15 julho 2011

Ministro dos Transportes admite novas mudanças


O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, afirmou nesta sexta-feira (15) que o setor passa por um momento delicado e que o seu objetivo é “caminhar gradualmente para a normalidade”, e isso pode significar afastamento de mais funcionários.

“Se dentro desses próximos dias houver a necessidade de fazer novos ajustes, afastar alguém, por razões objetivas de natureza moral e ética, vamos ter que tomar a decisão cabível”, disse. Passos se reúne na tarde desta sexta-feira com a presidente Dilma Rousseff. Na conversa, é possível que saia um novo nome para o comando do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), depois do afastamento temporário, hoje, do diretor-executivo do órgão, José Henrique Sadok de Sá.

Ele havia acumulado o cargo de diretor-geral interino do Dnit depois que Luiz Antonio Pagot saiu de férias. Segundo informou o ministério, será aberto processo administrativo disciplinar contra Sadok, “onde ele terá a oportunidade de se defender e os fatos podem e deverão ser, com toda isenção, apurados”, disse Passos. Sobre o afastamento de Frederico Augusto de Oliveira Dias, o “boy” de Pagot, após reportagem publicada hoje na Folha, o ministro afirmou que ele era funcionário do Dnit, e que não sabia “exatamente” o que ele fazia, “além do fato de que parece que cuidava da parte de convênios”. Segundo o Dnit, Dias era funcionário terceirizado do órgão, que hoje conta com 1.600 empregados nessa situação.

REPERCUSSÃO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que as denúncias de irregularidadesno comando do Ministério dos Transportes devem ser investigadas. Ele também minimizou as análises de que sua sucessora, Dilma Rousseff, estaria usando o episódio para reorganizar a pasta de acordo com os próprios critérios, afastando a cúpula que herdou do governo anterior. Líderes da oposição no Congresso afirmaram hoje que o afastamento de mais dois funcionários do Ministério dos Transportes não encerra a crise e que uma “investigação profunda” precisa ser feita na pasta.

Para o líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), as duas novas denúncias complicam a situação também do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos. O partido vai protocolar requerimento convidando Dias, conhecido como Fred, a prestar esclarecimentos, na Comissão Representativa do Congresso Nacional. O tucano também disse que pretende protocolar representação no Ministério Público Federal do Distrito Federal para que seja investigado suposto crime de usurpação de função pública por parte de Fred, além de fazer um novo aditamento à representação protocolada na Procuradoria Geral da República.”

Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.