12 dezembro 2011

Ministério Público denuncia Luizianne Lins e assessores; cargo da prefeita pode entrar em risco


O Ministério Público do Ceará (MP/CE) por meio da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (PCCAP) e da Promotoria de Justiça, ajuizou uma denúncia-crime no Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE) e uma Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa, no Fórum Clóvis Beviláqua, contra a prefeita de Fortaleza, Luizianne de Oliveira Lins, e mais duas assessoras, Helena Rodrigues Barroso, coordenadora do Gabinete e Nágela Raposo Alves, sua assessora institucional.

O procurador de Justiça Ricardo de Lima Rocha disse ao Diário do Nordeste Online que as investigações estavam sendo realizadas pelo Tribunal de Contas do Município (TCM) desde 2007. Na ocasião, a prefeita Luizianne e suas assessoras teriam usado cartões corporativos de forma indevida. “O TCM julgou uma série de irregularidades contra a prefeita e suas assessoras. Entre elas gastos com SPA na Itália e passagens aéreas”, afirma o procurador.

Entre as acusações contra Luizianne Lins está uma viagem para Itália. Segundo Ricardo de Lima foi concedido o direito de uma viagem para Salvador, onde a prefeita participaria de um evento, mas neste período, de 15 a 17 de outubro de2007, a prefeita estava na Itália. Na ocasião, também foi registrado uso do cartão em lojas. O MP/CE afirma que questionadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios sobre a ilegalidade das despesas, ainda tentaram se redimir devolvendo parte do dinheiro, o que não as livra da prática do crime e do ato de improbidade, remanescendo, porém, valores não devolvidos.

Fonte: Portal verdes Mares


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.