17 julho 2011

Expocrato termina neste Domingo com negócios de 60 milhões de Reais...


O volume de vendas nos currais, onde funciona o balcão de negócios para o gado , está sendo maior do que em 2010 - ANTÔNIO VICELMO - A movimentação de negócios da Exposição Agropecuária do Crato deve girar em torno de R$ 60 milhões.

Crato. A Exposição Agropecuária do Crato (Expocrato) será encerrada amanhã com a presença do governador Cid Gomes que, na abertura do evento, encontrava-se na China. "O volume de negócios vai ultrapassar os R$ 60 milhões". A estimativa é do presidente da Associação dos Criadores do Crato e integrante do Grupo Gestor, Ricardo Biscúcia, acrescentando que o volume de vendas nos currais, onde funciona o balcão de negócios para o gado exposto à venda, está sendo maior do que no ano passado.

A presença de gado de outros Estados inflacionou o mercado. Um touro comum de qualquer raça está sendo vendido, em média, a R$ 3.500,00. O agropecuarista João Batista de Moura, que veio do Município de Cedro, reclama dos preços. Ele recorda que, no ano passado, o valo de um touro era cerca de R$ 2 mil. O expositor Francisco Sérgio Rodrigues, conhecido como Bezerrinha, natural da cidade cearense de Monsenhor Tabosa, explica que "gado é como gente, o preço depende da qualificação. Tem touro até de R$ 30 mil.

Reclamação

Bezerrinha tem uma reclamação a fazer. Ele disse que faltou água nos currais. O presidente da Associação dos Criadores informou que está fazendo um relatório com os pontos positivos e negativos do evento que será entregue ao presidente do Grupo Gestor, Francisco Leitão, com o objetivo de corrigir as eventuais falhas. Uma das reclamações mais frequentes, segundo Biscúcia, é a falta de espaço. O parque se tornou pequeno para a dimensão da festa. A observação é do presidente da Associação dos Criadores é endossada pela maioria do expositores.

O pecuarista Fábio Pinheiro, que veio de Porteiras, com um plantel de Nelore, ressalta a qualidade dos animais expostos. Este ano, por exemplo, a produção de leite está sendo considerada razoável. Uma matriz da raça Girorando está produzindo, em média, 35 litros de leite em três ordenhas. A produtividade ideal, segundo o agrônomo Luiz Gonzaga de Melo, do Instituto Agropolos, seria de 45 e 50 litros de leite por dia.

Produção

Gonzaga explica que apesar do Girolando ser um mestiço entre zebu e europeu, e desta maneira não poder ser classificado como raça zebuína, o cruzamento possui hoje importante papel na produção leiteira nacional, e desta maneira merece espaço dentre as importantes raças bovinas tropicais. Expocrato, cujo nome oficial é Exposição Agropecuária do Crato, é o principal evento agropecuária do Nordeste. Os leilões de gado estão sendo transmitidos pelo Canal do Boi. Ontem, foi aberta a Exposição Pan-americana de Cães. É uma festa popular que mistura cultura, feira agropecuária e shows musicais. São ao todo oito dias de festa, desfile e leilão de animais, comidas típicas e shows culturais.

A área reservada para os shows é de 420 mil metros quadrados. Possuem, ainda, 70 camarotes, dois palcos, duas tendas eletrônicas, espaço para esportes radicais e capacidade para mais de 30 mil pagantes diários.

Stands

Na parte externa são instalados diversos stands voltados para agronegócios e serviços, como telefonia, farmácia, produtos industrializados diversos, casa de farinha, engenho de cana-de-açúcar, palco para apresentações folclóricas (palco Eloi Teles), um espaço da Universidade Regional do Cariri (Urca) para desempenho de bandas de MPB, agências bancárias, parques de diversões, floricultura, artesanato e barracas de bebidas e comidas típicas. Os dois últimos dias da Expocrato foram marcados por congestionamentos no trânsito, falta de espaços para estacionamento e ocupação total da rede hoteleira. A cidade não suportou o grande número de visitantes, mais de 600 mil pessoas, que lotaram hotéis, casas de família e pousadas. De acordo com levantamento feito pelo Departamento Municipal de Trânsito, mais de 80 mil veículos circularam nas ruas do Crato nos oito dias de festa.

Polêmica sobre parque

O encerramento do evento reascende a discussão sobre a reforma ou retirada do parque para outro local.

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, anunciou que está formando uma comissão com a finalidade de solicitar do Governador a restauração do atual parque. O prefeito argumenta que existe terreno suficiente para ampliação. Cresce a corrente dos que defendem a construção de um novo parque fora da cidade. O historiador Armando Lopes Rafael escreveu que o trânsito do Crato se tornou um caos nestes últimos dias de exposição.

MAIS INFORMAÇÕES
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará
Escritório regional
Telefone: (88) 3102.1293

Antônio Vicelmo Repórter do Jornal Diário do Nordeste Colaborador do Blog do Crato e Chapada do Araripe OnLine

2 comentários:

  1. Pode ser que a Urca precise de dois palcos al final o tempo passou e tem gente se profissionalizando, tem os mestres e quem sabe deve ter também alguém que estuda na própria universidade que goste de tocar o cantar com empenho e que tenha talento para isso?

    Mas mesmo assim muitas apresentações foram excelentes o grupo de garotos que tocou com Calazans Callou simplesmente arrasou.

    Parabéns a pesquisa de fortalecimento das plantas repelentes da chapada, estou torcendo muito para que de certo.

    Parabéns a CEARTE e as joias feitas com a pedra do Cariri lembrando os fosseis, pode ser ampliada a coleção dos modelos e os tinelos com a xilogravura, bonitos, uteis, históricos e artísticos já conhecia, mas espero andem long.

    Parabéns ao palco dos cordelistas que eu amo
    e Parabéns também as novas vidas que nascerão:
    Cordeirinhos, bezerrinhos vendo a luz na frente de todo mundo, no meio de alegria, emoção, música e cheiros de todo tipo.

    A esperança nunca morre que as coisas sigam melhorando.

    Abraço.

    Gabí

    ResponderExcluir
  2. A Expocrato é a maior festa do Crato. O nosso símbolo maior, e muitas coisas boas os "Cartolas" ainda não conseguiram matar. É como se a festa tivesse chegado ao ponto de ter vida própria.

    Agora, não sei se mudando de local isso continuaria. Acho que até o ar e a terra daquele local histórico tem a ver. Quando a gente caminha naquela areia sabe que por ali passaram nossos ancestrais.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.