xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/02/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 fevereiro 2011

GRUTA DE SEU JEFRÉSSO

Xilogravura de Carlos Henrique para composição do cenário da peça A DONZELA E O CANGACEIRO, de Cacá Araújo, que estreará em maio de 2011, com a Cia. Cearense de Teatro Brincante

Seu Jefrésso:

(Fora de cena. Misterioso, com voz de velho, macia, cheia, sombria e grave)

Quem istá chamando a isfinge?
Quem ousa mi dispertá?

(Aparece solenemente com música condizente com sua realeza. É uma versão sertaneja das esfinges gregas: um velho magro, semblante terno, alto, apoiado num cajado, calçando sandálias de couro, roupas e longas barbas brancas, duas asas de trançados de palmeiras verdes)

Edimundo Virgulino:

(Humilde)

Sô um simples cangacêro
Eu só vim li consutá 

(Levanta-se, mas continua em posição de reverência. Convicto. Com serenidade)

U sentido da mi’a vida
É a conquista da cura
Pru mal qui sofre uma flô
Inucente, bela i pura... 

Tombém quero a liberdade
Dus vivente da floresta
Pois aqui a crueldade
Ambição, prevessidade   
Matô muito i pôco resta

Seu Jefrésso:

(Simpático)

Percebo tua bondade
Porém num posso mudá
U rumo da umanidade

(Levanta o cajado e soam trovoadas com raios incandescentes. Sons de cantos e pisadas em ritual. Canta em tom de mistério)

Proporei u meu enigma
Morre si num decifrá
Istauta di barro i lata 
É u qui vô ti transformá

(Sonoro e firme)

Decifra ô ti condena:

(Compassado)

Di manhã tem quato pé
É criatura terrena
Mêi dia passa a tê dois
Tem fecundidade plena

Máis us pé, di tardezinha
Pode sê quato di novo
Seno dois iscundidinho
Du jeito du pinto im ovo

I di noite vai tê trêiz
U tipo di criatura
Mi diga di uma só vêiz

(Nota: Trecho da peça A DONZELA E O CANGACEIRO, de Cacá Araújo)

Ministro Fernando Bezerra e Governador em exercício prometem verbas para o Crato


"Nós não cometeremos essa irresponsabilidade; De estarmos aqui trazendo uma notícia verdadeira e alguém querer de forma irresponsável, desculpe o termo forte da palavra, querer tirar um proveito para desmerecer o trabalho que está sendo conduzido pelo prefeito municipal, pelo governador do Estado do Ceará e aceito, e muito bem aceito pelo ministro Fernando Bezerra Coelho."

Arnon Bezerra

O governador em exercício Domingos Filho e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, acertaram em uma ligação telefônica ocorrida na tarde desta quinta,10, todos os detalhes que irão assegurar a reconstrução da cidade do Crato. " O ministro Fernando Bezerra foi muito atencioso com as reivindicações apresentadas e que serão atendidas para garantir a recuperação do Crato", afirmou o governador em exercício Domingos Filho ao portal Ceará Agora.

No acordo firmado com o aval do governador em exercício Domingos Filho ficou tudo bem definido: o Governo do Ceará através do DER irá fazer o projeto de reconstrução do canal do Grangeiro e de outras obras necessárias por causa das chuvas e o Ministério da Integração Nacional irá liberar as verbas para a execução.

Esse entendimento tranquiliza a população do Crato e põe fim a polêmica sobre o real interesse do ministro Fernando Bezerra em atender as reivindicações do prefeito Samuel Araripe com o aval do Governo do Ceará. " O ministro Fernando Bezerra tem todo interesse e sensibilidade com a gravidade dos problemas vividos pelo Crato", disse Domingos Filho.

Quem também ressaltou o trabalho do ministro Fernando Bezerra foi o deputado federal Arnon Bezerra. Hoje,Arnon conversou com o ministro que reafirmou sua vontade de ajudar o Crato. Arnon também destacou todo o empenho pessoal do governador em exercício Domingos Filho em intervir para solucionar os problemas enfrentados pelas vítimas das chuvas no Crato.

Em entrevista ao Programa Antonio Vicelmo, na Rádio Educadora do Cariri, Deputado Arnon Bezerra desmente boatos de que o Ministro não iria ajudar o Crato


http://3.bp.blogspot.com/-JjxHr2-t0oE/TVbozcc93wI/AAAAAAAAVck/PoJctQZvLTo/s1600/78bdfae6d8%2Ba.JPG


Arnon Bezerra: "É uma alegria poder voltar aqui, poder dar essa informação. Eu de pronto fico satisfeito com a notícia que você leu anterior à nossa conversa, a notícia sobre o governador, porque nós estivemos com o ministro na Sexta-feira, através do telefone, quando aconteceu o incidente, na semana que passou, durante 3 vezes, e duas vezes essa semana. São 6 vezes. E eu quero dizer aqui ao povo do Crato, do cariri e do Ceará, que eu estou satisfeito com essa declaração do governador, porque tenho tido, e o prefeito pode testemunhar isso e o governador também, toda a atenção que um ministro pode dar a um parlamentar, sempre se prontificando, inclusive repetiu na frente do prefeito, do governador, a vontade de vir ao Crato.

É claro que a gente sabe, durante esse período inteiro, que sobretudo nesse início de ano, janeiro, por exemplo, não foi só o Crato; Grande parte do país se viu momentos com chuvas com enchentes, e outros com sêcas, como está havendo agora no próprio estado do Rio Grande do Sul. E essa notícia que saiu ontem, impressionante, que a notícia foi divulgada pela informação de alguém que esteve presente no gabinete do ministro, e eu não sei com que intenção uma pessoa espalha uma notícia dizendo que o ministro não teve a atenção necessária para com o Crato, não se sensibilizou... Ora, qualquer pessoa se sensibiliza, imagina um homem público que está com a responsabilidade de atender. Esse reparo que eu quero fazer aqui é o que foi dito, e eu sei mais ou menos de onde partiu, realmente é desgastante. A gente procura fazer todo um esforço, sensibilizar o ministro, e de repente, você é acordado ainda muito cedo do dia de ontem com o ministro perguntando "o que tinha dito de errado para parte da imprensa do ceará divulgar notas infundadas como aconteceu. É lamentável.

Vicelmo: É lamentável, inclusive eu vi, não li aqui porque achei que não tinha cabimento...

Arnon Bezerra: "Uma grosseria que foi feita com o ministro, uma grosseria. Isso é para querer desmerecer um trabalho que nós estamos fazendo. Quem quiser chegar junto,pode chegar. E eu quero fazer uma ressalva aqui: Recebi telefonemas de apoio da própria bancada, o prefeito se prontificou de conversar com a bancada federal, lá com os 3 senadores e os 22 deputados federais pra ver isso. Recebi, repito, telefonemas e conversei bastante com o deputado Manoel Salviano, conversei com Eudes Xavier, o próprio deputado José Guimarães, o Senador Inácio Arruda, enfim, todos que chegaram e manifestaram ( Senador Eunício Oliveira e o Pimentel também ). Então, são pessoas que estão chegando e fazendo força, agora não tem necessidade de chegar lá todo mundo. Evidentemente que tem aqueles parlamentares que se responsabilizam por determinados setores, ou então um trabalho, e a gente vai na medida do possível, todos eles se prontificaram. Agora, teve gente que pariticipou e saiu com essa notícia "LOUCA" ferindo inclusive...só para registrar que tudo o que o ministro fez foi uma atenção muito especial. Fez o trabalho necessário. O governador disse a ele nas palavras iniciais, o prefeito está aqui e pode testemunhar isso, e eu quero dizer ao povo do Crato, ao povo do Cariri para evitar qualquer dano que venha a acontecer. A gente faz um trabalho, quem quiser somar a esse trabalho, todos nós o receberemos bem, não eu só, mas sobretudo o povo do Crato e do Cariri. Nós não queremos espalhar aqui ressentimentos e fazer um trabalho do "eu sozinho". Não existe essa estória do "eu sozinho". Eu acho que discurso político é uma coisa, discurso que vem apenas a atrair a simpatia do voto é outra coisa e nós não cometeremos essa irresponsabilidade; De estarmos aqui trazendo essa notícia verdadeira e alguém querer de forma irresponsável, desculpe o termo forte da palavra, querer tirar um proveito para desmerecer o trabalho que está sendo conduzido pelo prefeito municipal, pelo governador do Estado do Ceará e aceito, e muito bem aceito pelo ministro Fernando Bezerra Coelho."

Com informações do Blog do Crato, Site Ceará Agora e Rádio Educadora do Cariri.

Crato, Terra das Águas... Pachelly Jamacaru

Arte digital sobre fotos do Autor. Clic na imagem para ver melhor!


Pachelly Jamacaru
"Direitos reservados"

SEJA UM REPÓRTER DO BLOG DO CRATO - Envie Notícias do Crato !


TORNE-SE UM REPÓRTER DO BLOG DO CRATO - ENVIE NOTÍCIAS DO CRATO


Há muitos anos fazemos esse convite, que vale sempre a pena relembrar: Faça parte da Galeria de Colaboradores e Repórteres do Blog do Crato. Envie notícias da cidade. O Blog do Crato sempre está atrás de notícias e reportagens de interesse do Crato. Às matérias publicadas, serão dadas os devidos créditos aos autores, com fotos, e com a foto do repórter. Desperte a sua veia jornalística e desenvolva a arte de escrever de forma jornalística. O Blog do Crato dá prioridade a notícias e reportagens. Não somos a Rede Globo, mas também temos o nosso próprio "Profissão Repórter" - Torne-se um Repórter do Blog do Crato. Envie Notícias e Reportagens diretamente para nosso E-mail. Importante: As matérias estarão sujeitas a análises e posterior publicação no nosso site:

blogdocrato@hotmail.com


Deputado escalado para fazer a defesa do Ministro da Integração - Postado por J.Tavares.


O próprio ministro Fernando Bezerra teria ligado, ontem, para o vice-governador, surpreso com o caso

A defesa do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra (PSB), criticado na Assembleia Legislativa por alguns parlamentares, na última quarta-feira, ficou a cargo do deputado Fernando Hugo (PSDB) que também aproveitou para ressaltar a atenção dada pelo Governo do Estado ao Município do Crato, que foi castigado pelas últimas chuvas. Os deputados não gostaram do fato de o ministro ter dito que faria mais pelo Estado do que o ex-ministro Ciro Gomes fez (Ciro foi ministro da Integração Nacional no Governo do presidente Lula).

Fernando Hugo disse que subiu à tribuna a pedido do governador em exercício, Domingos Filho (PMDB). Segundo o tucano, Domingos Filho ligou para ele, ontem, rogando que explicasse aos parlamentares que a declaração do ministro foi em tom de brincadeira, deixando claro não ter tido nenhum tipo de indiferença, por parte do ministro, para com a comissão formada por políticos do Ceará, que foi à Brasília pedir ajuda para reerguer a cidade do Crato.

Durante 30 minutos, o tucano que é da oposição, fez o papel de líder do Governo. Fernando Hugo alegou que as medidas tomadas pelo Estado em relação aos estragos causados no Crato, foram bastante céleres, lembrando que Domingos Filho ordenou que o Corpo de Bombeiros e a defesa Civil se dirigissem à cidade como uma força tarefa.

Votado

Fernando Hugo foi um dos deputados estaduais cearenses que conseguiram votos no Município do Crato. Após visita do governador em exercício à cidade do Crato, Fernando Hugo disse que Domingos Filho marcou um encontro com o ministro Fernando Bezerra, a fim de negociar ajuda para recuperar aquele Município caririense.

Segundo enfatizou Fernando Hugo, a comissão que acompanhou Domingos Filho e o prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB), foi muito bem recebida pelo ministro, que conforme o tucano, se mostrou solícito para com o problema.

Segundo ainda o tucano, Domingos Filho ligou para o ministro desfazendo o mal entendido, pontuando que a declaração de Fernando Bezerra não passou de uma brincadeira para descontrair e que foi mal entendida por um jornalista, o qual não quis revelar o nome.

Prejuízos

A prova de que a conversa com o ministro foi harmônica, alega o tucano, é que ficou a promessa de liberação de R$ 6 milhões para ações emergenciais na cidade do Crato, a fim de que possa ser feito obras de recuperação da malha viária e dos logradouros públicos levados pelas chuvas que cairam sobre o Município, ocasionando os prejuízos.

O deputado Sineval Roque (PSB), que foi ao encontro com o ministro, assegurou que Fernando Bezerra foi solícito para com a questão do Crato e pediu ao prefeito Samuel Araripe que passasse ao Ministério, o orçamento dos prejuízos. "Em tom de brincadeira ele disse, vou procurar fazer o melhor que poder pelo Ceará, melhor ou igual ao Ciro", esclareceu Roque.

O deputado Roberto Mesquita (PV), que levantou essa discussão na quinta-feira, espera que a brincadeira feita pelo ministro não tenha sido de forma irônica. As defesas feitas do ministro acabou não convencendo o deputado Heitor Férrer (PDT) que continua acreditando que no mínimo, Fernando Bezerra usou do deboche. "Qual o sentido em dizer que vai fazer pelo Ceará mais do que o Ciro fez?", questionou.

Fonte: Diário do Nordeste - 12.02.2011.

Brasil investiu US$ 500 mil em ajuda a refugiados no Equador


O governo brasileiro indicou neste sábado ter investido US$ 500 mil em 2010 em uma série de projetos com o objetivo de auxiliar refugiados colombianos no Equador, assim como as comunidades locais. O embaixador do Brasil no Equador, Fernando Simas, explicou que estes projetos foram realizados em colaboração com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

"É uma forma de gestão participativa, na qual o Acnur recolhe as demandas das comunidades locais e em função delas vai aplicando os fundos da cooperação internacional", destacou Simas. O embaixador ressaltou que o único pedido desta organização é que o dinheiro brasileiro se destinasse ao "atendimento das famílias mais vulneráveis e, especialmente, levando em conta a realidade da fronteira norte no Equador, onde há um grande deslocamento de colombianos". Simas esteve estes dias na província de Sucumbíos, nordeste do país, justamente na fronteira da Colômbia, para visitar vários projetos que realizou o Acnur em parceria com Brasília.

DA EFE, EM NUEVA LOJA (EQUADOR)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Projeto AABB Comunidade iniciará suas atividades


O
Projeto Integração AABB Comunidade de Crato estará iniciando suas atividades sócio-educativas, esportivas e culturais no próximo dia 15 de fevereiro de 2011 ( terça ). As crianças oriundas de escolas públicas do município do Crato, receberão auxílios educacionais, técnicas de desenho e artesanato, além de ensinamentos musicais com a prática de vários instrumentos. O Projeto conta ainda com aulas recreativas, teatro, dança e diversas atividades esportivas no âmbito da capoeira, futsal, futebol e natação. Vários profissionais são inseridos para ministrar com qualidade suas atividades neste valioso programa que vem ganhando credibilidade no interior cearense.

As aulas são semanais divididas nos dias de terça, quarta e quinta nos horários manhã e tarde, todos os alunos recebem lanche nutritivo, participam de várias dinâmicas e fazem valer o lúdico através da auto-estima e coletividade. Frisamos que neste ano de 2011 iremos inserir temas sugestivos para o aprendizado de cada aluno inserido no Programa. Agradecemos desde já aos organizadores do Blog do Crato que sempre divulgam e apoiam iniciativas sociais como deste brilhante programa. Que tem o suporte do Banco do Brasil, da Fenabb e principalmente o forte incentivo do Governo Municipal do Crato através do Prefeito Samuel Araripe e também da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude. Visitem o AABB Comunidade de Crato, venham conhecer nossa metodologia, nossas atividades e o trabalho de qualidade de todos os profissionais.

Cordialmente.
Albino Freire
Educador Físico

Entrevista com a ex-senadora Marina Silva - ''Não farei oposição pela oposição''


Marina Silva, ex-senadora pelo PV-AC: Ex-senadora diz que os seus 20 milhões de votos devem ser vistos como um 'legado', algo a ser 'apropriado por todos'. Afastada há doze dias do Senado, Marina Silva já definiu suas próximas tarefas. No plano político, a tarefa imediata será o debate sobre a reorganização interna de seu partido, o PV. Pessoalmente prepara-se para ganhar a vida dando aulas e palestras, uma vez que se recusa a ganhar salário do partido. Na entrevista abaixo, ela fala sobre o governo Dilma Rousseff, partidos e o risco de, após o sucesso eleitoral do ano passado, cair no esquecimento político.

A senhora saiu da eleição com quase 20 milhões de votos. Como acha que vai manter essa herança, agora que ficou sem tribuna no Senado e cargo no governo? Outros candidatos que ficaram em terceiro lugar, como Heloísa Helena e Ciro Gomes, acabaram relegados a planos secundários. Não teme a maldição do terceiro lugar?

Em política, a pior maldição é querer aprisionar o sucesso. Quem tenta fazer isso se torna prisioneiro dele e não consegue mais fazer as coisas com abertura criativa e espírito de novidade. A ação política é sempre um processo vivo, único. Se tentar aprisionar o sucesso, que já é passado, aí sim, vai viver a maldição. Vamos viver o daqui para a frente como um momento novo. Eu me vejo como alguém que deu uma contribuição: estou dizendo para o PV, o PT, o PSDB e outros partidos, assim como para o governo e o movimento socioambiental, que os 20 milhões de votos dados a uma candidatura identificada com a questão da sustentabilidade têm de ser vistos como um legado, algo que pode ser apropriado por todos (diferentemente da herança, que pressupõe um espólio).

O que fazer com esse legado?

É preciso trabalhar para transformá-lo em mobilização social, em sustentabilidade política, para as transformações que o Brasil precisa. Isso é algo a ser feito pelo PV e, espero, também pelos demais partidos.

Essa não é a bandeira do PV?

Transformar a bandeira da sustentabilidade em bandeira de um só partido é a senha para torná-la inviável. Se alguém tentar aprisionar esse desafio de forma exclusivista é porque não leu adequadamente o que está acontecendo no mundo, com o grande desafio das mudanças climáticas. Acho que podemos estabelecer pontos programáticos entre os partidos.

A senhora já disse que sua campanha foi carregada por forças vivas da sociedade. Acha que os partidos estão preparados para dialogar com essas forças?

Os partidos precisam se atualizar. E não estou falando apenas da estrutura formal. Falo principalmente da superestrutura, da necessidade de discutir política, propostas, projetos. A maioria dos partidos, e o PT não é diferente, adotou modelos convencionais e hoje discute o poder pelo poder. O debate em torno de ideias e propostas, que deveria alavancar o processo, como o motor de popa do barco, vai se tornando cada vez mais secundário. O que fica na popa é a disputa pelo poder. A discussão programática para esses partidos é apenas a cenoura que está na frente, na proa.

O PV passa por um processo de debate sobre reestruturação e democratização interna.

O grande desafio do PV é se atualizar e fazer jus ao que experimentamos na campanha, com a mobilização da sociedade por uma nova forma de fazer política. E não há forma nova que não seja radicalmente democrática. O movimento por democratização acontece porque política é como o vinho novo, que não pode estar em odre velho.

A senhora fará parte do bloco de oposição ao governo?

As pessoas estão cansadas da ideia de oposição por oposição e situação por situação. Querem ver oposição àquilo que devemos nos opor, como a corrupção, mau uso do dinheiro público, exclusivismos, falta de democracia. Mas também querem apoio às boas políticas para a saúde, educação, segurança, meio ambiente, assim como o aprofundamento da democracia - por meio de uma reforma política. Não se alcança convergência em tudo, mas é possível encontros a partir de princípios éticos e valores duradouros.

Como avalia o início do governo Dilma?

É cedo para avaliações. A presidenta, como ela gosta de ser chamada, está no começo. Boa parte das ações já estava em curso e parte da equipe veio do governo anterior: algumas peças do xadrez trocaram de lugar, mas são as mesmas. Temos que dar um tempo para ela firmar seu estilo, botar sua equipe em campo. Sinceramente, estou torcendo para que dê certo. Não vou olhar com miopia para o que foi dito na eleição.

Como viu a prioridade que ela deu à erradicação da pobreza?

É um grande desafio e espero que seja levado a cabo. Eu acho que o grande esforço deve ser para fazer a transição do Bolsa Família para o que eu chamo de programas sociais de terceira geração, com inclusão produtiva, bem suportada por programas de educação.

A senhora já cobrou mais iniciativa no debate sobre o projeto de lei de mudança do Código Florestal apresentado pelo deputado Aldo Rebelo (PC do B).

O projeto é um retrocesso inominável. Gostaria que governo fizesse um debate semelhante ao que fizemos am relação à lei de gestão de florestas públicas, envolvendo empresas, ONGs, comunidade científica, setores do governo. No final, o projeto de lei enviado ao Congresso enfrentou pouca resistência.

Como ignorar a campanha do agronegócio, capitaneado pela senadora Kátia Abreu (DEM), a favor do projeto?

Existem agronegócios e agronegócios. Tem um pessoal fazendo um movimento interessante, fora da velha agenda reativa dos que querem debelar conquistas da Constituição de 1988. Durante a campanha conversei com o Marcos Jank, da Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar), e senti abertura para um diálogo propositivo. É preciso abrir espaço para essas novas lideranças.

Roldão Arruda - O Estado de S.Paulo

Gastos aumentaram 282 bi no Governo Lula e conta sobrou para Dilma


O quadro fiscal preocupante, que exigirá um aperto inédito de R$ 50 bilhões nos gastos públicos este ano, é parte da herança deixada para a presidente Dilma Rousseff pelo antecessor e mentor Luiz Inácio Lula da Silva.

A farra de gastos no segundo mandato de Lula tem um preço, que já começou a ser pago pelo atual governo. A herança inclui inflação e taxa de juros em alta, uma carga tributária abusiva, um Orçamento engessado por despesas permanentes com pessoal, benefícios previdenciários e a impossibilidade de ampliar os investimentos. Estudo do economista Fernando Montero, da Convenção Corretora, mostra que os gastos cresceram R$ 282 bilhões no governo anterior (descontada a inflação): 78,4% desse aumento ocorreu no segundo mandato.

Só entre 2006 e 2010, as despesas do governo federal aumentaram R$ 221 bilhões, o que evidencia a guinada na política fiscal acentuada nos dois últimos anos de mandato, quando a crise global ofereceu ao governo uma justificativa para ampliar os gastos.

- O aumento da carga tributária, combinado com o crescimento do PIB ( Produto Interno Bruto) e a redução do superávit primário deram ao governo Lula um poder enorme para gastar – observa Montero.

Especialistas apontam a situação das contas públicas e os elevados gastos herdados do governo anterior como o maior problema econômico de Dilma neste início de mandato.

O cenário desfavorável na área fiscal influencia negativamente outras variáveis, como inflação e os juros -, embora, no caso dos preços, fatores externos também exerçam forte pressão, como a alta das commodities no mercado internacional. Alcides Leite, especialista em contas públicas e professor da Trevisan, frisa que o aumento dos gastos correntes nos últimos anos, acima da expansão do PIB, impediu uma expansão mais robusta dos investimentos. E lembra que uma oferta maior de bens e serviços poderia minimizar a pressão inflacionária. Sem os investimentos, o país sente os efeitos no bolso, com preços maiores, já que a demanda continua bastante aquecida pela melhora de renda da população.

- É preciso sobrar mais dinheiro para investimentos. E tem de começar pelo ajuste fiscal (corte nos gastos de custeio) – recomenda.

Globo Online

O pai da ciência moderna, Galileu Galilei, é o nosso homenageado no Hoje na História


HOJE NA HISTÓRIA
Galileu Galilei

Galileu Galilei (em italiano: Galileo Galilei) (Pisa, 15 de fevereiro de 1564 — Florença, 8 de janeiro de 1642) foi um físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano que teve um papel preponderante na chamada revolução científica. Galileu era o mais velho dos sete filhos do alaudista Vincenzo Galilei e de Giulia Ammannati. Viveu a maior parte de sua vida em Pisa e em Florença, na época integrantes do Grão-ducado da Toscana.

Galileu Galilei desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo. Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da inércia e o conceito de referencial inercial, ideias precursoras da mecânica newtoniana. Galileu melhorou significativamente o telescópio refrator e com ele descobriu as manchas solares, as montanhas da Lua, as fases de Vénus, quatro dos satélites de Júpiter, os anéis de Saturno, as estrelas da Via Láctea. Estas descobertas contribuíram decisivamente na defesa do heliocentrismo. Contudo a principal contribuição de Galileu foi para o método científico, pois a ciência assentava numa metodologia aristotélica.

O físico desenvolveu ainda vários instrumentos como a balança hidrostática, um tipo de compasso geométrico que permitia medir ângulos e áreas, o termómetro de Galileu e o precursor do relógio de pêndulo. O método empírico, defendido por Galileu, constitui um corte com o método aristotélico mais abstrato utilizado nessa época, devido a este Galileu é considerado como o "pai da ciência moderna".

Principais Realizações

* A Luneta Astronômica, com a qual descobriu, entre outras coisas, as montanhas da Lua, os satélites de Júpiter, as manchas solares, e, principalmente, os planetas ainda não conhecidos.
* A balança hidrostática
* O compasso geométrico e militar
* Foi o primeiro a contestar as idéias de Aristóteles
* Descobriu que a massa não influi na velocidade da queda.

Fonte: Wikipedia

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Sessões da Câmara de Vereadores poderão ser retransmitidas Ao Vivo pelo Blog do Crato


Há 6 anos temos trabalhado no sentido de mostrar o Crato em sua totalidade para o mundo. Os acontecimentos da cidade, aquilo que é notícia, novidades, curiosidades, fotos, vídeos, divulgações culturais, reportagens, etc. Com mais de 15.700 artigos postados, temos procurado divulgar a nossa cidade abrangendo os seus diversos contextos.

Assim é que publicamos sempre os releases da URCA, os boletins de ocorrências policiais, os releases do poder executivo, fotos e reportagens de eventos, etc, mas sempre restou uma lacuna até então impreenchível, e que para efeito da cidadania, essencial, que é provermos um meio para que os nossos milhares de Cratenses, visitantes e simpatizantes possam acompanhar as sessões da câmara de vereadores, ou pelo menos ter acesso aos boletins, às atas, e ao conteúdo daquilo que foi pauta nas sessões.

Há alguns meses conversei com o Jornalista e Radialista Almério Carvalho para que este pudesse nos repassar o conteúdo para publicação, mas esbarrei num problema fundamental dos tempos modernos: O Almério, assim como outro Jornalista dos "bons tempos", não escreve em computador. Prefere a velha e nostálgica máquina de datilografia. Isso dificulta sobremaneira o nosso trabalho de divulgação, pois nosso tempo é muito exíguo, e nem temos alguém que pudesse ainda transcrever todo esse conteúdo para um computador.

Novidades

Durante a visita ocorrida ontem ao Canal do Rio Grangeiro, encontrei-me com a vereadora Joana Pedrosa ( foto ) e o vereador Pedro Alagoano, e numa breve conversa, a Joana se mostrou bastante receptiva à idéia, e nos garantiu que irá tentar facilitar o acesso à informação sobre o que acontece na câmara. O Blog do Crato possui tecnologia para retransmitir ao vivo para a internet as sessões da câmara, e propagá-la em mais de 40 sites, que são visitados por milhares de pessoas. Eu creio que seja do interesse de todos, tanto dos vereadores, quanto dos ouvintes e leitores dos Blogs da região do cariri, ter acesso a essas importantes discussões. É uma forma de registrar o que acontece em outro setor importante da nossa cidade. Como prometemos no final do ano passado, o Blog do Crato em 2011 vai se expandir para atividades na comunidade, com transmissões diretas à partir de certos locais, de eventos de interesse das comunidades. Isso inclui as sessões da câmara e eventuais apresentações artísticas nos teatros e auditórios.

Esperamos a colaboração de todo o corpo de vereadores do Crato nesse sentido, afinal, é mais um canal de comunicação ( e poderoso ) que eles passam a dispor para o contato com a população da nossa cidade, dando-lhes visibilidade, e o que é melhor, ao custo zero, já que nosso site opera sem fins lucrativos.

Por: Dihelson Mendonça

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31