xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 18/10/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

18 outubro 2010

Chávez chega ao Irã para estreitar cooperação no setor energético


NE - Mas que eixo interessante. Recentemente, o presidente do Irã, Ahmadinejad fincou a colher no Líbano, ameaçando o estado Israelense. Daí agora vem o Hugo Chávez estreitar os laços com Teerã. Então, a coisa vai se firmando: Fidel Castro que amava Lula, que amava Chavez, que amava Ahmadinejad, que amava Kim Jong il. PERFECTO...

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chegou nesta terça-feira ao Irã para estreitar e ampliar as relações bilaterais, na sua nona visita ao país desde que chegou ao poder. O governante sul-americano foi recebido pelo ministro iraniano de Indústria e Minas, Ali Akbar Mehrabian, altos funcionários do governo iraniano e uma representação do corpo diplomático venezuelano credenciado em Teerã.

Chávez aterrissou no aeroporto de Mehrabad para uma visita de dois dias. Ele se reunirá amanhã com seu colega, Mahmoud Ahmadinejad, com quem nos últimos cinco anos cultivou uma estreita relação que ambos qualificam de "fraternal". Esta é a terceira viagem do presidente sul-americano a Teerã no último ano e meio, enquanto o líder iraniano visitou pela última vez Caracas em novembro de 2009. Durante este tempo, ambos os países assinaram mais de 200 memorandos de entendimento e acordos de cooperação em âmbitos como política, comércio, indústria militar, saúde, educação e mineração, lembraram fontes da embaixada Venezuelana em Teerã. Além disso, sublinharam que o volume de troca comercial entre os dois países superou os US$ 5 bilhões.

Neste sentido, Chávez se comprometeu na última visita a vender gasolina ao Irã, apesar das sanções previstas e depois impostas a Teerã pelo Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) devido às suspeitas levantadas por seu programa nuclear.

Notícia da folha.com - DA EFE, EM TEERÃ

ESTADÃO - PT vai gastar 191 milhões na campanha. Precisa de mais R$ 91 milhões para segundo turno -


Comentário - É muito altruísmo dos nossos políticos, gastar 190 milhões de reais só para trabalhar como funcionários do povo Brasileiro e não receber NADA em troca em 4 anos. Ô povo bom...

PT precisa de mais R$ 91 milhões para segundo turno. No primeiro turno, já foram arrecadados cerca de R$ 100 milhões e gastos R$ 95 milhões. A disputa no segundo turno das eleições presidenciais obrigou o PT a assumir uma despesa extra nos Estados que pode elevar o custo total da campanha de R$ 157 milhões para R$ 191 milhões. No primeiro turno, segundo o tesoureiro da campanha, José de Filippi Júnior, já foram arrecadados cerca de R$ 100 milhões e gastos R$ 95 milhões. O partido agora inicia novos contatos com potenciais doadores para arrecadar os R$ 91 milhões restantes para o segundo turno.

"Os gastos totais da campanha devem ficar em R$ 176 milhões para o comitê de Dilma e outros R$ 15 milhões para o de Michel Temer", explicou o tesoureiro. O PT estimava um gasto inicial para o segundo turno de até R$ 8 milhões nos Estados só para a disputa presidencial, mas o valor agora já foi revisto para R$ 25 milhões. É por conta desta diferença, segundo Filippi, que o montante global precisou ser reavaliado. Das doações arrecadadas no primeiro turno, de acordo com o tesoureiro, quase 60% foram utilizadas para gastos com a propaganda eleitoral em TV e rádio e com material de publicidade. No mês de setembro a campanha de Dilma fez um repasse à União de aproximadamente R$ 1 milhão para cobrir gastos com deslocamentos do presidente Lula para eventos da campanha.

O investimento maior do comitê financeiro será feito nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso. Segundo o tesoureiro, o PMDB passou a assumir mais atribuições no segundo turno, sobretudo nos Estados onde o partido é mais forte e organizado, como Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o que explica a elevação dos custos de campanha. A reestimativa do custo total da campanha de Dilma já foi feita formalmente ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Malu Delgado - Jornal O Estado de S. Paulo

Crato:Grande Final e Ganhadores do Festival da Canção Estudantil-Por Wilson Bernardo.

A noite simplesmente nos revelou,um resultado justo e por mi,já esperado,por conta do ecletismo dos concorrentes.Os vencedores,pois todos saíram ganhadores,pela oportunidade de se tornarem visíveis,ao universo magico da cultura cariri.E os vencedores seguiu a lógica dos trabalhos mais elaborados melodicamente e estéticos na feitura das tendências musicais peculiares,aos seus estilos,diferenciados e por conta disso,saímos todos vencedores.

Primeiro Lugar:Recado a uma Flor-Autor Esdra Paiva e interprete,Nara Fidelis

Ele sobrinho de Cleivan Paiva,e ela do Compositor Fidelis o que com certeza o sanguíneo falou bem mais alto.
Segundo Lugar:Baluarte Brasil-Autor e interprete Ana Paula Nogueira
Música bem brasileira,que teve a participação do congado do ponto de cultura do carrapato
Terceiro Lugar:Eu e Você-Autor Welton e Elania Alencar,interprete Elania Alencar
Melhor Interprete:Elania Alencar
Quarto Lugar:Não Foi Por Mal-Autor Pedro Sostene e interprete,Rangel Gomes
Uma bela surpresa vindo de Caririaçu,e que lotaram o Teatro,como se diz no litoral,invadiram a praia literalmente.
Quinto Lugar:Você Não Vai Voltar:Autor e interprete Thyálita Florentino
é esperar as próximas edições do festival que desde já,se consolida como um verdadeiro encontro de novos talentos,adormecidos em gavetas e fundo de garagens.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

O Sítio Fundão - Por Hildeberto AQUINO

Competente e oportuno trabalho do Pachelly ao registrar esse triste episódio.

Curiosamente, de ontem para hoje, sonhei com o Fundão sem ainda estar ciente do lamentável acontecimento, o que ocorreu somente hoje ao abrir o Blog do Crato. Havia tomado banho no rio Jaguaribe e talvez o subconsciente tenha me transportado e me presenteado com essa feliz recordação. O lugar, como ainda em minha memória, continuava paradisíaco, misterioso e enquanto descíamos em boias naquele canal do riacho Batateiras, gritávamos com medo de submergir naquele poção misterioso cujo fundo não me lembro de ter alcançado. Dizíamos “Tirar areia”, uma “impunhação”! Poucos ousavam, eu não! Sentíamos um frio na barriga só em pensar, embora saltássemos (de “ponta” ou em “mortais”) para dentro do mesmo do alto das lajes e dos galhos de árvores que o cobriam. Salvo engano uma ingazeira cujos frutos adocicados protegidos em vagens saboreávamos. Era uma turma boa e alegre, como sempre foi a turma do Parque. Fazíamos a festa quando em contato com a natureza tão bem e sabiamente explorada por nós. Raros os que tiveram ou terão esse privilégio! Do sonho lembro-me até quando descíamos caminhando em direção ao riacho, naquele caminho de roça, de uma pessoa só (carro não chegava), cercado de mata nativa, capins e fruteiras (antigamente).

Cá pra nós, quando eu jogava na Mega prometia a mim mesmo que se sorteado ainda compraria e tornaria uma reserva intocável todo aquele tesouro, para mim um dos maiores patrimônios histórico do Crato, juntamente com a Nascente e a nossa Serra. Um sonho pueril talvez, mas de “Garoto do Parque” que sempre fui e que acreditava torna-lo possível. Quem sabe um dia... O intuito era de preservá-lo eternamente abrindo-o ao público, mas somente àqueles que conscientes da sua importância pudessem usufruir e revitalizá-lo com zelo e alegria a cada visita. Ainda guardo com carinho fotos da nossa turma na casa do memorável “Seu Jeferson”. Uma aventura inesquecível a cada visita!

Lamento e não perdoo o descuro público para com o Fundão e a própria história do Crato. Se intencional o incêndio, denota o quanto o ser humano decaiu, perdeu os seus valores. Que agora, se não tardio, despertem e salvem o Fundão para mim que ainda voltarei a visita-lo, para os meus amigos de época e para as futuras gerações. A natureza é pródiga e haverá de restaurá-lo, com certeza! Estou triste, tentaram destruir parte da minha, da nossa infância!

Hildeberto AQUINO
Corretor e Articulista
Russas (CE)

Cariri e Centro-Sul - Plantão Policial das últimas 24 Horas - Por: J. Lopes


CRATO – CEARÁ:

Borracheiro executado com tiro na cabeça no bairro Batateiras.

Uma confusão generalizada durante bebedeira em bar resultou na morte a bala de um homem e lesões a faca em outros dois. O fato aconteceu por volta das 23h30min, deste sábado (16), no Bar do Pacato, de propriedade de Francenilton Bezerra da Silva, localizado na Avenida JPB de Menezes, 215, na Batateira. O borracheiro Edilson Fernandes Pereira, 53 anos, casado, que residia na Rua DH, no bairro Gizélia Pinheiro (Batateiras), em Crato foi executado com um disparo de arma de fogo na cabeça quando tentava retira do local seus filhos identificados apenas por Dadá e Ramon que estavam envolvidos no delito.

O servente José Filho da Silva, 35 anos, casado, residente na Travessa Boa Vista, 26, e o oleiro Ronaldo Pereira Nascimento, 22 anos, morador da Rua São Miguel, ambos no Bairro Batateira foram agredidos a golpes de faca, ação praticada, segundo informa a polícia, pelos filhos do borracheiro morto, os quais após o crime se evadiram tomando rumo ignorado. José Filho e Ronaldo Pereira foram socorridos por populares para o Hospital São Francisco em Crato.

As viaturas policiais militares RD 1236 composta pelos soldados Edvânio e Carlos Magno e a CP 16 comandada pelo sargento Da Silva, auxiliado pelos soldados Cordeiro e Barbosa diligenciaram em torno do fato, mas sem êxito nas prisões dos acusados. A polícia acrescenta que o autor do tiro que matou Edilson Fernandes não foi identificado até o presente momento.

Servente de pedreiro agredido com facada no peito esquerdo.

Na madrugada desde domingo (17) o servente pedreiro Rafael Martins, 23 anos, residente na Rua Saturnino Candeia, 261, no Bairro Alto da Penha, sofreu uma perfuração a faca na altura do peito esquerdo sendo socorrido por populares para o hospital São Francisco, em Crato., O crime aconteceu por volta das 02h04min, no Bairro Grangeiro. A patrulha policial militar CP 16 - sargento Da Silva e soldados Cordeiro e Barbosa diligenciou, mas não teve êxito na prisão do acusado que foi identificado pelo polícia, apenas por Samuel do Seminário.

Garota de 15 anos vítima de abuso sexual pelo tio e um primo da mesma.

De acordo com informações colhidas junto a polícia do Crato, por volta das 18h10min de na sexta-feira (15), policiais do Ronda do Quarteirão foram acionados para darem apoio a uma equipe do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente do Crato em uma ocorrência de violência sexual contra uma menor de idade, fato ocorrido na Travessa Juviniano Barreto, no Bairro Batateira.

A vítima foi garota de iniciais M.A.S.F. de 15 anos, que segundo a polícia, há mais de um ano vinha sendo forçada a manter relações sexuais com um tio e um primo da mesma, ato denunciado ao Conselho tutelar por populares. A vítima foi levada a delegacia de polícia civil local onde foi expedida guia para a realização de exame de corpo delito no Núcleo de pratica florense regional do Cariri em Juazeiro. Inquérito policial foi aberto na DP do Crato para apurar o crime.

Mulher presa acusada de violência doméstica.

O caso aconteceu na Rua José Pinheiro Teles, casa número 40, no bairro Vila Lobo em Crato, por volta do meio-dia e quarenta minutos de sábado. A doméstica Suerlânia Felismino de Souza, 29 anos, foi presa após agredir o aposentado José Evelino Correia, 54 anos, residente no mesmo endereço da acusada, local da agressão. Ambos foram conduzidas para os devidos procedimentos na 19ª DRPC.


JUAZEIRO DO NORTE – CEARÁ:

Jovem de 29 anos assassinado a bala no centro da cidade.

Um tiroteio ocorrido por volta das 16h, deste sábado em bar sem denominação localizado no cruzamento da Rua São Jorge com a Rua São Luiz, no centro Juazeiro de Norte resultou na morte de uma pessoa e lesões em outras duas. De acordo com o que foi apurado pela polícia, 04 (quatro) homens não identificados chegaram ao local portando armas de fogo, estando 02 (dois) em 01 (uma) motocicleta Honda Bros, de cor vermelha com prata, de placa não anotada e os demais em outra motocicleta de características não informadas, e efetuaram vários disparos de arma de fogo, atingindo 03 (três) que estavam no local para em seguida se evadirem tomando rumo ignorado.

As vítimas foram as pessoas de iniciais: R. DE S. R., 21 anos, residente no bairro Centro, de Juazeiro, lesionado de raspão na altura das costelas; M. S., 30 anos, residente no bairro Santa Tereza, alvejado de raspão nas nádegas; e L. F. F. DA S., 29 anos, que residia na no bairro Centro, de Juazeiro do Norte, atingido na altura do abdômen. As mesmas foram socorridas por populares para o Hospital Tasso Jereissati, vindo a terceira a ser transferida em estado grave para o Hospitalar Santo Inácio, onde morreu por volta das 19h30min de sábado.

De acordo com o boletim do 2º BPM enviado imprensa, foram encontradas no local da ocorrência por populares 02 (dois) cartuchos intactos de calibre ponto 40 e 09 (nove) deflagrados do mesmo calibre mais 06 (seis) deflagrados de calibre 38, que foram entregues a polícia. As viaturas de serviço da polícia militar diligenciaram na tentativa de identificar e prender os acusados, mas sem êxito. Ainda de conformidade com a polícia, em consulta ao SIP (Sistema de Informações Policiais) foi constatado não haver nada em desfavor das vítimas.

CARIRIAÇU – CEARÁ:

Homem de 25 anos assassinado a bala e faca.

Na manhã deste domingo, populares localizaram dentro do esgoto da Rua Domingos Borges entre as ruas Martiniano Elias da Silva e Antonio Gonçalo da Costa, próximo ao Colégio Raimundo Bezerra, no Conjunto Padre Vicente, em Caririaçu, o corpo do jovem de 25 anos, José M D Silva, que residia no Conjunto Padre Vicente. Testemunhas informaram a polícia que por volta das 03h00 da madrugada de ontem, foram ouvidos 03 (três) disparos de armas de fogo e logo após viram um homem não identificado, em uma moto próximo ao local.

A guarnição policial militar CP 2571 composta pelos soldados Sá, Marcos e Claudio estive no local isolando a área até a chegada do Perito criminal Antonio do Núcleo de Pratica Forense Regional do Cariri que após os exames preliminares constatou que na vítima foi morta por uma facada na altura do pescoço e dois tiros na região auricular, ambos no lado direito, realizando o translado para o PEFOCE para os procedimentos pertinentes.

BARBALHA – CEARÁ;

Jovem de 21 anos agredido no pescoço com gargalho de garrafa.

O crime ocorreu por volta das 17h00min, na Rua Antônio Gondim de Sá Barreto, bairro Alto da Alegria, em Barbalha. Segundo a polícia ao acusado trata-se da pessoa identificada como Everardo da Silva, 33 anos, residente no bairro Alto da Alegria, 123. A vítima I. M. A., 21 anos, foi socorrida por populares para o Hospital São Vicente de Barbalha. Foi apurado pela polícia que o acusado empreendeu fuga tomando um moto-táxi segundo destino ignorado. A composição do Destacamento militar local integrada pelo cabo Sávio e soldados Raniere e Adolfo, diligenciou no intuito de efetuar a prisão do acusado o que não foi possível.

Por: J. Lopes - Reporter policial do Blog do Crato e Jornal Chapada do Araripe OnLine
PROIBIDA A REPRODUÇÃO

Novo livro de Daniel Walker conta a história de Juazeiro a partir de “O Rebate”


A primeira homenagem ao centenário de Juazeiro do Norte parte de uma ação isolada do professor Daniel Walker, com uma produção independente e custeada pelo próprio autor. O livro tem sido um grande sucesso de crítica e vai ao encontro do que esperava a nova geração em saber detalhadamente a história e as histórias dos responsáveis pela emancipação política do município em 22 de julho de 1911.

O autor disse a reportagem de O Popular que a fonte para essa nova obra foi o Jornal O Rebate. “Eu sabia desde o começo que a história do Juazeiro estava muito bem contada no Jornal o Rebate. Como tenho acesso a todas as edições me empolguei lendo os textos, sobretudo os trabalhos publicados por Dr. Floro Bartolomeu e o Padre Alencar Peixoto, que foram realmente os dois baluartes da nossa independência e constatei ali uma grande fonte de pesquisa”. De posse do material Daniel optou por trabalhar de forma cronológica já que o objetivo inicial era atender uma demanda escolar. Para ele, mesmo tendo outras fontes seguras, “faltava algo fundamental que eram as causas que motivaram a independência de Juazeiro”. O apoio de prefeitos dos municípios de Missão Velha, Milagres, Aurora, Barro, Porteiras e Barbalha para o “Joaseiro” foi considerado fundamental para emancipação de Crato na época. O peso eleitoral em 1911 era enorme, 1/3 do eleitorado cearense.
Com esse norte, explica Daniel, “foi realizado um grande investimento em pesquisa que mostrou toda a trajetória da comissão que trabalhou a independência do Juazeiro, que foi um evento singular, sem igual no Brasil”. “Não foi um movimento religioso, mas teve a participação de dois padres: Alencar Peixoto e Cícero Romão Batista. Teve um jornal para documentar tudo para posterioridade, O Rebate, que acabou sendo o registro dos anais da independência e o terceiro caso foi que, o movimento começou com um grupo e terminou com outro. Esses 3 motivos fazem realmente a independência de Juazeiro uma história singular”, detalhou visivelmente entusiasmado.

Idealizador da independência

O livro aponta o Padre Cícero como ícone, mas o movimento de independência começou com o filho da terra Major Joaquim Bezerra de Menezes, grande idealizador. “Depois que o Major Joaquim afastou-se o baluarte foi o Pe. Alencar Peixoto, um tribuno, pena solta, de artigos virulentos, mas faltava o líder e este foi o Pe. Cícero”, explica o historiador. Segundo ainda o autor da obra da Independência de Juazeiro, a única figura capaz, na época, “de unir a população que estava dividida entre os adventícios (romeiros) e os filhos da terra era o Pe. Cícero”. Daniel acrescenta que “o Major Joaquim Bezerra representava o grupo local, os juazeirenses natos e o Pe. Cícero era um adventício, porém o único capaz de unir esses dois segmentos de nossa população”.

Daniel Walker lembrou o Padre Murilo de Sá Barreto ao dizer que “Juazeiro tem pouca geografia e muita história”. Sobre a veneração popular ao Pe. Cícero, o escritor afirmou que “Juazeiro do Norte é o grande milagre do Patriarca do Nordeste”.

Sem apoio

Não houve nenhum apoio financeiro específico para se editar o livro. Daniel Walker disse que o livro saiu relativamente fácil já que “abriu a bolsa e pagou”. “Esse livro não teve apoio de ninguém, paguei do próprio bolso, mas fiz com o maior prazer. O livro está com uma aceitação muito boa e já estamos partindo para impressão da segunda edição e pude constatar que está atingindo os objetivos que tracei inicialmente de fazer chegar às escolas, os professores trabalharem o assunto em sala de aula, a fim de que aumentemos a auto-estima dos juazeirenses a partir desta geração que está se formando e para que façamos do centenário uma festa grandiosa e impar na história”, concluiu.
Daniel Walker não para e já tem um projeto em parceria para breve com o também professor e historiador Renato Casimiro. Trata-se da confecção de um livro com a história fotográfica de Juazeiro desde sua origem até os dias atuais. A previsão do lançamento está para julho, durante os festejos de 100 anos do município.
Serviço
História da Independência de Juazeiro

Autor: Daniel Walker, juazeirense, professor aposentado da URCA, jornalista, pesquisador, escritor com vários livros publicados, entre os quais: Padre Cícero – A Sabedoria do Conselheiro do Sertão; O pensamento vivo do Padre Cícero; Juazeiro do Norte, Terra do Padre Cícero e Padre Cícero na Berlinda.

HB Editora 2010

196 páginas

Livraria Nobel – Cariri Shopping Center e livrarias do Centro de Juazeiro do Norte
R$ 20,00


Postada originalmente por Beto Fernandes no Blog de Juazeiro

Coluna Armando Rafael -- Notícias do Cariri

Sutil privatização

O Balneário do Caldas – um dos locais paradisíacos do Cariri – pertence à Prefeitura de Barbalha. Ou seja, é um bem público. Mas para entrar lá você tem que pagar. (veja preços na foto acima) A administração não dá abatimento para estudante, pois a metade de R$ 8,00 é R$ 4,00. Tem mais: idoso não tem acesso livre, embora seja direito adquirido em lei. Na realidade, o uso do Balneário do Caldas (foto abaixo) é feito através de sutil privatização. Em tempo: o atual prefeito de Barbalha, José Leite, é do Partido dos Trabalhadores–PT, agremiação partidária radicalmente contra qualquer privatização...




Fatec-Cariri
Quem informa é o professor Raimundo Granjeiro, diretor da Faculdade Tecnológica– Fatec, de Juazeiro do Norte: serão abertas no próximo dia 28 de outubro as inscrições do vestibular 2011 para os cursos superiores oferecidos naquela instituição de ensino superior. Na Fatec-Cariri (foto à esquerda) funcionam cursos de Manutenção Industrial, Irrigação e Drenagem, Saneamento Ambiental e Alimentos. Dos alunos recentemente formados, 80% já foram absorvidos pelo mercado de trabalho. As instalações da Fatec-Cariri (área total de 16.261 m², dos quais 4.022 m² de área construída) estão localizadas no bairro Triângulo Crajubar. Lá estudam 763 alunos.

O charme de Crato
Um fato que causa orgulho aos cratenses: o Centro de Expansão Dom Vicente Matos (localizado no bairro Granjeiro) - foto ao lado - passou a ser o preferido pelas dioceses nordestinas para seus encontros. Ultimamente por lá passaram – para participar de retiros espirituais – os bispos e padres das dioceses de Afogados da Ingazeira e Nazaré da Mata (ambas em Pernambuco ) e Cajazeiras (Paraíba). Tem mais: para os primeiros meses de 2011 o Centro de Expansão já foi reservado para encontros de padres de duas Arquidioceses: Recife e Teresina, bem como de duas dioceses (uma da Bahia e outra do Maranhão).

Patrimônio Histórico
A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte adotou uma medida certa. Através do decreto nº 425, de 13 de setembro último – publicado no Diário Oficial do Município, edição do dia 20 do citado mês – o governo municipal tombou como patrimônio histórico, cultural e artístico de Juazeiro do Norte, cinco imóveis residenciais localizados na Praça Padre Cícero. São eles: 1) Casa Grande da Família Bezerra foto ao lado- (lá os irmãos Adauto-Humberto-Ivan implantarão o Memorial da Família Bezerra de Menezes, marcando a participação privada no Centenário de Juazeiro), 2) a residência da ex-senadora Alacoque Bezerra, 3) a residência onde morou o coronel Humberto Bezerra, 4) a casa onde funciona a Farmácia dos Pobres e 5) a residência da Família Viana. Louve-se esta iniciativa, a qual contribuirá para preservar a memória da Terra do Padre Cícero.


Plano de Requalificação Urbana
No Brasil dos dias atuais uma cidade só obtém verbas ou financiamentos do Governo Federal se possuir um Plano de Requalificação Urbana–PRU. O que é isso? Trata-se, em síntese, de um amplo plano urbanístico que tem por objetivo planejar e orientar um conjunto de ações combinadas de conservação e de renovação dos espaços públicos e privados na área urbana. Na conurbação Crajubar a população que vive na cidade já ultrapassa a média nacional que é de 80%. (Juazeiro do Norte tem um índice um pouco maior, chega aos 98%). Com o PRU pode-se enfrentar de forma planejada a demanda por melhorias urbanas, que cresce em progressão geométrica, buscando-se soluções que contribuam para a melhoria da qualidade de vida e geração de emprego e renda.

Crato saiu na frente
Pois bem, na Região Metropolitana do Cariri o único município que já elaborou o seu Plano de Requalificação Urbana–PRU foi Crato. Este plano define a importância de alguns projetos estruturantes para a transformação de setores importantes, a partir de uma seleção de prioridades fundamentada em demandas sociais e econômicas. Tudo dentro de uma visão de futuro, que prevê a mais ampla participação da sociedade cratense na definição dessas prioridades. Alguma coisa já foi feita, a exemplo da restauração da antiga Estação Ferroviária (transformada em Centro Cultural do Araripe) e a urbanização do seu entorno, bem como o início da arborização da cidade com o plantio de árvores adultas. Nesta semana foi concluída a licitação para restauração das praças centrais de Crato, as quais, depois das obras, modificarão a visão urbanística à cidade.

Sarah Cabral
Muita gente acredita que as Câmaras de Vereadores só servem para dar nome às ruas. A de Crato nem isso vem fazendo com justiça. Além da gritante omissão por não ter denominado até hoje uma rua de Dom Vicente de Paulo Araújo Matos (o maior benfeitor da cidade, falecido há doze anos), os nobres vereadores também esqueceram o nome de uma pessoa que muito lutou pelo progresso de Crato: Maria Sarah Esmeraldo Cabral. Falecida recentemente, Sarah Cabral, contribuiu decisivamente na área educacional da Princesa do Cariri. A começar pela luta de reconhecimento da antiga Faculdade de Filosofia de Crato (que deu origem à Universidade Regional do Cariri) e da recém criada Faculdade Católica do Cariri. Professora da URCA, Sarah Cabral ali foi também pró-reitora, coordenadora do processo de reconhecimento daquela universidade junto ao MEC e presidente da Fundetec. Foi ainda membro do Conselho Estadual de Educação do Ceará e acadêmica do Instituto Cultual do Cariri. Todas as lutas coletivas que visaram o desenvolvimento de Crato contaram com a participação decisiva de Sarah Cabral. Até o momento nenhuma homenagem pública foi prestada a sua memória...

Curtas
*** Diálogo ouvido no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, após aterrissagem de um avião.
– Você viu? Mais de dez passageiros de aparência humilde, vestidos de camisetas simples, alguns de bermudão, desembarcaram neste vôo... A Dilma está certa! pobre agora anda de avião!
– Meu amigo, se você fosse daqui saberia que esta turma é do time do Icasa... ontem o time jogou em São Paulo...

*** O maior desafio do Plano de Requalificação Urbana de Crato será a transformação do local onde funciona atualmente o Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcanti em Parque Central do Crato, que seria o “coração verde” da cidade.

*** Que Região Metropolitana do Cariri que nada! O 3º Encontro Estadual de Jornalistas e Radialistas do Ceará, a ser promovido pela Associação Cearense de Jornalistas do Interior do Ceará (Aceji), no próximo dia 23, será realizado na pequenina cidade de Aiuaba, situada no limite dos Inhamuns com o Cariri, a 135 km de Crato.

*** Caiu 23% a previsão orçamentária de Juazeiro do Norte para o próximo ano. Em 2010 foi feita uma previsão de R$ 409 milhões. Deu no que deu. No próximo ano está previsto um orçamento de apenas R$ 315 milhões.

Cresce número de jovens no Brasil que não estudam nem trabalham


Nem estudando, nem trabalhando. Mais de dois em cada dez jovens brasileiros entre 18 e 20 anos se encontravam nessa espécie de limbo em 2009, à margem da crescente inclusão educacional e laboral registrada no país em anos recentes, informa reportagem de Érica Fraga para a Folha ( íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Essa geração "nem-nem" (tradução livre do termo ni-ni, "ni estudian ni trabajan", usado em espanhol) representa uma parcela crescente dos jovens de 18 a 20 anos. Eram 22,5% dessa faixa etária em 2001 e 24,1% em 2009 (o equivalente a 2,4 milhões de pessoas).

Nesse mesmo período, a taxa de desemprego no país recuou de 9,3% para 8,4%. Os dados são da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) e foram levantados pelo pesquisador Naercio Menezes Filho, do Centro de Políticas Públicas do Insper.

Segundo especialistas, essa tendência é resultado de várias causas. Entre elas, paradoxalmente, o maior aquecimento no mercado de trabalho --que tem acirrado a competição-- e o aumento significativo de transferências do governo para famílias de renda mais baixa.


Editoria de Arte/Folhapress

DEBATE DOS PRESIDENCIÁVEIS Oportunidade desperdiçada - Por Alberto Dines

Mais um debate desperdiçado. É o segundo do segundo turno. As mensagens de propaganda política nos intervalos dos blocos foram mais incisivas e contundentes, inclusive o comercial da Folha de S.Paulo, com forte conotação antitotalitária. Os candidatos continuam engessados pelos marqueteiros e pelas respectivas fragilidades programáticas. A questão ambiental sequer foi aflorada. Os vinte milhões de eleitores de Marina Silva mereciam uma palavra sobre o assunto.

O único dado positivo do debate Folha-Rede-TV! foi a eliminação da histeria religiosa. Acabou o Auto da Fé, o surto inquisitorial foi dominado. O Todo Poderoso só foi invocado uma vez e erroneamente: no lugar de acreditar na vitória "com a ajuda de Deus", saiu um "graças a Deus". Não é pecado: nosso compromisso laico não chegou a ficar ameaçado.

Casa limpa

Faltam ainda três encontros televisados e duas semanas de cobertura jornalística com um padrão que dificilmente alcançará o mínimo razoável a julgar pelo que se conseguiu apresentar até agora.

Nossa imprensa ainda não se deu conta e não tem a coragem de lembrar aos atuais governantes que têm apenas dois meses, sessenta dias, para varrer quaisquer resquícios de heranças malditas. O Brasil deve começar o novo mandato presidencial sem qualquer sombra ou ameaça na esfera da moralidade administrativa e do Estado de Direito.

A transição – em todos os níveis e independente das coligações vitoriosas – deve inspirar-se nos paradigmas de 2002, sem ressentimentos ou rancores, de modo a estabelecer uma coesão para enfrentar os graves desafios que os candidatos preferiram manter fora do alcance do eleitoral: a crise financeira internacional e o aquecimento global. A casa começa a ser varrida no dia 1º de novembro, o futuro está marcado para 1º de janeiro. Não há tempo a perder

Por: Alberto Dines

Polêmica do aborto faz bispos racharem

NE - Pronto. Troxeram a política pra dentro da Igreja !

A discussão da questão do aborto na campanha eleitoral, que está dividindo os católicos por causa do veto de alguns bispos à candidata petista Dilma Rousseff, provocou um racha no episcopado em nível nacional e deverá deixar sequelas na vida da Igreja, seja qual for o resultado do segundo turno, em 31 de outubro. A polêmica terá também reflexos na eleição para a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em maio do próximo ano, quando um grupo conservador, contrário à atual linha de diálogo, tentaria tomar o poder para adotar uma posição mais dura de oposição ao governo. Pelo menos, na hipótese de Dilma vir a ser a vencedora.

A confusão foi armada pelo apoio dado pela direção do Regional Sul 1, que reúne as 41 dioceses de São Paulo, em 26 de agosto, a uma nota intitulada Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras, da Comissão em Defesa da Vida, que recomendava aos eleitores que “independentemente de suas convicções ideológicas ou religiosas”, dessem seu voto “somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalização do aborto”.

O autor ou inspirador do texto foi o padre Berardo Graz, da diocese de Guarulhos, cujo bispo, d. Luiz Gonzaga Bergonzini, encampou o manifesto e citou, entre os vetados, o nome de Dilma. Passado o primeiro turno, d. Luiz Gonzaga reiterou sua posição, alegando que, embora a petista tenha feito uma profissão de fé em defesa da vida, não se podia acreditar nela. “Dilma, que se faz agora de santinha para dizer que é contra o aborto, já mudou de opinião três vezes.” Artigos e entrevistas de d. Luiz Gonzaga irritaram outros membros do episcopado paulista, principalmente porque grupos de católicos contrários ao aborto e à candidatura Dilma distribuíram milhares de cópias da nota do Regional Sul 1 de apoio ao manifesto da comissão coordenada pelo padre Berardo.

A distribuição do material em paróquias de outras dioceses, à revelia de seus bispos, pôs mais lenha na fogueira. O texto se multiplicou também em mensagens pela internet, espalhando-se por todo o País.

Agência Estado

MEU TIME PREDILETO - por Pedro Esmeraldo


Quando no tempo de criança, comecei a interessar-me pelo futebol e apreciar o time do Botafogo. Naquela época, havia no time um grande jogador, “Heleno de Freitas”. Devido às suas jogadas geniais, às vezes com intrepidez numa movimentação da bola, era um jogador versátil, técnico e impetuoso. Era um craque na acepção da palavra, não titubeava, era sóbrio, sem medo de enfrentar o adversário. Quanto tinha interesse de ouvir partida de futebol, ligava o rádio de meu pai, ouvia uma das narrações do locutor Antônio Cordeiro, das quais configuravam os times do Botafogo e Vasco, ou em outra ocasião ouvia a narração do Botafogo e Flamengo. Sempre deslumbrava com as perícias do craque Heleno fazendo gols, a maioria de cabeça. Nesses dois times, que considerava dois grandes fregueses do Botafogo.

A partir daí, fiquei um fiel torcedor desse time e passei a praticar esporte de pelada no terreiro de minha casa. Heleno era muito temperamental e por sua maneira intempestiva criava complicações raivosas em toda equipe futebolística. Por várias vezes, era expulso de campo por sua indisciplina. Heleno deixa o Botafogo e foi se alojar no Vasco da Gama. Tempos depois a gente tomou conhecimento do falecimento de Heleno, talvez tenha sido por forte complicação raivosa que acarretou o embaraço físico em sua saúde. Após a saída de Heleno, apareceram outros craques de renome no time do Botafogo, como a figura enciclopedista de Nilton Santos, a quem considero o maior jogador de defesa do Brasil de todos os tempos e outras figuras, como o endiabrado Garrincha, “o homem das pernas tortas”, que fazia miséria quando jogava com o Flamengo ou o Vasco, deixando todos com olhar pateta diante da platéia que freqüentava o Maracanã.

Nesta época o Botafogo tinha a melhor defesa do Brasil, constituída por Manga, Joel, Zé Maria e Nilton Santos, Arati e Bobe, e o ataque era contemplado com magistrais Garrincha, Didi, Paulinho Valentim, Quarentinha e Zagalo. Esse time era entorpecente e vibrador. Dificilmente, poderia rebater a vitória a não ser quando houvesse falha no comando do campo. Ainda me lembro das grandes desforras do Botafogo que passou, pois deixou um elo de paz de espírito e amor à arte futebolística. Com a velhice que aparecia nos jogadores, surgiam outros craques, como o goleiro Paulo Sérgio, Marinho, Carlos Roberto e os atacantes Jairzinho, Rogério e Paulo César Lima, esses craques representavam uma maior reserva moral do futebol brasileiro.

Bem, o time do Botafogo depois se arrefeceu, no decorrer dos anos, já que houve o destempero da diretoria passada, deixando o time acabrunhado e ultrapassado no futebol brasileiro. Todo botafoguense pede que o time melhore e venha equilibrar-se para dar muita alegria ao seu fiel torcedor.

Crato, 11 de outubro de 2010.

Texto de Pedro Esmeraldo

Bom Dia, Crato ! - Segunda-Feira, 18 de Outubro de 2010


Bom Dia, Crato!

Parabéns aos que conseguiram dormir em PAZ em Crato. A cidade inteira desde ontem, está coberta por uma núvem de fumaça, proveniente do lamentável incêndio no Sítio fundão, que o nosso colega fotógrafo Pachelly Jamacaru tão bem retratou na sua lente algumas postagens abaixo. Aliás, sobre esse incêndio, há muitas considerações a fazer. Sem dúvida, o principal fator é a falta de chuvas aqui no Cariri, desde maio. Segundo estatísticas da meteorologia, este ano de 2010 é o mais seco do Ceará em 26 anos. As temperaturas aqui no Crato têm batido recordes.

Durante o dia, à sombra, é comum termos 32 graus. Quem se aventura a sair ao sol do meio dia, é considerado um verdadeiro herói. A outra consideração sobre o incêndio é o próprio descaso para com o sítio fundão, que recentemente passou para as mãos do GOVERNO DO ESTADO. Parece até que tudo que se estatiza, piora em qualidade. Talvez se fosse a iniciativa privada a controlar o sítio fundão, bem aparelhada, teríamos lá guardas cuidando do ambiente, teríamos menos bandidos que utilizam o local para os malfeitos, e teríamos um local para a visitação pública, sem o perigo que aquela área representa hoje. A quem culpar pelo incêndio ? Culpar Deus pela falta de Chuva ? Culpar os vândalos, por não preservarem o local ? Ou culpar a nós mesmos, que não sabemos tomar conta de um patrimônio que deveria servir ao povo do Crato e foi parar na mão de gente incompetente para cuidar ? Pensem nisso!

Bom Dia, Crato!

Previsão do Tempo

A previsão do tempo é a pior possível! Sol com algumas núvens e não chove. Temperatura máxima de 30 graus e mínima de 20 ( deve ser na serra ), segundo fontes de meteorologia.

Dihelson Mendonça

ALMANAQUE - Dia 18 de outubro de 2010 - Por: Meirinha

ALMANAQUE

18 de outubro: Dia de São Lucas

* 1912 - Os reinos da Bulgária, Grécia e Sérvia formam uma aliança contra a Turquia na primeira guerra dos Bálcãs.
* 1944 - O major-general alemão Erwin Rommel é sepultado com as mais altas honrarias militares do III Reich.
* 1989 - Vaivem/Ônibus Espacial Atlantis lança Sonda Galileu com o objectivo de chegar a Júpiter.

Nasceram neste dia...

* 1405 - Papa Pio II (m. 1464).
* 1517 - Padre Manuel da Nóbrega (imagem), educador e religioso português (m. 1570).
* 1960 - Jean-Claude Van Damme, ator belga.

Morreram neste dia...

* 1570 - Padre Manuel da Nóbrega (na imagem), jesuíta missionário português (n. 1517).
* 1931 - Thomas Edison, inventor estadunidense (n. 1847).
* 1955 - José Ortega y Gasset, filósofo espanhol (n. 1883).

Fonte: Wikipedia

ARTE&CULTURA - Frederic Chopin - O Poeta do Piano


NE
- Ontem, 17 de Outubro, foi aniversário de Morte de um dos maiores gênios da Música. Um homem que com a sua sensibilidade, conseguiu transformar a história dessa arte de tal forma que até a música popular que se faz hoje, com sua estrutura e harmonia lhe deve uma boa parte do romantismo: Frederic Chopin

Frédéric Chopin (Żelazowa Wola, 1 de Março de 1810 — Paris, 17 de Outubro de 1849) foi um pianista polaco e compositor para piano da era romântica. É amplamente conhecido como um dos maiores compositores para piano e um dos pianistas mais importantes da história. Sua técnica refinada e sua elaboração harmônica vêm sendo comparadas historicamente com as de outros gênios da música, como Mozart e Beethoven, assim como sua duradoura influência na música até os dias de hoje.

Preâmbulo

Fryderyk Franciszek Chopin ou Szopen (nome em polaco, em francês Frédéric François Chopin (AFI: /ʃɔpɛ̃/) nasceu na aldeia de Żelazowa Wola, Ducado de Varsóvia, filho de mãe polonesa e pai francês-expatriado. Aclamado em sua terra natal como uma criança prodígio, aos vinte anos Chopin deixou a Polônia para sempre. Em Paris, fez carreira como intérprete, professor e compositor, e adotou a versão francesa dada a seus nomes, Frédéric-François.[carece de fontes?] De 1837 a 1847 teve uma relação turbulenta com a escritora francesa George Sand (pseudônimo de Amantine Aurore Lucile Dupin). Sempre com a saúde frágil, morreu em Paris aos 39 anos, vítima de tuberculose. Toda a obra existente de Chopin inclui o piano assumindo algum papel (predominantemente como um instrumento solo), e suas composições são amplamente consideradas como repertório essencial para este instrumento. Na maioria das vezes sua música é tecnicamente exigente, mas seu estilo, no geral, enfatiza mais a nuança e a profundidade expressiva do que o virtuosismo técnico.

Ele inovou com novas formas musicais, como a balada, e introduziu significantes inovações nas formas existentes, como a piano sonata, a valsa, o noturno, o estudo, o improviso e o prelúdio. Alguns citam suas obras como "os principais pilares" do romantismo na música erudita do século XIX. Além disso, Chopin mostrou-se nacionalista mesclando sua música com elementos eslavos; hoje suas mazurcas e polonesas são fundamentais para a música clássica nacional polonesa.

Vida
Infância

Chopin nasceu em Żelazowa Wola, uma aldeia próxima a Sochaczew, na região de Mazóvia, que faz parte do Ducado de Varsóvia. Era filho de Mikołaj (Nicolas) Chopin (1771-1844), um francês de descendência polonesa distante, proveniente de Lorena, que adotou a Polônia como sua terra natal após imigrar em 1787. Nicolas casou-se com a pianista Tekla Justyna Krzyżanowska (1782-1868), uma mulher de família aristocrata, porém empobrecida. De acordo com a família do compositor, Chopin nasceu em 1 de Março de 1810. Não há certidão de nascimento conhecida. Foi batizado no dia 23 de Abril do mesmo ano, na paróquia de Brochów, perto de Sochaczew, cerca de oito semanas após o seu nascimento, embora o seu certificado de batismo liste a sua data de nascimento como sendo em 22 de Fevereiro de 1810, o que provavelmente foi um erro por parte do padre. Seus pais tiveram outros três filhos: Ludwika (em polonês: "Louise", 1807-?), Izabella (1811-?) e Emilia (1812-1827). Frédéric foi seu segundo filho, e o único homem.

Em Outubro de 1810, quando Frédéric tinha sete meses de idade, sua família mudou-se para Varsóvia, onde seu pai assumiu a posição de professor de língua e literatura francesa, em uma escola situada no Palácio Saxão. Sua família morou nas imediações do palácio. Entre 1817 a 1827, a família de Chopin morou nesta construção da Universidade de Varsóvia, agora decorada com o perfil de Fryderyk (ao centro), ao lado do Palácio Kazimierz. Em 1817, seu pai tornou-se professor de francês no Liceu de Varsóvia, situado no Palácio Kazimierz, da Universidade de Varsóvia. Sua família viveu em um espaçoso apartamento no segundo piso de uma construção vizinha. Entre 1823 e 1826 o próprio Fryderyk freqüentou o Liceu de Varsóvia. A família — incluindo seu pai, professor de francês — falava polonês em casa. Chopin cresceu culturalmente no polonês e nunca atingiu igual domínio da língua francesa. Foi em Varsóvia que, no final de sua vida, ele literalmente deixou seu coração.

Durante seus anos de escola, há rumores de que Chopin foi um talentoso retratista e mordaz escritor de cartas. Um professor ficou alegremente surpreso em saber que Chopin desenhou um magnífico retrato seu durante a aula. Durante suas férias no interior, em que se familiarizou com as melodias folk — as quais ele, mais tarde, refinaria em suas composições musicais — Chopin escreveu cartas para casa parodiando o jornal de Varsóvia. Em 1827, sua família mudou-se para os aposentos do Palácio Krasiński, hoje a Academia de Belas Artes (Akademia Sztuk Pięknych w Warszawie), na rua Krakowskie Przedmieście, número 5. Chopin morou ali até deixar Varsóvia, em 1830. Assim, a partir dos sete meses de idade até sua partida de Varsóvia e da Polônia, com vinte anos, Chopin sempre viveu com sua família ou em um palácio ou em seus arredores.
Retrato de Chopin, por Ary Scheffer.

O jovem Chopin recebeu suas primeiras aulas de piano de sua irmã mais velha, Ludwika, e foi posteriormente ensinado por sua mãe. Seu talento musical logo apareceu, ganhando em Varsóvia a reputação de "segundo Mozart". Aos sete anos ele já era autor de duas polonesas (sol menor e si bemol maior); a primeira foi publicada no ateliê de gravuras do Padre Cybulski, diretor uma escola de organistas e um dos poucos editores musicais da Polônia. O prodígio foi destacado nos jornais de Varsóvia, e o "pequeno Chopin" tornou-se uma atração nos salões da aristocracia da capital. Ele também começou a dar concertos públicos para a caridade. Diz-se que uma vez lhe foi perguntado sobre o que pensava que a platéia mais gostava nele; o garoto de sete anos de idade replicou: "a gola da minha camisa". Ele apareceu pela primeira vez em público como pianista aos oito anos de idade.

Chopin recebeu suas primeiras aulas de piano profissionais, entre 1816 a 1822, por Wojciech Żywny. Mais tarde Chopin falou muito bem de Żywny, embora as habilidades do rapaz logo ultrapassariam as de seu professor. O desenvolvimento posterior do talento de Chopin foi supervisionado por Wilhelm Würfel. Esse renomado pianista, um professor do Conservatório de Varsóvia, deu a Chopin lições irregulares, embora valiosas, de como tocar órgão, e, possivelmente, também piano. No outono de 1826, Chopin começou a estudar teoria musical, baixo cifrado e composição musical com o compositor Józef Elsner, do Conservatório de Varsóvia, que era afiliada à Universidade de Varsóvia (por isso Chopin é contado entre os ex-alunos notáveis da universidade). O contato de Chopin com Elsner pode datar do início de 1822 e é certo que Elsner foi dando orientação informal a Chopin, em 1823. Chopin completou três anos de curso, no conservatório, em 1829. Naquele ano, em Varsóvia, Chopin ouviu Niccolò Paganini tocar e conheceu também o compositor e pianista alemão Johann Nepomuk Hummel. Também em 1829, Chopin conheceu seu primeiro amor, uma estudante de canto chamada Konstancja Gładkowska. Em agosto de 1829, três semanas depois de sair do Conservatório de Varsóvia, Chopin fez uma brilhante estréia, em Viena. Ele fez duas apresentações de piano e recebeu muitas opiniões e comentários favoráveis, juntamente com outros que criticaram o baixo tom que ele produziu com o piano. Em dezembro de 1829, no Merchant's Club de Varsóvia, ele realizou a première do seu Concerto para piano em fá menor. Em 17 de março de 1830, no Teatro Nacional de Varsóvia, ele fez a primeira apresentação de seu outro concerto para piano, em mi menor.

Em 2 de novembro de 1830, Chopin deixou Varsóvia para dar concertos na Europa Ocidental. Ele nunca retornou à Polônia. Ao fim do mês, eclodiu o Levante de Novembro e sua companhia de viagem Titus Woyciechowski voltou para casa para participar. Chopin permaneceu em Viena, em certa ansiedade pelos seus entes queridos. Então, visitou Munique e Stuttgart (onde ele teve conhecimento da ocupação da Polônia pelo exército do Império Russo) e em setembro de 1831 chegou a Paris. Ele já tinha produzido um portfólio de importantes composições, incluindo seus dois concertos para piano e alguns de seus estudos Op. 10.

Paris


Em Paris, Chopin foi saudado pelos eminentes exilados poloneses, incluindo o Príncipe Adam Jerzy Czartoryski, que morava no Hotel Lambert, e por artistas destacados como Heinrich Heine, Alfred de Vigny e Eugène Delacroix. Ele foi apresentado a alguns dos principais pianistas da época, incluindo Friedrich Kalkbrenner, Ferdinand Hiller e Franz Liszt, e formou amizades pessoais com os compositores Hector Berlioz, Felix Mendelssohn, Charles-Valentin Alkan e Vincenzo Bellini (ao lado de quem ele está enterrado no cemitério Père Lachaise). A música de Chopin já era admirada por muitos de seus compositores contemporâneos, incluindo Robert Schumann que, em sua revisão da Variações na "La ci darem la mano" (da ópera de Mozart Don Giovanni), Op. 2, escreveu: "Chapéus ao alto, cavalheiros! Um gênio." Durante seus anos em Paris, Chopin participou de vários concertos. As programações fornecem uma idéia da riqueza da vida artística parisiense durante esse período, como o concerto de 23 de março de 1833, em que Chopin, Liszt e Hiller tocaram trechos solos em uma execução de um concerto de Bach para três clavicórdios, e o concerto de 3 de março de 1838, quando Chopin, Alkan, seu professor, Pierre Joseph Zimmerman, e o aluno de Chopin, Adolphe Gutman, tocaram o arranjo a oito mãos de Alkan para a Sinfonia nº 7 de Beethoven. Ele também participou na composição do Hexameron (1837) — a sexta (e última) variação do tema de Bellini é de Chopin.

Um ilustre pianista amador inglês descreveu sua impressão de Chopin no salão:

“ Imagine um homem de grandíssimo refinamento no modo de ser e de se portar, sentado ao piano e tocando sem qualquer movimento do corpo e raramente algum movimento dos braços, dependendo inteiramente de suas cuidadosas mãos femininas e seus dedos finos. Os amplos arpejos de sua mão esquerda, mantidos em um fluxo contínuo de tom por um legato preciso e fino e o constante uso do pedal de sustain, formavam uma subestrutura harmoniosa, de uma maravilhosa cantabile poética. Sua delicada dinâmica musical, as modificações constantes na troca de tom e tempo (tempo rubato) são de efeito indescritível. Mesmo nas passagens mais enérgicas ele praticamente nunca ultrapassou um mero mezzo-forte. ”

Em Paris, Chopin fez várias visitas e passeios. Em 1834, com Hiller, visitou um Festival Musical Rhenish em Aachen, organizado por Ferdinand Ries. Lá, Chopin e Hiller se encontraram com Mendelssohn, e os três passaram a visitar Düsseldorf, Koblenz e Colônia, usufruindo da companhia uns dos outros e tocando e aprendendo música juntos. Em 1835, Chopin organizou um encontro de sua família em Karlsbad. Lá ele conheceu o Conde Franz von Thun-Hohenstein, cujas filhas Chopin havia ensinado em Paris. O conde convidou Chopin e seus pais para ficarem em seu castelo familiar no Elba, Děčín. Depois os pais de Chopin voltaram a Varsóvia; ele nunca os veria novamente. Voltou a Paris passando por Dresden, onde permaneceu algumas semanas, e, depois, por Leipzig, onde se encontrou com Mendelssohn, Schurmann e Clara Wieck. Na viagem de volta, ele teve um ataque brônquico tão grave que alguns jornais poloneses informaram que ele havia morrido. Em 1836, Chopin tornou-se noivo de uma jovem polonesa de dezessete anos, Maria Wodzińska, cuja mãe insistiu para que o compromisso fosse mantido em segredo. No ano seguinte, o noivado foi cancelado por sua família.

George Sand

Em 1836, em uma festa organizada pela condessa Marie de Agoult, amante do compositor Franz Liszt, Chopin conheceu Amandine-Aurore-Lucile Dupin, baronesa Dudevant, mais conhecida por seu pseudônimo, George Sand. Ela foi uma escritora romântica francesa, conhecida por seus inúmeros casos amorosos com Prosper Mérimée, Alfred de Musset (1833-1834), seu secretário Alexandre Manceau (1849–1865) e outros, possivelmente incluindo a atriz Marie Dorval. Chopin inicialmente não encontrou atrativos nela. "Algo sobre ela me repele", disse ele a sua família. Sand, entretanto, em uma carta datada de junho de 1837 a seu amigo o conde Wojciech Grzymała, discutiu sobre o que fazer para libertar Chopin de sua namorada Maria Wodzińska ou para abandonar outro caso, a fim de começar um relacionamento com Chopin. Sand tinha grandes sentimentos por Chopin e o persuadiu até começar um relacionamento. Um notável episódio, no período em que estiveram juntos, foi um turbulento inverno em Maiorca (1838-1839), onde tiveram problemas para encontrar acomodação e acabaram se alojando no cênico, mas frio mosteiro de Valldemossa. Chopin também teve problemas com seu piano enviado por Ignaz Pleyel. Ele chegou de Paris depois de um grande atraso e foi retido pela alfândega espanhola, o que resultou em um grande imposto de importação. Ele pôde usá-lo por pouco mais de três semanas; no resto do tempo teve que compor em um piano alugado para completar seus prelúdios (Op. 28). Durante o inverno, o mau tempo teve um sério efeito sobre a saúde de Chopin e sua doença pulmonar crônica que, para salvar sua vida, ele, George Sand e seus dois filhos foram obrigados a retornar à Espanha continental, chegando a Barcelona, e depois a Marselha, onde permaneceram alguns meses, até ele recuperar-se. Embora sua saúde tenha melhorado, Chopin nunca se recuperou totalmente desse ataque. Queixou-se da incompetência dos médicos em Mallorca: "o primeiro disse que eu iria morrer; o segundo, que eu tinha um último suspiro; e o terceiro, que eu já estava morto".

Chopin passou o verão de 1839 até 1843 na propriedade de Sand, em Nohant. Esses foram tranqüilos, mas produtivos dias, durante os quais Chopin compôs muitos trabalhos. Entre eles está a Polonesa em lá bemol maior, Op. 53 "Heróica", uma de suas mais famosas peças. Na volta a Paris, em 1839, ele conheceu o pianista e compositor Ignaz Moscheles. Em 1845, com uma maior deterioração da saúde de Chopin, um grave problema surgiu em sua relação com George Sand, que azedou em 1846 por problemas envolvendo a filha de Sand, Solange, e o jovem escultor Jean Baptiste Auguste Clesinge. Este foi o ano em que Sand publicou Lucrezia Floriani, cujos principais personagens (uma rica atriz e um príncipe de saúde frágil) podem ser interpretados como sendo Sand e Chopin. Em 1847, os problemas familiares finalmente puseram fim às relações entre Sand e Chopin que duraram 10 anos, desde 1837.

Morte

Em 1848, Chopin deu seu último concerto em Paris, além de visitar a Inglaterra e a Escócia com sua aluna e admiradora Jane Stirling. Eles chegaram a Londres em novembro, e, embora tenha conseguido dar alguns concertos e apresentações de salão. Ele voltou a Paris, onde em 1849 tornou-se incapaz de ensinar e se apresentar. Sua irmã, Ludwika, que tinha dado a ele as primeiras lições de piano, cuidou dele em seu apartamento na Praça Vendôme, nº 12. Nas primeiras horas de 17 de outubro Chopin morreu. Até 2008 acreditou-se que morreu de tuberculose, estudos de Wojciech Cichy, da Faculdade de Medicina da Universidade de Poznan atribuíram a sua morte a uma fibrose cística. Depois do amanhecer, Clesinger fez sua máscara da morte e os moldes de suas mãos.

Antes do funeral de Chopin, de acordo com seu desejo ao morrer, seu coração foi retirado devido a seu medo de ser enterrado vivo. Ele foi posto por sua irmã em uma urna de cristal selada, com Cognac, destinada a Varsóvia. O coração permanece até hoje lacrado dentro de um pilar da Igreja da Santa Cruz (Kościół Świętego Krzyża) em Krakowskie Przedmieście, debaixo de uma inscrição do Evangelho de Mateus, 6:21: "onde seu tesouro está, estará também seu coração". Curiosamente, seria salvo da destruição de Varsóvia pelos nazis, em 1944, pelo general das SS, Erich von dem Bach-Zelewski. Chopin havia pedido que o Réquiem de Mozart fosse tocado em seu funeral. Os principais trechos do Réquiem foram compostos para cantoras, mas a Igreja de Madeleine nunca havia permitido cantoras em seu coro. O funeral foi atrasado em quase duas semanas até que a igreja aceitou, contanto que as cantoras ficassem atrás de uma cortina de veludo preto. O funeral foi realizado em 30 de outubro, onde compareceram cerca de três mil pessoas. Os solistas no Réquiem incluíam o baixo Luigi Lablache, que tinha cantado o mesmo trabalho no funeral de Beethoven e que também tinha cantado no funeral de Vincenzo Bellini. Também foram tocados dois prelúdios de Chopin, o nº4 em mi menor e o nº6 em si menor.

Chopin foi enterrado, de acordo com seu desejo, no Cemitério Père Lachaise. Junto ao túmulo, a Marcha Funeral da Sonata Op. 35 foi tocada, em instrumentação de Napoléon Henri Reber. Depois, alguns de seus amigos poloneses foram a Paris, com um jarro de terra proveniente de sua terra natal, e a espalharam por seu túmulo, para que Chopin se mantivesse em solo polonês. Sua sepultura atrai numerosos visitantes e é invariavelmente enfeitado com flores, mesmo na calada do inverno.

Fonte: Wikipedia

Dep. Ely Aguiar se encontra com José Maria Eymael em São Paulo


O deputado cratense Ely Aguiar, reeleito para mais um mandato, está mesmo prestigiado pela direção nacional do seu partido, o PSDC. Ely Aguiar foi até São Paulo onde teve encontro com o presidente nacional do PSDC, Deputado Federal Constituinte dr. José Maria Eymael, que disputou a Presidência da República Ely Aguiar foi informado que teve seu nome escolhido para ser o Presidente do PSDC no Estado do Ceará. A missão do nosso deputado é estruturar o partido para as eleições municipais e fazer o partido crescer no ambito do Estado do Ceará. Na foto o deputado Ely Aguiar com o Presidente Eymael.

Enviado por Ely Aguiar

CRATO - Notícias do Dia 18 de Outubro de 2010


Prefeitura do Crato incentiva população a responder o Censo do IBGE 2010

O Crato precisa obter avanços, e com isso é importantes que os dados do município sejam repassados pela população. Será concluído no dia 31 deste mês o censo IBGE 2010, no Brasil, e o município cratense é uma das importantes cidades do estado, que precisa ter os dados coletados de toda a população, que vêm sendo colhidos pelos recenseadores. A Prefeitura Municipal do Crato reforça, para todos os cratenses, a importância de receber bem em seu domicílio o recenseador e responder o questionário aplicado. Esses dados são de grande importância nos próximos anos para a definição de projetos para o município, que possam beneficiar a população. Para isso, é imprescindível que cada munícipe colabore. Receba bem o recenseador em sua residência e facilite o trabalho para o bem de todos. Para quem ainda não recebeu o recenseador em sua residência, poderá informar e solicitar pelo Telefone: 0800-721-8181.

Encontro enfatiza importância do protagonismo juvenil nas ações de saúde


A Secretaria de Saúde do Crato realizou nos últimos dias 13 e 14, no município, encontro com os representantes de escolas da rede municipal e estadual, Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e Programa de Saúde da Família. O evento teve a finalidade de monitorar e planejar ações do Programa de Saúde e Prevenção nas escolas. A meta é dar ênfase ao protagonismo juvenil, na abordagem da prevenção às Doenças Sexualmente Trasmissíveis e Aids.

Crato conscientiza sobre preservação do patrimônio

O município do Crato, por meio da Secretaria de Administração, dará continuidade ao curso para a preservação do patrimônio público, em parceria com instituições com Tiro de Guerra, Corpo de Bombeiros e Departamento Municipal de Trânsito (Demutran). O intuito, além de qualificar o servidor público, é fazer com ele se torne um multiplicador da importância no zelo do patrimônio. O Secretário de Administração, Christiano Siebra, afirma que várias categorias profissionais vão passar por esse treinamento, a exemplo dos coordenadores de saúde e das unidades de ensino. As aulas vão desde noções de meio ambiente ao aspecto teórico e visitas aos espaços públicos, para verificar ‘in loco’ como pode ser feita uma abordagem ao cidadão, manutenção dos espaços bem conservados e dos equipamentos públicos. Recentemente passaram pela qualificação 32 integrantes da Guarda Municipal do Crato.

Com informações da ASCOM - PMC
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Candidatos decepcionam estudantes


Na opinião de quem vota pela primeira vez, Dilma e Serra esqueceram temas relevantes para os jovens.

SÃO PAULO - Há um tom de desalento mesmo entre os jovens que gostam de política e acompanham a campanha atentamente. O diálogo entre os presidenciáveis não inspira esses garotos e garotas, que o consideram agressivo e superficial. Seis estudantes em idade de votar pela primeira vez para presidente, dos colégios Vera Cruz e Augusto Laranja, assistiram ao debate de ontem à noite no Estado e compartilharam suas impressões. Antes mesmo de o encontro começar, Júlia Araújo, de 17 anos, já lamentava: "Dilma e Serra não discutem quem é o melhor para o Brasil, mas quem é o menos pior". Quando o debate entrou no ar e os candidatos começaram a despejar seus dados e realizações, Alessandro Bigoni, de 18 anos, se irritou. "Eu não consegui anotar e absorver esses números. Não tenho como saber se é verdade."

Ao fim do primeiro bloco, o saldo de temas de interesse para esses jovens era baixo. Apenas Paula Queiroz, que quer estudar pedagogia, se empolgou com a discussão sobre ensino profissionalizante. "É um tema importante, sim, mesmo que a gente não vá fazer esse tipo de curso." O tema privatização, levantado por Dilma, foi visto por André Alencar, 17, como uma desculpa para não discutir a educação mais profundamente. "Eles ficam nas minúcias, não entram no plano maior", reclamou. Fillipe Mauro, 17, ironiza uma resposta de Serra: "Parece que, no Brasil, a política se resume a privatização e ao apoio do Collor".

Quando os candidatos fugiram das perguntas e voltaram a questões anteriores, Beatriz Martin, 17, suspirou. "Eles não se ouvem, não prestam atenção e não aproveitam nada do que o outro fala." Júlia complementou, afirmando que o diálogo entre os políticos atualmente não deixa espaço para nenhuma concessão, nenhum acordo. A avaliação geral, lá pela metade do debate, era de que Dilma e Serra estavam falando sozinhos, seguindo somente suas próprias pautas. "Se eu estivesse em casa, certamente já teria dormido", disse Paula.

Em termos individuais, Fillipe detectou em Dilma Rousseff uma fala claramente dirigida ao Sudeste. "Ela precisa conquistar os votos aqui e está trabalhando para isso." Como ponto negativo, Júlia considerou que Dilma se repetiu muito no tema da privatização e que isso pode até fazer um efeito no eleitorado, "mas fica chato". Do lado positivo, Beatriz notou que, pela primeira vez, viu Dilma admitir um erro no governo Lula e prometer corrigi-lo. O bloco em que jornalistas fizeram perguntas foi o mais elogiado pelos jovens. Mas eles avaliaram que Serra se saiu mal na resposta sobre o caso Paulo Preto. "Ele soou ingênuo e falso ao se fazer vítima", analisou Júlia. "E não foi elucidativo", acrescentou Fillipe. Por outro lado, Serra foi bem avaliado em sua fala sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). "Ele conseguiu elogiar o governo Lula e, ao mesmo tempo, fazer propostas interessantes de reforma da prova", disse André.

Considerações finais. No final do debate, os seis convidados concordaram que o confronto não foi definitivo e não mudou seu voto. No caso de Júlia, que votou em Marina Silva (PV) no primeiro turno e está indecisa agora, a decepção foi ainda maior. "Me senti rejeitada, ninguém tratou de meio ambiente. E, como jovem, fiquei decepcionada por eles não terem falado de tecnologia."

Fillipe estava mais otimista: "Comparando com outros debates, eles estão mais articulados". Paula consentiu, ao considerar que em alguns momentos ambos admitiram qualidades nos projetos do outro. A opinião de Beatriz foi mais racional. "No conteúdo, eles são muito parecidos. Só que o Serra fala melhor do que a Dilma." Alessandro achou Serra "mais suave" em suas reações, mas acredita que os ataques de Dilma foram assertivos. André considera a petista melhor, por valorizar os mais pobres. "Mas fico feliz que os dois tenham um discurso que prioriza o desenvolvimento do Brasil."

Flávia Tavares, de O Estado de S. Paulo

Aviões do Iêmen atacam Al Qaeda no sul depois de emboscada Aviões do Iêmen atacam Al Qaeda no sul depois de emboscada


Aviões atacaram posições da Al Qaeda no sul do Iêmen no domingo, disse um membro do governo, depois que militantes fizeram uma emboscada contra um grupo de tanques, matando quatro soldados. Três homens suspeitos de serem membros da Al Qaeda também foram mortos no confronto no distrito de Mudiyah, na província de Abyan, na costa do Mar Arábico, onde o Exército vem enfrentando militantes em meses recentes, disse ele. Um homem foi morto e duas mulheres e uma criança ficaram feridas durante o ataque aéreo, disse uma autoridade local.

No sábado, um carro-bomba feriu um alto funcionário de inteligência e seu assistente em Abyan, informou uma fonte de segurança, e um site do governo disse que dois militantes morreram em um fracassado atentado suicida com um carro, numa patrulha de segurança em Mudiyah. O chefe de polícia de Mudiyah foi morto em um ataque contra a Al Qaeda na semana passada e o governador da província sobreviveu a uma tentativa de assassinato.

Em outros conflitos em Abyan no domingo, um ataque de artilharia pelo Exército matou uma pessoa e feriu três de seus parentes, disse um site de notícias da oposição. O incidente não pôde ser verificado por fontes independentes. O Iêmen está tentando controlar uma ala de rebeldes da Al Qaeda que aumentou seus ataques contra alvos ocidentais e regionais no Estado da Península Arábica, vizinho do gigante do petróleo Arábia Saudita. O país também está tentando cumprir uma trégua com os rebeldes xiitas pelo fim da guerra civil no norte que começou em 2004, além de pôr um fim à rebelião separatista no sul.

A Al Qaeda da Península Arábica, uma ala da Al Qaeda que inclui iemenitas e sauditas, aumentou o número de atentados contra alvos iemenitas e ocidentais desde que reivindicou um ataque frustrado contra um avião bombardeiro norte-americano em dezembro.

O governo do presidente Ali Abdullah Saleh está sob pressão desde então para enfrentar a Al Qaeda mais vigorosamente, com ajuda dos Estados Unidos. O Iêmen nega que forças dos EUA estejam envolvidas diretamente na campanha. A França orientou que os cônjuges e filhos de seus cidadãos morando na região saiam do país, depois de um ataque contra um diplomata britânico em Sanaa e da morte a tiros de um francês na companhia de petróleo e gás austríaca OMV por um guarda. O ministro do Interior Muttahar al-Masri disse à mídia local que o guarda teria vínculos com a Al Qaeda.

DA REUTERS, EM ADEN

CRATO - Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - Dia 18 de Outubro de 2010


Geopark Araripe capacita garçons do Cariri com curso de inglês

Começa hoje, por meio do Geopark Araripe e Universidade Regional do Cariri (URCA), o Curso de Inglês Básico para funcionários dos restaurantes parceiros da instituição. O objetivo é melhorar o atendimento dos garçons, colocando-os em nível internacional de atendimento. Os funcionários devem fazer a pré-inscrição através do e-mail geoparknews@urca.br, enviando o nome completo dos cursistas, restaurante onde trabalham e telefone para contato. O curso terá duração de três meses e aulas serão sempre nas segundas-feiras, das 14h00 às 17 horas.

XIV Semana de Direito da URCA e IV Semana de Estudos Jurídicos da OAB serão realizadas de 10 a 13 de novembro

A Universidade Regional do Cariri - URCA, através do Centro de Estudos Sociais Aplicados - CESA, Departamento de Direito, Grupo de Estudos e pesquisas em Direitos Humanos Fundamentais - GEPEDH, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Subseção de Crato- CE, vem convidar a comunidade acadêmica e docente, assim como os Advogados e demais interessados para participarem da XIV Semana de Direito da URCA e IV Semana de Estudos Jurídicos da OAB, que acontecerá no período de 10 a 13 de novembro de 2010, no Auditório do SESI, na cidade de Crato-CE. O referido evento terá como tema "Mecanismos de Defesa e Proteção Cidadã: 20 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Código de Defesa do Consumidor", e contará com a participação de ilustres personalidades do cenário sócio-jurídico brasileiro. Maiores informações: www.direitourca.com.br/semana

Parceria do Geopark Araripe e UFC promove evento para a mídia local

O Geopark Araripe, da Universidade Regional do Cariri (URCA), em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) promovem, dia 22 de outubro, das 14 às 18 horas, no auditório do Campus Cariri, o I Encontro Geopark e Mídia. O evento pretende reunir jornalistas e radialistas da região em torno de propostas de contribuição da mídia para o desenvolvimento sustentável. A programação é composta por mesa-redonda sobre os temas “Mídia e Desenvolvimento Local” - apresentado pela professora da UFC, Rosane Nunes; “Turismo Sustentável” – discorrido pela professora e turismóloga, Evanir Morais, e “Geopark Araripe”, que terá o professor e coordenador executivo, Patrício Melo, como explanador do projeto. O I Encontro Geopark e Mídia constitui um evento de extensão, na medida em que promove interação entre a Universidade e a sociedade, incluindo em sua organização a participação de estudantes do curso de Jornalismo da UFC.

Colegiado do Curso de Licenciatura em Educação Física tem novo coordenador

O Colegiado da Coordenação do Curso em Licenciatura em Educação Física indicou, por unanimidade, o nome do Professor José Cavalcanti da Silva Filho para coordenar o colegiado da coordenação do referido curso. O docente exerceu no biênio 2007/2008 a referida coordenação, onde teve como destaque uma mobilização histórica dos alunos em defesa da qualidade de ensino do Curso de Educação Física, que culminou com o acordo entre manifestantes e a Reitoria da URCA, na pessoa do Reitor Plácido Cidade Nuvens, que se comprometeu em realizar um plano de investimento para o referido curso. O professor assume mais uma vez com o objetivo de proporcionar uma maior dinâmica pedagógica ao curso. Segundo o titular, o curso vinha passando por problemas sérios no que diz respeito à administração pedagógica, infraestrutura de material, pessoal e de instalações e necessitava de uma intervenção mais efetiva por parte da coordenação pedagógica.

Logo de início foi realizada uma reunião entre os membros docentes do curso para se firmar um pacto de compromisso coma a melhoria da ação docente, assim como os serviços de secretaria. No âmbito discente foi criado o Conselho discente do curso, formado por dois alunos representantes de cada semestre para dirimir e encaminhar para o conselho maior as reivindicações dos alunos, sendo dentre eles escolhidos dois representantes para terem assento no colegiado da coordenação com direito a voz e voto. O Professor espera com essas e outras estratégias, estimular todos os representantes da coordenação a terem um desempenho melhor e, ao mesmo tempo, uma relação mais amiga e comprometida com o engrandecimento do curso.

Curso de Educação Física realiza Encontro Pedagógico para o Semestre 2010.2

A Coordenação do Curso de licenciatura em Educação Física da URCA realiza seu encontro pedagógico para traçar estratégias de trabalho para o semestre 2010.2. Segundo o Coordenador do Curso, Prof.Cavalcanti, o evento traz questões importantes como a melhoria da qualidade de ensino para o curso. O evento acontecerá nas tardes dos dias 13 e 14 de outubro, a partir das 13h30. Durante o encontro foram tratados assuntos de suma importância para a melhoria da questão pedagógica do curso como: Palestra, discussão sobre temas diários, estágio supervisionado, PCC, AC, Cronogramas das disciplinas, atualização de ementas, Plano de Investimento para o curso, etc. No final do encontro foi realizada uma confraternização entre os participantes. Nesta segunda-feira, dia 18, as decisões tomadas durante a reunião serão repassadas aos alunos, em assembléia geral.

Inscrições para exame de proficiência em língua estrangeira

O Colegiado do Departamento de Línguas e Literatura convoca os interessados em realizar exame de proficiência em língua estrangeira a efetuarem sua inscrição para realização das provas, que ocorrerão em 05 de novembro próximo. Os interessados devem enviar e-mail para edson.soares@urca.br solicitando inscrição e indicando sua opção por, no máximo, duas línguas. Serão oferecidas provas em Língua Inglesa, Língua Espanhola e Língua Francesa. As provas terão duração máxima de duas horas e o horário de realização será divulgado após as inscrições, que se encerram em 27 de outubro. Não serão considerados inscrições solicitadas através de e-mail enviado após o dia 27. Os inscritos devem comparecer à prova, em local a ser posteriormente divulgado, munidos de documentação comprobatória de identidade (documento oficial com foto) e de conclusão de formação em nível superior (diploma de graduação).

Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA

(88) 3102-1212 ramal 2617

www.urca.br - Crato, 18 de outubro 2010

Restaurando a Verdade sobre a matéria do Governador de Pernambuco e o Bispo D. Panico


Notícia Inverídica

No sentido de restaurar a verdade, recebemos uma mensagem do Diácono Policarpo Rodrigues Filho, Chanceler do Bispado de Crato, que afirma que a matéria publicada em diversos sites , inclusive no Blog do Crato, sobre uma resposta grosseira que teria sido dada pelo governador do Pernambuco ao nosso Bispo D. Fernando Panico é totalmente infundada. Passamos à mensagem do diácono, que assim nos escreve:


Date: Sun, 17 Oct 2010 19:28:02 -0200
Subject: notícia infundada

"Caro Sr. Dihelson:

O Armando Rafael, pessoa a quem devoto grande estima, havia me passado e-mail com a matéria que fez publicar no seu blogdocrato. No mesmo instante em que li a matéria, fui tomado de surpresa e respondi ao Armando dizendo que duvidava da fonte e da própria notícia. Repassei-a ao Sr. Bispo para que também tomasse conhecimento, pois havíamos viajado juntos a Salgueiro e ele, em momento algum, deixou transparecer qualquer desconforto pela "propalada e falsa agressão". Hoje fico sabendo, através de Pe. Roserlândio, que realmente tudo não passa de mentira e que uma mensagem será enviada ao Gov. Eduardo Campos, até para se evitar mal estar. Armando já está ciente disso e, tenho convicção, saberá esclarecer tudo. Quem sabe, se pudesse publicar a VERDADE, pois só ela liberta o homem. São coisas que se faz sem atinar ao mal que se causa. São duas autoridades dignas e inocentes "do crime" de que são acusadas. Quais interesses estão por trás disso? Agradeço sua costumeira atenção e possível reparo no próprio blog.

Diác. Policarpo Rodrigues Filho Chanceler do Bispado de Crato"

A nossa resposta ao Diácono:

"Prezado Diácono Policarpo Rodrigues Filho,

Acabo de receber a sua mensagem de que a notícia que foi publicada em vários sites de internet e depois também no nosso Blog do Crato de que o Governador do Pernambuco teria respondido de forma grosseira ao Bispo D. Panico é falsa. No sentido de restabelecer a verdade, que é nossa meta maior, retiramos o texto imediatamente do ar, e em seu lugar, colocamos uma ressalva e esta sua nota, explicando que a matéria é inverídica. Na verdade, a mesma foi publicada pelo Armando Rafael no Blog do Sanharol ( Várzea Alegre ), que por sua vez já vem do Site Miséria, escrita pelo repórter Roberto Bulhões. Soube ontem tambem que o Roberto Bulhões havia retirado a mesma do site Miséria, talvez por já haver sabido que se tratava apenas de um boato, e não de um fato.

De modo que fico muito feliz que possamos ser verdadeiros e publicar os fatos como eles aconteceram. Não posso precisar no momento se houve má intenção ou quais interesses haviam no texto por parte de quem o escreveu, e só publicamos por vir de uma fonte respeitada como o conhecido Roberto Bulhões, mas verificamos por outro lado, uma forte solidariedade por parte do público ao nosso Bispo D. Panico, o que de qualquer modo, é um dado positivo, e o melhor que se pode colher de fatos lamentáveis dessa natureza.

Colocamo-nos, outrossim, à sua inteira disposição para publicarmos qualquer nota da Diocese, no sentido de corrigir distorções sobre a interpretação dos fatos, sempre que se fizer necessário.

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato e Jornal Chapada do Araripe Online"

www.blogdocrato.com
www.chapadadoararipe.com

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30