xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/02/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 fevereiro 2010

Argentino recebe R$ 14 reais por devolver mala com R$ 21 mil


Um ex-combatente da Guerra das Malvinas (1982) encontrou uma mala com 45 mil pesos (mais de R$ 21.100) no estacionamento de um supermercado no noroeste da Argentina e a devolveu ao proprietário, mas recebeu a pequena recompensa de 30 pesos (R$ 14), informaram fontes oficiais. Juan Carlos Vera encontrou a mala no domingo passado (21) em um carrinho de compras no estacionamento onde trabalha, na Província de Catamarca. Ele a entregou aos guardas sem consultar o que havia em dentro dela, informou a agência oficial de notícias Telam.

"Peguei a mala que alguém tinha esquecido e, sem abri-la, entreguei ao guarda", disse Vera. Ele só soube qual era o conteúdo da mala algum tempo depois. Vera lutou em 1982 na Guerra das Malvinas, entre Argentina e Reino Unido, pela soberania das ilhas Malvinas. Os ex-combatentes argentinos recebem uma pensão do Estado de 2.482 pesos (R$ 1.100).

da Efe, em Buenos Aires

Fonte: Folha Online

OAB e oposição cobram explicações sobre Telebrás

A suspeita é de que a reativação da empresa poderia favorecer um cliente do ex-ministro José Dirceu.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a oposição no Senado voltaram a cobrar explicações do governo sobre o plano para recriar a Telebrás. A suspeita é de que a operação poderia favorecer um cliente do ex-ministro José Dirceu.

A denúncia envolve 16 mil quilômetros de cabos de fibra ótica. Uma rede que o Governo Federal pretende usar para levar internet rápida a todo o país. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro reconheceu um contrato que dá ao governo a posse da rede, mas exigiu o depósito de uma caução de R$ 270 milhões. A Advocacia-Geral da União (AGU) afirma que esse dinheiro, se liberado, será usado para quitar dívidas da Eletronet, que administrava a rede de fibras óticas. Seria o pagamento às empresas que forneceram cabos, condutores e outros equipamentos e que não receberam porque a Eletronet faliu. Segundo o governo, o dinheiro não vai para nenhum dos antigos sócios.

A Eletronet era dividida entre o governo e uma empresa privada. Com a falência, ficaram dívidas avaliadas em R$ 800 milhões. O empresário Nelson dos Santos comprou por R$ 1 parte da empresa, assumindo parte da dívida. Entre 2007 e 2009, o ex-ministro José Dirceu prestou consultoria a uma empresa dele. Agora, a o posição quer investigar se é verdadeira a denúncia de que Nelson dos Santos lucraria com o negócio R$ 200 milhões.

“Pagar R$ 1 para ficar sócio de uma dívida de R$ 800 milhões é completa insanidade, a menos que esteja armada uma tramóia”, declarou o senador José Agripino Maia.

Para o líder do governo no Senado tudo está sendo feito dentro da lei. “Não há irregularidade. O governo não teme nenhum tipo de esclarecimento. A prioridade do governo é levar a banda larga para todos os locais do Brasil”, afirmou o senador Romero Jucá. A OAB também cobra explicações do governo: “Nós contribuintes é que somos os donos. A prestação de contas é fundamental em qualquer âmbito da administração pública”, disse o presidente da OAB, Ophir Cavalcante.

Fonte: G1

Programa COMPOSITORES DO BRASIL - Por: Prof. José Nilton


GORDURINHA

Por Zé Nilton

“Meu Deus
Por que é que nessa terra
Pedem paz e fazem guerra
E fazem guerra pela paz
Meu Deus
Por que é que os homens agem
Sempre em nome da coragem
A apunha-las só por trás
A fortuna correndo atrás
De quem já tem dinheiro
E o faminto se foge da fome
Ela vai atrás
Óh, meu Deus o sertão está seco
Só chove na praia
O oceano está cheio de água
Não precisa mais
Muita gente com a reza na boca
E o ódio no peito
O cristão fazendo mal feito
Com a Bíblia na mão
A ganância na terra entre os homens
Gerando conflito
E a ciência a serviço do mal
E da destruição”... (Gordurinha: “Prece para os homens sem Deus”)

O nome Waldeck Artur de Macedo tem tudo para representar um sujeito muito sério, compenetrado e porque não dizer, sisudo e arredio. Contudo, a figura nomeada por tão pomposa graça não é nada disto. Começou a vida artística, lá pelos anos de 1938, em Salvador, como comediante e humorista, por tratar-se de uma pessoa alegre, brincalhona e de bem com a vida. Gordurinha, que era magro e esbelto, logo ganhou notoriedade pelo jeito esculachado de ser, pela sua fina verve humorística e pelo sarcasmo que iria ser disseminado em suas letras anos mais tarde. Disse em sua música que “cabeça grande é sinal de inteligência”, e com este dom (que independe do tamanho da caixa craniana), antecipou muitos movimentos musicais.

Na letra de “Chiclete com banana”, onde declara, à guisa de Adriano Suassuna, seu desprezo pela presença americana em nossa cultura, lembra a sacada tropicalista, de fraseado antropofágico, quando sugere na letra:

“Só boto bebop no meu samba,
Quando o tio Sam pegar no tamborim
Quando ele pegar no pandeiro e no zabumba
Quando ele entender que o samba não é rumba”...

Já na música “O vendedor de caranguejo” fala da sobrevivência no mundo do mangue, da lama, e na criação de um tipo de humanidade, o vendedor de caranguejo , preso à rotinização que acaba por configurar um tipo de sub cultura, mais tarde tão bem expressado pelo movimento mangue-beat, de Chico Science. Foi um defensor da música regional, e muito criticou os preconceitos e os estereótipos com que o sudestinos marcam os nordestinos. Escreveu na capa do LP do Trio Nordestino, em 1972, um desabafo contra essa de que somos uns paus de arara. Disse que “Pau de Arara é a vovozinha”, música que abre um dos melhores discos dos gloriosos, Lindú, Cobrinha e Coroné. Gozou também com a bossa nova, ridicularizando em suas rimas pobres e pouca ou nenhuma proposta. Gordurinha tinha uma predileção pelo Ceará. Cantou a secas e as enchentes cearenses, pediu clemência ao Padre Cícero, exaltou a Praça do Ferreira.

É a atração desta quinta-feira no programa: Compositores do Brasil, a partir das 14 horas, na Rádio Educadora do Cariri. Vamos falar de Gordurinha como uma das expressões da música nordestina cantada com a força e a graça da musicalidade baiana, de onde veio este excelente compositor brasileiro, que viveu as mais deferentes artes – cinema, teatro, música, locução radiofônica em Salvador e no centro do mundo – o Rio de Janeiro, de sua época. Dentre as músicas de seu vasto cancioneiro, selecionamos o seguinte roteiro. Vamos ouvir e falar de:

Tenente Bezerra, de Gordurinha com Gordurinha, gravação continental de 1959.
Uma prece para homens sem Deus, de Gordurinha, com Ary Lobo, de 1969;
Trem da Central, de Gordurinha e Mary Monteiro, com Marinês e sua gente, gravação da RCA Victor, de 1960.
Bossa quase nova, de Gordurinha, com Gordurinha, gravação original pela continental de 1961.
De trás pra frente, de Gordurinha, com Gordurinha, 1962;
Baianada, de Gordurinha, com Gordurinha, gravação da continental, de 1959.
Baiano burro nasce morto, de Gordurinha, com Gordurinha, do LP. Gordurinha tá na praça, gravação da Continental de 1959;
Pedido ao padre cicero, de Gordurinha, com Gordurinha, grvação original de 1959.
Vendedor de caranguejo, de Gorduinha, com Gordurinha, gravada pela Continental em 1958;
Súplica cearense, de Gordurinha e Netinho, com Luiz Gonzaga, gravação original da continental de 1960;
Mambo da Cantareira, de Gordurinha, com Gordurinha, gravação da continental de 1960;
Pau de arara é a vovozinha, de Gordurinha, com Trio Nordestino,1972.
Chiclete com banana, de Gordurinha e Almira Castilho, com Jackson do Pandeiro, gravação original pela continental, de 1959.

Quem ouvir, verá !

Informações:
Programa Compositores do Brasil
Pesquisa, produção e apresentação de Zé Nilton
Sempre às quintas-feiras, às 14 horas
Rádio Educadora do Cariri – 1020 kz.
Apoio: CCBN.

Cordel do Fogo Encantado chega ao fim - Por: Samuel P. Teles


COMUNICADO


Comunicamos o encerramento das atividades artísticas da banda Cordel do Fogo Encantado. Esta decisão implica na suspensão das apresentações ao vivo, como também da gravação em estúdio de material inédito. A disposição em suspender suas atividades passa por decisões pessoais do fundador da banda, Jose Paes de Lira (Lirinha), expressas em seu comunicado abaixo, que implicam na impossibilidade de continuidade do grupo. Contudo, mantêm intactas as relações de profunda amizade, respeito profissional e carinho cultivadas entre os integrantes da banda, equipe técnica e produção, solidamente construídas nesses onze anos de convivência. Estamos certos que nesse tempo realizamos um trabalho de referência na nova música pernambucana e brasileira. A banda, em decisão conjunta com a produção, deverá lançar em breve registro de áudio e vídeo AO VIVO da apresentação realizada na praça do Marco Zero, Recife, no dia 14 de fevereiro de 2010, considerado por muitos um show histórico.

O grupo também pretende lançar material de arquivo selecionado entre registros realizados ao longo dos seus onze anos de existência. Cordel do Fogo Encantado manterá em atividade seu site oficial (www.cordeldofogoencantado.com.br) através do qual informará seu público sobre os lançamentos dos registros acima citados e sobre outros temas que se fizerem necessários.

Atenciosamente,

Antonio Gutierrez
Produção – Cordel do Fogo Encantado

COMUNICADO - JOSÉ PAES DE LIRA

Com a permissão dos Encantados, sempre: Anuncio a minha saída da banda Cordel do Fogo Encantado. São 14 anos de trabalho ininterrupto (11 anos de banda e 3 anos de peça teatral de mesmo nome). O grupo que é independente desde a sua origem, com integrantes do sertão de Pernambuco (Arcoverde) e do Morro da Conceição (Recife) se tornou uma das bandas mais ativas do cenário de shows da música brasileira. Isso aconteceu com a total entrega dos participantes e a verdade da mensagem emitida. É com muita dificuldade que redijo essa informação, devido ao imenso amor que eu sinto pelo público e pelos meus companheiros/guerreiros do projeto. Revelo, por respeito aos que me acompanham, a minha vital necessidade de trilhar novos caminhos. Ajudei a desenvolver um dos espetáculos mais originais da cultura pop do país e é com esse sentimento de orgulho que sigo em frente. Com a certeza de que o fogo da nossa poesia e da nossa música nunca se apagará e que nossa força é infinita.

Abraço forte,
José Paes de Lira, Lirinha.
N.E.: Só posso dizer que a música brasileira fica mais pobre. Se foi umas das bandas regionais mais prestigiadas do cenário nacional.
Fonte: Site da banda

Por: Samuel P. Teles

Obama e seus mercenários! - Por: Janinha


Novo ato de provocação norte-americana em Havana.

Por Robson Luiz Ceron

Novamente a verdadeira face do poder ianque apresenta-se. Embora todas as promessas do atual governo, a realidade demonstra que a parcela de poder que reside nas mãos do presidente norte-americano, Barack Obama, é reduzida. Os organismos de poder estadunidenses – oficiais e extra-oficiais -, inimigos da Revolução Cubana, continuam manejando ações contra a Ilha.

Foi o que ocorreu nesta última semana, quando mais uma vez, um grupo de traidores mercenários anexionistas cubanos – os gusanos – foi chamado e transportado até o Escritório de Interesses dos EUA (SINA), em Havana, para, com certeza, tratar de continuar as ações contra-revolucionárias.

Desta vez, os mercenários (entre os mais conhecidos são Martha Beatriz Roque, Vladimiro Roca, Félix Bonne e Oswaldo Payá) foram convocados pelo Subsecretário de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Craig Kelly, que chefiava uma delegação ianque, que estava em Havana para conversações com o governo cubano acerca de imigração.

Como relatado pelo blogueiro revolucionário cubano, M. H. Lagarde (cambiosencuba), os mercenários que estiveram presentes – notoriamente financiados pelos EUA – são pessoas que vivem da contra-revolução. De tal forma que não lhes interessa o fato do ilegal e cruel bloqueio norte-americano prejudicar o povo cubano desde de 1959; não lhes interessa a normalização das relações estadunidenses/cubanas; não lhes interessa que os cubanos e cubanas estejam bem. Para eles, quanto pior, melhor. “Sus bolsillos es lo único que les importa a tales ‘personajes’”, resumiu Lagarde.

Porém, têm “quebrado a cara” desde de 1959, pois contra o mau-caratismo e a mesquinharia de seus atos, insurgem-se diversos fatores, sendo que a Consciência de Cubanidade – necessariamente revolucionária – o mais importante deles.

Participarão da reunião, além dos contra-revolucionários cubanos e das autoridades ianques, outros aliados dos EUA europeus, empenhados no mesmo desejo frustrado.

O ato de chamar e transportar seus “funcionários” gusanos demonstra que a contra-revolução permanece viva e em ação em Cuba, sendo um constante desafio à Revolução. Se Obama sabe ou não, pouco importa: os nossos inimigos estão no lado dele.

Fonte:http://www.vermelho.org.br/blogs/outroladodanoticia/?p=22060

Postado por: Janinha


Dissidente cubano diz que Lula é cúmplice de violação de direitos humanos - postado por Armando Lopes Rafael


Fonte: Efe, no Rio de Janeiro
Transcrito da Folha Online

O dissidente cubano Oswaldo Payá, líder do Movimento Cristão de Libertação, afirmou nesta quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é cúmplice das violações dos direitos humanos no país caribenho, em meio à visita do brasileiro ao país e à morte do dissidente Orlando Zapata Tamayo, após 85 dias em greve de fome.
"Respeitamos e amamos o povo brasileiro, mas o governo Lula não deu nenhuma palavra de solidariedade para com os direitos humanos em Cuba. Tem sido um verdadeiro cúmplice da violação dos direitos humanos em Cuba", disse Payá, em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal "O Globo".
Assim como nas três visitas oficiais a Cuba, Lula não se reunirá com a oposição durante a viagem.
"Já não esperamos e nem queremos esperar nada dele", continuou Payá, uma das principais vozes do movimento dissidente cubano e vencedor do Prêmio Sajarov, do Parlamento Europeu, em 2002.
Em janeiro de 2008, Payá também criticou o presidente Lula por se encontrar somente com integrantes do governo. Na época, ele disse que diz que Lula, ao apoiar o ex-ditador Fidel Castro, nega aos cubanos o direito aos valores democráticos que defende no Brasil. Na quarta e última visita do presidente a Havana, Lula conversa com o presidente de Cuba, Raul Castro, irmão mais novo de Fidel que assumiu o poder quando o ditador adoeceu.
A agenda inclui ainda encontro com o próprio Fidel e visita às obras de ampliação do porto de Mariel, para as quais o Brasil deu créditos de US$ 150 milhões, passíveis de chegar a US$ 500 milhões. Lula deve anunciar ainda investimentos para a reforma de uma estrada e projetos da Petrobras no país. Payá lamentou que a embaixada do Brasil em Cuba se negou a receber um grupo de dissidentes que tinha um,a carta de presos políticos dirigida a Lula.
Na carta, os presos com "licença extrapenal" por razões de saúde pedem a Lula que interceda por sua liberdade quando se reunir com os irmãos Castro e mencionam especificamente o caso de Zapata. Eles alegam que Lula pode ser "um magnífico interlocutor para obter uma decisão do governo cubano".
"Mas, sinceramente, não creio que valha a pena pedir [um encontro com Lula]. Ele demonstrou que seu compromisso é com este governo [o cubano]. Se tem alguma explicação para dar, que a dê ao povo brasileiro".
O presidente brasileiro chegou a Havana na noite desta terça-feira, poucas horas depois da morte do preso político cubano Zapata, que passou 85 dias em greve de fome contra as condições de sua prisão. Para o governo brasileiro, a visita a Cuba é um "reencontro de velhos amigos". Brasil e Cuba estreitaram as relações políticas e comerciais nos últimos anos, e o governo brasileiro tem vários programas de cooperação e financiamento para obras de infraestrutura na ilha. Depois de visitar a ilha --governada pelo clã dos Castro há 51 anos-- a agenda do presidente prevê viagens ao Haiti e a El Salvador.

Imagens fascinantes: Green Lake na Austria - Por: Samuel P. Teles

Chama-se Green Lake (Lago Verde) e fica na Austria em um lugar chamado Upper Styria. É provavelmente um dos vídeos mais bonitos que já vi de paisagem. O lugar é este:




No outono um lago é criado inundando toda a área e o nível de água chega a subir em até 9 metros. A água fica em temperatura agradável pro banho, de 5 a 6 graus. A água é simplesmente cristalina com uma visibilidade incrível. Como o nível da água sobe rapidamente, bancos, trilhas, plantas, fica tudo submerso.

Por: Samuel P. Teles

Igreja de São Francisco (BA) : Pobreza Preciosa - Postagem: José Flávio Vieira


Frades franciscanos cumprem o ideal de pobreza e obediência em meio ao luxo e à ostentação de uma das igrejas mais ricas do Brasil

Carina Rabelo, de Salvador (BA)
Isto É
OBRA-PRIMA
O conjunto foi eleito uma das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo

Folheada a ouro, a Igreja de São Francisco de Assis, em Salvador, Bahia, é uma das construções mais exuberantes do País. No ano passado, ingressou no rol das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo e concorreu às sete do Brasil. Um dos pontos turísticos mais procurados de Salvador, a edificação levanta suspiros dos visitantes, quando apreciada como obra arquitetônica, e dúvidas, quando observada do ponto de vista religioso. A pergunta é recorrente: por que tamanha suntuosidade representaria Francisco de Assis, o santo do desapego material? A exuberância tem razões históricas, justifica o frei Hugo Fragoso, confrade da Ordem Franciscana na Bahia. “Fomos vítimas do século de ouro”, afirma. Ao lado desse espaço de riqueza e abundância, separados por finas paredes, vivem, modestamente, 49 religiosos da ordem em voto de pobreza.
TENDÊNCIA
Frei Afonso Schomaker quer ampliar as áreas de visitação para obter recursos

No conjunto franciscano há um nítido contraste entre a Igreja e a sala do Capítulo, abertas à visitação pública, e a área interna do convento, como a cela dos frades, de entrada restrita, caracterizada pela extrema simplicidade. A Igreja de São Francisco é composta por colunas e paredes folheadas com 70 mil pacotes de ouro em pó, 87 esculturas de santos, além de alfaias e cálices de ouro e prata, pedras preciosas, mármore e móveis de jacarandá e outras madeiras de lei. Os mantos, vestimentas dos santos e cortinas são ornamentados com tecidos nobres, como seda, cetim, cambraia, renda e veludo, trabalhados com franjas e fitas. O altar exibe um rico sacrário na capela-mor. Atrás das paredes de ouro, há apenas o necessário para a vida dos franciscanos, que se dedicam ao trabalho missionário fora dos muros suntuosos. “A vivência pessoal dos religiosos sempre foi pobre”, diz frei Hugo. O mobiliário das 70 celas consiste de uma cama, um armário e uma escrivaninha e o único bem comunitário é uma Kombi antiga. Todos os dias, os frades acordam às 6h, participam das orações às 7h e dedicam parte do tempo aos estudos. Às 18h, mais um ciclo de orações e, a partir das 19h, assistem ao noticiário. Alguns se dedicam ao cuidado com os religiosos idosos e enfermos que moram no convento.


MISSÃO
Jovens frades que moram no convento e praticam atividades pastorais

Às terças-feiras, distribuem pães aos famintos. “Também prestamos assistência em relações conflituosas familiares”, conta frei Marcelo Freitas, 29 anos. Alguns franciscanos se lançam em missões nas comunidades distantes do Amazonas para desenvolver trabalhos sociais com os índios. Outros fazem visitas periódicas aos presidiários. A exuberância arquitetônica do conjunto franciscano foi conquistada a partir de valores bem distantes da caridade. A riqueza do templo surgiu no século XVIII, quando entraram em vigor no Brasil os ditames do Concílio de Trento, do final do século XVI, e a sociedade baiana passou a financiar os templos religiosos. “Foi determinado que a população deveria ter uma maior participação nas coisas da igreja”, afirma a historiadora Maria Helena Ochi Flexor, autora do livro “Igreja e Convento de São Francisco da Bahia”, vencedora do Prêmio Clarival do Prado Valladares, da Odebrecht, que patrocina pesquisadores com projetos inéditos ligados ao resgate histórico-cultural do Brasil. Neste período, surgiram as confraternidades, formadas por leigos de prestígio econômico e social. Através de grandes doações, as famílias abastadas garantiam seu lugar no céu, reservavam a sepultura dentro da igreja – quanto maior a quantia, mais próxima do altar – e tinham direito a uma missa anual em homenagem à alma. Apenas os nobres podiam assistir às celebrações dentro da Igreja.
Os pobres ficavam em pé e do lado de fora.

Tamanha ostentação levanta polêmica desde o século XVIII. Na ocasião, capuchinhos italianos que visitavam o Brasil ficaram indignados com as características da igreja e elaboraram um documento lamentando o fato de que franciscanos brasileiros abusassem do peditório de esmolas para construir obras suntuosas. No final do século XIX, os franciscanos alemães da Saxônia, convidados para ajudar na restauração do convento, manifestaram o mesmo espanto e estabeleceram um estatuto, no qual as igrejas só poderiam ter o sacrário e os vasos sagrados folheados a ouro. A determinação não vingou. “Os novos documentos justificam que o ouro representa o melhor que nós temos e é isto que deve ser oferecido a Deus”, afirma frei Hugo. Apesar da suntuosidade, os religiosos do Convento de São Francisco vivem longe da fartura. A Igreja sofreu diversos furtos e pouco resta das peças raras. Alguns visitantes já tentaram arrancar parte das colunas, acreditando ser de ouro maciço, ou raspar a pintura para extrair o pó do ouro das paredes. Com a diminuição das doações e a crise de vocações – restam apenas 30 frades, quatro padres e 15 estudantes –, o local míngua com as parcas colaborações dos fiéis. “O pouco que temos vem dos turistas”, afirma frei Afonso Schomaker, guardião do convento.


ESCOLHA
A exuberância das áreas públicas contrasta com a modéstia dos ambientes reservados (foto acima)


“Aos frades, oferecemos apenas o necessário. A Deus, todo o ouro”
Frei Hugo Fragoso

Um dos projetos para levantar recursos consiste na criação de um museu para exposição dos móveis e relíquias e a abertura das áreas de acesso restrito do convento à hospedagem e visitação. “Hoje, diante da nossa visão social, uma igreja franciscana exuberante é uma contradição”, diz o professor João Batista Libânio, da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. No entanto, o padre ressalta que as belas construções favorecem a perpetuação da obra e aproximam o povo da religião. “Até mesmo os pobres querem que uma igreja seja bonita e rica”, afirma. Segundo frei Hugo, a cada reforma católica, há uma tentativa de resgate da maneira de viver de Francisco de Assis, com a substituição de algumas casas suntuosas por eremitérios. “A tensão é permanente ao longo dos séculos, porque não se mede a pobreza matematicamente, mas pelo espírito”, diz. Ao contrário dos franciscanos do século de ouro, os de hoje lutam pelo resgate do essencial.

Originalmente postada em 22/02/2010

Postagem: José Flávio Vieira

É possível amar os inimigos? Por Magali de Figueiredo Esmeraldo


No Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus, (5, 43-48) Jesus disse: “Vocês ouviram o que foi dito: Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo! Eu, porém, lhes digo: amem os seus inimigos, e rezem por aqueles que perseguem vocês! Assim vocês se tornarão filhos do Pai que está no céu, porque ele faz o sol nascer sobre os maus e bons, e a chuva cair sobre os justos e injustos. Pois, se vocês amam somente aqueles que os amam, que recompensa vocês terão? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? E se vocês cumprimentam somente seus irmãos, o que é que vocês fazem de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? Portanto, sejam perfeitos como é perfeito o pai de vocês que está no céu”.

É muito difícil colocarmos em prática essas palavras de Jesus “amai os vossos inimigos.” É fácil amar quem nos ama e nos faz o bem. Existe até quem ache impossível amar as pessoas que tentam nos prejudicar.

Nos dias de hoje, os mandamentos de Jesus são um desafio para todos nós. O Evangelho nos traz a esperança de um relacionamento humano bem diferente daquele que está impregnado na sociedade, isto é: odiar os inimigos e amar apenas os amigos. Amar o inimigo é se relacionar com ele, que é também amado por Deus. Porém na nossa imperfeição isso se apresenta como um problema quase insolúvel. Como poderemos solucionar esse problema? Através do amor as diferenças no relacionamento serão superadas. Nesse trecho do Evangelho, Jesus nos convida a uma mudança de comportamento que nos tornem testemunhas da justiça de Deus.

Amar os inimigos nos mostra que o amor é a capacidade de conviver com os conflitos de relacionamento. Como Deus é perfeito, ama a todos nós, até nossos inimigos. Deveríamos fazer isso, mas não somos perfeitos como o Pai. Entretanto, somos chamados por Ele para ser santo. É difícil para nós pecadores alcançarmos a santidade. Mas se não podemos ser perfeito como Deus, devemos melhorar e crescer como ser humano. Quem sabe não chegaremos a conclusão que os nossos inimigos estão entre os nossos maiores amigos? Será que essas pessoas pensam como nós? Dizem o que gostaríamos de dizer e que não temos coragem?

Quando não simpatizamos uma pessoa é porque enxergamos nela defeitos que são nossos. Se Deus ampara a todos nós com o seu amor, vejamos isso como um sinal de que temos que resolver entre nós as diferenças através do diálogo. Essa talvez seja a melhor maneira de aprendermos que o amor é a melhor forma de justiça. E o mundo teria muito mais justiça e paz se o amor estivesse no coração de todos.

Como amar o nosso inimigo? Não cultivando o ódio, rancor e nem desejos de vingança. Perdoando e pagando o mal com o bem. Também se alegrando com as coisas boas que aconteçam na vida daquele que consideramos inimigo. E se na nossa vida se apresentar uma situação em que essa pessoa precise de ajuda, devemos auxiliá-la no que for preciso. E, além disso, se surgir uma oportunidade de reconciliação, não colocar nenhum obstáculo para que isso ocorra. Se agirmos assim estaremos seguindo o mandamento de Jesus: “amar os inimigos.

Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE FORRÓ - Por: Kaika Luiz


Ontem estive na reunião da ASF - ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE FORRÓ, uma entidade que funciona em Fortaleza há pelo menos três anos. O local do encontro foi no KUKUKAYA, casa de shows já tradicional na capital cearense em apresentações de grupos e músicos do verdadeiro forró. Uma das melhores características da ASF é sem dúvida a valorização do autêntico ritmo nordestino que anda meio que deturpado, diante da proliferação de bandas e de músicas que só denigrem a imagem do povo cearense, com letras que incitam ao sexo, drogas, alcoolismo, violência, baixaria e desvalorização da mulher. O que a associação pretende é tão somente valorizar os músicos que dela participam, dando-lhes apoio e procurando divulgar os seus trabalhos de forma cooperativa e mostrando a qualidade de suas composições, sem a necessidade de requisitos totalmente fora do contexto do forró.

Estive lá a convite do artista NEO PI NEO, que é um dos diretores da ACF. Mas essa não é a primeira vez que estive por lá. Antes, participei das reuniões iniciais, no mesmo KUKUKAYA, sob a direção do Valtinho, que é o seu Presidente, e na ocasião estava lá o sanfoneiro SANTANA, de Juazeiro do Norte, que já participa de uma associação com as mesmas características na cidade de Recife.

Na reunião de ontem, uma ótima coincidência aconteceu. O encontro com João do Crato, que estava conhecendo a ASF e que, junto comigo, se prontificou em dar impulso a uma interiorização da associação através do Cariri. Então marcamos uma reunião para o Crato para a próxima semana, segunda ou terça-feira (mandaremos os convites para os interessados), com a presença de boa parte da diretoria da associação de Fortaleza. No momento, confirmaram as presenças: Valtinho (Presidente da ACF), Neo Pi Neo (Diretor) e outros integrantes da diretoria e sócios. Então desde já fiquem atentos, pois estaremos provocando esse encontro no nosso Cariri, para o lançamento da ACF-CARIRI, com o mesmo sentido que existe a associação em Fortaleza, ou seja, a valorização do verdadeiro forró, do qual temos orgulho de conhecer e de ser um dos ritmos que nos identifica.

Por: Kaika Luiz

Zeppa de Souza no BNB


Fonte: CCBNB

NOTÍCIAS DE HOJE. E AMANHÃ? - Por: José de Arimatéa dos Santos


Vendo os telejornais do meio dia logo após o almoço, verifico que o assunto do momento é a temperatura alta que se verifica nas grandes cidades brasileiras, principalmente o Rio de Janeiro. Não deixa de ser um assunto palpitante já que afeta milhões de brasileiros e este calor pode trazer consequências para a saúde de muita gente. Transtornos no trânsito já que muitas das vezes o motorista fica mais irritado e quem trabalha em ambientes não tão ventilados certamente a produção cai. Em algumas regiões do país, principalmente a amazônica, muito calor significa precipitações pluviométricas, fato que alivia e muito o calor e faz com que o ambiente fique um pouco mais arejado.

Mas nesse momento quero fazer uma crítica a imprensa quanto a vários fatos importantes que ocorrem e são noticiados, mas caem logo no ostracismo. O assunto em voga hoje fatalmente amanhã não se vê escrito, falado ou televisionado, infelizmente. Tem coisas que realmente não devem mesmo se falar e cair logo no esquecimento. Cito notícias das tão faladas e noticiadas "celebridades" e fuxicos de artistas, principalmente de televisão. Contribui em que saber quem será eliminado do BBB ou coisa do gênero? Que ator ou atriz casou ou deixou de casar ou fez isso ou aquilo! Façam uma experiência quando forem a um consultório médico e olhem as revistas(muitas da vezes velhas) disponíveis. Você vai notar que diferença é a notícia daquela época para hoje em relação ao seu artista favorito.

Por que não se fala mais em escândalos como o mensalão, o do Senado Federal, da farra das passagens aéreas dos Deputados Federais? Até quando a imprensa falará do mensalão do DEM? E no Haiti logo após o terremoto tudo foi resolvido? Não tem mais fome? Voltando ao Brasil, os casos de violência tiveram seu curso normal e os assassinos foram realmente punidos exemplarmente? Não vejo a continuadade da notícia. O que aconteceu depois. Só vai até um ponto. Dali não se vê o que deu ou o que aconteceu com centenas de fatos que somos bombardeados diariamente.

São questionamentos importantes porque faz com que cada um de nós pare e reflita um pouco com um sem número de informações que a toda hora somos bombardeados. A maioria das notícias são super importantes e nos ajudam no nosso dia-a-dia. Muita notícia faz o cidadão se planejar e trabalhar mais leve. Mas assuntos que deveriam se debatidos com mais profundidade caem logo no esquecimento e não se vê mais falar. Não tem continuadade. Não se vê no que deu, infelizmente. E pra boa parte da população o que se nota é o perigoso descrédito com a justiça principalmente. Muitos falam que em casos de corrupção de político não vai dar em nada e por aí vai. É a banalização de tudo. Da violência, corrupção, safadeza,...

José de Arimatéa dos Santos

Santana do cariri - Acompanhamento arqueológico

Santana do Cariri. Uma obra de saneamento e esgotamento sanitário na "Capital da Paleontologia" terá acompanhamento de uma equipe de arqueólogos e paleontólogos. Fósseis completos e vestígios indígenas poderão ser encontrados nas áreas onde serão realizadas as escavações. Esses pontos serão detalhados, hoje, com a apresentação do Projeto de Implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Santana do Cariri e Acompanhamento Arqueológico da Obra, que será executada pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

A apresentação dos projetos de engenharia e de acompanhamento arqueológico será às 9 horas, na Câmara Municipal da cidade. Santana do Cariri é considerada potencialmente rica em vestígios arqueológicos e paleontológicos. O trabalho da consultoria contratado pela Cagece será de participar das escavações, com o salvamento e resgate de possíveis peças históricas ou fósseis.

Segundo a arqueóloga, Rosiane Limaverde, que irá participar da equipe presente na área, "o trabalho solicitado pela Cagece vem contribuir muito porque é uma forma de prospecção intensiva numa área que foi uma aldeia indígena da tribo Cariú Cariri". Essa área do conhecimento poderá ser melhor trabalhada num solo dominado pelos achados fósseis.

Já o paleontólogo Marcelo de Oliveira Soares, outro profissional envolvido, ressalta que Santana do Cariri encontra-se dentro do Geopark Araripe, uma área reconhecida internacionalmente pela Unesco pela sua riqueza paleontológica. Ele explica que há probabilidade, por exemplo, de serem descobertos fósseis de animais completos.

Recursos

A obra de esgotamento sanitário da Cagece irá investir R$ 3.3 milhões, com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC/ OGU/ Funasa). Serão beneficiadas 7.845 pessoas, com 1.655 ligações de esgoto e 7.821 metros de rede coletora, além de uma estação de tratamento de esgoto. O evento contará com a presença de representantes da Cagece, da Prefeitura, do Instituto do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan) e da Universidade Regional do Cariri (Urca). A Cagece já realizou o acompanhamento arqueológico em Aracati e Maranguape.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

CRATO - Notícias do dia 24 de Fevereiro de 2010



Testes rápidos do vírus HIV não preocupam Secretaria de Saúde e estão dentro da normalidade

A Secretaria de Saúde do Crato informa que até o momento foi detectado, por meio dos testes rápidos do vírus HIV, iniciado no último dia 9 de fevereiro, um caso positivo do vírus. Os testes rápidos estão sendo realizados no Ambulatório de Saúde Sexual, no Centro de Especialidades. A coordenadora do ambulatório, Sheiba Rodrigues, afirma que em nenhum momento esses casos estão sendo motivo de preocupação, já que passam por procedimentos de orientação e aconselhamento da equipe de profissionais, antes e depois dos exames. Os outros casos confirmados no município não estão relacionados aos testes rápidos e sim em tratamento, alguns deles há mais de 10 anos. Foram fornecidos pelo Ministério da Saúde, por meio da Campanha Fique Sabendo, em nível nacional, 400 testes rápidos para o Crato, que podem dar o resultado do vírus HIV em apenas 15 minutos, feitos em dois testes seguidos. O trabalho faz parte de uma parceria entre o Ministério e Secretaria de Saúde do Município do Crato.

Profissionais de saúde são capacitados para vacinação contra a gripe Influenza A

Após o repasse de informações técnicas do vírus Influenza A H1N1( conhecido com vírus da Gripe Suína), para escolas e profissionais de saúde, está sendo realizado no auditório da Secretaria de Saúde do Crato, o treinamento de profissionais sobre vacinação com o H1N1, que irá começar no dia 1º de março. Estão sendo capacitados médicos, enfermeiros e auxiliar de enfermeiro. A capacitação terá continuidade até a próxima sexta-feira.

Projetos a serem desenvolvidos no Crato passam por acompanhamento

A prefeitura municipal do Crato está dando acompanhamento aos projetos que estão sendo desenvolvidos no município, a exemplo da melhoria das seis principais praças da cidade e do projeto da Encosta do Seminário. Recentemente, foram realizadas visitas aos locais onde serão realizadas as obras, através do Projeto Cidades do Ceará – Cariri Central e Banco Mundial, recentemente lançado na região, com a parceria da prefeitura, que tem acompanhado de perto e procurado atender todas as exigência para o desenvolvimento dessas obras no Crato. O prefeito do Crato, Samuel Araripe, tem demonstrado maior interesse em todas as visitas dos técnicos e participado das reuniões, já que as intervenções serão feiras em áreas importantes da cidade e com altos investimentos, por meio de obras importantes, incluindo verbas do Governo Federal, a exemplo das praças, beneficiando diretamente o setor turístico. No caso da Encosta do Seminário, o grande benefício estará voltado para o meio ambiente. Os moradores também deixam as áreas de risco da encosta, além do incremento do turismo, dando um novo aspecto paisagístico à cidade, melhorando a qualidade de vida dos moradores das áreas próximas da Encosta. Em breve, esses projetos serão iniciados na cidade.

CRAS Alto da Penha promove curso de pintura em cerâmica para idosos

O Centro de Referencia em Assistência Social CRAS Alto da Penha iniciou na ultima segunda-feira, 22 o curso de pintura em cerâmica para os idosos que fazem parte do centro. O Curso que promove conhecimento em arte, interação e sobretudo inclusão social terá a duração de dois meses e está acontecendo as segundas e quintas.

Secretaria de Cultura do Crato está com inscrições abertas até o próximo sábado para cursos de artes e esporte

A Secretaria da Cultura, Esporte e Juventude do Crato comunica que estão abertas as inscrições para os Projetos Sociais que acontecem no Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva, Escola de Música Maestro Azul - EMMA e Casa Harmônica.
No Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva acontecem cursos de Teatro do Projeto Crateando e Dança do Projeto Crato Ki Dança.

Na Escola de Música Maestro Azul - EMMA acontecem cursos de Flauta Doce, Instrumento de Sopro, Percussão e violão.

Na Casa Harmônica acontecem os Projetos: Amigos da Leitura, Criarte e Bola na Rede.
As inscrições dos Projetos irão até o próximo sábado, dia a 27 nos locais onde os mesmos acontecem, no período da manhã e a tarde.Para obter mais informações é só ir na Secretaria da Cultura, Esporte e Juventude, localizada no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RRFSA ou pelo telefone (88) 3523-2365. Não perca essa oportunidade, participe!

Pólo de Atendimento do distrito de Ponta da Serra está com inscrições abertas para cursos profissionalizantes

O Governo Municipal do Crato por meio da Secretaria de Ação Social, avisa que no Pólo de Atendimento Edvardo Ribeiro da Silva no distrito da Ponta da Serra estão abertas às inscrições para os cursos de pintor predial,pedreiro,bombeiro hidráulico, auxiliar de serviços gerais e eletricista predial . Os interessados deverão ter idade acima de 17 anos;e procurar no referido pólo à Coordenadora Francisca das Dores, munido das seguintes documentações: identidade,CPF, comprovante de residência e o número do NIS- Número de Identificação Social -(existente no cartão do bolsa família).

Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.9960
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Instrumental & Qual - O Som da Terra


O programa radiofônico de música instrumental das tardes de quarta, das 14 às 15 horas pela Rádio Educadora do Cariri AM 1.020 e Internet (cratinho.blogspot. com)

A música é como o amor que quer ser supremo. Ela busca a perfeição e depende, assim, da reciprocidade entre o som e o compositor, o arranjador e o músico, o músico e o intérprete, o intérprete e o ouvinte. E a supremacia da música é o que pretendemos estabelecer com este programa, o Instrumental & Qual – O Som da Terra: música que não penetre somente pelos ouvidos ou pelos outros cinco buracos da cabeça; mas música transcendental que atinja coração & mente e que preencha a alma e vire vida plena de plenitude, atitude e altitude espiritual.

Roteiro musical
1. Pegao (José Feliciano)
2. Moonlight in vermont (Kurt Suessdorf e John Blackburn), com Stan Getz
3. “A” 200 (Ian Paice, John Lord e Ritchie Blackmore), com Deep Purple
4. Chorinho pra ele (Hermeto Pascoal)
5. Mozambique (Sérgio Mendes, Michael Sembello, Natan Watts e Sebastião Neto), com Sérgio Mendes And The New Brasil' 77
6. Cantaloupe island (Herbie Hancock)
7. Quem viver chorará (Raimundo Fagner)
8. Mood for a day (Steve Howe) com Synphonic Music of Yes
9. Brejeiro (Ernesto Nazareth) com Beto Preah
10. Pout-porri de músicas de Luiz Gonzaga, com Banda de Música Municipal do Crato

Ficha Técnica
O programa Instrumental & Qual – O Som da Terra é uma produção das Officinas de Cultura e Artes & Produtos Derivados (OCA) e revista virtual Cariricult
Apoio do Centro Cultural Banco do Nordeste em parceria com a Rádio Educadora do Cariri AM 1.020
Redação e programação musical: Luiz Carlos Salatiel, Dihelson Mendonça e Carlos Rafael Dias
Apoio logístico: Guilherme Norões
Apresentação: Carlos Rafael Dias
Operador de Áudio: Iderval Silva
Operador de transmissão: Iran Barreto
Gerente do Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri: Lenin Falcão
Diretor-Gerente da Rádio Educadora do Cariri: Geraldo Correia Braga

Fique ligado!

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30