23 novembro 2011

Avião da GOL que vinha para o ceará apresentou problemas. Passageiro diz que a tensão "era absurda"


Aeronave teve problemas no gerador na tarde desta segunda-feira em SP. Passageiros ficaram 45 minutos tensos dentro do avião, diz passageiro.

Passageiros da Gol se recusaram a permanecer em aeronave que apresentou falha elétrica antes da decolagem e exigiram realocação, na tarde de terça-feira (22), no Aeroporto de Guarulhos, no estado de São Paulo. O voo tinha Fortaleza como destino. A assessoria da empresa informou que a decolagem foi interrompida por causa de um problema no gerador e que, por isso, a aeronave precisou passar por uma manutenção não programada.

O jornalista Inácio Aguiar de 27 anos, que era passageiro do voo, conta que os problemas começaram 15 minutos após o embarque, a decolagem estava marcada para 15h15. “O ar condicionado parou e a energia também, mas como ainda era dia, não houve nenhuma reação”, explica.

Ainda de acordo com Inácio, o blecaute foi seguido do aviso do piloto de que a aeronave havia tido um problema na geração de energia externa e que o procedimento de manutenção precisava ser feito com as portas fechadas. “Depois de 15 minutos, o piloto acabou dizendo novamente que outro problema estava acontecendo com a luz do painel. Foi aí que a situação começou a ficar tensa entre nós [passageiros]”, revela.

Passageiros se recusam a decolar

Mesmo após a manutenção, os passageiros decidiram não decolar na aeronave que apresentou outros problemas. “Todo mundo estava com um grau de tensão absurdo”, afirma Inácio que decidiu ir falar com o piloto. “Ele [piloto] disse que não devíamos nos preocupar. Mas eu falei que não ia mais ficar ali. Voltei para minha poltrona, peguei minha bagagem de mão e acompanhei o primeiro passageiro que se manifestou na hora de descer do avião”, conta. O jornalista informou que o impasse durou cerca de 45 minutos.

Depois de descerem do voo, Inácio e o outro passageiro foram abordados por funcionários da Gol. “Disseram que a gente só seria realocado no próximo voo que tivesse vaga, mas exigimos embarcar no voo seguinte”, disse o jornalista. Minutos depois, Inácio conta que os outros passageiros também desceram da aeronave com problemas e todos tiveram o voo remarcado para 19h, que não teve problemas durante a decolagem e o percurso. “Havia muita criança e todos estavam muito tensos. Em nenhum momento, a companhia nos orientou a descer do voo, pelo contrário. Descemos contra a vontade da Gol”, revela.

Elias Bruno Do G1 CE
Foto meramente ilustrativa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.