11 junho 2011



Unanimidade em Crato
Até que enfim foi registrada uma unanimidade na população cratense: ninguém – absolutamente ninguém – aprovou a programação artística anunciada para a ExpoCrato 2011, que será realizada de 10 a 17 de julho próximo. E este fato ainda tem o mérito de quebrar um paradigma defendido por Nelson Rodrigues, quando achava que toda unanimidade é burra. Neste caso, a unanimidade cratense é inteligente. Chega de forró eletrônica com músicas chulas de duplo sentido...

Quem procura acha?
Um grande grupo econômico baseado em Fortaleza – mas com sólidas raízes no Cariri – está procurando um grande terreno em Juazeiro do Norte para implantar o terceiro shopping center daquela cidade. Foi dito “terceiro”, porque esse grupo econômico não acredita no cacife do deputado Raimundão, para bancar o anunciado Shopping de Juazeiro – previsto para o cruzamento das avenidas Castelo Branco com Humberto Bezerra – mas que há três anos não sai do papel...

Quadro sombrio
Teve grande repercussão – junto às pessoas que se preocupam com o Cariri – o anúncio de que mais da metade dos municípios brasileiros (55% do total) terá déficit no abastecimento de água já em 2015. O estudo, feito pela ANA (Agência Nacional de Águas), mostrou ainda que são necessários investimentos de R$ 22,2 bilhões para evitar o risco de um colapso total, nesses municípios, até 2025. O Cariri já foi conhecido como uma região privilegiada em potencial hídrico. Irineu Pinheiro no seu clássico livro “O Cariri” assim se expressou: “Sua vegetação sempre verde e suas águas perenes contrastam singularmente com os sertões semiáridos que o circundam”. Escrito há sessenta anos, aquela frase do médico-historiador cratense não mais reflete a realidade do Cariri de hoje. A maioria das fontes do supedâneo da Chapada do Araripe secou por conta do desmatamento indiscriminado feito pelo homem. Nossos rios e riachos desapareceram e os que restam estão poluídos pelo lixo e esgotos neles jogados todos os dias. Nossas cidades incharam demograficamente e começam a enfrentar a escassez de água potável.

Para evitar a volta do banho de cuia
Em recente palestra feita no Teatro Municipal de Crato, o presidente da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), Francisco José Teixeira, deu conhecimento sobre um Plano de Monitoramento e Gestão dos Aquíferos da Bacia do Araripe. Segundo o presidente da Cogerh, uma das alternativas para a preservação do aquífero seria aproveitar as obras da transposição do Rio São Francisco. As quais andam em passo de tartaruga, mesmo depois de três governos comandados pelo PT, patrono dessa ideia. O plano para evitar o colapso no abastecimento de água seria a construção de um Canal Principal, o qual, partindo do município de Jati, margearia a Chapada do Araripe, no sentido Leste-Oeste, até atingir Nova Olinda. O canal passaria por 14 municípios e teria 158 km de extensão.

O risco é não sair do papel
O maior problema para a construção desse canal – correspondente à primeira etapa do plano de abastecimento de água para os municípios cearenses – é o preço da obra, pois o investimento consumiria em torno de R$ 600 milhões. Mesmo assim, o presidente da Cogerh acredita que é o projeto mais viável para evitar o colapso do abastecimento humano no Cariri, uma vez diminuiria a exploração da água do subsolo, como ocorre hoje. O reabastecimento da água do subsolo, segundo ele, é mais complicado, pois a infiltração da água no solo até atingir o lençol freático demora dezenas de anos. “Já com uma chuva forte, no outro dia os açudes, ao longo do canal, estariam abastecidos”, garantiu Francisco José Teixeira.

Disse tudo
Do monsenhor Pedro Barreto Celestino, vigário da Delegação da Prelazia do Opus Dei no Rio de Janeiro, recebi a seguinte mensagem: “Recebi e li, com muito gosto, o seu opúsculo sobre o Dr. Leandro Bezerra Monteiro. Que bela vida e, sobretudo, que belíssima velhice, dedicando-se – depois de ter-se ocupado de tantas tarefas – a ensinar o catecismo às crianças. Isto fala da simplicidade e da grandeza da alma do Dr. Leandro... e me enche de emulação. Eu também gostaria de morrer velho, para aprender a celebrar a Santa Missa, e celebrá-la cada dia com mais amor – como se fosse a primeira, como se fosse a última, como se fosse a única, como nos ensinou São Josemaria Escrivá – e, para até lá fazer todo o apostolado que eu possa”. Para quem não sabe, monsenhor Pedro Celestino nasceu em Juazeiro do Norte, filho do casal Antônio Corrêa Celestino-Lucélia Barreto Celestino. Além de títulos de graduação e pós-graduação, este sacerdote tem dois Doutorados: em Ciências da Educação (1967) e em Direito Canônico (1970) pela Universidade de Navarra, Espanha. Já publicou livros e escreve artigos para os jornais cariocas.

Captei vossa mensagem, amado guru
É pena! A presidente Dilma Rousseff se recusou a receber Shirin Ebadi – vencedora do Nobel da Paz de 2003 – prêmio conquistado pela iraniana por ser defensora dos direitos humanos na ditadura dos aiatolás. Entretanto, Dilma recebeu, toda sorridente, o falastrão, caloteiro e ditador da Venezuela, Hugo Chávez. A presidente, no início do seu governo, alimentou a esperança de que a política externa brasileira iria passar por mudanças. Ledo engano! Bastou a crise do enriquecimento ilícito do ex-ministro Palocci, (quando Dilma pediu socorro ao ex-presidente Lula para encontrar uma saída) e até sua política externa – que se afigurava promissora– teve um recuo de 180 graus, voltando aos padrões éticos do tempo do governo do “Cara”.

Curtas
1 –
Qual a melhor livraria de Crato? Disparadamente a Livraria Nobel, localizada no térreo do Palácio do Comércio – sede da Associação Comercial de Crato – na Rua Tristão Gonçalves, inaugurada há pouco mais de um mês.

2– Grupo empresarial Paulo Lustosa, está ultimando os preparativos para instalação de uma revendedora de carros da marca Peugeot em Juazeiro do Norte.

3 – A inauguração do Hiper Bom Preço – loja-âncora do futuro Shopping Juazeiro Open Mall – (ver maquete acima) deverá ocorrer no dia 18 de julho próximo, antes, portanto, da conclusão do novo centro de compras juazeirense. O segundo shopping center da Terra do Padre Cícero deverá estar funcionando plenamente até o início do próximo ano. Algumas lojas que confirmaram presença no Juazeiro Open Mall: Água de Cheiro, Telefônica Teem, Rinete, One Story, Unicard, Subway, Top Móveis, Normatel, dentre outras.

4 – Enquanto isso, as obras de ampliação do Cariri Shopping prosseguem em ritmo acelerado. A inauguração da nova etapa poderá ocorrer em abril do próximo ano. Algumas novidades pós-ampliação: o Mercadinho São Luís terá sua área duplicada e funcionará na parte de baixo, ora em construção, da atual praça de alimentação. No lugar do atual Mercadinho São Luís será instalada a Marisa, concorrente das futuras lojas C&A e Riachuelo. Foi confirmada, também, a instalação de uma loja da rede Mac Donald’s, no Cariri Shopping.

5 – Pouca gente sabe que o comércio formal gera mais empregos e mais arrecadação de impostos do que o setor industrial. E por falar no Cariri Shopping, será no próximo dia 27 o sorteio de um automóvel Uno zero km, por conta da campanha de vendas para o Dia dos Namorados. É a primeira vez que o Cariri Shopping sorteia um carro fora da campanha de Natal.

6 – Os bispos de Penedo (AL), dom Valério Breda; Caicó (RN), dom Delson Pedreira e de Bacabal (MA), dom Sebastião Bandeira estiveram em Crato – de terça à quinta-feira desta semana – participando de encontro dos Colégios Diocesanos do Nordeste.

7 Pense num caloteiro competente! Durante a administração Lula, foi assinada uma “parceria” com o ditador Hugo Chávez para construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. O falastrão venezuelano se comprometeu a entrar com 3 bilhões e 600 milhões de reais no empreendimento. Até hoje não se viu a cor do dinheiro do “companheiro” Chávez, o qual, na mesma época, aproveitando o “clima da parceria” e a basbaquice do governo brasileiro, contraiu um empréstimo de 4 bilhões de dólares – junto ao BNDES – para tocar obras... na Venezuela!

O Brasil, como sói acontecer, liberou até o último centavo o financiamento...

8 comentários:

  1. Parabéns, Armando, e caiu "matando" ( acertando ) logo na primeira notícia!

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Prezado Armando

    O péssimo estado de conservação da ExpoCrato,na sua entrada principal,já diz tudo em relação aos gestores, que só vislumbram faturamento do evento. O evento deveria ser chamdo ExpoPauí.
    Heladio

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Armando.
    A raposa por anda passa depena o galinheiro. Na Expocrato não vai sobrar nem bode,e o Crato está precisando de um basta nessa sujeirada toda.

    ResponderExcluir
  4. A EXPOCRATO é gerida pelo Governo do stado desde aquela transferência na época do Waltim. Resta saber como é que os Cratenses (O Governo do Crato ) pode por as mãos de volta no gerenciamento da Expocrato, cujos shows estão entregues a um grupo econômico.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  5. Foi boa, Armando, essa da unanimidade.
    Sou leitor de sua coluna. Grande serviço você presta semanalmente às letras, à história, à politica e à economia da Região e do Brasil, com seriedade, pitadas e alfianetadas - de leve - como diaria o imortal colunista Ibraim Sued.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Parabenizo tambem ao Armando, escreve bem e fala a verdade. O caloteiro Hugo Chaves (bufão ) veio dar uma fuerza à Palocci, outro protegido das forças da enganação, que infelizmente reina neste pais, mas falando aqui de nós, gostaria de dizer que,a transposição já era uma idéia de D.Pedro no império,o Lula só copiou, como inventou que fez o CASTANHAO, já a exposição tem que continuar carinhosamente SER CHAMADA DE EXPOSIÇÃO DO CRATO.

    ResponderExcluir
  7. João Leite Neto:
    Depois que dona Dilma demitiu Palocci, andam dizendo que o “bufão” Chávez não teria dito

    “fuerza, fuerza” (força, força...)

    e sim:

    “fuera, fuera” (fora, fora)

    rs,rs,rs,rs, rs,rs,rs,rs,

    Mas, como o Chávez é conhecido como “pé-frio”, tudo indica que ao invés de ajudar, ele deu foi um empurrão a mais na queda do Palocci.
    --- --- ---
    Em relação à transposição do Rio São Francisco, você tem completa razão: a ideia foi do Imperador Dom Pedro II. Encampada por Lula, a obra vem sendo construída há oito anos e meio, mas vem se arrastando em passo de cágado jabuti, igual à ferrovia Transnordestina.
    Já o Castanhão, o açude foi feito por FHC. O “Cara”, demagogicamente, só veio depois “inaugurar” o que já estava construído...

    ResponderExcluir
  8. OTIMAMENTE ÓTIMO, O AMIGO RAFAEL FALOU A PURA VERDADE.ENQUANTO O BUFAO CALOTEIRO(HUGO CHAVEZ) TOMA UMAS E OUTRAS COM O OUTRO MENTIROSO NUMERO HUM DO BRASIL(LULA), O POVO VAI FICANDO A MERÇÊ E A DEMOCRACIA DA AMERICA DO SUL TAI INDO PRO BREJO, QUE NÃO É BREJO SANTO,MAS PIOR QUE BOROGODÓ.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.