19 agosto 2011

Depois da rapadura, agora é a vez da cajuína – postado por J Tavares

A Assembléia Legislativa do Piauí realiza audiência pública, na próxima terça-feira (23), para discutir o uso do nome cajuína pela Coca-Cola. O requerimento é da deputada Flora Izabel (PT), que se mostrou indignada com o lançamento do refrigerante Crush Cajuína pela multinacional. De acordo com a deputada, a marca cajuína é reconhecida por lei como um patrimônio do povo piauiense, por meio do Decreto Nº 13.068, de 15 de maio de 2008, assinado pelo governador Wellington Dias.

“Esse decreto tem mais peso que uma patente, já que define o modo de produção da cajuína e resguarda o interesse de todo o povo piauiense. Por isso, estamos pedindo uma mobilização geral contra essa atitude da Coca-Cola”, comentou a parlamentar.

Rapadura

Em abril de 2008, o Brasil recuperou a patente do termo rapadura, depois que a empresa alemã Legau havia registrado a marca na Alemanha e nos Estados Unidos. Apesar de todo ano adquirir do Brasil cerca de 600 toneladas do produto, a empresa alemã alegou que desconhecia o uso comum do termo no território brasileiro.

Via Eliomar de Lima - O povo on line

Um comentário:

  1. Tavares, obrigado pela postagem.

    Apenas eu te peço que quando postar, NUNCA pegue diretamente do Word nem de outro site sem passar pelo Bloco de Notas do Windows para remover os códigos adicionais.

    Veja você, por conta de não haver feito isso, a página da frente do Blog, que cabiam 35 ou 40 postagens, se resumiu a 17, porque o código dessas 2 postagens era tão grande por trás, que comeu o espaço do restante, já pensou ?

    Eu consertei agora.

    Como Consertar:

    É simples: Copiar o texto, levar até o Bloco de Notas do Windows. Daí copiar o conteúdo do Bloco de notas para a janela de postagem, isso vai eliminar qualquer diagramação prévia que existir na mensagem anterior.

    Essa recomendação serve para outros escritores. Pessoal nunca copiem diretamente do Word pra cá, senão acaba o espaço do Blog.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.