Benghazi.

RODRIGO VIZEU DE SÃO PAULO
( Folha.com )

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Secretaria de Ação Social do Crato realiza reunião com as famílias acompanhadas pelo CREAS e CRAS Muriti


O Centro de Referência em Assistência Social - CRAS do bairro Murití, realizará em sua sede nesta segunda-feira, dia 28 as 14 horas uma reunião ampliada com as famílias acompanhadas pelo CRAS E CREAS. É importante que todos compareçam.

Fonte: PMC

Câmara defende regularização dos Mototaxistas em Crato


Com o propósito de acelerar o processo de regularização da profissão de mototaxista, em Crato, o Poder Legislativo abriu espaço na sessão ordinária da última terça-feira, dia 22, para uma discussão sobre o tema. O presidente Vereador Florisval Coriolano - PTC, convidou para participar do debate, o diretor do Demutran, de Juazeiro do Norte, Péricles Cardoso, o diretor do Demutran do Crato, Luís Joatan de Sousa, o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Juazeiro, Clóvis Mendonça, o presidente da Associação dos Mototaxistas do Crato, Carlos Alberto "Molão" e a presidente do SindMoto Crato, Fátima Canejo.

O diretor do Demutran, de Juazeiro do Norte, Péricles Cardoso, respondeu a pergunta que está na boca dos mototaxistas do Crato. Porque, em Juazeiro do Norte, a categoria é reconhecida como profissional, mesmo sem ter participado do curso, exigido pela lei federal e, no Crato, o Demutran só libera para colocação da placa vermelha, que reconhece o veículo como de aluguel, após a realização do curso? Péricles afirmou que, em Juazeiro, foi usado o bom senso. "Mesmo reconhecendo a lei, houve um entendimento de que se fosse esperar pelo curso, sem saber quando seria realizado e quem o administraria se perderia muito tempo e os mototaxistas e a população ficariam prejudicados”, afirmou Péricles. Ele defende que o curso pode ser feito, após a regularização da categoria. Já o diretor do Demutran do Crato, Luís Joatan de Sousa, disse que prefere respeitar a lei e esperar a realização do tal curso, mesmo sendo questionado, para continuar o processo.

Outro ponto levantado, que chamou a atenção da plenária, foi à reclamação dos mototaxistas do Crato, que segundo eles, estavam impedidos de fazerem corridas à Juazeiro do Norte, com a bata de identificação, sob pena de serem multados ou passarem por outros constrangimentos. Péricles Cardoso afirmou que desconhecia o fato e que, em nenhum momento, partiu do Demutran a orientação para tal medida. Garantiu, ele, que qualquer mototaxista do Crato tem a liberdade de transitar com passageiros e se alguém, por acaso, vier a ser multado, por este motivo, o Órgão tem como resolver o problema. O presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Juazeiro do Norte, Clóvis Mendonça, também convidado para participar da sessão, relatou que só a união, a organização e o compromisso com a causa permitirão a conquista da categoria.

O presidente da Associação dos Mototaxistas do Crato - Carlos Alberto – “Molão”, de forma moderada, também pediu a união e a participação de todos, na luta pela regularização da profissão, em Crato. Já a presidente do SindiMotos Crato - Fátima Canejo, criticou o Demutran do Crato e o Governo Municipal, quando disse que não há compromisso, de ambos, para regularizar os mototaxistas. Ela entende que o curso pode acontecer, logo após a regularização e acrescentou que cidades, tais como, Fortaleza, Sobral e Iguatu, as motos já circulam com placa vermelha.

A Secretária Vereadora Joana Pedroza - PSB, indagou se apenas uma pessoa poderia ter mais de uma moto cadastrada como veículo de aluguel e se a escolha do fardamento era uma determinação ou uma escolha democrática. Em relação a primeira pergunta, a resposta dos convidados é que cada indivíduo só pode ter uma moto cadastrada e, no tocante a bata e a cor da moto, fica a critério de cada município. Os vereadores Fernando Brasil - PSB, Mara Guedes – PT e Pedro Alogoano - PSB elogiaram ao presidente do Legislativo Cratense, Vereador Florisval Coriolano – PTC pela sessão e o debate, bem como, a disposição dos juazeirenses em participarem e colaborarem com os mototaxistas do Crato.

Fonte: Câmara de Vereadores do Crato

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30