31 julho 2011

Maconha-Não a Liberação da Maconha II-Por João César Mousinho de Queiroz





Existe uma crescente idéia entre os jovens de que o cigarro é “careta”, pois faz mal à saúde, e de que a maconha é bem diferente. O conjunto de evidências que dispomos atualmente demonstra que tanto o cigarro como o álcool trazem muito mais danos à sociedade do que a maconha, mas também revelam que os efeitos negativos da maconha sobre a saúde humana não são nada desprezíveis. A maconha é a porta de Entrada para drogas mais pesadas.
Maconha Faz mal? Eu respondo com consciência de profissional da área atendendo dependentes químicos e seus familiares há 28 anos, que faz sim! A Maconha (Cannabis Sativa) ao ser queimado libera uma quantidade enorme de CO² (Substância que ao entrar em contato com os Alvéolos Pulmonares deixa-os obstruídos), muito mais que o Cigarro. Esse é o lado prejudicial da maconha! Mais existem aqueles que ainda teimam em dizer que maconha faz mal por causa do THC. Gente o THC é uma substância que é filtrada pelos Alvéolos Pulmonares causando alterações e ao chegarem ao cérebro pela corrente sanguínea ele interfere na frequência da Comunicação de Neurônios( Sinapse Neural), e deixa você mais lento, relaxado, diminui a produção da maioria das substâncias do corpo por exemplo: Lagrima, Saliva, Adrenalina, Espermatozoides e Hormônios sexuais. O teor de THC encontrado na Cannabis Sativa é de aproximadamente 8% quando raramente possuem variações. São necessários apenas 0.4g de THC puro ou 5g de maconha, para sentir os efeitos dessa substância. A Maconha não causa dependência química, apenas psíquica, causando dependência então apenas a quem quer e gosta!O perigo mora ai pois com o tempo o organismo vai criando resistência e é preciso uma quantidade maior para a pessoa se chapar. É então que o usuário opta por Drogas mais pesadas que causem dependência Química além de outros males a saúde. A maconha é a porta de Entrada para drogas mais pesadas.
O tetrahidrocanabinol (THC), componente ativo da maconha, provoca uma leve euforia que dura de 1 a 2 horas, mas podem provocar também outros efeitos como ansiedade, crises de pânico e sintomas psicóticos. A maconha ainda está associada a um risco de acidentes no trânsito duas vezes maior por levar a uma diminuição da coordenação motora e lenhificação das reações e do processamento de informações. No pulmão, o uso regular da maconha provoca bronquite crônica e sabe-se que a droga contém muitos dos componentes causadores de câncer encontrados no tabaco, sendo que algumas delas em concentrações ainda maiores. No cérebro, dependendo da quantidade do consumo, podem ser observados diversos graus de dificuldade de aprendizado, memória e atenção, além de alterações estruturais do cérebro associados ao uso a droga. Há ainda estudos que demonstram que usuários de maconha têm chance 40% maior de apresentar sintomas psicóticos no decorrer da vida, e um risco mais de duas vezes maior de desenvolver esquizofrenia entre aqueles que usaram a droga antes dos 18 anos de idade. A maconha é a porta de Entrada para drogas mais pesadas.
A maconha é a droga ilícita mais consumida no mundo e estima-se que um em cada 25 adultos com idades entre 15 e 64 anos já fez uso da droga. Essa é uma estatística do Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crimes que revelou também que o uso é relativamente maior nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia seguido pela Europa. Enquanto o consumo está diminuindo em países da Europa Ocidental e Austrália, está aumentando na América Latina e em vários países da África. Estudos revelam que 20-30% das pessoas que usam pela primeira vez a droga passam a consumi-la pelo menos uma vez por semana, e 10% apresentarão padrão de consumo diário. E aquilo que já foi um tema controverso, há algum tempo não é mais motivo de discussão: o uso regular de maconha aumenta sim o risco do uso de outras drogas ilícitas como a cocaína. A maconha é a porta de Entrada para drogas mais pesadas.
Apesar de não haver evidências de relação da maconha com o risco de malformações fetais, o uso da maconha durante a gravidez está associado a uma maior chance de uma mulher ter um bebê com baixo peso ao nascimento. A maconha é a porta de Entrada para drogas mais pesadas.
Dentre a relação da maconha e a saúde humana, há vários efeitos positivos e negativos que podem variar de acordo com a condição psicológica de cada usuário e o uso ou abuso da droga. No entanto, os pesquisadores, divergem de opinião sobre sua nocividade e utilização medicinal.
Alguns dos problemas de saúde associados com o uso de maconha são:Psicoses (como esquizofrenia),Surto psicótico,Problemas de memória;Problemas de aprendizado; Morte de grande quantidade de neurônios; Xerostomia, Sonolência e problemas na coordenação motora (Durante e por algumas horas após o uso);Ansiedade, depressão maior, distimia, apatia, pânico, paranoia, alucinação, delirium e confusão mental.Síndrome amotivacional (problemas de atenção e motivação) e queda em 50-60% dos níveis de testosterona. Alguns dos problemas estão especificamente associados com a ingestão de fumaça, podendo também estar associados ao tabaco utilizado junto com a maconha em baseados:Bronquite e tosse seca prolongado. Náusea e vômito; Taquicardia e Acidente vascular cerebral;Câncer de pulmão; Durante a síndrome de bstinência os sintomas mais comuns são:Apatia;Irritabilidade;Problemas de sono;Sudorese;Náuseas;Vômitos.
Estamos fazendo nossa parte e na Caminhada Contra a Liberação da Maconha de ontem na Av; Paulista do vão Masp a Camara Lesgilativa no Ibirapuera foi inesquecível mas, o que me chamou a a tenção de todas delegações de varios estados( PR, SC,RS,RJ,) e interior de SP e grandeSP, foi a delegação do Piauí e a organização da Caminhada por parte de Comissão Organizadora. Foi representando o Grupo Águias Vencedora Grupo Filantrópicode ajuda Terapeutica aos Dependentes Químicos e seus Familiares, nós consideramos a Maconha o Passaporte para outras Drogras Pesadas, nosso lema: Somos Inimigos nº 1 de todas as DROGAS. Faça a sua parte dia 17 de dezembro vejo você e seus familiares lá no vão do Masp - Na Caminha Nacional Contra Liberação da Maconha. DIA 17 DE DEZEMBRO.Fontes: Diversas e Livro Aborrecentes e Aborrecidos Cap. Dep.Quimica-Livraria Saraiva(URCA)e todo Brasil. SP/SP-31-07-11-WWW.SOSDROGASEALCOOL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.