xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/03/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 março 2010

Crato tenta manter boa campanha contra o Fortaleza


Dono da melhor campanha do segundo turno do Campeonato Cearense até o momento, com duas vitórias em dois jogos, o Crato tenta manter o bom desempenho ante o Fortaleza, campeão do turno inicial, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Alcides Santos. Antes do duelo do final de semana, o Tricolor reeditou a final do primeiro turno contra o Guarany, na última sexta.

O jogo que deu o título do primeiro turno ao Fortaleza foi um dos mais emocionantes do Estadual. Até os 33 minutos do segundo tempo, o time sobralense vencia por 4 a 1. Entretanto, com dois gols de Rinaldo e um de Guto, o Esquadrão de Aço conseguiu empatar e acabou vencendo nos pênaltis. A situação atual, porém, é outra. Derrotado por Limoeiro e Guarany no segundo turno, o Fortaleza ainda busca os primeiros pontos.

Vindo de derrota magra sobre o Itapipoca, por 1 a 0, o Ceará viaja a Juazeiro do Norte para enfrentar o Guarani, no Estádio Romeirão, às 17h. Lutando para apagar a má impressão da primeira metade do Cearense, onde a equipe terminou na sétima colocação e longe do grupo de classificação, o técnico PC Gusmão aposta na 'apertada' semana de treinamentos desenvolvida no Vovô para manter-se no G-4.

A semana alvinegra ficou marcada pela saída do atacante Aloísio, que rescindiu seu contrato com o clube alegando problemas pessoais a serem resolvidos. O presidente Evandro Leitão, que já havia declarado a necessidade do Ceará em dispensar jogadores para 'enxugar' o elenco, aproveitou a deixa para encerrar o vínculo com quatro atletas: o goleiro André Sangalli, o lateral-esquerdo Augusto, o meia Rone Dias e o atacante Vavá.

Confira os jogos deste domingo:

16h - Fortaleza x Crato

16h - Horizonte x Itapipoca
16h - Ferroviário x Boa Viagem
16h - Guarany x Limoeiro

17h - Guarani x Ceará

Fonte: Yahoo Notícias
Foto: Wilson Bernardo

Futebol, som e superação feminina - José de Arimatéa dos Santos


O futebol exige como toda atividade humana a comunicação. Uma notícia me chamou a atenção esses dias pelo fato da jogadora de futebol ser deficiente auditiva. Acredito que seja atleta juvenil pela idade e ela treina juntamente com as outras companheiras que tem audiçãoa normal. E aí fica difícil a comunicação dentro de campo. Como ela pediria a bola ou entenderia a preleção do treinador? Poderíamos responder pela linguagem universal do futebol. Mas ela usa um aparelho auditivo que faz com que possa escutar todo o movimento do esporte e interagir com as demais companheiras.

O interessante é a descoberta dela por pequenos detalhes que passam despercebidos pela maioria de todos nós. Logo que ela começou a usar o aparelho auditivo se impressionou com sons tão corriqueiros e comuns para qualquer pessoa. O som da água pela torneira e o ranger da porta ao se abrir ou fechar eram coisas desconhecidas para ela até então. Sons que a impressionaram logo que começou a ter a oportunidade de ouvir o que acontece a seu redor. É uma lição, pois nesses dias atuais não damos valor ao som da natureza. Não paramos um pouco e verificamos a alegria do som dos pássaros que a cada dia mais, devido a destruição das matas, invadem nossas cidades. Trazem o som verdadeiro e no decibel que nossos ouvidos podem escutar sem problema.

Eis a importância do som e suas maravilhas que deixam o ser humano mais capaz e menos estressado. Não o barulho em exagero que observamos em alguns carros e seus ruídos fora do normal. Os proprietários desses automóveis se acham os donos do mundo e que somos obrigados a escutar a "música" do gosto dele. Geralmente ou quase sempre música de péssima qualidade e que reflete bem o caráter dessas pessoas.

Fiquemos com o exemplo e a garra de quem se supera e sabe dar o devido valor as pequenas coisas ao nosso redor. Quero através dessas minhas palavras fazer uma homenagem a todas as mulheres que dia após dia conquistam seu espaço com tenacidade, vigor e beleza. Que cada dia mais apareçam mais e mais mulheres guerreiras como a descrita acima. Com força de vontade e capacidade é possível superar as limitações e ser feliz. Felicidades para todas as mulheres!

Por: José de Arimatéa dos Santos

Ahmadinejad diz que atentados de 11 de Setembro foram "grande montagem"


O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, chamou neste sábado de "grande montagem" os atentados terroristas cometidos em 11 de Setembro de 2001 em Washington e Nova York, nos quais mais de três mil pessoas morreram. Durante uma reunião com membros do Ministério da Inteligência iraniano, Ahmadinejad explicou que, em sua opinião, o único objetivo era "justificar a guerra contra o terrorismo". "Os atentados de 11 de Setembro fazem parte de uma estratégia de inteligência complexa. Uma grande mentira com a qual se tratava de conseguir um pretexto para lutar contra o terrorismo americano e que abriu o caminho para o aventureirismo no Afeganistão", afirmou. Ahmadinejad acusou as "potências arrogantes" de cometer "assassinatos desumanos e atos de terror sob a desculpa da defesa dos direitos humanos".

"A depredação, o assédio e o assassinato da realidade humana são o resultado da ideologia capitalista", ressaltou o presidente iraniano, citado pela televisão estatal do país. "O ataque dos Estados Unidos e a participação da Organização do Tratado do Atlântico Norte [Otan] no Afeganistão tinham como meta salvar o liberalismo e o pensamento capitalista", concluiu.

Serviços secretos

Além disso, Ahmadinejad criticou os serviços secretos dos EUA, Reino Unido e Israel em relação à detenção, na semana passada, do líder do grupo rebelde sunita Jundullah, Abdul Malik Rigi, considerado terrorista por Teerã. "A captura desse terrorista criminoso é uma prova da incapacidade dos serviços de Inteligência dos EUA, do Reino Unido e do regime sionista",disse Ahmadinejad. Rigi foi capturado dias atrás quando viajava de Dubai rumo ao Quirguistão em um avião que foi obrigado a aterrissar por caças-bombardeiros iranianos quando entrou no espaço aéreo da república islâmica. O grupo que liderava assumiu neste ano a autoria dos dois atentados mais sangrentos cometidos no Irã nos últimos 20 anos. O Ministério da Inteligência iraniano acusa EUA e Reino Unido de prestar socorro a Rigi.

da Efe, em Teerã

BlogLivros - Clássico dos anos 20 expõe a vida sexual de imperador brasileiro


Rei em Portugal e imperador no Brasil, dom Pedro (1798-1834) chegou ao nosso país fugindo, juntamente com o restante da corte portuguesa, de Napoleão Bonaparte no ano de 1808. No decorrer de sua vida, o monarca passou de adolescente intempestivo a imperador e pai protetor, a ponto de entrar em guerra para garantir o trono português para sua filha de 15 anos. De vida amorosa agitada, o responsável pela independência do Brasil teve muitas amantes, a mais famosa delas foi a marquesa de Santos.

"As Maluquices do Imperador" conta as aventuras de alcova de dom Pedro 1º. e ainda revela curiosidades da realeza no Brasil, tratando de episódios pouco conhecidos da história nacional. Publicado na década de 20, o exemplar permaneceu esgotado por muitos anos. A reedição da obra traz diversas imagens do Rio e da vida na corte do século 19. Leia, abaixo, um trecho do livro.

*

7de março de 1808. A nau Príncipe Real, com a flâmula azul branca panejando ao vento, entra galhardamente pela barra adentro. Todos os tripulantes, sacudidos por áspero bombardeio de surpresas, derramam olhos escancarados sobre o panorama embebedante, único:

- Que lindo! que lindo!

No ar que faísca, debaixo dum céu entontecedor, azul de Sèvres, o sol escachoa avanhandavas de ouro. E sob a luz fúlgida, dentro da sua virgindade selvagem, recorta-se em coloridos fortes a paisagem

- Maravilha. Águas e morros! Tudo pródigo, tropical, cheirando a terra moça, ineditamente belo. Como pássaros verdes, papagaios enormes pousados à tona d'água, surge das espumas um bando arrepiado de ilhas. Que pitoresco! E toda gente, na amurada, a apontar com o dedo:

- É a "Rasa"!

- A "Comprida!"

- A "Redonda"!

- Os "Dois Irmãos"!

- As "Palmas"!

Ao longe, magnífico bugre americano, lá está o Gigante de Pedra, estendido no chão, tatuado, brônzeo, com a sua empolgante monstruosidade rústica. Além, encoscorado e bravio, caboclamente brasileiro, o Corcovado pintalga-se de mataria brava, a paulama enroscada no cipoal, os nhacatirões gritando pelo carnavalesco das flores. Acolá, esbeltíssimo, núncio da Terra Nova, o Pão de Açúcar arremessa nas nuvens, arrogantemente, o seu pico de pedra, que fura o céu.

E o Príncipe Real, enfeitado de bandeirolas e de galhardetes, rasga com bizarria a ondada mole.

As fortalezas da terra, avistando-o, içam as cores portuguesas. E sob o cascatear do sol, na alegria olímpica da manhã, estruge de súbito uma atroada frenética. É a salva real que estronda, cento e um tiros pipocando, sinos a carrilhonarem, roqueiras, estrépito de rojões, zabumbas, charangas, fogos de artifício que riscam o ar.

De todos os lados, às dezenas, já os escaleres engaivotam as águas crespas da baía. Remam com fúria, rumo da nau que entra. Um deles, leve barquito com grandes embandeirados, alcança-o logo. Chega-se ao casco. Tomba-lhe da amurada a escadinha de bordo. Sôfrego, os olhos chispando, sobe por ela um passageiro. É José Caetano de Lima. É o primeiro carioca que se embarafusta pela nau. Os tripulantes abrem alas. E o feliz morador do Rio de Janeiro, ao passar, corre uns olhos atordoados pelo bando suntuoso.

Quanta gente luzida! São todos fi dalgos do mais velho sangue. As damas, em grande decote, os cabelos encaracolados, chapéus de plumas berrantes, faíscam de sedas e de pedrarias. Os cavalheiros, hirtos, espartilhados, as casacas azuis de riço claro, trazem o peito estrelado de crachás. Apenas, com um destoar chocante, vêm dum beliche gritos estranhos, gritos roucos de mulher presa:

- Não me matem! Não me matem!

O embarcadiço continua varando a ponte. Em meio da turba, por entre a mescla rutilante de fidalgos e fidalgas, destaca-se um casal muito grave, muito protocolar, de quem os demais circunstantes se distanciam com respeito. Ele é gordo, muito rechonchudo, bochechas estufadas, olhos parados, de suíças. Ela é áspera, feições de homem, bigodes no lábio, pêlos no rosto, pêlos na mão, pêlos por toda parte. Ele, o molengo, é D. João VI; ela, a cabeluda, é D. Carlota Joaquina. São os regentes de Portugal.

José Caetano de Lima precipita-se para os dois. Tomba-lhes aos pés. Beija-lhes as mãos vitoriosamente: é o primeiro fluminense que, tonto de gozo, tem a ventura de prestar vassalagem aos fujões reais!

Do beliche soturno, porém, ecoa subitamente a estranha voz:

- Não me matem!

É D. Maria, a Louca. É a rainha de Portugal que chega aos berros, encarcerada, enfunebrecendo a nau:

- Não me matem! Não me matem!

Assim, naquele dia gloriosamente radioso, por entre ribombos formidáveis, com espavento e gala, aportava ao Brasil, escorraçada por Napoleão Bonaparte, a família Real Portuguesa.

Fonte: FolhaOnline

Homenagem a Maria Sarah Esmeraldo Cabral - Por: Plácido Cidade Núvens


Maria Sarah Esmeraldo Cabral tem seu nome ligado a todos os movimentos sócio-culturais que tinham como objetivo o desenvolvimento e a aceleração do crescimento do município do Crato e da Região do Cariri. Podemos destacar a luta pela implantação do Colégio Agrícola, as batalhas pela consolidação da Exposição Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados, o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica federal, a Petrobrás, entre tantas outras para poder sinalizar a mais importante e a que nos toca mais de perto: a conquista da Universidade Regional do Cariri – URCA, como a instituição de ensino superior pública, gratuita, democrática e voltada para um ensino de qualidade, uma pesquisa moderna e uma extensão verdadeiramente inserida no contexto regional e em sintonia com os anseios da sociedade.

A Professora Sarah Cabral teve um carisma especial como articuladora e incentivadora de debates de larga repercussão na sociedade cratense e regional, como a liderança que exerceu no Grupo de Ação Comunitária, porta-voz dos anseios da comunidade que conta no seu ativo de grandes resultados para cidade do Crato e de toda Região do Cariri.

Dotada de grande capacidade de trabalho, Dona Sarah teve participação marcante no papel da Fundação Padre Ibiapina, braço social da Diocese do Crato, em favor da promoção humana do homem todo e de todos os homens, num contexto social e político dos mais difíceis e atormentados. Sua capacidade de discernimento e sua firmeza valeram grandes conquistas para o campesinato do Cariri, quebrando o isolamento em que viviam as comunidades rurais e formando lideranças para a afirmação dos sindicatos rurais, para o treinamento profissional, para a afirmação da cultura e do bem estar social.

Como mulher, a Professora Sarah Cabral soube inserir-se nos embates da sociedade regional, redefinindo o papel da mulher, o alcance de suas novas responsabilidades e a afetiva participação na nova configuração do equilíbrio das forças sociais, onde a presença da mulher é fator exponencial da conquista de diretos e afirmação de valores novos que delineiam uma sociedade mais justa e plenamente participativa.

O papel da Professora Sarah Cabral na concepção e na implantação da Universidade Regional do Cariri, como instituição pública e gratuita a consagra como fundadora da URCA, razão de uma dívida irresgatável da sociedade caririense. O modelo de universidade pública e o corolário da gratuidade fazem dela a eterna defensora da juventude regional e promotora da educação como vetor das transformações audaciosas de que tanto reclama nossa população.

Dona Sarah, obrigado pelo exemplo de cidadania, de confiança na educação como fator de mudanças. Obrigado pela Universidade Pública e Gratuita. Obrigado, pela Universidade Democrática, à qual, a Senhora dedicou seus melhores sonhos e toda sua energia.

Professor Plácido Cidade Nuvens
Reitor da Universidade Regional do Cariri – URCA

Fonte: Assessoria de Comunicação da URCA

Escola Monsenhor Vicente Bezerra: a nossa história – Por Luiz Domingos de Luna

O mais antigo estabelecimento de Ensino da cidade de Aurora teve como origem com o nome de Escolas Reunidas da Vila Aurora, sendo comprovada a existência da mesma com o livro de frequência dos alunos. Havia na cidade pequenas escolas como: A Escola de Nazaré Brigida, Joanita Campos, que funcionavam em um salão na Rua Santos Dumont. Existiam também as escolas das senhoras Dalila Quezado, Maria Bernadete de Sá da Silveira e Adilia Oliveira Lôbo que funcionavam nos sobrados da Antiga CNEC e outras na Sociedade Beneficente Aurorense com o nome de escola Beneficente e na praça da estação recebendo o nome de Escola Elementar Noturna.

No decorrer dos anos de 1927 à 1933 essas escolas foram fiscalizadas por: José Alves de Figueiredo Filho, Moreira de Sousa, Pe. Vicente Augusto Bezerra, José Militão de Albuquerque. A primeira diretora das escolas reunidas foi: Adilia Oliveira Lôbo no período de 01 de fevereiro de 1934 á 06 de maio de 1955. Em 1944 José Leite Gonçalves e Romão Barreto Sabiá, doaram um terreno ao Estado no bairro Araçá para a construção do futuro prédio escolar.
De 1946 à 1948 foi construído o prédio do Estado, onde fora transferida todas as escolas reunidas de Aurora.

Em 15 de março de 1956 foi assinado o ato do Governador, transformando Escolas reunidas de Aurora a categoria de Grupo Escolar. Onde foi homenageado o vigário da paróquia Monsenhor Vicente Bezerra, ficando o mesmo como Patrono da Escola, passando a Escola a ser chamada: Grupo Escolar Monsenhor Vicente Bezerra. Conforme Diário Oficial de 17 de março de 1956. Tendo como Diretora a professora Maria Laisce Gonçalves Quezado Santos.

Em 17 de outubro de 1975 passou de Grupo Escolar para Escola de 1º Grau Monsenhor Vicente Bezerra, a mesma foi transformada através de decreto: 11493, DO de 30/10/1975. Tendo como diretoras as Professoras: Maria Laisce Gonçalves Quezado Santos, Maria Tavares Leite Gonçalves, Ivanilde Leite Gonçalves, Maria Gorete Belém de Macêdo Freire, Maria Aurineide Fernandes Peixoto e voltando novamente Maria Tavares Leite Gonçalves.

Neste período a escola trabalhou com a série do Pré-escolar, ensino fundamental de 1ª a 8ª série e o Telensino.

Em 1996 a escola recebe a denominação de Escola de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Vicente Bezerra, conforme decreto Nº 24.153 de 17 julho de 1996, tendo como Diretoras: Maria Tavares Leite Gonçalves e Maria Irenilde Barbosa Leite.

Neste período a escola trabalhou as seguintes modalidades de ensino: CICLO – SALA DE ACELERAÇÃO – TELENSINO – CURSO CIENTÍFICO, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, TEMPO AVANÇAR FUNDAMENTAL E MÉDIO.

A avaliação diagnostica dos alunos, aplicada nesta unidade escolar, está pautada na orientação da Seduc e normatização do Conselho de Educação do Ceará.

O princípio norteador deste educandário está baseada numa escola livre e democrática com a participação ativa do Núcleo Gestor, Professores, Funcionários, Alunos, Conselho Escolar, Grêmio Estudantil e principalmente com a introdução participativa da Família, com todo este elenco, nos propicia a sonhar e sobretudo realizar um ensino de qualidade.

A gestão está atenada aos princípios norteadores de liberdade, igualdade, acesso, sucesso e permanência dos alunos.

Uma escola que atravessou décadas de ensino que conviveu com todos os regimes de governo, experimentou todas as tendências pedagógicas e que forjou homens que brilham no cenário nacional e que completa 82 anos de existência chega ao novo milênio revigorada por algumas ações desenvolvidas no seu dia-a-dia que nos credencia a dividir com as demais escolas a nossa história de vida e de lutas em prol de um ensino de qualidade.

Atualmente a escola conta com um universo de 816 alunos, assim distribuídos nos três turnos: 329 alunos do ensino fundamental, 487 alunos do ensino médio e a modalidade normal, 28 professores, sendo 09 efetivos e 19 temporários, 07 funcionários administrativos, 02 auxiliares de serviços gerais, 01 terceirizado, 01 diretor geral e 01 coordenador escolar.

A escola trabalha com o ensino fundamental maior, ensino médio e o curso normal profissionalizante para aluno ingresso do ensino fundamental e do pós-médio.
A escola tem na sua estrutura física, sala da diretoria, secretaria, cantina, banheiros masculino e feminino, sala de multimeios, laboratório de informática, laboratório de ciências, sala dos professores e 07 salas de aulas funcionando nos três turnos; além de um pátio coberto e um descoberto.

A escola trabalha em parceria com a secretaria de Educação Municipal, esta sobre a jurisdição da CREDE 20 e da SEDUC. Recebe recursos do FUNDEF, FUNDEB PNAE, PROJETO ALVORADA E FNDE.

Os Indicadores do ano de 2008:

A escola trabalha projetos elaborados no conjunto de professores priorizando as datas comemorativas, como dia das mães, pais, estudantes e professores, na área de linguagem e códigos, trabalha os clássicos da nossa literatura, trabalha também O OSCAR DA APERENDIZAGEM, que é um projeto que valoriza a aprendizagem dos alunos no final de ano que atingiram nota igual e superior a 9,0 em todas as disciplinas a premiação se da com a participação dos pais e convidados, na ocasião os alunos recebem comenda e medalhas de honra a mérito. Outro projeto é o conselho escolar que se reúnem a cada bimestre para diagnosticar os avanços e dificuldade na aprendizagem dos alunos. Este ano a escola participou da avaliação do PISA ( Programme for International Student Assessment) que é um Programa Internacional de Avaliação de Alunos, que envolve mais de 65 países participantes, além da participação na OBMEP ( Olimpíada Brasileira de Matemática ), do SPACE, da PROVA BRASIL e do ENEM.

Apesar da escola esta situada no bairro mais carente da cidade e ser composta por pessoas simples e humilde verificam-se uma participação efetiva da família na escola e do Conselho Escolar. A escola serve como farol para toda a comunidade e é com orgulho que ela ( comunidade diz ) faço parte da família monsenhor.

Este ano a escola tem como núcleo gestor a diretora: professora Francisca Edvania Tavares, coordenadora escolar: a professora Fátima Pereira da Silva e secretaria Francisca Auristela Fernandes França. Tendo como um dos objetivos alavencar ainda mais o seu quadro de professores oferecendo-os cursos de capacitações tanto na área pedagógica como disciplinar; e ainda, apresentar mais projetos que envolvam mais a participação do aluno, como por exemplo: o Projeto Festa na Roça, o Soletrando, Xadrez, o Oscar da Aprendizagem, a Rádio, etc.

Autor: Luiz Domingos de Luna

Sucesso na convenção do PMDB juazeirense

Foi marcada por absoluto sucesso a convenção do PMDB do Juazeiro do Norte neste sábado, na quadra do Colégio Salesiano, definindo nomes que irão comandar o partido sob a liderança do ex-prefeito Raimundo Macedo, que é pré-candidato a deputado federal. Ele almoçou com cerca de 15 prefeitos da região do Cariri após abrir o encontro com um discurso saudando os convencionais. No meio da tarde, retornou ao local acompanhado de diversas autoridades para encerrar o ato político.

Fogos, charangas e grupos folclóricos garantiram a animação dos participantes que acolheram com alegria Raimundão e o presidente estadual do PMDB, deputado Eunício Oliveira. Houve filiações ao partido a exemplo do empresário Antônio Barbosa de Mendonça, ex-secretário do Desenvolvimento Econômico na gestão de Raimundo Macedo e atual presidente do Sindindústria. Na quadra estiveram, dentre outros prefeitos José Helder (Várzea Alegre), Marquinélio Tavares (Barro) e Dena Oliveira (Lavras da Mangabeira.

Também desfilaram na convenção peemedebista vereadores, secretários municipais, profissionais liberais, além do vice-prefeito José Roberto Celestino e o Secretário de Recursos Hídricos do Ceará, César Pinheiro, que representou o governador Cid Gomes. O deputado Eunício Oliveira, definiu Raimundão como um grande médico dedicado aos interesses dos mais pobres. Além disso, falou que o mesmo trouxe um novo alento para o PMDB em Juazeiro quando o partido teve a oportunidade de ganhar um líder como ele.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Raimundo Macedo
Via Beto fernandes

CRATO - Notícias do dia 06 de Março de 2010



Administração irá pavimentar dezenas de ruas do Crato

O município do Crato, dentro da proposta de melhorar a infra-estrutura turística da cidade, irá executar a pavimentação em pedra tosca em dezenas de ruas. Uma relação com os nomes das ruas foi enviada ao Ministério do Turismo e inclui 10 bairros e distritos do município, como o Gisélia Pinheiro, Zacarias Gonçalves, Muriti, Novo Horizonte, Ponta da Serra, Recreio, São Miguel, São Bento, Grangeiro e Parque Grangeiro. Esse trabalho demonstra, dentro do interesse de desenvolvimento de melhorias no município, o pleito de conquistas de novos projetos para a implementação do setor turístico no município cratense. Em breve, as seis principais praças da cidade estarão passando por melhorias, por meio do Projeto Cidades do Ceará, recentemente lançado pelo Governo do Estado, no Cariri.

Crato terá representatividade da cultura no V Encontro Mestres do Mundo, em Limoeiro do Norte/CE

O Município do Crato irá participar efetivamente do V Encontro de Mestres do Mundo, que irá acontecer de 17 a 20 de março, em Limoeiro do Norte. A Secretária de Cultura do Crato, Danielle Esmeraldo, afirma que o município terá a presença de diversos grupos de tradição popular. Um ônibus com os artistas sairá do Município para o evento. A secretária afirma que deverá participar. Até lá irá confirmar presença, ou terá um representante da pasta da cultura. O Vale do Jaguaribe cearense será, novamente, palco de um dos eventos mais importantes para as expressões culturais populares brasileiras e internacionais. Limoeiro torna-se o centro das atenções dos amantes das culturas populares ao reunir cerca de 150 Mestres brasileiros e latino-americanos durante o V Encontro Mestres do Mundo.

Com o tema “Folias e Brincadeiras”, o evento irá promover diversas apresentações artísticas na Praça da Igreja Matriz, nos seus quatro dias de duração. Estão programadas ainda oficinas e seminários em outros equipamentos culturais da cidade.

Os Mestres das culturas populares se reunirão para trocas de experiências sobre seus saberes e fazeres, divididos em cinco categorias: Mestres das Mãos (artesãos, bordadeiras, gravadores, etc.); Mestres do Corpo (dança, teatro e performances tradicionais); Mestres do Sagrado (penitentes, rezadeiras, profetas da chuva, entre outros); Mestres do Som (músicos, instrumentistas, luthiers); e Mestres da Oralidade (contadores de história, poetas, cordelistas e repentistas). A programação do evento acontece, diariamente, em três momentos distintos. As manhãs são dedicadas às Rodas de Mestres. No período da tarde, acontecem os Relatos de Experiência, onde são apresentadas as vivências dos Mestres, e as noites serão dedicadas às apresentações artísticas voltadas ao público. O Encontro terá ainda outras atividades, como o Encontro Pedagógico de Educação Patrimonial, a Universidade dos Mestres, debates sobre a Ação Griô e outras apresentações artísticas. O último encontro dos mestres do mundo aconteceu em Crato, mobilizando e atraindo para o Cariri representantes da Cultura de todo o Estado e de outras localidades do país.

Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.9960
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Leituras - Por Emerson Monteiro

Houve um tempo quando coisas inesperadas complicavam o meio do campo da impaciência angustiosa que instinto selvagem parecia querer jogar fora a canga e destruir de qualquer jeito os quebra-mares estabelecidos nos sistemas de defesa. Comodidades vaidosas atiravam tudo para o ar, e acendia dentro de mim fome cruel de romper o ferro dos laços da organização pessoal, no sabor dos caprichos que aparecessem à porta principal. Com isso, contrariava fácil o ditame das regularidades, invadia outras praias, feria suscetibilidades, a começar pela saúde interna do respeito aos prospectos guardados meses a fio, na malha do esforço consistente.

Não queria aceitar que mesmo no calor dos testes necessários habitasse o mistério do drama secular das permanências e conquistas cotidianas. Perdia, a bem dizer, o senso do tanto das melhores partes, porque desistia de pagar o preço de acumular a poupança da paz, naqueles momentos de chegar aos limites e merecer resultados produtivos, lições que a vida traz aos seres sobreviventes, livres da discriminação de raça, credo, cor, sexo, idade, partido, time, filosofia, indo, nesse prumo, justificar lá adiante o querer sem a comprovação da resistência, azeite doce da hora de receber o que se ganha com esmero e qualidade.

Já hoje, talvez isso o que denominam experiência, descubro faceiro que inexiste vitória sem a luta correspondente. Noites insones, dúvidas, opiniões, renúncia. Bajulação perde a força no que tange ao valor real das sementes verdadeiras. Ninguém, de insana consciência, que aguarde pacote pronto dos reservos do destino, usufrui da mera credulidade indecorosa, insuficiente, que alimentou. Pode até, nas horas vagas, parece que ganhou qualquer lance, porém o custo da incúria corre solto atrás dos presságios alvissareiros da inércia.

Apresentou-se o desafio, logo em seguida, fruto daquela árvore imensa, cresce, no lodo e no tempo, as perguntas da justiça do merecimento. A cada um conforme seu mérito, porquanto a Natureza trabalha à base de leis matemáticas, soberanas, longe de peixadas sociais dos mundos tortos.

Quase uma mensagem cifrada indica: ou plantou ontem ou haverá de plantar agora, caso pretenda dispor de resultados sonhados para o futuro. Há normas equitativas, independente de que funcione ao passo da individualidade pretensiosa, luxenta, da própria barriga.

Depois de muito forcejar as barras da inconsequência, nenhum vento leve conduz aos segredos universais só por conta dos belos olhos.
Há batalhas pela frente antes da vitória. Luzes das doutrinas humanas caem aos primeiros acordes do dia, residência fiel da balança que estabelece princípios firmes.

O acaso de dados ao vento passa longe do Santo Graal, no passo dos peregrinos. E suportar espinhos permite a maciez da rosa mais perfeita.

Apesar da fraqueza, dissidente cubano mantém greve de fome


NE - mais um que vai morrer ?


O dissidente cubano Guillermo Fariñas disse que sua saúde "está se debilitando", mas que manterá a greve de fome iniciada há dez dias pela libertação dos presos políticos da ilha, em um protesto iniciado após a morte de um detento que passou 85 dias em jejum voluntário. Fariñas, um psicólogo de 48 anos, parou de se alimentar em 24 de fevereiro, um dia depois da morte do dissidente Orlando Zapata Tamayo, um encanador de 42 anos, o que causou muitas críticas internacionais sobre a situação dos direitos humanos em Cuba.

"Tenho muita debilidade nos membros (...), a gente já tem vontade de acabar", disse Fariñas à Reuters, levantando a blusa do pijama para mostrar a magreza. "Estou disposto a ir nesta greve de fome até as últimas consequências, inclusive minha morte", acrescentou o dissidente em sua casa, no centro da cidade de Santa Clara, 270 quilômetros a leste de Havana. Com cabeça raspada e os olhos fundos, usando um bastão para se apoiar ao andar pela casa, ele afirmou que o governo faria um "gesto de boa vontade" se liberasse 26 presos políticos doentes. "Se soltarem esses presos políticos, abandono a greve".

"Esses presos em nenhum momento vão desestabilizar o governo, nem Raúl (Castro, presidente do país) vai ter que entregar o poder, nem o Partido Comunista vai ter que deixar de ser a entidade hegemônica." Sem entrar em detalhes, Fariñas contou que já esteve preso três vezes por diversos motivos, e que esta é sua 23ª greve de fome. Em 2006, após meses de protesto por livre acesso à Internet, ele foi internado e alimentado por via intravenosa. Desta vez, ele recebeu, na terça-feira (2), oito litros de glicose, lactose, água e minerais em um hospital de Santa Clara, para onde foi levado por familiares e amigos após uma crise de hipoglicemia que o deixou inconsciente.

Ele disse que os médicos lhe recomendaram repetir a dose dentro de seis a oito dias, caso continue sem ingerir água ou alimentos. O governo cubano qualifica oposicionistas como Fariñas como "traidores" a serviço do "inimigo" Estados Unidos. Grupos de direitos humanos, por outro lado, afirmam que há, na ilha, cerca de 200 presos por motivos políticos.

da Reuters, em Cuba
Foto: moonbattery.com

Diário dos Terremotos II - Terremoto de 4,4 graus atinge a Costa Rica, mas não deixa feridos

Um terremoto de 4,4 graus na escala Richter causou tensão na noite desta sexta-feira na Costa Rica, mas até o momento não há informações sobre vítimas ou danos materiais, segundo o Ovsicori (Observatório Vulcanológico e Sismológico do país). A imprensa local recebeu informações de várias pessoas que garantem ter sentido o tremor "muito forte" no Vale Central, onde se concentra a maioria da população do país. O sismo aconteceu às 22h49 locais (1h49 de sábado em Brasília). O Observatório assinalou à imprensa que o epicentro do terremoto estava na zona urbana de Sabanilla, a leste da capital San José. Em casas próximas os moradores disseram que alguns objetos caíram, enquanto algumas pessoas nervosas saíram às ruas.

O epicentro estava a 7,5 quilômetros de profundidade por isso foi sentido com força apesar de ter magnitude "moderada", segundo especialistas do Ovsicori.

da Efe, em San José

Diário dos Terremotos I - Norte da China é atingido por dois terremotos; não há vítimas


Dois terremotos, com 4,2 e 3,1 graus de magnitude na escala Richter, atingiram a província de Hebei, no norte da China, na manhã deste sábado (pelo horário local), informou a Rede Nacional Sismológica da China, segundo à agência Xinhua. O primeiro terremoto, o mais leve, aconteceu às 10h49 locais (23h49 de sexta em Brasília), e o segundo onze minutos depois. Por enquanto não há informações sobre vítimas ou danos materiais. O epicentro teve uma profundidade de 15 quilômetros. Os dois sismos afetaram zonas próximas a Tangshan, cidade chinesa que em 1976 sofreu um terremoto que deixou 240 mil mortos.

da Efe, em Pequim

POLÍCIA DO CEARÁ INVESTIGA NO RIO AMEAÇAS AO GOVERNADOR CID GOMES

O superintendente da Polícia Civil do Ceará, Luiz Carlos Dantas, e o Major Henrique da Casa Militar estão no Rio de Janeiro há dez dias. Lá, investigam sob a orientação do secretário de Segurança Pública, Roberto Monteiro, e com o suporte da Polícia carioca e da Polícia Federal supostas ameaças que estariam sendo feitas pelo crime organizado ao governador Cid Gomes.

As primeiras investigações sobre essas ameaças ao governador Cid Gomes levantaram as suspeitas que elas teriam origem no Rio de Janeiro. Daí, a determinação da cúpula da Segurança Pública cearense de investigar o caso no próprio local. Luiz Carlos Dantas e Major Henrique se reportam diretamente ao secretário Roberto Monteiro.

A viagem de Dantas ao Rio de Janeiro foi mantida em segredo e as investigações também são sigilosas. O portal CearaAgora.com tentou mas não conseguiu nenhuma confirmação oficial dessas investigações. Supostamente o trabalho realizado pelo Governo Cid Gomes no combate ao crime organizado no Ceará teria desencadeado essas ameaças.

O governador Cid Gomes mantém inalterada sua rotina de trabalho. Nesta quarta, esteve em Brasília em audiência com o presidente Lula e nesta sexta estará em Sobral recebendo uma homenagem ao lado do prefeito do município, Leônidas Cristino e do senador Tasso Jereissati, a comenda Visconde de Sabóia.

Fonte: Ceará Agora

Começa hoje Encontro dos ex-seminaristas - postado por Armando Rafael

Fonte: Diário do Nordeste/foto: Antônio Vicelmo

CARIRI
Seminário São José reúne ex-alunos

Seja como padres ou atuando em outras profissões, os ex-alunos preservam a formação humanista do Seminário
Crato - A partir de hoje, os portões do velho casarão do Seminário São José, construído em 1875, abrem-se para receber os ex-seminaristas que ali estudaram ao longo de 135 anos. "É um encontro de saudade, emoção e confraternização", define o professor João Teófilo Pierre, coordenador da programação.
Os adolescentes do passado, que enfrentavam a rigorosa disciplina para a formação de sacerdotes, voltam ao seminário de cabelos brancos, para rever o lugar onde trilharam os primeiros passos no caminho do saber.
É com este sentimento de gratidão que os ex-alunos chegam de todos os pontos do Brasil. São juizes, promotores, desembargadores, médicos, advogados, jornalistas e alguns padres que tiveram que, por vocação, resistirem ao fascínio da vida mundana.

De acordo com a coordenação do encontro, até o meio-dia de ontem foram inscritos quase 400 ex-seminaristas. A estimativa é de que participarão do encontro mais de 500. A programação será aberta hoje à noite com a participação dos ex-alunos na novena de São José, na capela do Seminário. Para amanhã, está prevista uma sessão solene da Câmara Municipal em homenagem ao Seminário e confraternização entre os ex-alunos.

Mais do que uma escola eclesiástica, o Seminário São José é um pujante centro cultural que durante mais de um século atraiu jovens do Ceará e de Estados vizinhos. Também foi o primeiro estabelecimento de ensino religioso e superior do interior do Nordeste.

Aqueles que não foram ordenados fizeram de suas profissões um verdadeiro sacerdócio na aplicação das leis, no jornalismo sério, imparcial, voltado para o bem comum, no trabalho humanitário do médico que coloca o cliente em primeiro plano. Tudo na certeza de que o homem, por mais simples que seja, é nosso irmão em Cristo, diz o memorialista Huberto Cabral, um ex-seminarista que deixou a batina e transformou-se, segundo seus colegas de rádio, num sacerdote da notícia.
As marcas indeléveis deixadas pelo Seminário contribuíram para a formação do caráter de centenas de jovens que hoje exercem as mais diversas atividades na construção de um mundo mais solidário. O advogado e jornalista Alcimar Rocha, que veio do Rio de Janeiro para participar do encontro, afirma que deve sua projeção social, econômica e cultural ao Seminário.
Para o deputado José Teodoro Soares, que também foi seminarista, "o município do Crato é considerado o berço da cultura da região do Cariri, principalmente por conta da educação, e o marco foi o Seminário São José, que teve o Padre Cícero como um dos benfeitores". O desembargador Francisco Suenon Bastos falou da sua passagem pelo Seminário, entre os anos de 1957 e 1960. "Tenho o Cariri como minha terra, muito embora não tenha nascido lá, mas foi lá que alimentei e formei em mim os fundamentos humanistas", afirmou.

Antônio Vicelmo, repórter

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30